Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O onze ideal de Pinto da Costa

Rui Gomes, em 06.07.13

 

Nada tem a ver com o Sporting mas, para os amantes de futebol, não deixa de ser interessante analisar a escolha de Jorge Nuno Pinto da Costa do onze ideal enquanto dos seus 31 anos de liderança do clube da Invicta:

 

* Guarda-redes: Vítor Baía (16 épocas no FC Porto).

* Defesa Direito: João Pinto (16 épocas).

* Defesa Esquerdo: Branco (3 épocas).

* Centrais: Aloísio (11 épocas) e Fernando Couto (4 épocas).

* Médios: Deco (5 épocas), André (11 épocas) e Jaime Magalhães (15).

* Avançados: Madjer (6 épocas) e Paulo Futre (3 épocas).

* Ponta de lança: Fernando Gomes (13 épocas).

 

Algumas surpresas ?

 

publicado às 03:43

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De sloct a 06.07.2013 às 09:12

Não há grandes surpresas, estes 11 foram, todos sem excepção, jogadores magníficos.
Podia ter escolhido outros? Eventualmente sim, teria muitos outros por onde escolher, mas nada a dizer destes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2013 às 09:45

Ele limitou-se aos não activos mas, mesmo assim, não vejo nenhum que tivesse lugar nesta equipa, nem João Moutinho.
Sem imagem de perfil

De madrod a 06.07.2013 às 13:22

Sinceramente , acho muito mau estarmos aqui a dar tempo de antena á personagem mais detestável de sempre do futebol português Estou-me totalmente nas tintas quem é que esta pessoa gosta ou não .

Eu sou sincero quando digo que graças a Deus não sou adepto do Porto. Ganhar , como ganham á 30 anos não é motivo de orgulho algum.

Aliás um dos meus receios em relação ao Bruno de Carvalho , para além do estilo popularucho , da falta de competência ( até agora ainda não fez nada de relevo em toda a sua vida profissional), da arrogância , da politica de culto á sua figura ( ditadorzeco em potencia ), etc... é o facto de ele parecer querer ser o "Pinto da Costa" do Sporting. Como se isso fosse uma coisa boa.....

Eu posso estar a ser inocente e ingénuo , mas prefiro 1000 vezes um Sporting perdedor mas honesto e limpo , do que um vencedor mas batoteiro e sujo.

Infelizmente essa não é a mentalidade do mundo do futebol ( sinceramente do mundo em geral ) hoje em dia . Tem que se ganhar a qualquer custo. Pode ser conversa de perdedor , mas para mim ganhar não é tudo.

Portanto ocupar espaço e tempo a falar da opinião deste senhor sobre seja lá o que for , esquecendo tudo o que ele fez , irrita-me profundamente e deve ser desencorajado.

Lá estou eu a divagar outra vez , acho que estou a entrar em depressão no que concerne ao futebol . Vocês não tem culpa mas sinto que senão deito tudo isto cá para fora , vou ter que me definitivamente afastar do futebol que sempre ocupou um espaço importante da minha vida. Ainda por cima a minha equipa da NFL é os Jets e essa é outra depressão. Tenho que me dedicar á pesca.....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2013 às 13:39

Não se trata de dar "tempo de antena" mas sim debater futebol e ele, quer se queira quer não, faz parte integral do meio. Além do mais, não esquecemos nada do que se passou mas também ele não é só isso.
A blogosfera é um entretenimento que, por vezes, levamos muito a sério.

Com o Jets também não vai muito longe. As minhas melhores memórias da sua equipa é dos tempo do grande Joe Namath e como ele derrotou o Baltimore Colts do Johnny United na Super Bowl.
Sem imagem de perfil

De madrod a 06.07.2013 às 14:51

Faz parte integrante de um futebol que não me interessa. Preferia que não fizesse e preferia não ter que o ouvir nunca.
Isto é como interessar-me pelo que Hitler dizia sobre as estratégias de guerra. Ele até podia ser um "génio" , mas depois de tudo o que fez , acho a sua opinião pouco relevante e até ofensiva.

Mas tem razão isto é um entretenimento , eu estou a levar isto muito a sério. Mas eu raramente escrevo na net e ás vezes levo as coisas longe demais.

Em relação aos Jets , ButtSanchez vai ser o salvador
( hahahaha ). Nunca se sabe..... Namath é um ícone e eu sempre gostei de underdogs e essa superbowl deve ter sido épica. Era igual ao Sporting ganhar na final da Liga dos Campeões ao Barcelona actual . Se calhar é por isso que eu gosto dos Jets . Dá sempre uma esperança....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2013 às 16:55

Caro Madrod,

Seremos, porventura, de gerações diferentes e, como tal, com uma perspectiva diferente sobre certas questões, o que até é muito natural e salutar.

Eu cheguei a conhecer e a privar - não muito - com o presidente do FC Porto. Em particular é uma pessoa fantástica, muito afável e disponível. A história dele no futebol português é long e complexa, já que ele não apareceu de para-quedas mas foi aprendendo a função ao longo dos anos, inicialmente tendo como tutor José Maria Pedroto.

Tem sido e ainda é - a léguas de distância - o melhor director de futebol em Portugal. A um determinado ponto, com plena razão, em contexto, decidiu que para lutar contra a hegemonia de Lisboa, nomeadamente do Benfica, e não somente por mérito desportivo, teria que seguir um outro curso e, lamentavelmente, optou pela filosofia de que os fins justificavam todos e quaisquer meios. Esse é o Pinto da Costa a que se refere, que eu compreendo e até não refuto. Daí, sabemos muito do que ocorreu no futebol português mas mantenho a convicção de que sem PInto da Costa, por vias direitas e tortas, ainda hoje o FC Porto seria um terceiro grande muito à distância dos outros dois, com o SLB no topo. Disso, não tenha dúvidas. Esta minha narrativa não visa defender muitas das suas acções que são do conhecimento público, mas ajuda a explicar um pouco da sua história. Ainda hoje, mesmo com idade avançada, não existe igual em Portugal quanto ao que é ser um verdadeiro director do futebol. Se esse é o objectivo de Bruno de Carvalho, que se esqueça porque nunca lá chegará, por não ter a "escola" e a aptidão natural. A arte de liderança não se aprende, a pessoa tem ou não tem esse condão, à raiz, e depois é uma questão de evolução e adaptação. Pelo seu passado empresarial que ninguém verdadeiramente compreende, apenas oferece as condições mínimas e o pior Sporting de sempre proporcionou-lhe o timing ideal para o seu surgimento. Com o Sporting estável, nunca, mas nunca mesmo, seria presidente do Clube.

Quanto ao outro assunto, fui devoto adepto da NFL, e não so durante muitos anos. Eu próprio joguei esse desporto durante três anos. Não é para qualquer um, mas eu tinha o físico, a agilidade e, sobrretudo, a velocidade necessária. No velhos tempos em que a LIga era dividida, no Leste era adepto do Buffallo Bills, com o Jack Kemp (entretanto senator Kemp) como quarterback. Também Joe Ferguson, mais tarde apareceu o incomparável OJ Simpson, etc.. Na outra Liga o meu clube era o Dallas Cowboys "America's Team", dos tempos de sonho e das grandes batalhas com o Packers do lendário Vince Lombardi e o Bart Starr. Um pouco mais tarde apareceu o San Francisco forty-niners de Joe Montana e companhia. Grandes tempos esses. Do Jets, Joe Namath é de facto a maior memória que tenho. Grande quarterback e arrogante ao máximo, e foi essa sua arrogância que permitiu a lendária conquista da Suoer Bowl.

Passe bem e não se preocupe em "divagar".
Sem imagem de perfil

De HY a 06.07.2013 às 22:23

Uma pergunta Rui Gomes, já que parece conhecer bem o PdaC : o que é que no passado empresarial dele deixava antever assim tanto sucesso na presidência do FCP? Só para servir de comparação com o juízo que faz sobre o passado empresarial do BdC
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2013 às 22:38

Novamente à defesa sr. HY. Eu não afirmei que conhecia Pinto da Costa muito bem, conhecio-o pessoalmente e privei com ele em duas ocasiões.

Não faço qualquer juízo sobre o passado empresarial de Bruno de Carvalho, salvo pela escassa informação disponível e comprovável e, sobretudo, por esta simples lógica: Como é que um empresário de sucesso e ainda jovem pode abandonar os seus interesses empresariais para ser empregado do Sporting, pese ocupar a cadeira do presidente ? Se me conseguir explicar - evitando clamar "amor ao clube" - eu até agradecia, porque está um pouco fora do meu alcance.

Além do mais caro HY, se tem a informação quanto aos seus sucessos, até seria informativo, sem duvidar dos mesmos.
Sem imagem de perfil

De HY a 06.07.2013 às 23:05

Desculpe, mas você é que me parece à defensiva Rui Gomes. Foi você que num artigo em que elogia a eficácia indesmentivel da gestão de PdaC, questões éticas à parte, invocou o "passado empresarial que ninguém compreende" de BdC para concluir que ele não tem hipóteses de vir a ter sucesso como PdaC teve enquanto presidente de clube. Por isso lhe pergunto quais os sucessos de PdaC na área empresarial que deixavam antever tamanho sucesso desportivo. Se não sabe porque não o conhece, talvez tivesse sido mais prudente evitar a comparação. Se sabe esclareça-nos, talvez até ele fosse um empresário de reconhecido sucesso (tenho uma vaga ideia de uma loja de electrodomésticos falida...). Se não era, então direi que a comparação joga contra a sua conclusão, porque se um não era empresário de sucesso e conseguiu, não ha nada que impeca o outro, que no seu juizo tambem não é empresário de suçesso (confesso que não sei se é ou não, não tenho ideia) de também ter sucesso. O que há de defensivo nisto?

Já agora, que fez uma comparação entre BdC e PdaC, eu permito-se pedir-lhe que faça outra: diz que o BdC nunca teria chegado a Presidente de um Sporting estável. Que tal contar aos nossos leitores mais jovens como foi a tomada do poder pelo PdaC?

Para acabar, permito-me afirmar que desejo o maior sucesso possível ao BdC, enquanto presidente do Sporting, porque desejo o melhor para o meu clube. Mas, por isso mesmo, espero que o seu desejável sucesso não seja baseado nas mesmas razoes que o sucesso de PdaC. É que eu também acho que o Sporting é e deve ser diferente. Não por o Presidente ser ou não labrego, isso para mim é o que menos me preocupa, mas porque o Sporting só pode assentar na honra no campo de "batalha". Só assim se pode chegar à Gloria que a nossa divisa enumera em ultimo lugar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2013 às 23:17

Deve estar a brincar comigo, com certeza. NInguém fez

referência ao curriculo empresarial de Pinto da Costa, mas sim ao seu currículo no futebol, desde seccionista a presidente.

Eu não fiz comparação entre PdC e BdC porque não há comparação possível, em termos de clube e futebol. Como comparar alguém que lidera um clube, com sucesso, há 30 anos e o outro ques está nna cadeira há 3 meses. O que dá para constar, e não é apenas a minha percepção, por algumas das acções e atitudes de BdC, é que este pretende emular PdC. Se não concorda, não concorda. Como PdC chegou ao poder nada tem a ver com BdC, tempos, pessoas e clubes diferentes.

Já lhe disse que estou farto e saturado dos discursos demagógicos. Quando desejar casos e situações descreva-as, não vire a mesa ao contrário.

Porque é que não respondeu à pergunta principal que lhe dirigi ?

Esta defesa "até à morte" sempre que se menciona BdC, salvo para o elogiar, é ridícula e doentia.
Sem imagem de perfil

De HY a 07.07.2013 às 00:09

Nao, Rui Gomes. se alguém está a brincar não sou eu. Não fui eu quem escreveu:

""Ainda hoje, mesmo com idade avançada, não existe igual em Portugal quanto ao que é ser um verdadeiro director do futebol. Se esse é o objectivo de Bruno de Carvalho, que se esqueça porque nunca lá chegará, por não ter a "escola" e a aptidão natural. A arte de liderança não se aprende, a pessoa tem ou não tem esse condão, à raiz, e depois é uma questão de evolução e adaptação. Pelo seu passado empresarial que ninguém verdadeiramente compreende, apenas oferece as condições mínimas e o pior Sporting de sempre proporcionou-lhe o timing ideal para o seu surgimento. Com o Sporting estável, nunca, mas nunca mesmo, seria presidente do Clube."

Você diz que o BdC nunca chegará aos calcanhares do PdaC porque não tem qualidades de liderança e dá como exemplo o "seu passado empresarial que ninguém verdadeiramente compreende" concluindo que "apenas oferece as condições mínimas". As palavras são suas, não minhas. Se não reconhece o que escreveu diga, se a intenção não era essa diga, mas não diga que eu estou a brincar. Tenho mais que fazer a esta hora da noite. É por você achar ( ou pelo menos afirmar, mesmo que o nao tenha querido dizer, que lhe pergunto: e o passado empresarial do PdaC quando chegou ao poder no Porto dava mais do que " garantias mínimas"? É muito simples. Não há demagogia nenhuma, se acha a pergunta demagógica é porque a sua afirmação era demagógica.

Eu não defendo BdC até à morte. Não percebo é porque até a propósito de um assunto que não tinha nada a ver com ele você consegue atacá-lo tão " até à morte", para usar as suas palavras, e reajo só por isso. Aflige-me ver Sportinguistas tão obcecados em atacar quem não gostam que até usam o PdaC como contraponto. E por isso uso os seus próprios argumentos. O BdC não serve porque tem um passado empresarial incompreensível. Qual era entao o passado do PdaC?

Quanto ao resto meu caro, eu não sou advogado de defesa do BdC, não o conheço, não sei porque quer ser Presidente do Sporting (eu também gostaria, mas não creio que seja capaz...). Mas acho a pergunta e a conclusão que você por meias palavras extrai vergonhosa. Só a cegueira anti-BdC o leva a não ver que está a por em causa o próprio Sporting. Sabe, houve gente que me disse que o Roquette só se meteu no Sporting para ir buscar os terrenos que eram do avô. A minha resposta foi o desprezo. Para mim, ser Presidente do Sporting é uma honra sem par. Se você acha que o BdC quer ser Presidente do Sporting por outras razões, diga quais são. Quem acusa é que tem o ónus da prova.Eu nunca disse que o GL queria ser presidente do Sporting por razões ligadas a problemas passados com a justiça e as possíveis implicações para as suas empresas, ou que o PPC queria ser Presidente por outros inconfessáveis interesses. Até porque não me interessa as verdadeiras motivações profundas. O que me importa é que defendam os interesses do Sporting com competência e perseverança. Com garra e com orgulho. E com honra. Quando, no meu entender, o não fizerem, seja o BdC ou seja quem for, cá estarei para os criticar. O que você faz é outra coisa: é atacar o BdC porque é o BdC. Nem que para isso seja preciso elogiar o PdaC.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.07.2013 às 00:28

Pois... não era preciso tanto.

Reitero uma pergunta muito simples, sem fazer qualquer comparação: Se Bruno de Carvalho é de facto um empresário de sucesso como muitos alegam, como é que com a idade dele pode abandonar toda essa sua actividade para ser empregado do Sporting a tempo inteiro ?.. Eu não compreendo e gostaria que me explicassem, sem demagogia.

Para finalizar, Pinto da Costa deve ser analisado em um contexto que involve muitos factores. Ele, questões obscuras à parte, é um tipo de dirigente que nunca mais surgirá no futebol português, também por muitos factores, e esta consideração inclui Bruno de Carvalho. Esta é a minha convicção, concorde ou discorde. Talvez..., digo talvez... pelas mesmas considerações excepcionais que me (nos) leva(m) a dizer que nunca mais se verá um Peyroteo, um Eusébio, um Vítor Damas, um Pelé, um Beckenbauer... a lista é longa. Mas, em Portugal, Pinto da Costa, como dirigente, é caso único.
Sem imagem de perfil

De HY a 07.07.2013 às 00:42

Rui Gomes, quando se trata de bola na relva parece que estamos de acordo. Ppponha lá o Cruifj também na lista e ficamos por aqui esta noite :-)
Sem imagem de perfil

De AM a 07.07.2013 às 00:58

Pois é ,Rui Gomes ,não pode ter certas opiniões.Se critica o presidente "apanha" logo comentadores como o HY,mesmo quando fala de um assunto que conhece bem e por experiência pessoal.

Acho que estas pessoas não entendem que nada disto marca(ou evita ) golos,não vende Gamebox, as pessoas não se vão associar ao clube e por aí adiante.E o destino deste presidente vai ser determinado pelo futebol,como todos os outros.E pelo caminho das coisas não vai ter o "encosto" das modalidades.

Acrescentar que não se pode comparar a época em que PdC se tornou presidente-anos 70-com a actualidade.Hoje,sem certas credenciais não se consegue ser um bom presidente de um clube como o fcp(ou o Sporting).

BdC saltou para dentro de um automóvel de grande potência(devido a um conjunto de circunstancias de todos conhecidas)que exige uma perícia especial.Mas está por provar que seja capaz de conduzir o carro.Mas pelo visto é crime ter dúvidas.
É a nossa realidade actual.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.07.2013 às 01:47

Caro AM , pior do que ter dúvidas, é fazer perguntas, especialmente se elas são inconvenientes. Não me revejo neste sportinguismo da actualidade, comparável a uma pessoa se sentir um estranho em sua própria casa.

Até provas em contrário, na minha opinião, a única visível bóia de salvação para o futebol é a competência de Leonardo Jardim. Veremos quanto tempo este conseguirá sustentar a situação.
Sem imagem de perfil

De sloct a 07.07.2013 às 09:50

Eu diria que infelizmente terá muito pouco tempo.

A falta de qualidade trará como consequência inevitável a falta de resultados, e a tradicional forma de ser e estar do adepto sportinguista (melhor dizendo do adepto da Europa ocidental) elevará os níveis de contestação a um ponto tal que levará à saída mais ou menos rápida do treinador.

Gostaria imenso de estar enganado e de ter que engolir estas palavras.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.07.2013 às 11:22

Também vai depender da saída de alguns dos que são considerados transferíveis.
Sem imagem de perfil

De HY a 07.07.2013 às 22:35

AM, não sei a que outras pessoas se refere, euros falo apenas por mim. Claro que toda a gente tem o direito de criticar quem entende dever fazê-lo, incluindo (diria, sobretudo) o Presidente do Sporting. Convém apenas atentarmos bem nos argumentos usados. Uma vez que houve uma referencia ao incompreensível passado empresarial de BdC como causa para concluir que a expectativas de sucesso na sua missão de presidente do Sporting são mínimas, eu limitei-me a perguntar qual era o passado empresarial de PdaC quando chegou ao poder no Porto. Só isso.

É que uma coisa é dizer não gosto deste Presidente, e o Rui tem todo o direito de não gostar. Outra coisa é usar um argumento baseado em certos factos como base para sustentar uma conclusão (neste caso uma crítica). Isso já é passível de discussão racional. Para mim, se a resposta é PdaC também não tinha feito grande coisa, então o argumento apenas demonstra que a experiência empresarial anterior pouco significa quatro àS expectativas de sucesso desportivo ( alias, visto ao contrário, se bastasse ser bem sucedido como empresário, o Roquette teria sido campeão europeu).

O que eu querido dizer é: quando se quer criticar, que se o faça com argumentos convincentes. Porque uma coisa é não gostar, outra é deitar abaixo sem fundamento.

De resto, estou perfeitamente de acordo que nada disto marca golos ou ganha pontos... Mas isso tanto vale para mim como para o Rui, não é? Ou só se aplica aos meus argumentos?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.07.2013 às 22:47

A sua deturpação do que eu afirmei é decepcionante e cansativa, por falta de melhor palavras. Em parte alguma eu comparei ou pretendi comparar o passado empresarial de Pinto da Costa (que até desconheço se tem algum) com o de Bruno de Carvalho, mas sim no contexto futebol. A minha referência ao passado de BdC é em contexto separado.

Quantas vezes é necessário repetir isto ?

Além do mais, para si, pela evidência à vista, repetida e frequentemente, nunca há "argumentos convincentes" em relação ao quer que seja que possa ser interpretado como crítica.

E, agradeço que se considere este assunto fechado qu já satura.
Sem imagem de perfil

De AM a 08.07.2013 às 01:37

HY,na parte que me diz respeito,compreende(não vou adiantar mais) que é completamente diferente o que se exige actualmente a um presidente de um grande clube e o que se exigia no início dos anos 80(por lapso referi anos 70).
Os percursos também são diferentes pelo que acho que o início destas presidências não são comparáveis.
Embora comece por me referir, o comentário dirige-se essencialmente a Rui Gomes.Mas mantenho(mesmo depois de ler o seu comentário)que me parece que há uma sensibilidade exagerada de alguns participantes da blogosfera quando há críticas(reais ou percebidas como tal) a BdC.
Sem imagem de perfil

De HY a 08.07.2013 às 11:06

Rui Gomes. Em momento algum deturpei as suas palavras. O que lhe disse é que se faz uma certa afirmação, há que ver se o postulado que ela encerra se verificou também em situação similar. Só isso. Mas tem razão, não vamos continuar isto, pelo menos não aqui em público, não interessa ao leitor do seu blog, se você achar que vale a pena podemos sempre discutir em privado via mail.

AM, de acordo, os tempos são muito diferentes (esse poderá até ser um bom argumento para dizer que analogia que eu traço não funciona), mas não fui eu quem trouxe inicialmente o argumento a público. Haverá sensibilidade exagerada com diz...mas também haverá criticismo exagerado, por coisas que não são , em minha opinião, as essenciais neste momento.

Mas é para discutir essas diferenças de apreciação - de modo sempre respeitos da opinião do outro - que a blogosfera deve servir, em minha opinião.

Saudações leoninas

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo