Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Será o suficiente ?

Rui Gomes, em 31.10.13

 

 

Li um artigo que muito embora não faça referência ao Sporting em termos depreciativos, questiona se existe suficiente qualidade individual no plantel para suster o rigor competitivo do longo campeonato e mesmo que o título não seja uma consideração preponderante, se será então o suficiente para garantir, no mínimo, o acesso à Liga dos Campeões.

Diz o autor - com razão de ser - que o factor principal que levou à derrota no Dragão foi precisamente a superior qualidade individual da equipa portista e que, na sua opinião, o Sporting tem apenas três jogadores de classe superior: Rui Patrício, Fredy Montero e a grande revelação William Carvalho. André Carrillo pode chegar ao topo - está melhor este ano - mas os demais dificilmente passam de bons actores secundários. Muito pouco para tanto, mesmo com a excelente organização de jogo e orientação técnica de Leonardo Jardim.

 

___________________________________________________________

 

O técnico madeirense, na conferência de imprensa de antevisão ao embate de sábado com o Marítimo, teceu algumas considerações interessantes e que de algum modo se relacionam com a temática que aqui abordamos:

 

«(...) Não é por termos perdido o último jogo que mudámos. Temos jogos importantes para o futuro mas isso, para nós, não é importante porque trabalhamos em micro ciclo, concentrados apenas no próximo adversário. Agora pensamos no Marítimo, depois pensamos no próximo.»

 

Nenhuma surpresa aqui, já que é o mesmo discurso sereno que Leonardo Jardim mantém desde o primeiro dia. No entanto, deu a entender que poderão haver mexidas no onze inicial: Maurício está em dúvida devido a lesão, Capel está apto a jogar os 90 minutos e Jefferson igualmente. Nada foi indicado sobre qualquer alteração no meio campo, nomeadamente Vítor Silva no lugar de André Martins.

 

«A primeira parte (no Dragão) foi de boa qualidade mas uma das nossas características é a mobabilidade ofensiva e a troca de posições, e isso não aconteceu. Quando temos uma atitude mais pacífica somos mais facilmente marcados e isso não é a nossa forma de estar.»

 

Surpreende-me a sua apreciação de "uma primeira parte de boa qualidade", salvo se a sua referência é ao jogo de contenção, já que ofensivamente não existimos, com nenhuma oportunidade de golo criada e somente 4 remates, todos de fora da área.

 

«Abel não falou directamente de Dier mas dirigiu-se a toda a equipa. Foi uma ideia colectiva. Independentemente de onde jogam, os jogadores têm de ter intensidade alta. O Dier, sendo menos utilizado na equipa principal, teve a oportunidade de manter níveis físicos altos na equipa B. Aconteceu o mesmo com Rinaudo, Jefferson... vários outros o fizeram porque temos um plantel curto e precisamos de ter jogadores disponíveis para a primeira equipa.»

 

Desconheço a que propósito este assunto surgiu - porventura por pergunta de jornalista - mas lamenta-se que Leonardo Jardim, que já tendo sido forçado a explicar o que dirigentes dizem na praça pública, vê-se agora na posição de justificar as declarações do treinador da equipa B. É por de mais evidente, para mim, pelo menos, que há aqui alguma sensibilidade em relação a Eric Dier, pela sua escassa utilização.

 

publicado às 14:09

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


22 comentários

Sem imagem de perfil

De MaxMartins a 31.10.2013 às 16:09

É o que temos...
E como não temos dinheiro para mais...
Esperemos que consigam ir para além dos próprios limites e possam assim atingir os patamares possíveis...
Também não me parece que para além do Benfica e do Porto, as outras equipas tenham melhores valores do que o Sporting e sendo assim...
O terceiro lugar está ao nosso alcance...também não podemos exigir o céu, quando a escada que temos não tem degraus suficientes...
Prefiro ir com calma...do que enterrarmo-nos mais do que já estávamos...!!

Sporting Sempre


SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 16:38

Não discordo com o essencial. O timing desta análise deve-se muito à exagerada euforia em alguns cantos do universo Sporting, porque por muito que a equipa nos tenha agradado até ao momento, existem determinadas contendas que suscitam dúvidas.

Além dos outros dois grandes, teremos de nos preocupar também com V. Guimarães, Estoril, etc., que não vão ser adversários fáceis. Concordo que o 3.º lugar está ao nosso alcance, por aquilo que se viu até agora, mas ainda falta muito campeonato.

Sempre insisti que o plantel é excessivamente curto, considerações salariais não obstante, e quero crer que jogadores como Viola, Schaars e já sem evocar Labyad , teriam dado uma dimensão extra ao trabalho de Leonardo Jardim
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 31.10.2013 às 16:16

Concordo com esta análise, caro Rui. Aliás, só não concorda quem de repente lhe subiu à cabeça um bom início de campeonato, que é apenas isso. Do mesmo modo que outros, como o Benfica, o Marítimo ou o Paços de Ferreira tiveram um mau início. Mas nem eles estão "condenados", nem nós estamos lançados, porque ainda falta jogar 2/3 da época. Falta JOGAR.

A questão da importância dos valores individuais e do seu reflexo nos orçamentos é transversal a todas as modalidades. Acompanhou a MLB este ano? Os Oakland A's voltaram a cair no jogo 5 da primeira ronda dos "play-offs", depois de uma época regular espectacular, em que só tiveram menos uma vitória do que o novo campeão, os Red Sox. O "moneyball" não se aplica nos "play-offs", porque será? Porque no jogo 5 o lançador dos Tigers foi um senhor chamado Justin Verlander que não deixou os A's marcar. O problema para os Tigers é que ele não pode jogar todos os dias e por isso quinaram logo a seguir.

E assim o "nosso" Shane Victorino (descendente de portugueses que emigraram para o Hawai), ontem em grande destaque, volta a ser campeão, agora na American League. É sempre especial quando Boston ganha, por isso fico contente, apesar de também ter simpatia pelos Cardinals, clube igualmente muito importante neste desporto.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 16:30

Caro Lionheart,

Ao longo de muitos anos pratiquei e posteriormente acompanhei quase todas as modalidades desportivas de topo. Cansei, decerto, porque hoje em dia nem tenho bilhetes de época e raramente vejo um jogo, seja de que modalidade for. Tive conhecimento da conquista dos Red Sox esta manhã, sem me despertar interesse algum.

Agora, a qualidade individual de cada equipa, quando se junta a um colectivo de bom funcionamento, é imprescendível, evidentemente. Daí ser justo questionar se teremos o suficiente para chegar aos nossos objectivos mínimos, especialmente face a um plantel muito curto, como admite Leonardo Jardim. Senti algumas dificuldades a compreender essa disposição, logo a partir do momento que foi enunciada por Augusto Inácio.
Sem imagem de perfil

De Joao a 31.10.2013 às 17:24

Caro Lionheart,

por falar em portuguses, nao se esqueca do Jonny Gomes, outro luso-descendente a jogar nos Boston Red Sox.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 18:43

É bem verdade... nascido na California mas descendente de portugueses. Sofreu um evento cardíaco em 2002 e quase que teve que abandonar a carreira desportiva.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 31.10.2013 às 21:14

Exacto. E curiosamente Gomes é outro jogador que já alinhou pelos A's e foi campeão em Boston. Os verde-e-amarelos da Califórnia descobrem os jogadores, mas depois são outros que ganham os títulos com eles...
Sem imagem de perfil

De Anti-brunetes a 31.10.2013 às 16:28

Seria interessante partilhar o artigo ou pelo menos indicar o sítio onde se pode ler.Só para contextualizar certas situações que expõem.


Que a equipa do Sporting é fraca isso não é novidade.Nunca houve por parte desta direcção preocupação em criar uma equipa com capacidade para atingir os objectivos que se propõem.

No fundo é uma equipa á imagem da sua direcção.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 16:46

Bem, tem o seu ponto de vista... algo radical. O artigo original e o autor do mesmo não interessam, até porque o Sporting nem é a parte fulcral do texto e o que surge é praticamente o que transcrevi no post. A ideia é de comparar a qualidade individual de uma equipa como o FC Porto, que a tem e que poderá levar ao título, à do Sporting, que não tem ao mesmo nível, e que muito provavelmente não será o suficiente para chegar ao primeiro lugar.

Contrário à sua opinião, não considero a equipa do Sporting "fraca". Sob a orientação competente de Leonardo Jardim apresenta-se com um colectivo competitivo, mas fica atrás se formos fazer comparações com os talentos individuais do FC Porto e do Benfica.
Sem imagem de perfil

De Anti-brunetes a 31.10.2013 às 17:03

Como já disse aqui Leonardo Jardim é um técnico q.b.(mais uma uma escolha á imagem da actual direcção).

Esta como diz realmente á altura dos jogadores que treina.

Muita sorte tem tido nos resultados recentes,nada mais que isso.E esta derrota com o Porto é só a primeira de muitas face á falta de qualidade deste elenco.Não só do elenco de jogadores ,mas da equipa técnica e sobretudo o elenco uma direcção que todos os diariamente mostra uma incapacidade gritante de dirigir um clube desta grandeza e dimensão.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 17:10

Meu caro - e não se esqueça que eu sei quem é - não lhe fica bem menosprezar a competência de Leonardo Jardim apenas e tão só pela sua antipatia com a actual liderança. São duas coisas distintas.
Sem imagem de perfil

De Anti-brunetes a 31.10.2013 às 17:15

É uma opinião honesta como todas as que tenho aqui.

Leonardo Jardim é treinador banal,o único que aceitou as condições de uma medíocre direcção.

Não temos treinador.

Não temos equipa.

E não teso sobretudo uma direcção á altura dos pergaminhos deste clube.

Agora é tudo rosas pois ainda estamos no segundo lugar,mas daqui á uns tempos quero ver se os elogios e empatia vão continuar.É apenas uma questão de tempo,o que nasce torto tarde ou nunca se endireita.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 17:18

Respeito o seu direito a opinião livre, claro, isso não está em questão.

Não concordo, no entanto, com a sua desvalorização de Leonardo Jardim.
Sem imagem de perfil

De MaxMartins a 31.10.2013 às 18:35

É claro que respeito a sua opinião sem minimamente estar de acordo com ela...

Temos uma equipa não à dimensão da Direcção, mas à dimensão das quase nulas capacidades financeiras...
E que apesar de tudo não se tem mostrado uma equipa banal...

Já vi que não apoia a actual Direcção, é um direito que lhe assiste...
Mas note que com as anteriores, que depreendo talvez tenha apoiado, se tivemos assim equipas tão à medida das mesmas...
Os resultados foram ...nulos...!!

Com um forte senão de ainda se ter avolumado perigosamente a dívida...

Já agora...lembre-me lá de quando tivemos uma Direcção de acordo com os pergaminhos do Clube...sem recuar décadas...!

Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 03.11.2013 às 03:27

"É uma opinião honesta como todas as que tenho aqui."

TEH LOL!!!

"Leonardo Jardim é treinador banal,o único que aceitou as condições de uma medíocre direcção."

"Não temos treinador."

É tão banal que apenas ficou atrás de Domingos Paciência e do seu Braga de 2009/2010 (71 pontos), em 2011/2012, no que ao número de pontos diz respeito, 63 pontos, na única época em que treinou um clube de maior nomeada em Portugal. Na temporada passada deixou o Olympiacos bem encaminhado para mais um título de campeão e esta época, segue novamente no trilho de Domingos Paciência e do seu Sporting de 2011/2012: 7V2E1D e 20 pontos. A diferença é que a actual equipa leonina leva mais dois golos marcados...

"Não temos equipa."

Mas há dois anos tínhamos equipa? Ou há um ano? É isso...?

"E não temos sobretudo uma direcção à altura dos pergaminhos deste clube."

Corrigido.

Que saudades de José Eduardo Bettencourt e Godinho Lopes...

"Agora é tudo rosas pois ainda estamos no segundo lugar,mas daqui á uns tempos quero ver se os elogios e empatia vão continuar. É apenas uma questão de tempo,o que nasce torto tarde ou nunca se endireita."

Podes ser muita coisa, mas do Sporting Clube de Portugal não és de certeza.
Sem imagem de perfil

De HY a 31.10.2013 às 20:32

Não quer partilhar connosco, Rui? Eu interrogo-me: será um brunista disfarçado que faz de agente duplo para lançar a confusão? Ou alguém que viu a "Luz"? :-)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 21:47

Respeito a privacidade de cada um, inclusive a sua meu caro HY.
Sem imagem de perfil

De HY a 31.10.2013 às 22:01

Eu sei e aplaudo. Era uma piada. Perante certas coisas é a melhor solução...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 22:10

Compreendi a piada. Amanhã vou publicar uma que eu sei que o HY vai gostar imenso.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 31.10.2013 às 16:51

As deficiências individuais desta equipa vão sendo ultrapassadas pela qualidade do seu jogo coletivo, para além disso são ambiciosos só assim se justifica a insistência na procura por resultados mais volumosos.

De positivo acrescenta-se ainda a raça dos jogadores, e o seu potencial de crescimento já que para os mais distraídos estamos a falar de jogadores muito novos.

O maior risco no sucesso desta equipa acaba por ser mesmo as tais insuficiências individuais (uma menor qualidade de alguns dos interpretes).

SL,
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 17:06

Fiz referência a isto quase logo a partir do primeiro dia. Com o talento disponível e com o plantel curto, a chave do nosso sucesso centra-se no modelo organizado de jogo que LJ treina durante a semana e que a equipa então apresenta nos jogos. Assim que divergimos desse modelo ou não o executamos com perfeição, como ocorreu no Porto, a qualidade individual à disposição não dá para compensar.

Vamos ser realistas: LJ olha para o banco e que opções tem ? Muito poucas. Não temos um 10, não temos um médio verdadeiramente ofensivo, temos um central extra que é o Dier . Extremos temos Carrillo , Capel e WE .
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.10.2013 às 18:50

P.S. Sei que somos todos treinadores de bancada, mas não compreendi bem LJ não recorrer a um 4x2x3x1 contra o FC Porto, sabendo de antemão quão forte é o seu meio campo. Dois trincos teriam solidificado o meio campo e ajudado a dar cobertura às alas.

Como o Paulo Bento insistia até à morte no 4x4x2, LJ é o 4x3x3.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo