Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Teatro de Operações Eleitorais (44)

Rui Gomes, em 04.03.13

 

Não sei se é apenas a minha imaginação, mas sinto que as três candidaturas à liderança do Sporting estão todas em «modus operandi» estratégico, evitando abordar as temáticas de maior interesse aos sportinguistas para não revelar os «trunfos na manga» - se é que existem - antes do debate ou debates que irão surgir, partindo do princípio que estes estão agendados.

Todos discursam em termos generalisados, sem qualquer especificidade sobre soluções para os problemas financeiros, a questão de investidores, o financiamento para o pavilhão que todos pretendem construir e os recursos de tesouraria à mão para lhes permitir fazer frente às responsabilidades logo nos primeiros dias de mandato. A única ausência de discussão que se compreende e que se aplaude, até, relaciona-se com a estrutura do futebol, incluindo o futuro de Jesualdo Ferreira, face ao campeonato ainda em curso. Da parte de José Couceiro não existem mistérios, já que é aparente que é o próprio que vai liderar a SAD, coadjuvado por Diogo Matos. Bruno de Carvalho apresentou Virgílio Lopes e Auguto Inácio e ainda um terceiro elemento cujo nome não foi divulgado, por estar ainda em funções na Academia. Mesmo assim, ainda não dá para compreender quem vai ser o homem forte neste enquadramento, nomeadamente o administrador-geral, além do director desportivo. Quanto a Carlos Severino, que eu saiba, ainda não revelou quaisquer nomes ou designações neste contexto.

De qualquer modo, sinto que a maioria dos sócios vai votar mais no homem do que na sua crença por um ou outro projecto que poderá muito bem não passar de demagogia populista à conveniência da campanha eleitoral. Mesmo reconhecendo a falange militante que acompanha Bruno de Carvalho há dois anos, é a minha opinião que a escolha vai recair sobre o candidato que inspirar maior credibilidade e confiança para reestruturar a SAD e o futebol e cuja equipa projecta a imagem de competência para enfrentar a preponderante situação financeira. Espero que os debates não se atrasem muito, porque já se sente alguma ansiedade para ouvir soluções concretas.

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo