Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 30.11.21

66-ford-gt-heritage-1.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

2017 Ford GT Heritage Coupe - Leilão 2019 - 1,050 milhões de dólares

publicado às 22:30

Screenshot (460).png

Tiago Tomás realizou o sonho de um menino que no jogo do Sporting com o Tondelaexibiu um cartaz a pedir a sua camisola, mas que, não obstante os seus esforços, não conseguiu atrair a atenção do avançado.

Nas redes sociais a página 'A rapariga de verde e branco' contou a história e apelou a que a mensagem chegasse ao futebolista leonino:

"O pequeno Gonçalo tinha lugar ao meu lado no jogo com o Tondela. Apesar de ter lugar, o Gonçalo não quis ficar sentado e passou o tempo quase todo junto ao muro a tentar que o TT visse o seu cartaz enquanto aquecia. Não aconteceu, mas o Gonçalo não desistiu. Até ao final do jogo manteve-se bem firme com o seu cartaz e objectivo bem presentes: conseguir a camisola do seu ídolo. Eu prometi-lhe então que faria uma publicação aqui para tentarmos que o seu pedido chegasse ao TT ou ao Sporting".

A mensagem chegou a Tiago Tomás, que esta terça-feira respondeu ao pedido nas redes sociais. "Já entrámos em contacto com o Gonçalo e já tenho a morada dele para enviar a camisola. Obrigado."

O gesto do jogador do Sporting foi muito elogiado pelos seus seguidores e também por nós aqui no Camarote Leonino.

publicado às 20:00

Quem vai substituir João Palhinha?

Rui Gomes, em 30.11.21

img_467x599$2021_11_30_01_11_48_1933692.jpg

João Palhinha, que saiu lesionado do jogo de domingo com o Tondela, tem, segundo as informações divulgadas pelo Sporting, uma lesão muscular na região posterior da coxa direita. O tempo de paragem não é claro nesta altura, mas é certo que vai falhar alguns jogos, a começar com o dérbi de sexta-feira com o Benfica.

A questão que se apresenta agora é quem será a opção de Rúben Amorim para colmatar a sua ausência no meio campo do Sporting.

"Para o próximo jogo, Matteus Nunes deve jogar no lugar de Palhinha porque consegue jogar e bem, em qualquer posição do meio campo. E a seu lado, se eu fosse o treinador, colocaria Daniel Bragança ou Tabata. Lembrem-se que na pré-época, Bruno Tabata realizou grandes jogos no interior do meio campo com grandes elogios da comunicação social da especialidade". 

Comentário do leitor José Silva

_______________________________________

"Não questiono o entrosamento táctico e a maior participação nas dinâmicas da equipa por parte do Daniel Bragança. O que me preocupa é a "fragilidade" global desta dupla ( Matheus Nunes). A nível ofensivo não duvido da sua utilidade mas a nível defensivo...

Estamos a falar de um desafio em que, quer queiramos ou não admitir, o nosso estilo de jogo, habitualmente trabalhado, poderá não ser o predominante. Volto a repetir que o Ugarte não será a solução ideal, infelizmente até está longe disso, mas parece-me a mais adequada.

Face à intensidade do jogo penso que o grande risco que corremos com a utilização de Ugarte pode ser a sua maior valia. Queria eu estar enganado mas temo que essa dupla "estenda a passadeira" às acções ofensivas do Benfica.

Texto de Leão do Norte

publicado às 13:15

mw-300.pngBruno Vieira Amaral escreve-nos hoje em duas partes: primeiro, sobre Rúben Amorim e um Sporting que é um Clube, e não apenas uma equipa, cada vez mais à imagem do treinador: serenamente ambicioso, metódico mas sem ser frio, sensato e muito contudente. Depois sobre o triste espectáculo ao vivo no Jamor no sábado, que mostra de forma até mesmo cruel a erupção de incompetência de quem dirige a indústria do pontapé na bola.

Mas indo à parte que mais nos interessa, transcrevemos um excerto do que o escritor teve para dizer sobre o treinador do Sporting:

"Tinha já alinhavada a crónica desta semana, dedicada a esse príncipe espontâneo que é Rúben Amorim, que treino a treino, jogo a jogo, conferência de imprensa a conferência de imprensa, vai ocupando o espaço de poder que a nítida ausência mediática de Frederico Varandas, que está para a comunicação como Paulinho está para a eficácia goleadora, tem generosamente aberto.

Não sei se a aposta deveras arriscada do presidente do Sporting no inexperiente treinador contemplava a lenta disseminação do que podemos chamar o “espírito Amorim” por todas as esferas do clube, mas cada sucesso da equipa reforça a aura presidencial de um homem cuja sensatez é uma forma de génio. Normalmente, os génios não se distinguem pela sensatez. Aliás, génio sensato é um oxímoro.

mw-1280.jpg

Mas a sensatez de Rúben Amorim é mesmo genial, não só no contexto de um clube em que, nos tempos recentes, tem sido uma virtude bem escassa e quando foi adoptada como filosofia, como na altura do célebre projecto Roquette, se transformou numa variante da inércia e da paralisia, uma sensatez tão sensata que quase desvitalizou o Sporting, mas também num triste meio futebolístico em que se acha que berraria e convicções fortes são a mesma coisa".

Bruno Vieira Amaral, em Tribuna Expresso

publicado às 05:04

mw-1920 (3).jpg

O Sporting, através do seu responsável de comunicação, Miguel Braga, aponta o dedo a Rui Costa e acusa-o de comparar o incomparável ao evocar o Vitória de Setúbal - Sporting de 2020:

"Foi uma grande vergonha o que se passou no Jamor. Causou danos reputacionais à Liga e ao futebol português. Se é verdade que toda a gente estava incomodada, como é que o jogo se realizou? É uma grande embrulhada. A culpa não pode de modo algum morrer solteira. A culpa é dos intervenientes neste espectáculo degradante.

Vimos agora alguém lembrar-se de comparar o que é incomparável, de comparar o que se passou no Jamor com o circo que foi montado em Janeiro de 2020 para pedir o adiamento de um jogo. As pessoas têm de perceber as diferenças entre os dois casos: um foi antes da pandemia e o outro durante; num não existia Covid-19, noutro existia; num estamos a falar de uma nova estirpe, na outra de uma gastroenterite que deu ao plantel do V. Setúbal. E recordo que o Sporting propôs uma junta médica e o V. Setúbal recusou. Deduzo que o Rui Costa não tenha sido bem aconselhado.

Na altura, o Vitória de Setúbal apresentou-se com onze jogadores de início e com só um guarda-redes, o que é extraordinário! E se bem me recordo tinham cinco suplentes. Foi uma comparação muito infeliz, fica muito mal ao Rui Costa dizer uma coisa dessas. Este jogo [Belenenses SAD-Benfica] obviamente deveria ser repetido pela verdade desportiva.

É unânime que o que se passou não deveria ter acontecido. Fica muito mal ao presidente do Benfica tentar comparar as duas situações que de comparável nada têm. Quem poderia ter evitado esta vergonha seriam os intervenientes deste jogo e por algum motivo não o quiseram fazer".

publicado às 05:03

Roupa suja

Rui Gomes, em 30.11.21

img_192x192$2015_10_12_13_07_15_1005695_im_6366777A desmedida lavagem de roupa suja entre a Liga e Belenenses SAD, com informação e contra-informação ao longo de todo o dia, e ainda hoje, pinta um quadro ainda pior sobre o que se passou no Estádio Nacional. Empurram-se responsabilidades de um lado para o outro e ninguém parece ter feito a pergunta essencial: "O que posso eu fazer para ter um futebol melhor, mais credível e atractivo?"

A atitude de Rui Pedro Soares é/foi inexplicável. Na manhã de sábado, supostamente já depois de saber que tinha quase todo o clube em isolamento, veio anunciar de peito feito que não iria pedir adiamento do jogo. Depois, cala-se até ao pontapé de saída.

Mas quem acaba por ficar pior na fotografia é a Liga, a responsável pela promoção de toda a indústria. Por muito que não tenha havido um pedido formal, e mesmo que o Belenenses SAD tenha rejeitado o adiamento na reunião preparatória, ninguém pode ficar descansado ao saber que há um jogo da principal competição que se vai disputar por 11 craques contra 9 miúdos, entre os quais dois guarda-redes.

Aliás, mesmo que os azuis exigissem jogar, competia à Liga de Clubes tudo fazer para os travar, em nome de uma competição íntegra para todos. Se os regulamentos não lhe dão essa hipótese, que use a influência. Se não a tem, o problema é bem mais grave.

Artigo de Sérgio Krithinas, Director Adjunto de Record

NOTA: Curiosamente, ou talvez não, o SL Benfica nem sequer é mencionado neste artigo, como se não tivesse quota-parte decisória na vergonhosa ocorrência. Contudo, o artigo não obstante, parece que o clube do outro lado da Segunda Circular está sempre metido nestas "salsichadas" do futebol português. 

publicado às 05:02

Apenas para refrescar memórias...

Rui Gomes, em 30.11.21

mw-1920.jpg

A "magistratura de influência" de Sónia Carneiro

publicado às 05:01

Backstage Sporting

Rui Gomes, em 30.11.21

publicado às 05:00

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 29.11.21

3B1A3929.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

 1959 Osca S273 Sports Racer - Leilão 2019 - 750 mil dólares

publicado às 22:30

img_920x518$2021_11_29_11_00_29_1933366.jpg

Sónia Carneiro, ex-directora executiva da Liga, afirmou na CNN Portugal que, em relação ao jogo Belenenses SAD - SL Benfica, o organismo aplicou "o que efectivamente está no regulamento".

"Não havia forma de a Liga adiar unilateralmente o jogo. O que nos parece é que houve uma alteração de procedimentos por parte da autoridade de saúde, territorialmente competente, neste caso julgo que é Vale do Tejo (...) Alguma coisa de estranho se passou para que tenha havido uma alteração de procedimento por parte da autoridade de saúde local. Em termos do que a Liga poderia ter feito, e não podemos dizer que há culpados, era só basicamente magistratura de influência para convencerem os dois clubes a que não fossem a jogo naquela circunstâncias".

Portanto, para já, o dedo da culpabilidade está a ser apontado à autoridade de saúde local, muito embora a DGS já tenha declarado que não tem poderes sobre a realização de jogos.

Com isto, pretende-se fazer acreditar que a Liga, responsável pelo campeonato português, não podia ter ordenado o adiamento do jogo, conhecidas as circunstâncias, e que o ónus recai sobre o Belenenses SAD e Benfica para assumirem essa iniciativa que, obviamente, não foi assumida.

Cada vez mais, este caso cheira a "esturro", o que, na realidade, tendo presente os dois intervenientes, não é surpresa alguma.

É de esperar muito mais "lenha" para a fogueira!

E a novela continua...

O Belenenses SAD partilhou em comunicado a carta enviada esta segunda à Liga Portugal, na qual solicita a repetição do jogo de sábado com o Benfica. De acordo com as alegações dos azuis, o resultado do jogo não deve ser homologado e o clube já se disponibilizou para acertar uma nova data.

publicado às 14:30

Ainda a lesão de João Palhinha

Rui Gomes, em 29.11.21

img_770x443$2021_11_28_07_31_51_1933113.jpg

João Palhinha, que saiu lesionado do jogo de ontem frente ao Tondela, apresenta "uma lesão muscular na região posterior da coxa direita", confirmou o Sporting esta segunda-feira. O médio deverá assim falhar o dérbi com o Benfica, agendado para sexta-feira, caso que se confirmar, verá, muito provavelmente, Manuel Ugarte ocupar o seu lugar.

O jogador leonino lesionou-se quando tentou fazer um corte, na área leonina, na sequência de um livre favorável ao Tondela. Palhinha ficou caído e foi substituído de imediato, aos 67 minutos de jogo. Já no banco, Palhinha colocou gelo na zona afectada.

Jovane Cabral e Rúben Vinagre estiveram novamente ausentes dos trabalhos dos leões de hoje, uma vez que continuam a fazer tratamento às respectivas lesões. Já os titulares do jogo de ontem fizeram o habitual trabalho de recuperação pós-jogo, enquanto os restantes trabalharam no relvado às ordens de Rúben Amorim.

O plantel estará de folga amanhã e regressará ao trabalho na quarta-feira (treino agendado para as 1030, na Academia).

publicado às 14:00

As Notas de Julius 2021/22 (21)

Julius Coelho, em 29.11.21

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Tondela da 12.ª jornada da Liga BWIN, que resultou numa vitória do Sporting por 2-0. Golos de Sarabia (10') e Paulinho (50').

Quinze minutos com entrada de leão com um futebol total levaram ao primeiro golo do jogo, depois baixaram a intensidade e relaxaram, foi o momento de testar a defesa para o dérbi. Na segunda parte, com as orelhas ainda a arder do que ouviram no balneário, voltaram a carregar no acelerador e o segundo golo chegou naturalmente e outros mais podiam ter chegado. Depois do jogo exigente contra o Borussia a equipa cumpriu o objectivo da vitória.

njegrygk.jpeg

DESTAQUE - LUÍS NETO - 5 - Jogo irrepreensível e até surpreendente do veterano rijaço como o ferro. Não tem sido opção na equipa titular mas mostrou estar em grande forma e quão útil ainda é, rápido a ler o jogo e fortíssimo na antecipação. Fez um corte do outro mundo e até bastante arriscado, imagine-se, quando o gazela Murillo isolado se preparava para bater o Adán. Manteve enorme intensidade de princípio ao fim.

ANTONIO ADÁN - 4 - Sempre muito seguro tanto entre como fora dos postes, raramente foi incomodado pelos avançados do Tondela; os problemas foram sempre resolvidos pelos seus defesas antes da bola chegar a ele com perigo.Um aspecto que é visível, o seu jogo de pés tem melhorado bastante.

RICARDO ESGAIO - 4.5 - Realizou um boa exibição, muito forte a defender, com as costas sempre bem protegidas, conseguiu libertar-se várias vezes e subir pelo seu corredor para fazer ligação com os colegas da frente. Sempre muito activo, tranquilizou o treinador que resolveu fazer descansar o Pedro Porro para o dérbi de sexta feira.

SEBASTIÁN COATES (CAP) - 4.5 - Não sabe jogar mal o capitão do Sporting, mesmo no período em que a equipa baixou substancialmente a intensidade foi sempre o gigante Seba, igual a si próprio, tanto nas intercepções da bola como a comandar toda a defesa. Teve que puxar pelos galões e gritar para todos quando viu a equipa a relaxar e a facilitar.

GONÇALO INÁCIO - 4 - Apareceu na sua posição de raís alternando algumas vezes com o Luís Neto. É um central já feito e apto para a selecção nacional. Quando a equipa deixou o Tondela pegar no jogo, a defesa voltou a mostrar porque é a menos batida do campeonato. Ainda levou uns apertões do capitão em lances em que não leu na perfeição os espaços e o timing do passe do adversário para as suas costas.

NUNO SANTOS - 3 - Seguindo as palavras do treinador, quem não estivesse bem neste jogo não jogaria o dérbi. O Nuno fez uma primeira parte irreconhecível, não ganhou um drible, menos mau a fechar o corredor mas a ligar o jogo esteve bastante abaixo do que sabe fazer. Melhorou na segunda parte e até teve oportunidade para fazer um golo num remate já dentro da área, solto e só com o guarda redes pela frente rematou forte para uma defesa de recurso.

JOÃO PALHINHA - 3.5 - Foi dos elementos que entrou muito forte no jogo até a equipa chegar à vantagem, depois reduziu bastante a intensidade e passou a gerir o esforço. Mais posicional, tentou resguardar-se, mas o azar bateu-lhe à porta num lance fortuito, numa tentativa de corte a um cruzamento para a sua área, não acertou na bola e foi traído pelo músculo da perna; veremos em breve se foi apenas um esticão ou se chegou mesmo a rasgar. Aparentemente pode ter sido só um esticão, mas que pode ser o suficiente para o afastar do dérbi.

MATHEUS NUNES - 4 - Que susto, quando aos 43' deitou-se no relvado contorcendo-se com dores numa perna, pensamos que seria um problema muscular, mas depois ele fez o gesto de uma simples pancada e felizmente pôde continuar. Uma exibição muito regular com alguns momentos de elevado nível técnico; um passe magistral com o seu pé direito a isolar o Sarabia já dentro da área adversária, deu origem ao segundo golo marcado por Paulinho.

PABLO SARABIA - 4.5 - Acabou por ser decisivo no resultado. Abriu cedo o marcador aproveitando o atraso de um defesa adversário. Podia ter feito o segundo por duas vezes na segunda parte: isolado rematou já dentro da área e permitiu a defesa do Pedro Trigueira. Felizmente que num desses lances a bola sobrou para a dupla Pote/Paulinho que obraram o segundo golo. Tirando esses lances esteve muito infeliz nos dribles e nos passes.

PEDRO GONÇALVES - 3.5 - Exibição muito discreta, não fosse o lance em que ofereceu de bandeja o golo ao Paulinho e um outro quando bem colocado, quase na zona de penálti, atirou para grande defesa do guarda-redes do Tondela e podíamos comentar que passou praticamente ao lado do jogo. Foi substituído quando ainda faltava meia hora para o final.

PAULINHO - 3.5 - Depois daqueles infernais primeiros 15 minutos, foi desaparecendo do jogo sem fazer a sua já patente pressão alta na saída da bola da defesa e do meio campo do adversário. Também deve ter ouvido ao intervalo, porque voltou a pressionar a defesa do Tondela no segundo período e acabou por marcar o segundo golo que lhe foi oferecido de bandeja pelo Pote.

DANIEL BRAGANÇA - 4 - Rúben Amorim optou por não arriscar excesso de desgaste a Matheus Nunes e substituiu-o logo a abrir a segunda parte com o Daniel. Fresco, trouxe outra dinâmica ao jogo, provocando mais intensidade e critério no passe, obrigando a uma maior circulação da bola com todos os colegas a movimentarem-se com mais rapidez. Período em que nasceram vários lances que podiam ter dado o terceiro golo.

TIAGO TOMÁS - 3 - Entrou com bastante energia a lutar e a provocar desequilíbrios na defesa do Tondela; combativo e destemido a meter o pé. A sua acção foi importante para a equipa manter-se por cima do jogo. Pressionou sempre a saída de bola do adversário. Teve também a sua oportunidade para marcar mas permitiu a defesa com os pés do Pedro Trigueira. Sofreu e fez algumas faltas na luta.

MANUEL UGARTE - 2.5 -  Está ainda alguns furos abaixo do João Palhinha para aquela tarefa de varrer o meio campo. Entrou e acumulou faltas que podia evitar. Falta-lhe ritmo para uma posição difícil mas muito importante para o jogo da equipa, tanto a ligar o jogo do ataque e muito mais a fechar os espaços ao adversário logo no meio campo, tarefas que executou de forma sofrível.

NÁZINHO - 2.5 - Entrou para o lugar do visivelmente desinspirado Nuno Santos para os 20 minutos finais do jogo, naquela que foi a sua estreia absoluta na Primeira Liga. Muito jovem (18 anos), procura ainda adaptar-se ao nível de exigência e responsabilidade desta equipa vencedora; tentou jogar simples e não comprometer.

TABATA - 2 - Entrou a substituir o Paulinho já ao cair do pano. Oito minutos em campo só deram para ganhar um ressalto perto da área do Tondela, rematou de imediato mas a bola foi interceptada por um defesa tondelense.

RÚBEN AMORIM - 5 - Continua a cobrar um impressionante número de vitórias seguidas na Liga. Chegar aos mesmos 32 pontos da classificação geral com as mesmas 12 jornadas da época passada, é obra digna. Depois de um jogo tremendo no meio da semana em que derrotou uma das mais poderosas formações do futebol mundial, manteve o plantel focado no compromisso do campeonato. Viu a equipa começar a querer cair no final da primeira parte e falou com todos ao intervalo. Assertivo na hora de refrescar a equipa e gastou as cinco substituições.

PAKO AYESTARÁN - 3.5 - Apresentou-se com invulgar ousadia em Alvalade - embora pessoalmente ausente devido à Covid-19 - com uma equipa destemida a olhar de frente o campeão. Com processos muito bem trabalhados, o Tondela disputou o resultado até  ao momento do Sporting perceber que tinha que acelerar o jogo e fazer a natural diferença. De realçar a notável exibição do seu guarda-redes que evitou com excelentes paradas que o resultado fosse mais dilatado.

HUGO MIGUEL (Árbitro) - 3.5 - Tem uma estranha forma de interpretação dos lances quando disputados com intensidade, para sua defesa marca quase sempre falta, fica mais fácil e resolve o seu problema. Errou várias vezes com essa interpretação. Decidiu bem no primeiro golo, viu que foi o defesa a atrasar a bola ao seu guarda-redes e com isso a colocar em jogo o Sarabia.

LUÍS FERREIRA (VAR) - 3.5 - No único lance em que foi chamado a intervir, na validação do primeiro golo marcado por Sarabia decidiu bem.

publicado às 06:04

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 29.11.21

261356922_1961494297352719_6667754255827683907_n.j

Algumas considerações de Rúben Amorim no final do jogo...

"Viemos de um jogo muito difícil e desgastante. Entrámos bem no jogo, fizemos o golo, mas depois desligámos um bocadinho. Os jogadores pensaram que já não precisávamos do golo, digamos assim, foi esse o pensamento dos jogadores. Já estive na situação deles e sei como é. Tentámos ser sempre sérios contra uma equipa do Tondela com muita gente no meio, com miúdos talentosos que se meteram todos no meio e criaram ali superioridade. Mas estivemos sempre mais perto do golo, tirando uma ou outra bola rápida nas costas da nossa defesa. Tivemos oportunidades na primeira e, principalmente, na segunda parte. Tivemos várias vezes com vantagem numérica e temos de decidir melhor nessas situações. Voltámos a marcar no início porque entrámos de maneira forte. Foi uma vitória justa e agora é pensar no próximo jogo".

“Eu quero dar minutos aos outros jogadores, porque trabalham bem e merecem. Essa é a gestão que eu faço. Todos precisam de estar prontos, nas várias competições há sempre a questão dos amarelos, por exemplo na Liga dos Campeões temos muitos jogadores que, se virem amarelo, estão fora. Os outros têm de estar preparados".

"Ainda não tenho noção alguma da lesão do Palhinha. Quando nos conhecemos e já temos experiência, sabemos que rasgámos. Eu acho que ele ainda não sabe bem e a incerteza cria ali ansiedade. Ele tem é de recuperar bem e se tiver de falhar um joguinho ou outro, não há qualquer problema".

"Sobre o Belenenses SAD e Benfica o Sporting já falou. Quando o Sporting fala, falamos todos. Uma situação que pode ter influência no campeonato, tudo muito estranho. Agora é deixar isso para as pessoas que têm de decidir, aquelas que foram eleitas pelos clubes. A mim cabe-me apresentar a equipa, preparar os jogadores e esse é o meu trabalho".

publicado às 06:03

262543185_4863687346999306_6362092924826654902_n (

A equipa feminina de atletismo do Sporting CP conquistou, este domingo, o Campeonato Nacional de corta-mato na competição que se realizou em Vale de Cambra, no distrito de Aveiro.

As leoas somaram 29 pontos, superando o SC Braga (37) e o CD Feirense (56). A nível individual, Jéssica Augusto foi a melhor sportinguista, terminando os oito quilómetros na terceira posição com o tempo de 28'03''. Mariana Machado (SC Braga) venceu a corrida e Neide Dias (CD Feirense) foi segunda classificada.

Lia Lemos (5.ª), Ana Mafalda Ferreira (8.ª) e Laura Taborda (13.ª) foram as restantes atletas do Sporting CP em acção.

rita_Figueiredo-1200x800.jpg

*** Em masculinos, o Sporting CP foi segundo classificado com 19 pontos, ficando apenas atrás do Benfica (17). O SC Braga, com 49 pontos, foi terceiro.

*** No escalão de sub-20, o Sporting CP venceu em masculinos (24 pontos) e femininos (34 pontos), sendo que Rita Figueiredo (foto) foi mesmo a grande vencedora da sua prova.

publicado às 06:02

261063472_10157980935966923_7145368085474476704_n.

A equipa feminina de voleibol do Sporting CP foi, este domingo, aos Açores vencer o Clube Kairós por 0-3 na 12.ª jornada da primeira fase do Campeonato Nacional.

As leoas, que vinham de um desaire no último encontro, foram superiores e não deram qualquer hipótese às visitadas. O primeiro set ditou o que seria a restante partida no que a resultados diz respeito e o Sporting CP venceu por 20-25.

Com naturalidade, a formação de Rui Pedro Costa continuou na frente e acabaria por vencer os segundo e terceiro sets por 19-25 e 18-25, respectivamente.

Na próxima jornada, o Sporting CP recebe o Leixões SC.

publicado às 06:01

260873810_10157980848036923_5084748933329106895_n.

No regresso do Campeonato Nacional depois do Campeonato da Europa de selecções, a equipa de hóquei em patins do Sporting CP visitou e venceu, este domingo, o CD Paço de Arcos por 2-8 na nona jornada da primeira fase da prova.

Os leões foram superiores durante praticamente toda a partida e inauguraram o marcador logo aos cinco minutos por intermédio de Matías Platero, que marcou novamente a nove minutos do fim. Seguiram-se golos por Ferran Font (2),  Toni Pérez, Gonzalo Romero (2) e Gonçalo Nunes.

Na próxima jornada, o Sporting CP recebe a AD Sanjoanense.

publicado às 06:00

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 28.11.21

J2XLM-A.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

1953 Allard J2X Le Mans Roadster - Leilão 2019 - 600 mil dólares

publicado às 22:00

Vitória tranquila!

Rui Gomes, em 28.11.21

Screenshot (456).png

Tags:

publicado às 19:59

Fotografia com história dentro (275)

Um “poeta do futebol”

Leão Zargo, em 28.11.21

Pedro Barbosa Sporting CP.jpg

Pedro Barbosa vestiu a camisola leonina durante dez épocas, de 1995-96 até 2004-05. Contratado pelo Sporting para substituir Luís Figo, dotado de uma técnica assombrosa, considerado um dos jogadores mais virtuosos da sua geração, que tecnicamente superava tudo e todos, demorou a demonstrar todo o seu valor. Chamaram-lhe “Pastelão” e “Pedro Vagarosa”, mas na verdade ele era um falso lento, criativo e imprevisível, o pêndulo que organizava e distribuía o jogo. Com bola, a jogar pelo centro e em apoio frontal, definia os posicionamentos e movimentações que contribuíam para o controlo do jogo.

Sendo o seu talento inegável, não conheceu uma carreira de maiores voos internacionais em virtude da irregularidade das suas geniais exibições. Com ele, o Sporting conquistou dois campeonatos nacionais (1999-00 e 2001-02), uma Taça de Portugal (2001-02) e duas supertaças Cândido de Oliveira (1999-00 e 2001-02), tendo contribuído decisivamente para a caminhada europeia em 2005. Foi um verdadeiro desportista, não me recordo de uma única atitude desleal enquanto futebolista. 

Pedro Barbosa reinventava o gosto mais antigo pelo futebol enquanto forma de arte que sempre nos maravilhou e nos fez sonhar. Por isso, e pelo sportinguismo do grande capitão, José do Carmo Francisco dedicou-lhe um belíssimo poema:

Pedro Barbosa - com o número 8

Desenhas o teu jogo com um compasso
Com desprezo do esforço e do excesso
Onde não há, tu inventas novo espaço
Levando a bola até onde já não a meço

Tão veloz que não permanece na retina
E apenas surge no golo em conclusão
Afagas a bola numa ternura repentina
Como se de repente o pé tivesse mão

“Feito num oito” fica quem tu enganas
No drible mais inesperado e imprevisto
Em vez de dias tu permaneces semanas
Na memória de quem fez o seu registo

Tu não és o altivo artista mas o artesão
E se jogas sempre de cabeça levantada
É porque a distância da bola ao coração
É tão pequena como um grão de nada

(José do Carmo Francisco, “Pedro Barbosa, Jesus Correia, Vítor Damas e outros retratos - Poemas”, Col. Cais da Poesia, Padrões Culturais Editora, Lisboa, 2004)

publicado às 14:30

Sobretudo... Campeões na vida!

Rui Gomes, em 28.11.21

20211127-untitled-6982.jpg

Equipa feminina de goalball que se sagrou Campeã do Mundo

20211127-untitled-6874.jpg

Equipa masculina de goalball que se sagrou Vice-campeã do Mundo

O nosso mais caloroso aplauso para Márcia Ferreira, que orienta 

ambas as equipas do Sporting Clube de Portugal.

Breve comentário de Ana Carolina Duarte, jogadora leonina...

"Estou muito feliz e emocionada. Temos um orgulho enorme em representar o Sporting CP e este é o primeiro troféu mundial de muitos que virão. É uma grande felicidade conseguir o ouro e estar aqui no lugar mais alto do pódio. O troféu coroa um trabalho de muita dedicação, com a treinadora Márcia Ferreira à cabeça e de todos os atletas, na construção deste grande campeonato.

Tanto no masculino como no feminino enfrentámos grandes equipas, como é o SESI SP. Foram confrontos muito difíceis e dignos de finais. Os rapazes empenharam-se e deram o seu máximo, mas o resultado não foi o que eles queriam. Ainda assim, fizeram o seu melhor".

MUITOS PARABÉNS A TODOS!

publicado às 03:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.

Pág. 1/13





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds