Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Últimas

Rui Gomes, em 12.04.13

Houve um princípio de acordo entre o Sporting e a banca para a libertação, esta sexta-feira, da verba (cerca de 4 milhões) que já existia e estava bloqueada, a fim de permitir a actualização dos salários dos jogadores e, muito provavelmente, também dos funcionários, claramente evidenciando que, contrário às garantias que avançou durante a campanha eleitoral, Bruno de Carvalho não tem e nunca teve à sua disposição os meios para enfrentar as necessidades imediatas de tesouraria. Precisamente por isto, a ansiedade aparente e a pressão que tentou exercer sobre a banca, nestes últimos dias. Igualmente improvável, é a existência dos muito badalados investidores, neste momento.

 

Confirmando-se o que o Correio da Manhã noticia sobre as condições do acordo que está em cima da mesa, o Sporting vai ser obrigado a funcionar em moldes significativamente diferentes no futuro, com orçamentos rigidamente estruturados e com cortes no futebol profissional que exigirão a venda dos atletas com os salários mais elevados, entre outros. Esperar para ver e analisar...

 

publicado às 01:37

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


39 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.04.2013 às 14:19

Caro João,

Vou simplificar a minha forma de ser sportinguista: nunca levantaria o cenário de gestão danosa e afins relativamente a um dirigente do Sporting sem provas concretas. Até estas existirem, esclarecidamente, não acredito que algum dirigente do Sporting tenha cometido «aldrabices» em prol de si próprio e em detrimento do Clube. É irresponsável da parte de quaquer um adiantar conjecturas nesse sentido, sem provas.

Mas existe um elemento quase de «terrorismo« em torno do Sporting que não hesita em fazer acusações de todo o tipo sem o mínimo de sentido responsável.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo