Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Terceiro Elemento

Rui Gomes, em 21.05.13

 

Relativamente a esta questão acho que importaria ter memória. Gostaria apenas de lembrar a "novela" que foi feita à volta deste "terceiro elemento". Dizia o Bruno que não revelava o seu nome antes das eleições porque esse mesmo "terceiro elemento" lhe teria pedido o anonimato, devido às pressões que certamente sofreria da Direcção anterior, correndo o risco de perder o seu emprego na Academia. Afinal, sabe-se agora, nunca existiu terceiro elemento nenhum, sendo toda a trama um produto da fértil imaginação do nosso Presidente.

 

Recordo que este é o mesmo indivíduo que afirmou que pessoas ligadas à anterior Direcção lhe fizeram ameaças de morte, que lhe foram comunicadas quando estava junto da sua família, na noite das eleições há dois anos atrás. Desde logo seria de estranhar não ter havido a devida queixa às autoridades. Ora agora acho que podemos concluir que se tratava apenas de mais um delírio do nosso Bruno - mancharam-se assim, com duas acusações falsas, e de forma totalmente impune, os nomes de quem o precedeu nas actuais funções.

 

Entretanto, este mesmo cavalheiro, agora que ganhou as eleições, entra na SAD e despede quem antes trabalhava na Academia, mas que corajosamente deu a cara por um projecto alternativo. (Mário Patrício e Diogo Matos)

 

Atitudes de gente muito séria e honrada à frente do nosso Clube, sem dúvida.

 

* Texto da autoria de Desert Lion

 

publicado às 00:59

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


12 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.05.2013 às 19:49

Caro José Filipe,

Concordo genericamento com o que comenta. Entre tudo isto, temos perante uma situação em que salvo a falange de apoio mais intenso, os restantes sportinguistas sentem dificuldades em acreditar nesta nova liderança e, com cada promessa não cumprida e jogador vendido a saldo, essa disposição vai aumentar significativamente.

BdC e/os seus é um estratega finório, nota-se nas suas várias presenças seja onde for e nos seus discursos. Ele vai ter uma estratégia adequada para a apresentação dos quês e porquês relativamente à não existência de investidores, que incluirá, decerto, o argumento que o José Filipe cita.

SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo