Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Modalidades em acção

Rui Gomes, em 05.12.20

Screenshot (434).png

- Grande vitória dos leões do andebol na visita ao CF "Os Belenenses", em jogo a contar para a 13.ª jornada do Campeonato Placard Andebol I.

Com este resultado, a equipa liderada por Rui Silva mantém-se no primeiro lugar da prova com 37 pontos, mais três do que o SL Benfica, que tem menos um jogo disputado, e mais quatro do que o FC Porto, que tem menos dois jogos disputados.

Os leões voltam a entrar em campo já na terça-feira, na deslocação a casa dos franceses do USAM .

- No hóquei em patins, a equipa leonina não foi além de um empate na visita a São João da Madeira, em jogo da 13.ª jornada do Campeonato Nacional.

Líderes isolados da prova, os leões chegaram à última ronda da primeira volta como a única equipa ainda sem qualquer derrota, apresentando-se em São João da Madeira com um cinco inicial composto por Ângelo Girão, Gonçalo Nunes, Toni Pérez, Matías Platero e João Souto.

Com este resultado, o Sporting CP mantém-se na liderança do Campeonato Nacional, com 30 pontos, sendo detentor da melhor defesa da prova.

publicado às 16:00

O poder da palavra

Rui Gomes, em 05.12.20

img_192x192$2015_10_12_13_07_15_1005695_im_6366777Uma das melhores armas de Rúben Amorim é a sua capacidade de expressão, que lhe permite comunicar como poucos treinadores. O discurso é bastante calmo, assertivo e sempre com uma intenção. Na conferência de ontem, o técnico foi capaz de atirar em várias direcções sem levantar grandes ondas ou polémicas. Mas fez saber aos miúdos que não podem pensar em ir para o estrangeiro por tuta e meia ao fim de meia dúzia de jogos, ao mesmo tempo que disse à administração da SAD que não está disposto a perder jogadores importantes a troco de nada.

Rúben Amorim acabou de chegar a Alvalade mas sabe muitíssimo bem o que deve ser o Sporting CP: um clube formador e potenciador de talento, mas que só retirará verdadeiros benefícios disso se conseguir conquistar títulos, até numa perspectiva de valorização dos passes dos seus jogadores.

Pelo meio, e por meias palavras, Amorim respondeu às recém-críticas do FC Porto às arbitragens do Sporting. "Já temos algum conhecimento do que vai acontecer no futuro", atirou, provavelmente pensando na pressão sobre a arbitragem que vai continuar a ser colocada por todos os lados (até do Sporting...). Com tanta coisa para ganhar esta época – e ainda mais a perder... –, os decibéis vão voltar a subir. E nisto não há inocentes. Nem sequer os bem-falantes.

Artigo da autoria de Sérgio Krithinas, Director Adjunto de Record

publicado às 12:59

publicado às 12:37

Leoas são elas

Rui Gomes, em 05.12.20

img_920x519$2016_01_03_12_35_29_1046222.jpg

Joana Oliveira

publicado às 03:04

gianni_infantino_foto_ennio_leanza_epa12445638defa

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, saiu em defesa do VAR, considerando que o novo sistema “está a ajudar o futebol”, e rejeitou que esteja a “prejudicar ou danificar” o desporto.

É preciso ter em conta que o VAR só foi introduzido há dois anos e não há vinte anos. Está a ajudar o futebol, não o está a prejudicar ou danificar. A importância do VAR não pode ser confundida por algumas decisões erradas que podem ter sido tomadas em determinado momento.

Os erros que têm acontecido são sobretudo por falta de experiência. Eu acredito que o VAR está em boas mãos. É preciso evoluir através das informações que são recebidas em todos os jogos. Com essas informações, é possível discutir melhorias".

Gianni Infantino abordou ainda o actual calendário de competições, formatado devido à pandemia da Covid-19, com praticamente todos os clubes a terem de disputar dois jogos por semana.

“No futuro próximo, será necessário que todas as partes envolvidas no futebol discutam e debatam a criação de um calendário harmonioso que tenha em consideração a saúde dos jogadores. É preciso proteger selecções, clubes e o futebol mundial”.

Bem... um discurso muito positivo, mas há determinadas realidades que contrariam o seu optimismo.

Admite-se que o VAR tem tido alguns aspectos muito benéficos, mas não podemos ignorar que cada país lida com as suas próprias circunstâncias, e em Portugal tem-se verificado que os erros de registo não se devem apenas a falta de experiência dos homens do apito. Há vários casos de pura incompetência e ainda outros que, como sempre, nos levam a suspeitar a imparcialidade e objectividade das decisões tomadas.

No que ao calendário competitivo diz respeito, a realidade é que o número de jogos tem vindo a aumentar ano após ano, nomeadamente devido ao alargamento de algumas provas e à criação de outras, e ainda há escassos dias a UEFA revelou que pretende aumentar significativamente o número de jogos da Liga dos Campeões. Relativamente a selecções, a razão de ser da Liga das Nações é muito discutível.

Tags:

publicado às 03:03

Mais uma distinção para Pote

Rui Gomes, em 05.12.20

image.jpg

Depois de já ter amealhado o galardão de melhor jovem em Setembro/Outubro, Pedro Gonçalves (Pote) foi eleito o melhor jogador da Liga NOS de Novembro pelo Sindicato dos Jogadores.

O futebolista do Sporting CP obteve 18,77% dos votos, segundo anunciou esta sexta-feira o Sindicato dos Jogadores no seu site oficial.

Em Novembro, ao serviço do Sporting CP, Pedro Gonçalves apontou seis golos - dois em cada uma das vitórias sobre CD Tondela (4-0), Vitória SC (0-4) e Moreirense FC (2-1), todas para a Liga NOS, sendo neste momento o melhor marcador do campeonato com 9 tentos.

publicado às 03:02

A lei relativa no futebol

Rui Gomes, em 05.12.20

img_192x192$2020_02_13_19_45_22_1663516.pngJosé Narciso Cunha Rodrigues, que exerceu a função de procurador-geral da República ao longo de 16 anos, publicou há semanas as suas "Memórias Improváveis", Almedina. Um livro essencial para quem queira entender o que foi realmente a história da política, da justiça criminal e da separação de poderes nos anos 80 e 90 cá pelo burgo. Sobre o cargo que ainda exerce na UEFA, onde é presidente do órgão de Controlo Financeiro dos Clubes, Cunha Rodrigues não escreve, exceptuando o facto de deixar bem expressa a sua preocupação de incrementar a rule of law , ou seja, as regras do Estado de Direito, no mundo e nas estruturas do futebol.

Quem o conhece, sabe que essa tem sido a sua preocupação dominante, numa estrutura onde tem uma equipa de juristas e peritos de grande nível a trabalhar consigo. E que, aliás, se viu no processo de violação do fair-play financeiro pelo Manchester City, onde os factos da acusação foram dados integralmente como provados. A equipa de José Narciso Cunha Rodrigues foi buscar inspiração jurídica à jurisprudência suíça para contrariar a tese da arvora envenenada quanto à admissibilidade da matéria probatória, toda ela oriunda de Rui Pinto, e, portanto, condicionada em muitos ordenamentos jurídicos pelo facto de ter sido furtada.

Apesar desse trabalho notável feito pela equipa de Cunha Rodrigues, a política do futebol e dos múltiplos interesses associados ao dinheiro, no entanto, falaram muitíssimo mais alto, como sempre aconteceu nos bastidores do desporto-rei e dos seus órgãos de direcção e fiscalização. Num acto mera e puramente político e diplomático, o Tribunal Arbitral (TAS) preteriu a conclusão do órgão fiscalizador da UEFA e aliviou o Manchester City FC de um castigo de dois anos nas competições europeias.

Duas coisas ficaram aqui demonstradas: o dinheiro árabe (ou russo) fala sempre mais alto do que a lei do futebol e neste impera uma relativização do preceito legal que, salvo um milagre, deverá manter-se até à eternidade. E que resistirá, eventualmente, a um novo volume de memórias de José Narciso Cunha Rodrigues, caso este venha a escrevê-las, inteiramente dedicado às muitas revelações que teria para fazer sobre esta experiência nos meandros do poder no futebol.

Artigo da autoria de Eduardo Dâmaso, Director da 'Sábado'

publicado às 03:01

Podcast do Sporting CP

Rui Gomes, em 05.12.20

129369148_10157370679971555_7519075895947532894_o.

João Mário vai ser o primeiro convidado de Joana Cruz no podcast do Sporting CP.

Este é um novo espaço do Sporting CP onde todos poderão ficar a conhecer mais sobre o Universo Leonino.

Ninguém melhor que João Mário para inaugurar esta iniciativa.

A não perder, no dia 8 de Dezembro.

*** Em nota separada, João Mário cumpre hoje, frente ao Famalicão, o seu centésimo jogo de leão ao peito. O primeiro ocorreu no dia 14 de Dezembro de 2011.

publicado às 03:00

Música de coração leve

Rui Gomes, em 04.12.20

publicado às 22:46

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 04.12.20

1997-Aston-Martin-V8-Vantage-V550.png

Um dos carros mais caros do Mundo

1997 Aston Martin V8 Vantage V550 - Leilão 2018 - 306 mil dólares

(O dono original foi Elton John)

publicado às 22:45

O Sporting joga amanhã…

Famalicão - Sporting, 5 de Dezembro de 2020, 18h00

Leão Zargo, em 04.12.20

Famalicão 3 Sporting 1 2019-20.jpg

O Sporting defronta amanhã o Famalicão para a 9ª jornada da 1ª Liga. Em 2019-20, no Estádio Municipal, tudo correu mal: os famalicenses marcaram logo nos dois primeiros remates à baliza, aos 8 minutos os leões já perdiam por 2-0, Coates reduziu, o Sporting pressionou, Vietto falhou na pequena área, outros igualmente falharam, quem não marca, sofre. Derrota por 3-1 e o terceiro lugar ficou mais distante, a quatro pontos do Braga. Foi a despedida de Jorge Silas. “Vem para aqui um grande treinador”, afirmou o próprio Silas.

Em Famalicão disputa-se mais uma final. A equipa leonina pode não ter os melhores jogadores, mas revela que está preparada para vencer. Está confiante, e a confiança é das coisas mais preciosas que uma equipa de futebol pode ter. Os jogadores estão confiantes porque agora entendem o modelo de jogo, e por isso são ainda melhores no contexto competitivo. Nós, adeptos sportinguistas, o que queremos é que esta caminhada continue assim, passo a passo, num ritmo certo, constante. “As oportunidades multiplicam-se à medida que são agarradas” (Sun-Tzu). É verdade, pois claro.

Frente ao Sporting, o treinador João Pedro Sousa vai ser cauteloso e provavelmente substituir o habitual 4x3x3 por um 4x2x3x1 semelhante ao da época passada com que derrotou os leões. Só que agora não está lá Pote para rasgar o meio campo sportinguista. O “Fama” parece não ter o brilho da época passada, saíram jogadores importantes, possui uma equipa quase nova, Babic, Iván Jaime, Pereyra, Gil Dias, Fer e Trotta ainda estão a descobrir os cantos à casa, mas será sempre um adversário difícil, ainda mais jogando no seu campo.

Nota: Em conferência de imprensa hoje à tarde, Rúben Amorim revelou que Jovane Cabral, Nuno Mendes, Gonzalo Plata não foram convocados para o jogo de amanhã. Alertou que a equipa do Famalicão é jovem e com muita qualidade, analisou situações específicas de jogadores leoninos (Nuno Mendes, Eduardo Quaresma e Andraz Sporar) e questionado sobre determinadas “queixas” do Porto respondeu que a equipa técnica só está focada no trabalho no Sporting. “Só vemos verde”, concluiu. Sobre uma hipotética candidatura ao título, explicou que isso só acontecerá “quando for bom para a equipa”. Rúben Amorim procurou ser pedagógico, mas com a preocupação de retirar pressão do plantel e motivá-lo para fazer sempre melhor.

Na fotografia, o Famalicão - Sporting disputado em 2019-20.

publicado às 15:14

5fc538963ce82.jpg

As histórias não contadas das várias vitórias do Sporting a nível europeu desde o início do presente século. E já são várias essas vitórias: do Futsal ao Andebol, passando pelo Judo, pelo Atletismo, pelo Hóquei em Patins e até pelo Goalball - uma inequívoca demonstração do valor desde sempre dado pelo clube ao ecletismo, fazendo, assim, juz a José Alvalade, fundador e primeiro sócio do Sporting, que afirmou, no início do Século XX: "Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande quanto os maiores da Europa."

Nuno Miguel Simas, o autor da obra, não se limitou a relatar os acontecimentos, já por si suficientemente extraordinários para darem corpo a um livro de leitura obrigatória para qualquer sportinguista; acrescentou-lhes, em disposição de reportagem, os testemunhos exclusivos e bem inéditos dos verdadeiros protagonistas, todos eles campeões, todos eles vivenciando incríveis episódios na longa caminhada até ao topo da Europa. A não perder.

Prefácio de Manuel Moura dos Santos.

Produto Oficial Sporting Clube de Portugal.

publicado às 12:35

Camarote Leonino em destaque

Rui Gomes, em 04.12.20

5-Best-Ways-To-Speed-Up-Mac-Lion-OS-X.png

Um total de 14 destaques especiais entre 21 possíveis durante o mês de Novembro, no 'top-ten' do SAPO blogs, com o total de 497 comentários, uma média de 36 comentários por post.

Por ordem cronológica, os posts foram os seguintes:

Será o leão candidato? (67)

O céu é o limite (32)

A hora do Sporting (20)

Sporting confirma a liderança com goleada (48)

Liderança não é acaso (21)

A polícia entra em campo (21)

Trégua (26)

"Sporting CP expectante quanto aos processos com outros clubes" (45)

Quem se alimenta com fantasias facciosas (40)

As discutíveis opções da Selecção Sub-21 (35)

Mais uma distinção para Pote (19)

Sporting fez o que lhe competia (34)

Quem tem "Pote" cozinha... (53)

Já começa? (36)

Como sempre, o justo reconhecimento para a equipa de redactores do Camarote Leonino e para a participação dos estimados leitores.

publicado às 12:30

Screenshot (429).png

Para complementar o post desta quinta-feira sobre o registo disciplinar da Liga NOS até à 8.ª jornada, publicamos este gráfico - elaborado pela MSN Desporto - que reflecte, além dos cartões, o número de faltas cometidas e sofridas por cada equipa, e até os fora de jogo.

Será porventura desnecessário apontar que as estatísticas sobre faltas "cometidas" (FC) e faltas "sofridas" (FS) reflectem apenas, na realidade, as que foram assinaladas e não as que ocorreram durante os jogos.

O Sporting CP surge em 18.º lugar nesta tabela, com 23 cartões amarelos, 122 faltas cometidas e 134 faltas sofridas. 13 foras de jogo foram assinalados à equipa.

O Benfica, com o mestre do "limpinho, limpinho" ao comando, regista apenas 16 cartões amarelos, 101 faltas cometidas e 123 sofridas.

O FC Porto, entre os rivais, sem ser surpresa alguma tendo presente as características do seu treinador, é o único que tem mais faltas cometidas (141) do que sofridas (132), no entanto, apesar do cartão vermelho, regista apenas 15 amarelos.

O que estes números indicam é que o Sporting é admoestado com "amarelo" a cada 5.3 faltas cometidas, o Benfica a cada 6.3 faltas e o FC Porto a cada 9.4 faltas.

No resumo dos jogos, faz diferença?... Parece-me que faz, e muita!... Muito além do registo de cartões acumulados (5 dá um jogo de castigo), condiciona os jogadores sancionados em cada jogo, mediante o timing da acção do árbitro. Neste contexto, recorde-se que João Palhinha viu o cartão amarelo no primeiro minuto de jogo frente ao Gil Vicente.

publicado às 04:49

Jornal Sporting

Rui Gomes, em 04.12.20

129734901_10157370791866555_4112720637533440654_o.

O preço da liderança

(...) Terminado o jogo… bom, terminado o jogo chegou de imediato o coro de “cientistas da bola” que se corroem afundados em inveja com as vitorias do Sporting CP e o seu exemplar início de época! Assistimos, pois, a um espectáculo degradante… na busca permanente dos “favorecimentos” com que o Sporting tenha sido eventualmente “brindado”… a verdade é que frases que ouvimos noutros jogos e com outros intervenientes de cores “celestiais” ou até “diabólicas” foram rápida e imediatamente esquecidas… ah, para onde foram os “raciocínios” sobre “mãos” fortuitas, ressaltos de bola imprevisíveis? Tudo se perdeu, tudo se esqueceu... o que antes se disse sofreu agora “tratos de polé”… foi a triste constatação de que para este tipo de gente tudo vale… vale sempre tudo!

Excerto do artigo da autoria de Tito Arantes Fontes disponível aqui.

publicado às 04:48

A título de curiosidade

Rui Gomes, em 04.12.20

21945096_ZeIGs.png

Nomeações da Secção Profissional do Conselho de Arbitragem da FPF para os jogos da 9.ª jornada da Liga NOS:

FC Famalicão-Sporting CP
Árbitro: Luís Godinho
Assistentes: Rui Teixeira e Valter Rufo
4.º árbitro: Dinis Gorjão
VAR: Artur Soares Dias
AVAR: Rui Licínio

FC Porto-CD Tondela
Árbitro: Tiago Martins
Assistentes: Pedro Mota e Hugo Ribeiro
4.º árbitro: Fábio Melo
VAR: Hugo Miguel
AVAR: Bruno Jesus

Benfica e SC Braga estão agendados para jogar no domingo e, por qualquer motivo, a FPF optou por não revelar as respectivas equipas de arbitragem para esses jogos.

publicado às 04:47

Foto do dia

Rui Gomes, em 04.12.20

129327927_10157302548751923_3745893090657366304_o.

Pedro Catarino

(O clássico entre o Sporting e FC Porto agendado para sábado, foi adiado para data a anunciar)

publicado às 04:46

William Carvalho ???

Rui Gomes, em 04.12.20

Screenshot (430).png

Na flash-interview à SIC, após o jogo desta quinta-feira com o Lech Poznan, Jorge Jesus foi instado a comentar os "rumores" sobre o interesse do Benfica em William Carvalho, jogador do Betis que pode estar de saída do clube andaluz:

"Não é muito importante falar sobre isso porque vão começar a especular. O William é um grande jogador, não há dúvida... O Weigl também vai aparecer e perceber aquilo que eu exijo de diferente nele. Confiamos muito no Gabriel, no Julian e no Samaris".

William Carvalho tem contrato com o emblema espanhol até Junho 2023 e o seu passe está avaliado em 22 milhões de euros.

publicado às 04:45

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 03.12.20

1911-Delahaye-Type-413a-Charabanc.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

1911 Delahaye Type 413a Charabanc - Leilão 2019 - 186 mil dólares

publicado às 22:30

Screenshot (428).png

Até à 8.ª jornada da Liga NOS 2020/21, o Sporting CP tem a honra de liderar em várias categorias, inclusive, de menor distinção, a par do Santa Clara, no capítulo disciplinar, com 23 cartões amarelos, uma média de quase 3 cartões por jogo (2.875).

Aliás, recuando um pouco, o Sporting emitiu um comunicado no dia 28 de Setembro, com um comparativo após duas jornadas:  Sporting, 1 jogo, 12 faltas, 6 amarelos. Benfica, 2 jogos, 21 faltas, 4 amarelos. FC Porto, 2 jogos, 36 faltas, 1 amarelo.

No que a árbitros diz respeito, António Nobre dirigiu o maior número de jogos (6), com um registo total de 34 cartões amarelos. No entanto, não é ele o líder disciplinar, essa distinção pertence a Fábio Veríssimo, com uma média de 6.50 cartões amarelos por jogo e o total de 3 vermelhos.

publicado às 17:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds