Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




One man show

Rui Gomes, em 06.08.13

 

Não vou comentar o jogo do Sporting com o West Ham salvo dizer que foi uma muito fraca exibição em toda a linha. Não sei onde esta equipa vai chegar nas provas oficiais, mas é por de mais evidente que Leonardo Jardim ainda tem uma enormíssima tarefa na mãos. Ainda estamos na pré-época mas vai-se aproximando a hora de definir determinadas questões de jogo e jogadores, pela evidência à vista.

 

No que pretendo abordar, nem sei bem por onde começar. Isto é o Sporting Clube de Portugal ou é uma outra qualquer equipa da aldeia ?... Este aparato do presidente e do director-geral da SAD a flanquear o treinador no banco - que lamentavelmente o realizador da RTP não se cansou de focar repetidamente - tem de ser descontinuado imediatamente. Além da pobre imagem que projecta, duvido muito que permita a Leonardo Jardim o espaço e o à vontade para liderar a equipa das linhas laterais. Como se isto não fosse suficiente, no final da partida assistiu-se a um muito enervado Bruno de Carvalho a ralhar com o 4.º árbitro, a dirigir-se então ao centro do terreno para fazer o mesmo com o árbitro e seus auxiliares e no regresso ao banco a dar um raspanete a William Carvalho. Isto é de facto um "one man show" que não vejo como vai beneficiar o Sporting. Haja sensatez e dignidade e cada um que ocupe o seu lugar. Já é tempo do presidente se concentrar em ser presidente e deixar o adepto para outras ocasiões.

 

publicado às 00:06

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


35 comentários

Sem imagem de perfil

De peyroteo a 06.08.2013 às 10:52

Há aqui alguma confusão. Leonardo Jardim nunca treinou o Nacional...

Quanto ao comportamento do presidente, também achei despropositado, estamos a falar de um jogo particular, que serve sobretudo para preparar a equipa para os jogos oficiais.
Falam em reprimenda ao William Carvalho mas, sinceramente, não me pareceu nada disso. Pareceu-me sim que Bruno de Carvalho estava a "explicar" ao jogador porque estava irritado com a equipa de arbitragem. Ou seja, falou com o William como podia ter falado com o Nélson ou o Paulinho. Foi o primeiro que lhe apareceu.
Teria que rever as imagens para saber se foi de facto isso que aconteceu.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.08.2013 às 11:58

Tem razão, foi lapso meu. O clube que ele treinou na Madeira foi o Camacho.

Jogo particular ou não, conduta deplorável além do facto de que ele nunca devia ir para o banco. Faz parte da imagem populista que tanto se preocupa a cultivar e do seu narcisismo, sem benefícios pragmáticos para o Sporting.

É curioso verificar quem não viu o raspanete. Pela expressão do William , estava à procura de um buraco para se esconder.

No todo, um cenário ridículo que só não vê quem anda obcecado com a pessoa.
Sem imagem de perfil

De peyroteo a 06.08.2013 às 12:28

Tenha havido raspanete ou não (reafirmo que não me pareceu ter sido o caso, aliás nem coloquei essa hipótese pelo absurdo), o comportamento foi excessivo e preocupante.
Tem que haver um meio termo entre a ausência do anterior presidente e o excesso de protagonismo do actual. Esperemos que esta situação seja revista.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.08.2013 às 12:36

O Bruno não vai abdicar desta postura que ele está determinado a manter.

O último presidente cometeu erros, todos reconhecemos isso, e é responsável por tudo sem ser culpado por tudo. A sua ausência física aonde ?... No banco ou no balneário ?

O "segredo" da boa liderança é saber delegar, sempre foi e sempre será, mas o Bruno está a viver o seu sonho de criança e irá manter todo este protagonismo. Falta saber em que áreas ele intervém que não estão à vista pública e até que ponto Leonardo Jardim irá tolerar a situação.

Sem imagem de perfil

De peyroteo a 06.08.2013 às 12:43

Godinho Lopes era pouco presente junto da equipa. Não em termos de banco, por isso também não concordo. Não vejo qualquer benefício nisso.
Mas parece que BdC não vai abdicar disso tão cedo.
Sou a favor de um presidente que diga presente junto da equipa mas sempre de forma discreta. E acredito que essa seja a maneira de pensar da maioria dos adeptos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.08.2013 às 12:48

Penso que "de forma discreta" é a ideia. O problema é que o Bruno não pretende viver o seu sonho discretamente.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo