Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não me revejo...

Rui Gomes, em 06.09.13

 

 

Celebrava euforicamente a vitória de Portugal sobre a Irlanda do Norte e a magnífica exibição do "nosso" Cristiano Ronaldo, quando deparei com o que eu considero ser uma triste notícia sobre o comunicado do Sporting à CMVM, participando a rescisão de contrato com Bojinov por "abandono de trabalho". Reagi prontamente, em fúria, e escrevi um texto em tom bastante agressivo. Entretanto, o meu bom senso prevaleceu, felizmente, e levou-me a fazer pausa e a reflectir ponderadamente a contenda.

 

Limito-me, portanto, a declarar que não me revejo neste tipo de acções por parte do meu Clube. Será ingenuidade minha ?... É muito possível, mas acima de tudo penso que a minha devoção pelo Sporting faz com que esteja a levar estas coisas a sério de mais. Não vale a pena !!!

 

publicado às 23:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


48 comentários

Sem imagem de perfil

De sergiom a 07.09.2013 às 22:49

Mas caro Rui acredite que eu não estou a idolatrar ninguém, óbvio que pelas opiniões trocadas eu gosto mais desta direção que o Rui, mas eu só estava reforçar a existência de clube ou não no futuro, e pelas palavras da pessoa Nobre Guedes a sobrevivência estava em causa, e Agostinho Abade reforçou essa ideia há dois dias.

E havia já muitos associados que se punham essa questão, foi um facto que foi equacionado.

É verdade que em 107 anos já atravessamos outras crises, e o caro Rui que já esteve lá dentro e que viveu algum momento mais difícil, provavelmente não terá, felizmente, passado por nada deste género. Só me recordo de um período em que João Rocha, também por dificuldades financeiras, esteva a época quase a arrancar e ainda não tinha plantel.

Mas depois retomamos o bom caminho, João Rocha conseguiu muito patrimonio e mesmo com Sousa Cintra, foi um presidente que merecia ter sido campeão, tivemos sempre boas equipas.

A verdade é que se este período não foi o pior, foi dos mais negros.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.09.2013 às 23:23

Caro Sergiom , o termo não foi dirigido a si, mas na generalidade pelo momento que atravessamos.

Ninguém minimamente sensato pode discordar que os últimos tempos foram "negros". A gestão desportiva foi horrorosa e eu muito a critiquei.

É verdade que não sou grande admirador desta Direcção, nomeadamente do presidente, ele, sobretudo, mas pela minha posição muitos pensam que sou defensor da última gestão, o que não é e nunca foi o caso. Godinho Lopes até fez algumas coisas boas mas tudo é ofuscado pela gestão desportiva e pelos gastos, claro. Mas, como já disse inúmeras vezes, a grande ironia é que se os resultados tivessem aparecido e se tivesse ganho alguma coisa, ainda hoje estaria no poder.

No contexto futebol, por muito relevante que a equipa principal seja, o que mais me preocupa é a formação e a reestruturação de recursos humanos nesta. O problema é que contrário aos profissionais, as consequências com a formação levam alguns anos para se poder avaliar. Concordo, por exemplo, que era necessário uma melhor definição de pessoas e cargos e alguma "limpeza" - aliás , GL também fez isso até um certo ponto - mas algumas nomeações, mais por simpatias do que por competência, poderão vir a ser cruciais. Inclusive, e já afirmei isto em outras ocasiões, a exemplo radical do que aconteceu com Sá Pinto, também a promoção de Abel Ferreira for precipitada. Na minha opinião, não tem experiência suficiente para liderar profissionais e, especialmente, na fase mais crucial de todas, a transacção entre a formação e a equipa principal. Dito isto, pode-me provar errado, mas penso que não. Um atenuante , ou seja, um factor que minimiza quais eventuais danos, é a frequência com que Leonardo Jardim convoca os da equipa B para treinar com ele. Excelente medida, na minha opinião. Muito por isto, também eu tenho insistido que Labyad , pelo seu talento, a ser integrado, teria de ser na principal ,para poder ser trabalhado diariamente por LJ . Penso que não vai acontecer e até admito um outro qualquer esquema - à lá Bojinov - para o tentar neutralizar.

Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 08.09.2013 às 00:09

Godinho Lopes: «Se não tivesse vindo o Sporting acabava»
http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=733615

Se não tivesse saído, o Sporting acabava... -€43,816 milhões no último R&C, -€45,947 milhões no anterior... quase -90 milhões de euros em prejuízos. Juntando os maus desempenhos de José Eduardo Bettencourt nas duas temporadas em que foi presidente (-€72,178 milhões) e temos quase -162 milhões de euros em prejuízos.

E se tivermos em linha de conta que as receitas operacionais se quedaram nuns míseros 32 milhões de euros... tendo-se gasto pouco mais de 66 milhões de euros e fica claro que ou se mudava de paradigma ou o Sporting corria mesmo o risco de acabar.


É claro que todo este processo não parece ter sido conduzido da melhor maneira, não se consegue perceber se houve realmente oportunidade para o búlgaro sair a bem do clube com as contas acertadas, se a proposta do Parma continuava a acarretar despesa ao Sporting, parece que aproveitou-se um pretexto ou expediente legal para nos libertarmos de uma despesa de valor relativo considerável. Se vai funcionar ou não visto que Bojinov não se vai ficar, como seria de esperar, é o que vamos ver.

O Sporting ainda tem alguns casos bicudos para resolver, o maior deles é o caso do Labyad, que apesar de já ter valido 9 milhões de euros, actualmente parece que vale pouco ou nenhum, visto que ninguém se chega à frente para o recrutar... ;)

Quanto a Evaldo, se calhar vai ficar por cá sem jogar, mais o Jeffrén, a menos que todos eles mais tarde ou mais cedo, aceitem rescindir os contratos com indemnizações que permitam ao Sporting poupar algum dinheiro no futuro. Mas tendo em conta que a estratégia assumida foi de forçar a saída dos activos mais caros com pior desempenho desportivo, se calhar o braço de ferro vai continuar e daqui a uns meses, talvez haja cedências de parte a parte.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo