Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As mil e uma dúvidas

Rui Gomes, em 06.05.13

Com esta liderança ou com qualquer outra, teria sempre de haver uma reestruturação da Sporting SAD que inclui, infalivelmente, uma profunda análise e revisão de todos os atletas sob contrato profissional, quer sejam da equipa principal, da B e dos que se encontram em diversos outros clubes, por empréstimo. A começar pelos últimos, o Sporting tem o total de 16 jogadores emprestados, 3 em emblemas portugueses e 13 no estrangeiro. O acordo de empréstimo para todos termina a 30 de Junho de 2013, salvo Elias e Gelson Fernandes que foram cedidos até 2014. Estes serão casos que não requererão decisão imediata. Dos restantes, Evaldo, Grimi, João Gonçalves e William Owusu serão de mais fácil resolução uma vez que os seus vínculos terminam precisamente este verão. Ficamos então ainda com dez, dos quais seis têm contrato até Junho de 2014 - William Carvalho, Wilson Eduardo, Renato Neto, Oguchi Onyewu, Diogo Salomão e André Santos. dois até Junho de 2015 - Pranjic e Nuno Reis - e dois até Junho de 2016 - Valeri Bojinov e Allan Turan. 

 

Decisões do foro técnico em conjunto com as exigências salariais terão de ser feitas relativamente aos referidos dez, muito em especial sobre aqueles que não há muito tempo ainda representavam uma grande promessa: Wilson Eduardo, Renato Neto, André Santos, Nuno Reis e Allan Turan. Visto de fora para dentro e sem dados concretos, não dá para perceber como estes casos serão deliberados uma vez que ninguém da nova estrutura os conhece e, como Renato Neto afirmou recentemente, nenhum representante do Sporting tem ido observar os seus jogos para poder avaliar a sua evolução. Os casos mais complicados - pelo investimento feito à raiz e pelo elevado salário, Bojinov (custou 2,6 milhões por 80% do seu passe); Onyewu, que está emprestado ao Málaga e que tem um salário a rondar 900 mil euros e Danijel Pranjic que se encontra com o Celta de Vigo.

 

Não tenho os dados em relação à equipa B, embora se saiba que Godinho Lopes renovou com alguns dos mais promissores antes da sua demissão. Os mais evidentes são Bruma, cujo contrato termina em 2014, Eric Dier e Tiago Ilori em 2015.

 

Chegamos então à equipa principal, que será, indubitavelmente, o «olho do furação» que se aproxima, acreditando nas palavras do presidente. Este dá a entender, esclarecidamente, que alguns dos activos mais importantes do plantel actual vão ser disponibilizados no mercado. Quais são eles é impossível de adiantar pelo desconhecimento dos relevantes critérios, mas não é missão muito espinhosa antecipar que a atenção vai recair sobre os que estão mais valorizados e têm maior procura: Rui Patrício, Marcos Rojo, Diego Capel, Adrien Silva, Boulahrouz (pela idade e salário) e Labyad. Isto é mera opinião minha, mas não deverá estar longe da realidade, caso aparecem clubes interessados. Lamentarei a saída de Rui Patrício, mas chegou o dia de ele se aventurar no estrangeiro, especialmente, se possível, na English Premier League. Idem para Diego Capel, que tem vindo a ser observado pelo Marselha e por emblemas ingleses, mas os erros mais grosseiros que esta liderança vai cometer será com a venda de Rojo - vai ser um dos grandes centrais europeus - e Labyad - o talento está lá mas ainda não se afirmou devidamente. Jeffren deverá sair, se tiver mercado e talvez também Schaars, que vai ser outra perda de peso. Não imagino o que pretendem fazer com Carrillo e nem sequer quero admitir que estejam dispostos a transferir Rinaudo. Se assim fizerem, aconselho que o Sporting desista do futebol profissional e se concentre nas outras modalidades e não venham os «suspeitos usuais» atirar areia para os olhos com o discurso demagogo do passo certo para um futuro risonho, que servirá para adormecer os mais incautos. Muito embora Jesualdo Ferreira já tenha dado a sua recomendação sobre Joãozinho, a opção de compra é de um milhão de euros e veremos se estãrão dispostos a despender essa verba com ele. Miguel Lopes, pela idade, e imagino que terá um salário razoável, também estará incluído na lista dos transferíveis.

 

Quem ficará, então: Marcelo Boeck, por ser o substituto lógico de Rui Patrício, Valentin Viola, André Martins, Cédric Soares e o trio dos jovens se os conseguirem manter: Bruma, Ilori e Eric Dier. O resto do plantel será preenchido por elementos da equipa B, casos de Ricardo Esgaio, Zezinho, Betinho, Gael Etock, João Mário, etc.. Reforços ?... Nem dá para conjecturar.

 

publicado às 16:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds