Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As melhores notícias do dia

Rui Gomes, em 26.07.13

 

As melhores notícias do dia até nem foram as contratações de Weldinho e Magrão, mas sim as renovações de Wilson Eduardo e William Carvalho até 2018, com cláusulas de rescição de 45 milhões de euros cada. Não pretendo ser estraga prazeres, acho bem a renovação de Wilson Eduardo, mas houve sempre algo com ele que não me convence completamente. Até não é o caso de não gostar do jogador, mostra algumas qualidades e é muito novo. Espero sinceramente que se afirme na equipa de uma vez por todas.

Já William Carvalho tem sido uma surpresa muito agradável. Nunca tinha observado os pormenores do seu jogo como agora, e é muito possível que se venha a fazer um excelente jogador.

 

As contratações são longe de ser consensuais no universo leonino. Espero que ambas tenham o aval de Leonardo Jardim e que ele não se tenha limitado a aceitar as escolhas de terceiros, nomeadamente de Augusto Inácio. Os negócios estão feitos e pelo menos para esta época são irreversíveis, no entanto, a opção por Weldinho, um total desconhecido e incógnita, em detrimento de Arias, é muito discutível. Não será Magrão que vai fazer esquecer Schaars, e adorava saber o salário dele porque, segunda consta, era muitíssimo bem remunerado no Brasil. Veremos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Petinga a 27.07.2013 às 00:32

As renovacoes sao indício de que ambos vao ficar como apostas fortes para a equipa A. Penso que Wilson, como extremo, pode ser muito útil à equipa - sobretudo com a indefinicao do caso Bruma.

Nao imagino porque é que um treinador que teve seguramente várias ofertas de bons clubes em toda a Europa deixaria outros escolherem os jogadores que contrata. E a preferencia de Jardim por Magrao parece ser antiga... há que dar o benefício da dúvida, até porque se um só destes "brasileiros que toda a gente considera refugo" for jogador de topo o investimento tem retorno total... e mesmo que sejam todos maus, o risco é baixíssimo (Magrao por uma temporada, Welder por empréstimo, Maurícios e afins sao facilmente descartáveis).

Quanto à questao Weldinho por Arias, o Rui já sabe que a resposta sao salários... 600k/ano para um suplente nao é comportável (infelizmente para o nosso clube, porque também considero Arias um jogador com potencial).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.07.2013 às 02:31

Meu caro,

1. O Wilson Eduardo não é e nunca foi um extremo. Poderá ser (mal) adaptado. Ele é o que nós chamamos um falso ponta de lança, alguém que penetra mais pelo miolo nas costas do ponta.

2. Eu não sei nem o leitor sabe que ofertas LJ teve. Gosto dele, tenho confiança nele mas preocupa-me desde o primeiro dia aquilo que eu entendo ser uma postura algo submissa. Veremos com o passar do tempo.

3. Há longo que me condicionei a não questionar opções técnicas, embora como dirigente que fui sempre tive uma palavra nas aquisições. Por norma, os treinadores querem tudo e todos, é uma tendência natural. Dito isto, estas contratações poderão vir a resultar mas neste momento não fazem sentido algum. Para is buscar um jogador só para "pisar os calos" ao Cédric, bastava ir à II Liga. Sempre fui contra o excesso de procura no Brasil. LJ pode gostas do Magrão, tudo bem, e se a decisão foi dele respeito-a, mas não era necessário. O Sporting, mesmo nas suas actuais condições, para ir fora tem de ttrazer quem verdadeiramente faça a diferença. Adoraria saber a opinião de Jesualdo Ferreira se ele estivesse na estrutura.

4. Diz 600 mil, não refuto essa hipótese, mas não sei e o leitor também não sabe salvo pelos dados soltos que surgem pela internet. Uma coisa me intriga, se o Arias era assim tão fraco, para muitos, como se explica ter sido titular quase a época inteira ?... Se não houvesse o Cédric, não me incomodava muito ter lá o Arias no seu lugar.

Para mim, não é uma questão de risco, mas sim de reforçar a equipa com lógica. Repito, para ir buscar jogadores fora, neste caso ao Brasil de segundo ou terceiro plano, há melhores em Portugal que "nós" não damos a oportunidade.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo