Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"A oportunidade nunca é perdida"...

Rui Gomes, em 23.08.13

 

 

... "Alguém vai sempre aproveitar as que perdeu". Assim disse William Shakespeare... Acho que o "Bruno" leva estas palavras à letra, nunca perdendo uma oportunidade para aparecer nas capas. Quantas entrevistas já concedeu em pouco mais de 4 meses ?

 

publicado às 10:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


73 comentários

Sem imagem de perfil

De jcp a 23.08.2013 às 13:33

Caro Rui, eu não disse que não devemos trabalhar com empresários, teremos que trabalhar com eles necessariamente, mas não necessariamente com todos.
No caso dos nossos jogadores que tenham empresário que por razões várias não é do agrado do SCP, é lógico que a direcção sugira que mude de empresário ou que assine sem o conhecimento ou a revelia deste, não quer, não tem problema, não renova… não renovando obviamente que jogador não espere que faça parte da solução desportiva, outro jogador irá para o lugar dele e numa outra comparação, não é tao pouco frequente que a lesão de um jogador é o sucesso do seu substituo. De insubstituíveis, está o cemitério cheio.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2013 às 14:49

Isso é simples teoricamente. Concordo que se o Sporting não pretende lidar com certos empresários, está no seu direito, e, por conseguinte, não aceitará novos jogadores no clube que seja representados por eles.

A história é bem diferente com jogadores que já são do Sporting. Não deve e não pode exigir que o jogador negoceie à revelia do seu representante, é uma acção ilícita. Agora, pode optar por não negociar renovações com este ou aquele empresário, mas arrisca-se a perder talentos em que já investiu anos, tanto em dinheiro como em recursos humanos.
Sem imagem de perfil

De jcp a 23.08.2013 às 15:25

Caro Rui, o sporting não obriga ninguém assinar um novo contrato, mas pode sugerir o modo como pretende, se um determinado empresário não tem sido correcto na óptica da direcção, acho bem que sugira ao jogador que mude de empresário ou assine a revelia deste e não vejo nenhuma acção ilícita, se não quiser renovar e citando o BC, fica num processo evolutivo. Mau era não sugerir nada e não renovar…
Quanto ao retorno do investimento dos talentos e sendo a academia segundo entendidos é das melhores do mundo, infelizmente não tenho visto qualquer retorno desportivo ou financeiro. Entretanto se olharmos para a selecção, grande parte dos jogadores passaram pelo sporting.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2013 às 16:14

O Sporting tentar mover o jogador para mudar de empresários ou assinar contratos à revelia deles é conduta ilícita, tanto quanto ao Sporting como ao que concerne o jogador, que também tem contrato com o empresário e arrisca repercussões jurídicas se transgredir os termos do mesmo.

Essa do não haver retorno desportivo ou financeiro da Academia é uma autêntica falsidade. Já escrevi bastante sobre esta temática ao longos dos anos mais recentes. Recordo numa determinada altura que só com uns quantos - sem pesquisa não me recordo quem e quantos - o Sporting já tinha lucrado muito para cima de 100 milhões de euros. Essa é uma conversa avulsa propagada à conveniência e por quem não está bem informado. Até parece que foi o "Bruno" que agora começou com a formação.

O único problema que afectou a formação e os seus patamares de retorno são dois, associados ao mesmo: a desde sempre carente situação financeira do Clube e a falta de competitividade, nomeadamente a montra da Champions , que é a plataforma mais propícia para exibir os talentos e lucrar com eles.



Até porque o retorno da formação tem contas complexas, pelos direitos de formação e o acordo de solidariedade . A exemplo, e digo isto por alto sem ir verificar os números, o Cristiano Ronaldo, que foi vendido por 17 milhões na altura, agora já rendeu 22 ou 23 milhões, e o que aconteceu com ele acontece com outros. O Hugo Viana, vendido pelo excelente montante na data de 12 milhões, também já rendeu muito mais, entretanto, pelas diversas mudanças de clubes que fez. Mais recente o Miguel Veloso e o João Moutinho, etc..

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo