Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

19797011_GI32w.jpg

 

#1 - Temos qualidade para ganhar?

 

No final da temporada registaram-se 86 pontos no campeonato. Uma performance muito elevada, fruto da conjunção de factores directos e não directos ao planeamento da época. Tivemos quase um pleno de vitórias nessa pré-época, alcançando no primeiro jogo oficial uma vitória categórica – a Supertaça – perante o SL Benfica. 86 pontos fariam do Sporting campeão 97% das disputas em campeonato, mas convém reconhecer que estes pontos não são uma matemática possível de realizar sempre. Existe alguma conjugação planetária que nos diga que, perante um acumular de pontos cada vez maior nas últimas três épocas, se farão ainda mais pontos nesta próxima? Mais a mais, observando-se com algum detalhe estas últimas exibições, alguns elementos do presente plantel demonstram lacunas não coadunáveis com os níveis de exigência do nosso Clube. As limitações mais visíveis são evidentes perante os resultados mais recentes. Sem reforços, mesmo com a entrada dos nossos “4 mosqueteiros”, não se pode ambicionar muito.

 

#2 - Jesus estará motivado?

 

A entrada de Jesus trouxe-nos uma “alma” que de algum modo alinhavou crença e atitude, elevando a confiança de todos nós rumo a um estado de graça positivo. Agora trata-se do momento em que se exige outros valores com o empenho de outrora, como a consagração da qualidade do técnico, assim como a sua plena justificação do avultado investimento que representa o seu ordenado, um ano mais. Inexplicavelmente observa-se-lhe um semblante cansado (triste?), introspectivo, quase denunciando algum desgaste ou falta de confiança. Talvez este projecto do Sporting não seja a melhor pré-reforma de uma carreira que se “limitará” ao nosso campeonato, reconhecendo nós que correremos o risco desta nossa ambição se diluir igualmente com o tempo. Só na vida real os casamentos deveriam ser eternos: se as pessoas não estão bem, sigam a sua vida. Se querem continuar casados, entreguem amor incondicional, e essencialmente, cuidado com desabafos infelizes que em nada melhoram a confiança alheia.

 

#3 - Clube único no mundo a ser atacado por “Croquetes” ou “Cromos”?

 

Afiaram-se as facas para se proceder a uma "limpeza", de acordo com as directrizes que definem este “Novo Sporting”. “Croquetes Nunca Mais”, nem mesmo como entrada, pois agora está na altura de coleccionar Cromos para “aguçar o apetite”. A sabedoria popular diz-nos que “Homem pequeno, velhaco ou dançarino”. Assim sendo, neste Tango que é o “Novo Sporting”, eis que surge uma espécie de “Napoleão” para discursos de nova Era. Sendo o fetiche da Monarquia o Bobo da Corte, compreende-se esta necessidade de tal personagem neste reinado. Se tal não for, talvez alguma dívida por serviços prestados ao nosso Clube em Abril de 2014, numa parceria Jornal de Notícias/Proteste Investe com objectivos de avaliação ao nosso Gabinete de Apoio ao Investidor?

 

#4 - Dr. Strangelove em exibição no Alvaláxia?

 

Para quem não conhece, “Dr. Strangelove” é uma obra de 1964 do já falecido realizador Stanley Kubrick. Sintetizando, trata-se de uma narrativa que envolve o esforço de políticos e militares em inibir as tresloucadas pretensões de um General em iniciar uma Guerra Nuclear. Sr. Carlos Vieira, de colega para colega, peço-lhe o seguinte: coloque em prática todo o seu conhecimento e saber! O sucesso da Área Financeira, como tão bem o Senhor saberá, depende de seis factores: muita cafeína, ideias, amigos, estudo, liberdade e um telefone. Aqui entre nós, o sucesso desta Alemanha deve-se ao inverso da teoria social da Coreia do Norte. Saque um coelho da cartola, ponha uma ideia em prática, trate de realizar as receitas extraordinárias. Se o problema é o “Dr. Strangelove” ou alguma Magia Negra Angolana a pairar sobre o escritório, inibindo-lhe de algum modo o cenário de intervenção, então demita-se. Como é possível não se fazer nada neste campo em três anos!

 

#5 - Foi a "Formação" que deu a Champions ao FCPorto?

 

Amarante FC, Oriental de Lisboa, Guarani, Young Pirates, Zalgiris Vilnius e Velikie Luki foram alguns dos clubes que estiveram na formação de jogadores campeões europeus pelo clube português, orientados por um técnico com apenas 4 anos de experiência. Sim, não me esqueço que Nuno Valente (Sporting) também lá estava. O que se pretende reflectir com este ponto 5, baseia-se na fundamentalização de uma observação incessante para com a jóia da nossa coroa (a Formação) no sentido de elevação constante do clube, afim de combater uma tendência de falta de títulos no futebol. Por vezes invade-me uma sensação de que somos “nós contra o mundo”, fechando os olhos ao presente, assim como à necessidade do Sporting entender que neste planeta actual, carece de realismo acreditar que os melhores jogadores se podem manter demasiado tempo no Clube. Bolas, “uns” apenas falam em 60 milhões com a mesma naturalidade com que “outros” colocam no bolso o mesmo valor (SL Benfica com Gaitan e Renato). “Uns” dizem felizes que “não enchem a barriga a empresários”, outros dão-se ao luxo de nos “roubar” Mitroglou e Cervi por diferenças de 2/3 Milhões. Esta estratégia adoptada pela Comunicação do Sporting aparenta ser um “modus-operandi” para encobrir algumas lacunas...

 

#6 - Não quero ver J. Mário nem Podence 10 anos no Sporting…

 

… nem que para tal tenham de lhes colocar umas tranças e realizem 35+45 Milhões de Euros. Acima de tudo, gosto do Sporting como o Clube que é, assim como o que este representa. Nós não somos os Moicanos contra o Invasor. Somos o Sporting Clube de Portugal, um clube moderno com uma extraordinária apetência para formar jogadores de classe internacional mas que teima em olhar para estes como o nosso “primeiro amor que não se esquece”. Urge entender que estamos em desvantagem perante toda a Europa desenvolvida no que respeita a fontes de financiamento directas da nossa economia. O Sporting não pode cair na tentação de um sobre-endividamento em ordenados, inibindo a fluidez financeira do Clube para outros fins.

 

#7 - Vergonha em vender João Mário por 30/40 Milhões?

 

Agora que todos acreditamos neste Sporting estável (?), coloca-se a nossa instituição no papel de grande Imperador da Europa. Antes que se culpe a Comunicação Social de que terá sido esta a inibir um grande negócio ao Clube, temos de, com honestidade, questionar se existe mesmo algum clube na Europa interessado em fazer negócios connosco. Ou que algum clube acredite mesmo no Dr. Strangelove.

 

publicado às 11:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


39 comentários

Sem imagem de perfil

De Lda a 27.07.2016 às 11:37

Caro Drake,

estas questões, mais do que aos adeptos, cabe a quem gere a SAD analisar. Porque creio que um larga maioria dos adeptos - excepto aqueles por necessidade material, fidelidade canina - já perceberam a pertinência das questões. Nesse sentido estes últimos tempos têm pelo menos a virtude de ajudarem estarem a ser esclarecedores.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 27.07.2016 às 11:43

De facto, caro Lda.

Felizmente os sportinguistas têm um perfil de observação bastante extenso comparativamente ao adepto tradicional de futebol, pese embora sentimentalismos mais recentes não permitirem por vezes uma introspecção mais pura.
Sem imagem de perfil

De jose a 27.07.2016 às 11:49

Caro Drake,
Como é que explicar que o perfil dos sportinguistas é tão extenso e deixaram que o Sporting batesse no fundo?

Há 3 anos o nosso clube estava completamente falido, passes dos jogadores totalmente alienados, vendiam jogadores ao meio da época para pagar salários, desportivamente com comportamentos que envergonhava qualquer sportinguista.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 27.07.2016 às 11:59

Estimado José.

Conforme podemos observar nas redes sociais (Blogs, nomeadamente) afectas ao Clube, é notório que a maioria dos sportinguistas mune-se de pesquisas e avaliações pessoais como argumentos para uma boa discussão de ideias. Naturalmente que nem todos concordamos com o mesmo, mas penso que é reconhecível tal esforço e desempenho.

Daí o tal "perfil de observação" mais extenso que referi. O que não implica que a todos nós sportinguistas assista por vezes a mesma "ingenuidade" que outros emblemas desenvolvem nas suas falanges, há bastante tempo.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 27.07.2016 às 12:10

Ao adepto de futebol estará sempre subjacente uma grande dose de fé (no SCP ainda é maior :) )... reconheço que isso nos possa tirar alguma clarividência mas não nos cega :).
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 27.07.2016 às 12:18

Assim desejamos Sérgio.
Imagem de perfil

De Profeta a 27.07.2016 às 19:26

Quando é que mudam de disco? Já enjoa, não?
Sem imagem de perfil

De jose a 29.07.2016 às 18:45

O caro profeta é que anda com o disco riscado, a sua oratórios versa o caala e os investidores e não passa disso...
fique bem e veja sse arranja um novo disco
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2016 às 11:46

Caro Drake,

1- se temos qualidade para ganhar? eu acho que actualmente temos o melhor plantel da I Liga portuguesa.... comparativamente com os rivais ainda não perdemos um único titular.

2- JJ estará motivado para dar o titulo que o nosso clube procura há 14 anos... voltar a ser campeão, e assim ficar na história do nosso clube!

3- Os croquetes é que estão à margem do Sporting.... criticar por criticar não é ser sportinguista, a critica tem de ter um fundamento técnico e democrático e depois da recuperação financeira que BdC fez, virem dizer que afinal era fácil, só demonstra o que a croquetagem andou a fazer ao Sporting.... por poucos não acabámos! A oposição tem de existir, mas tem de existir baseada em factos e não em capas de jornais que simplesmente fazem a campanha dos rivais.

6- O que acha da venda de ronaldo aos 18 anos? não o revolta o melhor jogador do mundo ter feito apenas um dezena de jogos de leão ao peito?

7- a isto denomino de equilibrio financeiro.... bem diferente daquela venda em Março de 2013, antes das eleições.... ou já andam esquecidos para onde foi o dinheiro dessa venda?
Sem imagem de perfil

De Jorge a 27.07.2016 às 12:04

Só uma duvida relativamente ao ponto 7: O Montero não foi vendido em Janeiro de 2016? :-D
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 27.07.2016 às 12:15

Jorge,

Correto mas existem 2 grande diferenças nessas duas vendas:

1. Wolfs era o titularissimo e o nosso goleador de então, Montero era suplente (infelizmente).
2. Wolfs só saiu no final da época, Montero saiu em Janeiro.

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2016 às 12:51

Sérgio,

Para além dessas diferenças, o Sporting de BdC não tem ordenados em atraso.... e foi para isso que foi o dinheiro da venda do Wolfswinkel....
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 27.07.2016 às 13:22

Schmeichel,

Julgo que essa seria óbvia demais para ser mencionada.

SL,
Imagem de perfil

De Corvo a 27.07.2016 às 12:11

a minha aprovação é para o Schmeichel
Já agora acho que merece mais
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2016 às 12:56

Cara ave,

Não deveria estar a fazer claque àquele gestor orelhudo que comprou o jogador mais caro da história do futebol português ao clube que só dá barretes em Portugal?!?!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2016 às 13:31

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2016 às 14:06

Ainda vamos ouvir dizer pela lampionagem, que comprar o Jimenez por 22M e vender o Gaitan por 25M foi um acto de gestão fantástico.... preparem-se, é porque dizer como justificativo pelo valor pago, que ele marcou um golo ao Boavista é no mínimo ridículo!
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 27.07.2016 às 14:28

Pensava que estariam todos focados na "clarificação" do contrato assinado com a NOS o ano passado.

Clarificar um contrato assinado a meses ... ainda vai prescrever antes de ser clarificado LOL!
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 27.07.2016 às 12:13

Schmeichel, o Sporting manteve-se arredado durante décadas da estabilidade e dos títulos. Apenas por alguma magia o Clube ultrapassaria as suas dificuldades em três anos, assumindo-se como "financeiramente equilibrado". Conforme lhe referi, hoje a Banca assume um papel bem mais activo nos destinos do Clube conforme objectivado por Godinho Lopes numa das poucas acções de reflexos positivos que terão sido lançadas no decorrer da sua presidência.

De acordo com o noticiado, a venda de van Wolfswinkel serviu na ocasião para liquidação de vencimentos. Qualquer venda actual que exista no Sporting, será totalmente gerida pela equipa designada pelos credores que definem os rumos negociais do nosso Clube. A estes cabe saciar os interesses dos quase 30 Milhões de Cash-advance em 2016.

Mas respeito a sua opinião.

Em relação à venda de Cristiano, tenho de concordar que me custa de facto. Mas se a venda representar saneamento financeiro para o Clube, para mim todo o jogador é dispensável. Prefiro manter o Clube do que o estilo de vida do jogador.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2016 às 12:54

Quando digo que estamos financeiramente equilibrados é apenas num sentido comparativo com os nossos rivais, já que do ponto de vista técnico todos os clubes estão falidos.... o Sporting conseguiu nos últimos 3 anos atingir uma situação financeira sem estar constantemente com a corda na garganta.... isso reflecte-se no fairplayfinanceiro, reflecte-se na rejeição de propostas sobre nossos jogadores e reflecte-se no aumento da despesa.
Imagem de perfil

De Profeta a 27.07.2016 às 19:30

Isto consegue ser mais deprimente que os Batanetes. Oh shemeichel... fdx!
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 27.07.2016 às 12:00

Olha, então apagaste o meu post humorístico? :P
Podias ter respondido e eu falava lá.
Vamos lá então abordar os pontos:

1- Temos qualidade para fazer o mesmo número de pontos. Se isso é suficiente para ganhar, também depende dos adversários;

2- Mais do que nunca. Deve ter sido dificil de digerir o 2º lugar na época passada quando o 1º esteve tão perto. Se fosse eu, estaria raivoso por ganhar, este ano;

3- Não sei responder pois não conheço as realidades dos outros. Mas também, sinceramente, não me interessa a resposta para nada;

4- Não posso comentar pois não percebo nada do assunto;

5- A formação é para dar dinheiro e alguns talentos, mas para dar títulos é preciso jogadores já feitos e bons. Não se consegue ser campeão só com "juniores" mesmo que sejam todos muito bons; Já agora, Mitroglou não o queria no SCP a não ser que fosse para substituir Slimani e não para jogar ao lado dele; Cervi, não conheço a capacidade do jogador;

6- Correto. Mas o número de anos suficiente para se valorizarem e sairem por muitos milhões;

7- João Mário não deveria sair antes de jogar uma champions (de preferência fazendo uma boa champions), pois é aí que os jogadores se valorizam mais. E quem diz João Mário, diz os outros todos BONS jogadores que temos;
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 27.07.2016 às 12:13

1- Factualmente, o Sporting mantém todos os titulares da equipa que bateu recordes na época passada, reforçada pela integração de 2 revelações da Liga ( Iuri e Palhinha), mais Alan Ruiz, que mostra credenciais, mantendo treinador, modelo e processos de jogo.

Há lacunas no plantel, mas há mais de um mês de mercado pela frente e é algo precoce fazer grandes considerações por esta altura a não ser que mantemos a base que tão boa conta deu de si. Mantemos, para já.

2- JJ renovou o seu contrato, lembro. Há pouco tempo. Não me considero capaz de fazer análises psico emocionais num contexto de preparação da época cujos resultados são maus e obviamente deixam as pessoas insatisfeitas/preocupadas.

7- O Sporting não é campeão desde 2002, raramente lutou pelo título desde essa data e vem finalmente de uma época onde discute o título até ao fim e praticando bom futebol, para o qual contribuiu sobremaneira a manutenção da base da equipa nestes 3 anos. É evidente que o título é a prioridade máxima e que o Sporting considera fundamental a manutenção da tal base. As saídas seriam melhor aceites com o titulo na mão, assim resiste-se até onde se puder, até porque há a convicção que há margem para aparecerem propostas superiores às que foram recusadas ( e aí está a contradição que aponto no seu post, quando fala de um mercado hostil, mas disposto a bater por larga margem o recorde de vendas do clube ).
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 27.07.2016 às 12:31

Hipoteticamente falando, este ano poderemos bater todos os recordes em vendas; vamos aguardar que sim, procurando reconhecer o destino que tais verbas terão à posteriori.

Entretanto em Inglaterra circula a informação que os jogadores do Sporting estão sobre-valorizados ou hiper-inflacionados, levando potenciais interessados a procurar alternativas dentro do próprio mercado inglês.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 27.07.2016 às 12:43

Eu espero que não saia mais que um, no máximo 2. Seria um tiro nos pés destruir a base da equipa, que tem sido a sua força motriz.

Veremos se daqui a uns dias não estaremos a dizer que 35, 40M foram bem recusados. Porque são menos que 50 ou 55.
Sem imagem de perfil

De Gonçalo a 27.07.2016 às 12:23

1 - Continuamos com um bom 11 caso todos se mantenham focados, e aqui falo em particular para o JMario, Slimani e também o William. Mas o plantel como um todo parece-me insuficiente. A luta será mais uma vez com o benfica, o porto parece-me completamente desnorteado. Mas não acredito que tão cedo alguma equipa chegue aos 86 ou 88 pontos novamente.

2 - Impossível dizer, mas o mais importante é perceber se o plantel continua motivado a trabalhar com ele (sobretudo os repetentes da época passada, obviamente). Aquela tirada "desta equipa só há 2 titulares" deverá ter caído pessimamente entre aqueles que têm dado tudo na pré-época para ganhar lugar. São coisas que simplesmente não se dizem, mas já se sabe que a boca do Jesus é o seu maior defeito de fabrico.

3 - A comunicação da era BdC tem sido a definição perfeita de vergonha alheia e esta figurinha que agora entrou está a conseguir fazer pior ainda. Mau demais.

4 - Parece que não, mas este ponto confunde-se com o anterior. Areia para os olhos constante, criação constante de polémicas e ataques ao rival a destempo. Pena que muita gente não se interrogue porquê.

5 - Obviamente que as vendas não se concretizam porque o valor real disponível para investimento, em virtude do acordo com a banca, seria insuficiente para colmatar as saídas dos melhores. Isso e o ego parolo do BdC que teima em olhar para os números dos outros.

6 - Quando se continua a dizer "não precisamos vender, temos as contas estáveis" é impossível sequer debater este assunto.

7 - Diz o agente que sim, que as ofertas existiram. Mas voltamos ao ponto 5.
Sem imagem de perfil

De jpinto a 27.07.2016 às 12:39

Em primeiro lugar e ao contrario do que o LDA e o Drake Wilson referem, nunca se abordou com tanto detalhe a situação ou as varias situações do Sporting como nestes ultimos anos - e quando digo ultimos anos - digo desde 2011

Tivemos varios anos sem verdadeiras eleições e sem os socios se preocuparem muito com isso

Hoje muito também devido ao fenomeno das redes socias, parece que estamos constantemente a 1 semana das eleiçoes.

Sobre a situação actual do Sporting - têm toda a razão aqueles que acusam BC de não ter a melhor das relações com os empresarios, mesmo que uma eventual aproximação significasse um estabelecer de ligações mts vezes sinuosas como acontece por exemplo no Benfica

Temos e sempre tivemos dificuldade em vender mas esperaria que este ano fosse diferente pela boa exposiçao que alguns dos nossos atletas tiveram

O Sporting como está tem qualidade, mas precisa de vender e não precisa de ter jogadores a permanecer descontentes

Só precisamos de uma boa venda - seja JM ou SLi, ou outro que se consiga essa venda, que se renove com os que não sairem e que se contrate 3 ou 4 jogadores bons.


Não sei o que quer dizer com cromos, nem nunca ouvi essa expressão relacionada com nenhuns adeptos do Sporting - não gosto mesmo nada de andarmos a chamar nome uns aos outros - isso nao é o Sporting
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 27.07.2016 às 12:58

Cromos, numa óptica de coleccionismo de responsáveis pela vertente de comunicação do Clube, vulgo Departamento de Correcção para Jovens Intelecto-delinquentes.

Cromos, também pela marca muito pessoal com que estes se representam em declarações, pouco de acordo com os melhores interesses institucionais do Clube ou objectivos do mesmo.

Cromos, porque assim como acontece em qualquer colecção, ao fim de um tempo em cada "saqueta" saem sempre Cromos semelhantes a anteriores (repetidos).
Sem imagem de perfil

De PSousa a 27.07.2016 às 15:00

1-Temos
2-Sim
3-Sempre existiram estes cognomes, não é novidade
4-...
5-...
6-Não me importava de os ver 10 anos no SCP, só que não temos "a capacidade" financeira para o fazer versus outros "campeonatos"
7-Não há que ter "vergonha", mas podemos sempre "tentar" melhor e mais!

Haveria outros pontos a debater, mas esses se calhar seriam "pró-BdC" e esses não interessam! Há que saber os pontos bons, menos bons e maus de uma "pessoa", de uma gestão ou de qualquer outra coisa... e não só o que achamos "mau", para "atacar".
Sem imagem de perfil

De joao pereira a 27.07.2016 às 15:47

Caro Drake,

Como adepto de bom futebol irei tentar analisar as suas questões:

1- Qualidade para ganhar.
Acho que este plantel é curto e diferenças qualitativas demasiado grandes, mas acho que pode lutar em todas as competições nacionais para ganhar.
Nas internacionais acho que não tem.

2- Motivação de Jesus
Acho que tem senão já tinha saido.

3- São guerras internas pelo poder e pela manutenção do mesmo a qualquer custo
Criação de inimigos externos e internos na tentativa de criar um "Sebastianismo", "só eu posso salvar o Clube do abismo"

4- Transparencia financeira não é amiga do futebol (em nenhum Clube).

5- Em paises de ligas periféricas como Portugal, a formação de jogadores e técnicos é determinante para o sucesso dos mesmos.
As grandes vitórias dos vários plantéis são um misto de veterania e joventude.
A última grande vitória de um Clube maioritariamente formador foi o Ajax com a sua geração de ouro, irmãos deBoer, Kluivert, Seedorf, Van der Sar, Davids, Bogarde, Overmars, Reiziger mas também veteranos em posições chave como Winter, Blind e Litmanen.
A formação trás 3 tipos de jogadores,
a- Plantel principal
b- 2ªs linhas ( rodar / banco / emprestar)
c- Para vender.

O sporting forma bons jogadores mas o aproveitamento financeiro e desportivo é normalmente feito por outros Clubes.

6- Aí dependerá do seu rendimento desportivo, motivação dos atletas mas sobretudo das propostas que cheguem ao Clube.
E deixo a pergunta também, será que o Clube quer ? e os jogadores ?


7- Não, não é.
Sem imagem de perfil

De Nicolae a 27.07.2016 às 17:09

Muito sinceramente, e assumindo - me desde já como Benfiquista e sem qualquer vontade de insultar alguém com a minha presença, creio que o Presidente do Sporting está a jogar um jogo muito perigoso. Não sei, nem me cabe saber, qual a %, se existe alguma, da venda de jogadores do Sporting que irá directamente para credores. Se ela existe e for considerável, uma venda de 40 ME pode resultar num encaixe financeiro de apenas 20 ME, mas, também tenho esse problema com o meu clube fruto das comissões pagas ao empresário oficial do reino.
Qual é para mim a questão ?
O Presidente do Sporting, fruto de uma estratégia comunicacional de enfrentamento de empresários e fundos alienou aliados e parceiros negociais. Não vou discutir a justiça ou injustiça da sua cruzada, sei que o resultado é o quase isolamento do Sporting numa vertente fundamental para os clubes portugueses, sempre a competir num mercado que favorece os grandes clubes europeus.
Eu não queria que Renato saísse, como não queria perder Rodrigo nem Markovic, nem outros que não vou enumerar. Compreendo os Sportinguistas que não querem ver a saída dos seus 4 campeões europeus (aí somos diferentes, estou louco por ver sair o campeão europeu do Benfica), a questão é que manter jogadores descontentes a todo o custo pode sacrificar a sua vontade e garra, bem como mandar a mensagem a futuros reforços que quando cá chegarem dificilmente sairão. Os clubes portugueses são formadores ou portas giratórias para jogadores que querem valorizar e sair, manter jogadores com mercado mais do que 2 ou 3 anos pode ser muito arriscado.
Sem quaisquer segundas intenções ou faltas de respeito,espero ter contribuído para o vosso debate.
Saudações desportivas
Sem imagem de perfil

De Amaf a 27.07.2016 às 21:47

Julgo que é a primeira vez que encontro um comentário de um Benfiquista, feito num blogue do Sporting, em que embora não concordando com algumas coisas, só posso elogiar. Parabéns pelo seu discernimento.

Se nesta altura existem aspectos (na minha opinião há vários) que merecem ser elogiados na gestão de Bruno de Carvalho, a "cruzada" como lhe chamou contra fundos e empresários é uma delas.

Julgo que apesar de imensos falhanços em contratações, ficou claro que é possível gerir um clube de futebol sem todos os anos vender alguns dos principais activos, mantendo uma equipa competitiva pelo menos nas provas nacionais. Na minha opinião, caiu por terra o mito que os clubes de futebol necessitam ano apôs ano de vender os principais jogadores. É óbvio que para um orçamento equilibrado não podem comparar jogadores a custarem 10, 15 ou 20M euros, isso são compras para clubes Ingleses, Espanhóis, etc...
Não me estou a esquecer dos quase 20M de prejuízo que provavelmente serão apresentados nas contas deste ano, mas também não me esqueço que a maior parte do valor entre outras coisas mais ou menos discutíveis. foi utilizado na construção de um importante activo que será o Pavilhão João Rocha.

Os clubes em primeiro lugar, existindo equilíbrio financeiro, terão de ter objectivos desportivos os objectivos financeiro, leia lucro e distribuição de dividendo, são de outro tipo de empresas, e não podem de forma alguma ficar reféns dos empresários cujo interesse em manter em constante rotação os jogadores garantindo dessa forma chorudas comissões, dos fundos cujo objectivo é o lucro imediato e á primeira proposta que lhes garanta importantes mais valias e dos jogadores, que esquecem os objectivos desportivos à primeira proposta milionários que os empresários lhes colocam à frente. Esquecem que quando o clube assina com eles assume um importante compromisso de lhes pagar um bom salário independentemente do rendimento desportivo.

Embora não me interesse muito, os assuntos relacionados com o Benfica, mas atendendo à forma elevada, como colocou este comentário, deixe fazer esta observação. O capital gasto na aquisição do Jimenez, não daria para suportar um aumento de vencimento ao Gaitan, impedindo a sua saída, ele que nem estava muito interessado na saída, ganhar mais é óbvio que estava interessado em ganhar mais. Pode argumentar, se pagassem mais ao Gaitan, haveria outros jogadores a reivindicarem o mesmo, mas os 22M davam mesmo para aumentar substancialmente o tecto salarial do Benfica.
Quem beneficia com a mudança de camisola do Gaitan e do Jimenez? Nesta altura, não posso dizer que o Benfica será muito prejudicado, porque não conhecemos o rendimento desportivo que Jimenez possa ter no futuro e qual o compromisso que o Benfica assumiu com o empresário, provavelmente na falta de rendimento desportivo no próximo ano coloca o jogador no Wolves a troco de 25M, mas uma coisa que lhe posso dizer já - Para já o Benfica ficou a perder, viu sair um símbolo e um dos melhores jogadores nas ultimas épocas.

Quanto às vendas do Sporting e mais concretamente do João Mario, contrariamente ao que diz o seu empresário, julgo que tem mais 4 anos de contrato, só tem de concentrar-se e dar o máximo, e quando houver uma proposta que lhe agrade a ele e ao clube, então poderá negociar a saída. Chantagens de empresários e ou jogadores, tipo Moutinho, só resultam quando os clubes efectivamente estão falidos. Não me interprete mal, tecnicamente estão todos, mas é possível fazer uma exploração anual equilibrada e com objectivos desportivos, mas para isso não podem os clubes estar subjugados pelos interesses dos empresários e fundos. Para já e espero que assim continue, BdC tem provado que é possível ter objectivos desportivos e gestão financeira equilibrada sem a necessidade de se ajoelhar perante os empresários e fundos. Esta é a leitura que eu faço, admitindo que possa estar a fazer um juízo errado pois como é óbvio não conheço os contornos de todos os actos de gestão, apenas vou lendo os relatórios e fazendo um filtro a muitas das noticias que vão sendo publicadas supostamente por "jornalistas e comentadores isentos".
Imagem de perfil

De Profeta a 27.07.2016 às 19:47

86 pontos, mas gerindo a equipa a seu belo-prazer na liga europa e na taça da liga. Para não falar que na taça de Portugal também saímos cedo.

Este ano, ainda por cima com champions, a exigência será outra, e duvido que haja condições para essa pontuação
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.07.2016 às 21:58

Para já a equipa é a mesma do ano passado e com alguns (poucos) reforços. Mas sim, não será todos os anos que se fazem 86 pontos, e se o fizer quase de certeza que será campeão.

A gestão da equipa, independentemente de ser a champions ou LE terá de ser sempre feita, ou acredita que tem de jogar sempre os mesmos?

Só um exemplo, nos anos que o Benfica chegou às finais da LE, praticamente tinha duas equipas de titulares. Os jovens da formação, mais as contratações experientes, terão de se assumir, infelizmente este ano isso não aconteceu em alguns jogos ... não acha que os suplentes tinham obrigação de ganhar à equipa da Albânia? Ou ao Portimonense?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.07.2016 às 22:08

Meu caro,

Neste blogue exige-se que o leitor se identifique (nome/pseudónimo) para comentar. Fica o alerta para evitar ser editado.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo