Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

O Sporting foi a Barcelos assegurar a 9.ª vitória da época e atribuir ao Gil Vicente a sua primeira derrota caseira, num embate em que exibiu a sua usual competência e organização de jogo, com Fredy Montero a registar mais dois golos, os 12.º e 13.º da campanha.

 

Leonardo Jardim não surpreendeu, optando por fazer uma única alteração no onze da última jornada, dando preferência a Wilson Eduardo sobre André Carrillo. Este acabou por não justificar a confiança do treinador com uma exibição bem inferior ao resto da equipa, desperdiçando, inclusive, de modo incrível, uma flagrante oportunidade para golo aos 52', quando se viu sozinho perante o guarda-redes gilense.

 

Leonardo Jardim estudou bem o adversário, e os jogadores, na generalidade do jogo, cumpriram bem o plano táctico do treinador. Embora não sem um ou outro equívoco posicional, a defesa esteve muito bem, com Jefferson mais envolvido nas manobras ofensivas. Rui Patrício foi chamado a fazer uma excelente defesa aos 57', naquela que teria sido até esse ponto da partida a única oportunidade de golo do Gil Vicente.

 

 

Praticamente todos os jogadores fizeram exibições sólidas, com destaque para o maior envolvimento ofensivo de André Martins, embora algo perdulário em dois ou três lances que poderiam ter dado em golo. Fredy Montero cada vez impressiona mais, não apenas pelos golos, mas pelo seu rigor táctico, visão e inteligência de jogo, sem dúvida alguma, a "arma" mais importante deste Sporting. Pouco mais se pode adiantar sobre William Carvalho, mais um excelente desempenho e hoje muito bem acompanhado por Adrien Silva.

 

Com esta vitória o Sporting passou a somar 29 pontos e assumiu a liderança isolada da Liga, com mais 2 pontos do que o FC Porto e Benfica. De modo também impressionante, regista 30 golos marcados e apenas 9 sofridos.

 

Nota final para a ausência de Carlos Mané que foi titular na equipa B que se deslocou ao Porto, onde infelizmente saiu derrotada. Vítor Silva foi o 19.º jogador desta vez e viu o jogo da bancada.

 

publicado às 19:56

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


32 comentários

Sem imagem de perfil

De Lionheart a 08.12.2013 às 20:42

Dá gosto ver o Sporting jogar. Está uma equipa madura, consistente e, acima de tudo, inteligente. Isso é o que gosto mais, ver jogadores inteligentes. Sabem circular a bola, romper, temporizar, ou "cavar" a falta, quando é preciso. Todos sabem o que estão a fazer em campo, todos passam a bola a todos, ora atrás, ora à frente, enfim, são jogadores de bola! :)

Não gostei tanto de alguns momentos na segunda parte, em que se notou muita displicência na finalização. É preciso ver que mesmo com o Gil Vicente reduzido a dez (só um BURRO maldoso faz uma falta daquelas que, para além de prejudicar a sua equipa, pode lesionar gravemente um colega de profissão) o jogo não estava acabado. Numa jogada de bola parada, ou num erro nosso, eles podiam fazer um golo, e depois ia ser um sufoco a despejarem bolas para a nossa áreacalmem os calmeirões deles. Nestas coisas nunca se sabe. Nunca se facilita, por isso é que o Jardim não estava nada satisfeito. O Patrício quando foi preciso estava lá, ainda a nossa vantagem era mínima. Esteve também sempre muito atento noutras ocasiões.

A seguir vêm aí dois jogos em casa, contra um Belenenses que precisa de pontos e esmera-se sempre em Alvalade, e depois outro "osso duro de roer", que é o Nacional. Para a história fica a liderança isolada e três vitórias nos três jogos no Minho, mostrando que o Sporting ganha em todo o país. Uma prenda bem merecida para os Sportinguistas do Norte, que têm sido inexcedíveis no apoio. Hoje encheram o estádio em Barcelos. :)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2013 às 22:25

A exemplo do que descreve, o André Martins está a tentar ter uma palavra mais decisiva nos jogos, mas terá de ter maior serenidade e reconhecer que a sua missão mais principal é procurar Montero e servi-lo. Não o culpo de nada, mas tenta aquilo que não lhe surge com naturalidade: marcar golos.

O Wilson Eduardo devia ter saído mais cedo, na minha opinião. Não justificou a aposta, mesmo reconhecendo as oscilações de Carrillo.

A defesa esteve bem , como já indiquei, mas de vez em quando nota-se erros posicionais que podem ter consequências. OCédric hoje esteve um pouco abaixo do seu normal na cobertura defensiva e em alguns passes atabalhoados.

A organização de jogo é total e os jogadores respiram confiança. Entre todos, Montero e William demonstram uma leitura de jogo notável.

Talvez tenha sido o jogo que gostei mais de Maurício e Rojo, em conjunto.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 09.12.2013 às 08:03

Lionheart,

Foi impressionante o estádio do Gil mais parecia Alvalade :) ... nunca esteve tão bonito como ontem vestido de verde e branco !!!

Ontem estiveram muito bem jogaram como equipa e ganharam como equipa.

O Gil apenas incomodou no inicio da 2º parte a partir da mexida do treinador do Gil, colocou mais jogadores entre os defesas do SCP e o William e passamos um mau bocado não fosse o Patricio a segurar o 0-1 o poderíamos ter passado por um mau bocado..

SL,
Sem imagem de perfil

De MaxMartins a 08.12.2013 às 21:12

Não gostei da arbitragem...!!

Eu explico...:em minha opinião o árbitro mostrou demasiados cartões amarelos aos jogadores do Sporting...!

Foram merecidos...? - Talvez, embora um ou outro tenha sido exagerado...

Mas a minha discordancia, está no facto de os jogadores do Gil ( 4 ou 5) terem feito igual ou pior do que os jogadores do Sporting e os amarelos não sairam dessas vezes...
Aliás, há uma entrada de um jogador do Gil de pé em riste que acerta no pé do Adrien (já tenho visto vermelhos por menos...) e nem amarelo mereceu...

E lá ganhámos mais um jogo (a seguir a outro...) e apenas somos candidatos a isso mesmo...!!
Sporting Sempre...!!

SL
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 08.12.2013 às 21:32

Totalmente de acordo. É a tal história da subjectividade da amostragem de cartões. Cada árbitro interpreta à sua maneira. E normalmente não temos muita sorte...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2013 às 22:14

Não discordo, mas fico satisfeito por não terem existido decisões que influenciaram directamente o resultado.

Ainda houve outro lance em que André Martins leva uma "murraça" na cara, que com certos árbitros teria consequências mais severas.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 09.12.2013 às 08:06

MaxMartins,

Nos primeiros 10 - 15 minutos avisou meia equipa do Gil Vicente, mais 30-35 minutos amarelou e bem diga-se o jogador do SCP acho eu que foi Cédric (estavamos na outra Superior), na 2ª parte correu a equipa do SCP com amarelos naquelas faltas uteis em que não se magoa ninguém já o Gil usou e abusou da complacência do arbitro, foram várias as entradas fora de tempo e sem bola.

SL,
Sem imagem de perfil

De L a 08.12.2013 às 23:00

Independentemente da crença de cada um no Sporting esta época e eu sou dos que continua a pensar que a Champions já era fantástico e não só ainda está muito longe como vai ser muito complicado, Leonardo Jardim está coberto de razão quando diz que ninguém até aqui fez mais que o Sporting para justificar a liderança provisória.

Está uma boa noite para ouvir os representantes dos nossos dois maiores rivais, ambos num enorme buraco, a falarem das lacunas do plantel do Sporting. Da jornada ficou uma entrada assassina ao William, do tipo que já fez acabar algumas carreiras, que não foi só propositada como premeditada. E o melhor jogador no Dragão, de longe NAC do lado do Porto, porque consegue estar nos dois golos. No 1º golo encolhe-se para dar espaço ao remate de Jackson e no 2º em vez de se virar para atacar a bola ainda se abaixa para Jackson cabecear melhor.

Por último e julgo que pela primeira vez estou de acordo com este presidente do Sporting, é sempre mais fácil quando não há histórias com muitos milhões pelo meio e pelos vistos em desacordo com a maior parte aqui no blogue, sobre o Sporting não comprar neste mercado. O Sporting não consegue trazer ninguém melhor e mais identificado com a equipa do que o que já tem na equipa B. A história de que "em ano de Mundial" também não é para este Sporting. Mesmo assim e infelizmente, não acredito que seja para cumprir.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2013 às 23:42

Compreendo o seu raciocínio caro L, mas acredito que dentro das suas possibilidades o Sporting vai tentar assegurar um ou dois jogadores, para dar mais profundidade experiente à equipa e opções adicionais a Leonardo Jardim.

Gostava de ver Labyad integrado, mas cada vez mais penso que ele está "marcado" - egos e outras considerações - e não acontecerá.

Hoje foi a vez de Vítor ir para a bancada. Rinaudo, Vítor e Magrão ? Já não sei...
Sem imagem de perfil

De L a 10.12.2013 às 09:52


Caro Rui,

Casos de más decisões que já vêm todas do defeso amontoam-se - ainda hoje Dier é titularíssimo nesta defesa - e não passou nenhuma pelo treinador, como alguns também ainda quiseram fazer crer. E nem sequer tiveram todas a ver com a manifesta incapacidade financeira, depois de tantos milhões na campanha. A questão de fundo é que com o que já foi conseguido até aqui e com estes jogadores, não que a razão algum dia se perca mas torna no mínimo contraproducente muitas reclamações. No futebol ninguém consegue assegurar sequer, que com um plantel mais e melhor apetrechado estaríamos melhor. O Sporting não foi melhor dentro do campo nas duas últimas épocas e Porto e Benfica também ainda não foram melhores nesta. Que fique bem claro, essencialmente o que faz mudar muita coisa depois de 12 jogos é o trabalho fantástico do treinador que tem feito com que muitos jogadores se consigam transcender, fazendo com que o valor da equipa seja hoje muito maior que a soma individual da qualidade dos jogadores. Também é verdade que tudo leva a crer que o mesmo treinador com melhores intérpretes consegue melhores resultados. Para além de muitas dúvidas nesta janela do mercado ainda tenho mais certezas quando não há dinheiro. A chegar um central, por exemplo, era mais fácil chegar outro cepo como o Maurício que um novo André Cruz, esse remake não tem qualquer fundamento hoje no Sporting e um pormaior para além do dinheiro, nessa época não se foi ao mercado com a equipa a ganhar.

O lugar comum que em equipa que ganha não se mexe também quer dizer que ao nível desportivo antecipar problemas, só pela ansiedade que transmite, quase como algumas substituições durante o jogo, pode ser em si um problema maior. Quem está muito interessado em ver o Sporting no mercado também são os adversários. E para quem já nem comenta ver um Sporting campeão esta época, mais investimento que se ia saldar por ser sempre insuficiente era só agravar ainda mais o orçamento que conhecemos melhor e tantos problemas tem causado, muito caro para ser 3º, muito barato para ser 1º. Adorei ouvir o William ontem depois do jogo, ainda bem que a pancada nem a cabeça afectou. Em última análise, não vamos acabar com o sistema de um dia para o outro de braço dado com os lampiões. Em relação ao saldo final não muda nada, continua a fazer-se no fim. Basicamente a diferença entre mim e o caro Rui é que eu não chego a equacionar o Sporting campeão 13/14. Para além de que neste tipo de discussões está muito longe de haver só uma opinião válida ou tão pouco a obrigação de manter a mesma no decorrer de uma época. No fundamental também concordo com tudo o que o caro Rui preconiza.

Ainda se pode dar o caso de quem pode bancar também se entusiasmar com o actual rendimento da equipa e começar a pensar em objectivos que nunca foram equacionados no princípio da época, como o treinador não se cansa de referir. E só por esta via valerá a pena equacionar reforços, depois de alguma saída. Mas quem tem o poder de decidir investimentos e em qualquer actividade nunca pode deixar de pensar também na concorrência. Faz parte da análise do risco. O Benfica começou a época a perder Sálvio, para além de tudo o que representa na dinâmica ofensiva da equipa também é o jogador que normalmente e individualmente vale mais pontos. Cardoso praticamente sozinho ainda resolveu meia dúzia de jogos, ainda perderam Amorim contra nós e já se fala outra vez no lateral esquerdo? Qual é a equipa em Portugal que perde 3 jogadores dos mais preponderantes e não se ressente? O que era feito deste Sporting sem Montero, William e Capel? E quando ainda por cima e tanto no Benfica como no Porto – também com lacunas no plantel para suprir em Janeiro – os treinadores insistem em se colocar mais do lado dos problemas que das soluções, à vista de todos… Não deixam por isso de ser problemas aparentemente de mais fácil resolução, que dizem respeito a estruturas muito mais experientes, amigas de um sistema que tratam por tu e com planteis muito mais fortes. E que também deve influir com a decisão do Sporting investir mais em Janeiro ou não. Ainda agora no último jogo do Porto e em vários jogos do Benfica vêm-se dinâmicas completamente distintas e através de alterações tácticas ao alcance de qualquer adepto.
Sem imagem de perfil

De L a 10.12.2013 às 10:00


E também compreendo perfeitamente o raciocínio de quem pede reforços, porque para todos, julgo quase sem excepção no princípio da época, era completamente impossível o que este plantel já fez até aqui. Era completamente impossível pensar que dois centrais voluntariosos conseguiam formar uma das duplas mais unidas da Liga e uma das defesas menos batidas. A mesma que sofreu 7 golos em 2 jogos. E quantas equipas nos conseguiram pressionar atrás? Uma, o Porto, porque o Benfica jogou sempre em transições. Mas também aqui temos que começar a dizer que é muito mais mérito do Sporting, como pressiona sempre alto que demérito dos adversários. Ainda a época passada e até em 11/12 vieram várias equipas a Alvalade encostar-nos às cordas e nós com planteis com muita mais qualidade individual. Agora que pelos vistos se fala muito no André Martins, também foi um dos principais carrascos de Sá Pinto, quando na época passada nunca conseguiu ver a equipa passar a assumir o jogo - depois do que já tinha conseguido em 11/12, não vale lembrar só a derrota no Jamor - e que começou por ter em André Martins a grande aposta para armar o jogo na frente. Ainda hoje alguém consegue ver o André Martins integrar o plantel do Porto ou Benfica?

Claro que também compreendo o raciocínio de quem pede reforços. A questão é que Leonardo Jardim e muito bem, encontrou e vai a jogo sempre com os mesmo doze ou treze jogadores e quem entra não é para fazer nada muito diferente, tem sempre muito mais a ver com a intensidade que se vai perdendo ao longo do jogo, como é normal. Aliás também já discutimos aqui mudanças mais permanentes no modelo de jogo em que eu não acredito. Claro que também podemos pensar todos em lesões e nem este Sporting seria o mesmo ou teria chegado aqui da mesma maneira com os jogos da Liga Europa, do Estoril, por exemplo. Acreditando que para qualquer leão ficar fora da Europa, foi das piores coisas que já nos aconteceram, para este plantel acaba por ser positivo. Mais, chegados aqui, muito provavelmente não hesitava em tomar a decisão de fazer à Taça da Liga, muito mais do que ao Porto, já que sei que está a ser preparada uma recepção “diferente”, o que a Taça da Liga já nos fez a nós e desprezava-a a pensar unicamente na salvaguarda da equipa e dos nossos maiores objectivos. Sejam eles quais forem passarão de certeza por ganhar o maior número de jogos na Liga e para isso vamos sempre precisar do maior número possível dos jogadores mais utilizados até aqui e nas melhores condições. A jogarmos só uma vez por semana até ao fim da época, um plantel muito curto pode perfeitamente chegar à Champions – o meu objectivo.

Como já disse vejo como grandes armas do Sporting 13/14, líder à data, um grupo muito forte que também ainda está a melhorar processos, muito longe de estarem esgotados. Não podemos pensar só nas lesões, nos abaixamentos de forma e até em dias menos bons, individualmente ou em equipa, que também ainda vão acontecer. Vejo sobretudo os jogadores com uma enorme confiança uns nos outros para irem suplantando as adversidades mais difíceis ou seja um grupo forte. Com rotinas que devem ser treinadas até à exaustão e que depois nos fazem sentir uma equipa muito entrosada. E com tanta confiança que mensagem se manda para o balneário com novos reforços? Que não chegam os que já estão? Que isto até aqui ainda não foi nada quando já foi muito mais que o adepto mais optimista sonhou? E mesmo com dinheiro quanto custa e com que diferença de salário para a média do balneário um jogador para pegar de estaca como se pede? Para além da saída de alguns jogadores que deviam ser fundamentais esta época, relacionadas com a insistência do Bruno em ser presidente sem quaisquer condições, jogadores como Dier, Ruben Semedo, Fokobo, João Mário, Rinaudo, Esgaio, não serão todos melhores e não estarão todos mais que aptos, aliás à imagem do que até já conseguiram fazer alguns na época passada, para suprir eventuais perdas? Eu não tenho nenhuma dúvida que sim e é por aqui que eu também gostava que fosse abordado o que falta jogar da época na Liga. E ainda gostava mais de estar seguro quanto a saídas e não estou, mesmo muito longe disso como também já tinha dito aqui e a razão é sempre a mesma, decide quem manda.
Sem imagem de perfil

De L a 10.12.2013 às 10:01


A antecipar os maiores problemas que ainda poderão chegar do nosso lado e salvo grandes imponderáveis ao nível desportivo, faço-o sempre do lado da estrutura e da bazófia conhecida de alguns. Como a quantos maus resultados resistirá outra vez esta estrutura sem antes perceber que também fazem parte do processo e por aqui em diante. E para ser franco é aqui que também conto com a experiência de Inácio, para além do grande comprador que também já mostrou ser, para lembrar ao nosso salvador que no decorrer da época não há cá lugar a interferir com a equipa técnica. Também deve ter sido o que assinou para poder brincar aos presidentes que levou o nosso salvador para o banco, para ver se aprende alguma coisa. E depois no fim e aí sim, fazemos todos o saldo do que foi a época 13/14.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 09.12.2013 às 08:12

Caro L,

Ontem o Presidente do SCP BdC no almoço organizado pelo Solar do Norte e pelo núcleo do SCP de Vila do Conde, afirmou perentoriamente (vale o que vale sabemos como é o mercado) que o plantel do SCP está fechado não há reforços e que não vão ser questionários (referindo-se ao Roscoff em mais uma ação anti-SCP) que farão alterar o rumo.

Sinceramente espero que assim seja, podemos não ter os melhores jogadores mas teremos efetivamente a melhor equipa e são as equipas que ganham títulos.

SL,
Sem imagem de perfil

De Sardinha a 09.12.2013 às 12:15

Muito bem, espero que seja para cumprir. Só admito reforços se sair alguém importante.

Estamos em primeiro, jogamos bem, estamos na luta, valorizamos tremendamente os nossos jogadores, os que foram formados cá e as contratações que fizemos, temos a equipa B com jogadores talentosos sedentos de mostrar mais. Reforços????

Os outros que gastem mais uns bons milhões em reforços...

Nós só temos de manter o rumo, esta equipa ainda tem muito espaço para crescer.

SL
Sem imagem de perfil

De Pean a 09.12.2013 às 16:12

Concordo totalmente com o Sardinha e já tive oportunidade de o referir em posts anteriores.
Temos muitos potenciais reforços na equipa B e mesmo nos da A que jogam menos. Acredito que só entrará alguém se houver alguma saída.

Quanto ao jogo, foi mais uma demonstração de união e coesão da equipa. Grande André e consequentemente o Fredy pôde concretizar em golos a sua classe...em certos jogos só não marcou quando o 10 da equipa não esteve tão bem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.12.2013 às 13:06

O que BdC disse não pode ser tomado a sério. Se o Sporting vai vender ou não, não sei, mas decerto que vai contratar pelo menos mais dois jogadores.

O plantel é excessivamente curto para aguentar a época e com muitos mais jogos como o de ontem, alguns jogadores vão "arrebentar" prematuramente. Seria um autêntico "milagre" conseguir fazer uma campeonato com fundamentalmente 12 jogadores, que é o que tem acontecido até agora.

O Rinaudo não é utilizado, idem para o Vítor que ontem até foi para a bancada, o Magrão para mim é inconsequente, o Salomão não tem lugar em nenhuma das equipas, o Slimani joga escassos minutos quando entra, o Dier é o que sabemos e o Piris, não havendo lesões ou castigos também não joga. Não é possível aguentar este ritmo assim, pese a organização de jogo.

O sistema de marcação como LJ usou ontem desgasta imenso, especialmente os extremos e até o Fredy Montero que correu e correu para pressionar.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 09.12.2013 às 14:43

Claro que desgasta, mas esta temporada só temos jogos de "domingo a domingo", ao contrário de outras temporadas em que fazíamos 2 jogos por semana durante várias semanas. Se o FC Porto e o Benfica ficarem-se pela Liga Europa, essas duas equipas irão sentir tal desgaste, pois mediante o eventual sorteio, têm condições para chegar pelo menos aos quartos-de-final...

Além disso, uma equipa que joga sempre com mais intensidade que a maioria dos adversários, torna-se mais capaz e resistente, e isso nota-se em especial no último terço do campeonato. O maior problema serão as lesões, uma série delas e estamos quase arrumados. Relembro que o Liedson corria e trabalhava muito nos jogos, o van Wolfswinkel fazia o mesmo no ano passado e mesmo assim, terminavam as épocas em bom plano.
Sem imagem de perfil

De Sardinha a 09.12.2013 às 16:21

Eu acho que o que BdC disse é para ser tomado a sério e é mesmo essencial.

A equipa está bem fisicamente e só joga de semana a semana, esses jogadores que diz que têm feito poucos minutos têm qualidade e serão a solução para qualquer desgaste dos habituais titulares. É óbvio que têm jogado pouco porque os titulares estão a render bem e até agora bem fisicamente, em equipa que ganha não se mexe!

Pedir reforços que façam a diferença no mercado de Janeiro não se compadece com a actual situação do SCP, tanto financeira (manter custos baixos, valorizar prata da casa) como desportiva (estamos em 1º, não precisamos de tiros no escuro), nem com o rumo traçado pela direcção.

A decisão de não mexer no plantel em Janeiro é também uma prova de confiança e uma injecção de moral nos jogadores menos utilizados e também nos titulares.

Deixemos a vertigem dos investimentos megalómanos e caixotes de jogadores estrangeiros sobrevalorizados para os outros. Quando chegar a conta, como nos chegou a nós, veremos se têm a resiliência e a força brutal demonstrada pelo Leão! Duvido.

Eu estou orgulhoso deste grupo de trabalho! Força SCP!
SL


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.12.2013 às 17:25

Quando a primeira contratação de Janeiro surgir, apareça aqui para eu o lembrar das suas palavras.

O que BdC diz agora tem de ser dito neste momento, mas não implica, necessariamente, que nada ocorrerá no mercado de Janeiro, mesmo reconhendo que não há dinheiro para grandes aventuras.

As receitas das vendas de Bruma e ilori só podem ir até um certo ponto e não há mais nenhumas, salvo surgirem novas vendas para o mesmo fim.
Sem imagem de perfil

De Sardinha a 09.12.2013 às 18:25

Só está a dar mais razões para não haver mexidas em Janeiro.

E repito, espero sinceramente que BdC e a sua equipa não mudem de opinião e não mexam no plantel até ao fim da época.

No fim de Janeiro cá estaremos para analisar esse período de transferências.

SL
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 10.12.2013 às 06:04

O presidente diz que não vai haver mexidas, e bem, pois é um elogio e uma mensagem de confiança para o interior do plantel, mas Leonardo Jardim, indirectamente refere no seu discurso a eventual necessidade de fazer ajustes pontuais.

Tudo vai depender muito dos jogadores que Leonardo Jardim quer para o plantel para lhe darem mais opções de jogo, e se nas alas, incluindo as opções existentes na equipa B, estamos mais ou menos bem servidos, quer à frente, quer atrás, no eixo da defesa poderá haver lugar para mais um reforço, pois não parece que tanto Nuno Reis como Rúben Semedo sejam opções para o imediato e Tobias Figueiredo anda desaparecido.

Já para o meio campo, o tal número 10 e mais um bom avançado são sempre muito desejáveis, mas se Slimani já mostrou que apesar de tosco, pode-se ir contando com ele, já para o número 10, temos apenas Iuri Medeiros a evoluir na B, resta saber se Gérson Magrão fica até ao final da temporada. De resto, é rezar para que não aconteçam lesões e que as vitórias se vão sucedendo umas às outras.
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 09.12.2013 às 00:57

Bom jogo do Sporting,sólido e competitivo,a imagem de marca desta época.
Gostaria de destacar A. Martins.Há quem goste muito de AM.Eu,por acaso, até sou um deles,mas a verdade é que o melhor AM só o vi hoje.

Jogador muito inteligente a jogar sem bola no processo ofensivo ,com uma leitura de jogo extraordinária,quer na recepção e na condução,quer no passe,decidindo quase sempre bem.Isto além da sua já amplamente demonstrada capacidade de pressão na transição e processo defensivo.A maior dificuldade é em termos de finalização...mas hoje apareceu(até de cabeça,imagine-se),mas falhou.Mas apareceu.O trabalho de LJ a ver-se.

Muito importante porque a posição 10 é aquela em que ,na minha opinião estamos mais carenciados.
AM hoje disse que temos jogador.

Vamos agora encher Alvalade para o próximo jogo do....jogo a jogo.

Porque eu ouvi os adeptos:"Eu quero um Sporting Campeão".
Pois é,não se pode fugir ao ADN.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.12.2013 às 01:12

Com um pouco mais de sorte, e pontaria, André Martins poderia ter marcado um ou dois golitos. Não o culpo, minimamente, de se fazer ao golo, especialmente nos lances de cabeça, mas espero que ele não perca de vista que o objectivo será melhor concretizado se ele procurar Montero sempre que possível e não tentar ele remates que, em princípio, não estão ao seu alcance.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 09.12.2013 às 10:38

Acho que não é sorte. Quanto a mim, é o principal problema dele. Não é o seu forte.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 09.12.2013 às 11:15

Eu particularmente sinto-me bastante desconfiado desta liderança da Equipa , até quando nos vão deixar liderar? Adivinham-se armadilhas bem montadas no futuro.
Uma equipa com o nosso orçamento "não pode" ser campeã para uma certa façâo que nos observa. Seria pôr em causa e em risco os esquemas obscuros das grandes negociatas dos que manejam o nosso futebol. Os grupos de parasitas vão unir-se para nos "linchar " temos que estar muito atentos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.12.2013 às 14:30

Ainda falta muito campeonato e é de admitir que surjam adversidades imprevistas ao longo do percurso. É o estado natural das coisas no futebol e, em particular, nas sombras dos bastidores do poder em Portugal.

Penso que é em campo que teremos de dar resposta, no sentido de dar margem suficiente à equipa que permita enfrentar e ultrapassar essas adversidades.
Sem imagem de perfil

De Visconde a 09.12.2013 às 14:34

O Sporting é a equipa que merece estar na frente do campeonato. Só houve um resultado atípico com o Rio Ave em casa. Contudo contínuo a afirmar que esta equipa ainda não tem a maturidade suficiente para conseguir dominar todos os momentos do jogo. Isso ficou provado no jogo de ontem, quando a equipa com um jogador a mais em campo, não conseguiu tomar conta do jogo. Ao invés, permitiu que o Gil Vicente continuasse a dominar o jogo no meio campo. Nota-se que a equipa recua os seus blocos quando está em vantagem no marcador. A equipa tem de saber descansar muito mais com bola ou seja tinha de saber circular muito melhor a bola, quando até tinha mais um elemento em campo. Ainda se cometem alguns erros de marcação que contra equipas mais fortes serão golos certos.
Notaram-se melhorias no jogo de André Martins. Esteve mais presente em todos os momentos do jogo e até conseguiu chegar a zonas de finalização. Esperemos que seja para continuar, porque a equipa cresce juntamente com ele. Mais uma vez a oportunidade dada a Wilson Eduardo foi desperdiçada. De longe o pior jogador do Sporting em campo. Um dia destes Wilson Eduardo e Carrillo poderão ser ultrapassados por um jovem de seu nome: Carlos Mané.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 09.12.2013 às 14:50

O Bayern de Munique, mesmo no campeonato alemão, tem jogos em que não domina todos os momentos do jogo, o mesmo se poderá dizer do melhor Barcelona de Pep Guardiola. Após o 1-0, o Sporting retraiu-se para poder sair no contra-ataque, aquilo que agora se convencionou chamar-se pomposamente de "transição rápida ofensiva", dando algum espaço ao Gil Vicente, mas controlando o jogo, como faziam tão bem as equipas italianas nos anos 80 e 90. Isto mais na segunda parte até à expulsão de Pecks, a partir daí o Sporting tomou conta do jogo, fez o 2-0 e na parte final do jogo, e aí a sua crítica faz sentido, a equipa recuou em demasia, "descansando" do jogo cedo demais. Mas ainda tentaram ir lá à frente sempre que a oportunidade aparecia.
Sem imagem de perfil

De Visconde a 09.12.2013 às 15:35

É óbvio que não há equipa nenhuma que consiga controlar o jogo a 100%, quando muito as equipas do Pep Guardiola controlam-no a 80%. O que não invalida o meu raciocinio, porque mesmo não dominando podemos sempre obviar a que o nosso adversário chegue muito próximo da nossa baliza e nos crie lances de perigo. E o que se viu ontem e não somente ontem é que a equipa; presumo que por indicações do treinador, quando se apanha a ganhar e sobretudo depois do intervalo aparece com uma postura mais defensiva e recua os seus blocos em demasia. Parece-me que seria muito mais aconselhavel que viesse do intervalo com a postura de continuar a dominar até marcar o segundo golo; o da tranquilidade, e depois sim, poderia recuar e tentar controlar o jogo no seu meio campo. Com esta postura poderiamos ter sofrido o golo do empate, não fosse uma mágnifica intervenção do Rui Patricio. E isto já aconteceu em mais alguns jogos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.12.2013 às 16:17

Caro Visconde, boa análise do jogo e do momento do Sporting.

Penso eu que essa lacuna que refere sobre o controlo da bola tem muito a ver com a falta de um médio patrão, com a experiência e a serenidade para fazer jogar a equipa de acordo com os momentos de cada jogo.

André Martins subiu bastante nestes últimos dois jogos e terá de continuar neste curso para garantir o seu lugar. Já escrevi que espero que ele não se iluda com a ambição dos golos mas sim em servir Montero. Ele não tem os dotes necessários para ser marcador, salvo de vez em quando.

Os nossos extremos têm insuficiências naturais que ainda mais se evidenciam pelo sistema de jogo de LL. O Capel esteve bem mas arrebentou e irá sempre arrebentar. Devia ter sido substituído um pouco mais cedo. O Carrillo tem o talento mas necessita, urgentemente, de refinar o seu modelo de jogo. Carlos Mané, na minha opinião, não é um extremo natural, mas poderá ser adaptado. Para isso necessita de jogar, já que não é através dos 30 minutos que regista até agora que irá desenvolver.

Além do factor "maturidade", que menciona, é necessário um dois jogadors chave no banco a quem LJ poderá recorrer nestes momentos de jogos.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 09.12.2013 às 17:17

Exactamente. Falta muito campeonato e vamos ver como se comporta a equipa quando chover e os campos estiverem pesados. A equipa é leve, de um modo geral. E há o factor sorte nas lesões. Se se aleijarem os jogadores fundamentais durante algum tempo a coisa complica-se, passando o plantel a ser curto. ..
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.12.2013 às 17:50

Eu espero estar errado na minha análise, mas nunca vi uma equipa ganhadora conseguir fazer uma época fundamentalmente com 12 jogadores. Não estar nas provas europeias é um factor de alguma relevância, mas não é tudo.

E isto não infere qualquer negativismo da minha parte. Como todos os sportinguistas, estou satisfeito pelo bom momento que atravessamos mas isto não impede quaisquer considerações relevantes.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo