Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que dizem eles

Rui Gomes, em 30.10.13

 

 

«O Sporting esteve muito bem no Dragão. Não esteve perfeito, pois houve erros dos quais resultaram em golos, mas houve uma atitude muito digna, muito competitiva. A equipa deu uma excelente imagem, equilibrou o jogo com o campeão nacional. O Sporting está a exceder as expectativas, tem excelentes jogadores, por isso vai continuar a fazer o seu caminho, com os pés na terra, embora com a cabeça no céu.

Não vou dizer que Leonardo Jardim é um achado, mas é um treinador que superou as expectativas. É um homem de grande lucidez, grande organizador táctico e aperfeiçoador técnico. Foi uma excelente contratação. Quanto a Bruno de Carvalho, o relacionamento que tem tido com a equipa, a empatia que criou com os adeptos, naturalmente que tem sido um factor muito importante nesta revitalização da alma do futebol.»

 

-    Rogério Alves    -

 

Observação: Louva-se a atitude gratificante e a postura de solidariedade do antigo presidente da Assembleia Geral do Sporting - pese alguns exageros - postura esta que muito se evidenciou no Clube, pela sua ausência, em um passado recente, curiosamente muito por parte de quem agora o lidera. É de concordar que apesar do resultado negativo no Dragão, a equipa leonina fez uma exibição muito digna, nomeadamente na segunda parte, e que de facto chegou a equilibrar a contenda. A história do clássico poderia ter sido muito diferente se - e é um grande "se" - o segundo golo portista não surge um escasso minuto após o empate. Além deste jogo, há de facto uma esperança real que a equipa continuará a crescer e não hajam dúvidas que é esse o maior desejo de todos os sportinguistas.

 

Não sei bem se este Sporting está a "exceder as expectativas", e digo isto sem o mínimo de ironia. Como adepto, e considerando a incógnita associada à mudança de liderança e ao estado do Clube, financeira e desportivamente, creio que não tinha quaisquer expectativas, mais uma postura de esperar para ver. Dito isto, Rogério Alves tem plena razão quando elogia a contratação de Leonardo Jardim, quiçá, a única consideração absolutamente consensual entre sportinguistas. No que ao presidente concerne, mesmo os seus maiores críticos lhe reconhecerão uma medida de mérito em certos aspectos da sua gestão nestes primeiros sete meses de mandato e é verdade que criou empatia com um determinado número de adeptos. No entanto, por um leque de factores, presente e passado, que se tem vindo a debater aqui e em outros espaços públicos desde que assumiu a liderança, creio que nunca será uma figura consensual no universo sportinguista. O passar do tempo melhor esclarecerá esta disposição, isto, se não acreditarmos nas palavras de Albert Einstein: "A distinção entre passado, presente e futuro é uma ilusão teimosamente persistente."

 

publicado às 02:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


23 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2013 às 10:32

Nada como a grande e boa surpresa que foi este início de época, quando as expectativas dos adeptos nunca estiveram tão baixas e havia um caminho muito mais fácil para trilhar e o comportamento da direcção e as atitudes de vários dirigentes nas semanas que antecederam o jogo no Dragão deitaram tudo a perder. Nada como a pressão súbita posta em cima de uma equipa muito jovem, antes da visita ao Dragão, mostra quanto diferente deve ser a personalidade de quem aspira liderar uma aposta na formação séria, até porque não tem outro caminho. E foi mais ou menos isto que tentei dizer ontem quando me cingi à parte desportiva, deixando de lado comportamentos e atitudes ainda mais graves como a falta de condições reais ou a fotocópia mal engendrada do papa.

Há que ter consciência que no futebol do Sporting e para falar só de futebol, cada vez que vamos para eleições é como se o clube nascesse outra vez, porque antes já caiu tudo. Sem direcção e sem presidente mas também sem estrutura ou treinador e desta vez até sem alguns valores essenciais em Alcochete. Até à bola começar a rolar de novo há sempre pouco tempo, quase sempre responsável por más avaliações com repercussões muito graves ao nível dos planteis. E depois de uma forma absolutamente inacreditável ainda queremos sempre ser campeões logo na 1ª época. No futebol não há nada mais absurdo. O SCP, para além do lugar histórico que ocupa no futebol português, nunca podia candidatar-se a nada esta época. Com a agravante que na actual situação o verdadeiro rendimento que podemos almejar da formação e ao contrário do que muitos adeptos pensam é financeiro. Sobretudo para os grandes críticos de algumas vendas no passado, com esta direcção o Sporting não tem condições para segurar nenhum jovem talento metade do tempo que João Moutinho ainda envergou a braçadeira de capitão, quanto mais as 5 épocas do Montero? Quem está cheio de pressa para ver William jogar no Mundial não deve estar a contar com ele para a próxima época.

Para quem ainda tinha dúvidas bastaram 8 jornadas para aferir bem o perfil desportivo da actual direcção e desengane-se quem pensa que vai melhorar. Um mau resultado com o Marítimo requer ainda mais tranquilidade para não deitar a perder tudo o que já foi alcançado e a acontecer só vamos ver ainda mais pressão sobre os jogadores. E vamos desperdiçando por completo uma das melhores gerações de Alcochete de sempre. Esta direcção é um verdadeiro destroyer apontado a Alcochete, que na actualidade é só a única vantagem competitiva que com tempo podia recolocar o Sporting na tabela classificativa nos fins das épocas e não só no princípio e ninguém se deve deixar distrair pelas novas cláusulas de rescisão absurdas.

Para além do que está a acontecer com a equipa B, onde parece não haver a mínima consciência que o futebol funciona à base de grupos, poucos gostam de Maurício ou Rojo e estamos a fazer a Dier o que já fizemos a Ilori. Depois não faltam rótulos de bad boys em Alvalade, quando e apesar de muitos novos para uma dupla de centrais até podiam estar a actuar os dois com o lateral esquerdo da selecção argentina à esquerda e sem qualquer entrada para a defesa, numa época em que era fundamental consolidar 3 ou 4 jovens sem anunciarmos candidatura a coisa alguma.

A precisarmos dos milhões que prometeram o Rui Patrício não vai ao Brasil valorizar-se também mais coisa alguma e ainda vamos ouvir falar muito de Bruma de certeza. Para além do muito trabalho que já vinha a custar há muito tempo manter Bruma, o jogador sempre demonstrou que tem tudo para vencer mesmo à séria no futebol. De quantos jovens falávamos com expectativa no fim da época anterior e falamos hoje? Depois do que foi o passado recente não precisávamos mesmo de mais nada que a actual direcção e a sua grande aposta na formação. Desta vez o projecto também acaba quando cair uma peça fundamental como o treinador?
Sem imagem de perfil

De CR7 a 30.10.2013 às 14:38


Nada como GL e o seu 12º lugar no campeonato.

Nada como treinadores de elite mundial, tipo Vercauterens e Sá Pintos.

Nada como prejuízos atrás de prejuízos, de trimestre em trimestre.

Nada como uns bons milhares mal depositados numa certa conta do Banif.

Nada como Planos Especiais de Revitalização.

Nada como indemnizações chorudas para os gestores de topo.

No fundo, nada como os "bons velhos tempos", onde tudo corria bem para os bolsos de alguns mas tão, tão mal para o Sporting.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo