Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mera fantasia ou desinformação ?

Rui Gomes, em 08.06.13

 

Escreve o jornalista Rui Baioneta - até o apelido é adequado - no pasquim "quasi-oficioso" do clube de Carnide que o Sporting tem uns quantos "excedentários" no mercado cujo valor amontoa 32 milhões de euros. Para chegar a este número, o supracitado - ou alguém - atribuiu os seguintes valores a estes supostos transferíveis do Sporting:

 

1. Boulahrouz - 4 milhões de euros (tem 31 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

2. Onyewu - 4 milhões de euros (tem 31 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

3. Pranjic - 5 milhões de euros (tem 31 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

4. Labyad - 7 milhões de euros (tem 20 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

5. Jeffrén - 6 milhões de euros (tem 25 anos e chegou ao Sporting por 3,750 milhões de euros).

 

6. Bojinov - 6 milhões de euros (tem 27 anos e chegou ao Sporting por 2,630 milhões de euros).

 

Salvo a insensatez de transferir Zakaria Labyad, a venda dos restantes,, pelas verbas citadas pelo jornalista, até seria um bom negócio para o Sporting, nas circunstâncias. O que tenho enorme dificuldade em acreditar é que hajam clubes com a disposição de pagar estes montantes.

 

publicado às 19:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


13 comentários

Sem imagem de perfil

De haja luz a 08.06.2013 às 19:38

Em termos financeiros seria interessante, em termos desportivos não, porque não se conseguem arranjar internacionais com qualidade, por esse preço.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.06.2013 às 20:45

Como eu indiquei, seria um bom negócio caso se concretizasse pelos números do jornalista. Pergunto a mim próprio como é que um jornalista que se considere jornalista, dá para escrever artigos desta natureza sem dispor de factos.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 08.06.2013 às 22:00

Haja luz, há internacionais e internacionais. A maioria dos que estão nessa lista não interessam. O que me preocupa é que se o Sporting já não tem capacidade para segurar internacionais sub-21 não é grave, é gravíssimo. Não é por acaso que o Sporting tem 100% dos direitos económicos do Boulahrouz, pois não havia interessados, por não havia perspectiva alguma de valorização desse jogador. Já em relação ao Labyad, Carrillo ou André Martins é claro que havia. E a venda de direitos económicos ocorreu devido às dificuldades financeiras em custear este plantel. Quando já não havia quase nada para alienar, começaram os atrasos nos pagamentos dos salários.

O nosso grande risco na próximo ano é a equipa do Sporting ficar algo parecida com a descrição que o Rui Gomes fez do Toronto FC no outro dia, com jogadores muito novos e inexperientes por um lado e outros em final de carreira e sem mercado, por outro. Se isso acontecer será um desastre desportivo e financeiro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.06.2013 às 22:10

Desculpe a intrusão Lionheart, a pequena com o que ocorre com o Toronto FC é que o proprietário deste - dos mais ricos do continente norte-americano - tem seguido esta deliberada política, priveligiando a vertente financeira em detrimento da desportiva. Penso que esta política vai começar, aliás, já começou, a sofrer uma mudança radical. Foi contratado o que é reconhecido como o melhor director-geral do continente, este já contratou o actual melhor director-geral da NBA para o Raptors e muitas mudanças estão em curso, de seguida vai o Maple Leafs e, então, o Toronto FC. O Blue Jays ficará para mais adiante. De resto, concordo com a sua análise, a preocupação é os jovens. O Zahavi está em Lisboa - supostamente desagradado por não ter sido recebido por BdC, mas sim por Inácio e Vurgílio - e veremos, no imediato, o que vai acontecer com Bruma e Ilori. Eric Dier, firme ao seu carácter e personalidade, já reiterou o seu desejo de permanecer no Sportng.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 08.06.2013 às 22:36

Vi na ESPNAMERICA no outro dia que estão a pensar mudar o nome dos Raptors (não combina com nada, é verdade). Isso é mais uma indicação que querem mexer com o clube.

O investimento no Toronto pode ter a ver com a expansão da MLS, visto que já não é a única equipa canadiana na liga. Dado que já existem equipas em Montreal e Vancouver também torna Toronto mais viável pela rivalidade que existe entre a cidade com as outras nos outros desportos. A MLS já é mais canadiana por causa disso. Depois com a entrada do NYCFC daqui a dois anos será ainda melhor.

A outro nível, dado que este clube vai ter o estádio em Queens, e a MLS decorre ao mesmo tempo que a MLB, pode ser um risco para a popularidade dos Mets. Mas por outro lado pode obrigar os donos dos Mets a investir, ou pelo menos serem obrigados a vendê-lo, o que seria óptimo. É que não se aguenta a miséria de épocas que os Mets têm feito. Este ano a ilusão dos playoffs durou só um mês. Que tristeza...

A propósito do Ilori, o António Tadeia tem hoje um comentário forte no DN sobre isso. Diz simplesmente que algo que não seja ficar com o jogador e esperar que ele renove mais tarde, ou então vendê-lo, mas por troca com jogadores que venham suprir posições nas quais estamos desfalcados, é gestão danosa. Mostra-se por isso totalmente contrário a negociar com o Liverpool por 4,5 milhões de euros mais o Assaidi. Concordo com ele.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.06.2013 às 23:07

Não acredito quemudem o nome.É uma marca no mercado em que já foi investido muito. O que está a acontecer é que "os donos" finalmente concederam a necessidade de terem equipas competitivas e não apenas lucrativas.

O Toronto FC é uma história um pouco à parte, também muito relacionada com o complexo "soccer" no continente. Veremos o que vão fazer. A actual equipa perde quase todos os jogos, mas sempre com a casa lotada.

Vai ser interessante acompanhar a evolução da nova equipa de Nova Iorque com fundos quase sem limite. Nem dá para imaginar.

Ainda não li esse artido do António Tadeia.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.06.2013 às 22:12

Perdão, queria eu dizer: "a pequena diferença com ...".

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo