Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

«O problema é que as mensagens passadas são as erradas. Pega-se nesta questão (comissões), como em tantas outras, para apontar dedos em exercícios de permanente comparação, diabolização, mas pior: constantemente lembrar males passados para eventualmente justificar defeitos presentes. Há umas semanas na entrevista aos 3 jornais foi dita nesta matéria (empresários), em abstracto, muita coisa acertada. Uma das mais acertadas: incompreensão pela "obrigatoriedade" em pagar-se comissões por todo e qualquer acto. A metáfora das laranjas é para esse efeito perfeita: se estamos a comprar jogadores temos de pagar comissões a que propósito ? Ou na renovação de contratos ? Comissões pagam-se quando se está a vender, não quando estamos a comprar. Isto é bom senso e qualquer pessoa deverá perceber. Se são "regras do jogo" pois são as regras erradas que não deveriam ser tidas como "normais". Agora pegar nisto para na praça pública (?) diabolizar empresários quando queiramos ou não, temos forçosamente de negociar com eles, é contraproducente e só serve um propósito: gestão de imagem. De que forma a diabolização de Pini Zahavi aproxima o Sporting da renovação com Tiago Ilori ?

Quando são as mensagens erradas atrás de mensagens erradas e passamos os dias nisto, a novela torna-se de facto enjoativa. As eleições já lá vão e cabe a quem lá está resolver problemas, fazer melhor que os anteriores. Não é preciso tanto falatório.»

 

Manuel Humberto - "Sporting Autêntico"

 

Comentário: Uma breve consideração minha que era para escrever no acima referido blogue - Sporting Autêntico - mas que deixo aqui. Em primeiro lugar, devo esclarecer, mais uma vez, para não haver mal entendidos, que na minha óptica o debate público desta temática só serve para deflectir atenções dos problemas do presente, já que não detecto qualquer outro efeito prático. A questão de comissões, empresários, intermediários e afins, é um problema transversal ao todo do futebol e não apenas ao Sporting. Colocar o clube no centro desta complexa contenda é injusto e, pior ainda, errado. A indústria futebol opera sob condições e regras que a razão - e muito público - desconhece, em que comissões são pagas tanto na compra como na venda de activos, renovações de contratos, empréstimos e em quase toda a actividade que envolva intermediários. A razão de ser deste estado das coisas é um debate pertinente mas que está fora do controlo do Sporting, como uma unidade singular, já que tem de ser resolvido pelo todo sob a liderança das entidades que superintendem a modalidade a nível mundial. 

Um dos motivos que clubes pagam comissões pelas compra de activos, é que frequentemente empresários são mandatados pelos próprios para percorrer o mercado e encontrar o tipo de jogador que o clube pretende, averiguar as suas características, condições, contactar clubes que são proprietários dos seus direitos económicos,etc.. Dando-se a eventualidade de negócio, entra em cena o empresário do jogador, que não é necessariamente o mesmo a quem o clube mandatou a incumbência de o descobrir. 

O outro assunto que merece comentário relaciona-se com a circunstância de Pini Zahavi em relação ao Sporting, como a de Jorge Mendes em relação a outros clubes. É evidente que não é uma situação salutar, pelo ponto de vista do clube, ter um empresário a representar um grande número dos seus jogadores, nomeadamente os formados. Isto é perfeitamente compreensível, mas o que parece que passa despercebido neste debate incendiário em voga, é que este cenário está totalmente fora do controlo do Sporting, ou de qualquer outro clube, já que o jogador é livre de escolher quem o representa e não é o Sporting que o pode privar, moral e legalmente, desse seu direito. Por conseguinte, tem de lidar com esse empresário, quer queira quer não, seja quem ele for, se pretende comprar, vender ou renovar com o jogador. Tão simples como isto !

 

publicado às 23:59

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds