Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estórias de Alvalade - Marques Pires

Rui Gomes, em 29.06.13

 

Há uma jogada de ataque do FC Porto, a boa é aliviada pela defesa do Sporting e o Keita, que era um cavalão, desata a correr para o contra-ataque. Acaba por ganhar um canto. Eu, que estava na outra área, faço um "sprint" diabólico para me posicionar, mas o canto foi marcado tão rápido que não consegui chegar a tempo. O Keita entra na área e é ceifado pelo Rodolfo e pelo Gabriel. Sinceramente, mesmo atrasado em relação ao lane, pareceu-me que a falta foi cometida dentro da área. Assinalei penalti.

Houve uma grande confusão, o Rodolfo foi expulso por palavras obscenas que me dirigiu e ainda mostrei mais um ou dois cartões amarelos a jogadores do FC Porto. Por sorte, o guarda-redes do FC Porto, Torres, defendeu o penalti marcado por Manuel Fernandes e o jogo acabou empatado 0-0. E digo "por sorte" porque aquela defesa repôs a verdade no jogo. Cometi um erro ! Depois de ver as imagens na televisão constatei que a falta foi cometida fora da área. Se tivesse um buraco tinha-me enfiado !

Esse erro marcou-me para o resto da carreira. Estive dois anos sem apitar jogos do FC Porto. Naquele tempo havia muitas influências... e a bola não entrou, imaginem se tivesse entrado ! Mas ainda bem que não entrou porque. já assim, estive três ou quatro dias sem sair de casa para não ser apontado na rua. Sentia-me envergonhado ! Foi com muita mágoa que disse publicamente: errei !»

 

* Do livro "Estórias d'Alvalade" por Luís Miguel Pereira.

 

publicado às 11:46

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De MM a 29.06.2013 às 12:29

Estas histórias mostram uma faceta muito humana e honesta dos árbitros. Muito bom. Dos 3 agentes em campo, 2 equipas + equipa de arbitragem, eles serão a parte mais pressionada de todas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.06.2013 às 12:37

Caro MM,

Já o disse inúmeras vezes ao longo dos anos: nunca exerceria esta função !

Lembro-me um dia que uma equipa minha estava a fazer um treino de conjunto com uma equipa nossa amiga. Por qualquer motivo, o árbitro com quem tínhamos falado para orientar o treino não compareceu e, por razões que me escapam a memória, fui eu fazer a parte. Bem, só lhe digo que me fartei num instante... ainda antes do intervalo entreguei o apito. Foi a minha primeira e única experiência do género. Acho que devia ser obrigatório todos os adeptos de futebol, pelo menos uma vez na vida, terem de arbitrar um jogo !!!
Sem imagem de perfil

De MM a 29.06.2013 às 12:44

Deve ser horrível sim, e deverá ser mesmo preciso gostar daquilo. Além das pressões dentro e fora do campo, influências, insultos, carga negativa toda que vai para cima deles, andam no campo a correr atrás da "acção" sem participar. Os jogadores jogam, os árbitros vêem. Não descortino prazer nessa função.

Recordo-me que o árbitro que eu mais gostava era o Veiga Trigo. Não estou a dizer que era bom ou mau árbitro, mas era o que eu gostava mais. Claro, Vitor Correia tinha fama de um árbitro muito bom, justo, cumpridor e personalizado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.06.2013 às 14:23

É uma função que não é para qualquer um, de facto. Curiosamente, ao longo dos anos travei amizades com diversos árbitros que eram sempre improdutíveis. Conscientes que a nossa amizade era do conhecimento público, para demonstrar imparcialidade, acabavam sempre por nos prejudicar.

Uma vez, num jogo contra o Vitória de Setúbal, até dei uma entrevista nesse sentido ao jornalista Alfredo Barbosa, então no A Bola, mais tarde mudou-se para o O Jogo onde era/será ainda, porventura, director.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo