Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A ponta do iceberg

Rui Gomes, em 12.12.13

 

Cada vez mais acredito que esta auditoria por 300 mil euros - perdão, 319 mil euros - é para "inglês ver", ou seja, o cumprimento de uma promessa eleitoral que, estou convencido, Bruno de Carvalho hoje deseja que nunca tivesse feito. E já penso isto há muito, não é só agora, mas estes milhares de euros são a prova final. Porque, a fazer o que se propaga será feito, não será mais do que a "ponta do iceberg" no sentido inverso do que o meu amigo Desert Lion pretende ver com a sua realização: "encerrar um capítulo de divisões, suspeições e ódios" no universo leonino. E enquanto uma disposição ainda não começou, a outra já dá sinais desagradáveis de vida, com a "roupa suja" do Sporting a ser "lavada" na praça pública perante tudo e todos. Mas como a disposição satisfaz, até alegra, todos aqueles que pretendem ver a guilhotina instalada na Segunda Circular, vamos a ela !!!

 

Hoje surgiu o antigo presidente Jorge Gonçalves a criticar Bruno de Carvalho por "falta de ambição" ao não estender a auditoria ainda mais longe, até 1988, que incluiria o seu mandato e o de José Sousa Cintra:

 

«Eu adorava ser auditado, pois, como demonstrou a auditoria anterior, depois de ter sido vilipendiado pelo Sporting durante muitos anos na praça pública, sou credor do clube em mais de 2 milhões de euros. O mandato de Sousa Cintra foi um fartar de vilanagem. Tudo aquilo que ele fez foi servir-se do clube. Como é que se branqueia um gestão como a de Sousa Cintra ? Exijo que se faça uma auditoria à minha gestão e a todas que se seguiram, pois, se todos os presidentes pagarem o passivo que deixaram no clube, o Sporting fica sem dívidas. Fiz esta proposta numa Assembleia Geral, porque entendo que tem de ir-se até ao fim, para que a ferida não continue aberta.»

 

Confrontado com as acusações de Jorge Gonçalves, Sousa Cintra respondeu, aliás, como era de esperar, sabendo ele muitíssimo bem que não vai acontecer, até porque o seu amigo Bruno de Carvalho nunca lhe faria uma desfeita dessas: «Acho bem, porque as coisas têm de ser claras, para que não restem dúvidas. Quem não deve não teme.»

 

Curiosamente - ou não - "nenhum dos antigos presidentes se mostrou receptivo para comentar os valores que serão gastos na referida auditoria: 319 mil euros", cita o diário noticioso. Não imagino porquê...

 

É apenas a "ponta do iceberg", digo eu !!!

 

publicado às 14:09

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


24 comentários

Sem imagem de perfil

De Visconde a 12.12.2013 às 14:42

Já deixei um comentrário no post do Desert Lion. Mas vou aqui reproduzir algumas das coisas que lá escrevi.
Para mim a auditória não era fundamental. Para a maioria dos sportinguista será.
Quanto aos valores não me posso pronunciar. Fazendo fé no que aqui vi escrito, posso deduzir que esta auditória vai ser feita a preço de saldo ou então é feita somente pela rama, para colocar a nú o que for do interesse de determinadas pessoas.
Tal como disse antes, esta auditória servirá sobretudo para apaziguar algumas almas sportinguistas que vivem atormentadas há muitos anos. Que salivam por "sangue" para depois poderem desferir mais alguns golpes.
O que suspeitava já está a acontecer e muito pior virá. Esta auditória será mais um motivo de desunião que de união. Ao contrario da maioria não penso que este ajuste de contas com o passado, traga mais tranquilidade. Basta ler as palavras de dois ex-presidentes. E porque não auditar as contas de outros mandatos?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 16:16

Caro Visconde, não optei pela analogia da "ponta do iceberg" ao acaso. Pelo que cita no seu comentário e muito mais.

Enquanto existir um clima de "eles" e "nós", bem sublinhado pelo infeliz slogan "O Sporting é nosso", união não fará parte do "vocabulário" sportinguista.

Não é necessário ir muito longe, basta dar uma "passeio" pela blogosfera sportinguista.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 12.12.2013 às 14:46

Se o João Rocha fosse vivo, se calhar vinha pedir que fosse auditado o seu antecessor e o Jorge Gonçalves. E pronto, andamos nisto. Parabéns. As cegadas faziam cá tanta falta como a fome.
Sem imagem de perfil

De Visconde a 12.12.2013 às 15:02

Exactamente! Num momento destes era totalmente dispensavel este clima de crispação. Todas as nossas energias deviam estar focadas noutras coisas. Mas há promessas para cumprir e espiritos para apaziguar.
Sem imagem de perfil

De MaxMartins a 12.12.2013 às 15:11

Onde existirem pelo menos duas opinões, é muito possível que possam estar em desacordo...
Eu concordo plenamente com a efectivitação da auditoria...e não é para que possam ser levados ao cadafalso os possíveis culpados, mas para todos podermos saber "as linhas com que coseram" os destinos do Sporting, colocando praticamente em causa a sua continuidade...
Creio que não restarão grandes dúvidas, de que aconteceram ao longo dos anos na administração dos interesses do Sporting, muitos desvios a esses mesmos interesses e isso é bom que seja conhecido, até para evitar que no futuro, "não se venda" a Honra do Sporting...porque do resto, já se foram os aneis e os dedos...

É possível que se fossem mais atrás, também encontrassem "outros buracos", mas aceito que o tempo de vigência da SAD seja o necessário, para sabermos o essencial...

Sporting Sempre...

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 16:00

Creio que não há clube nenhum no Mundo, mas mesmo nenhum, que a efectuar uma auditoria como esta é alegada ser, que não fossem encontrados "buracos" e "desvios" e "interesses", etc.. Claro, tudo depois depende da interpretação dada a cada uma destas disposições.

A parte que mais me fascina com tud isto é que a história do nosso clube e de outros evidencia claramente uma apatia generalizada por parte de adeptos e sócios sócios ao longo dos anos para com as "contas", desde que hajam resultados desportivos. Mas, de repente, por uma promessa eleitoral populista, aparenta ser o objectivo primordial da actualidade deste Clube centenário.

Compreendo muitíssimo bem o que os mais "devotos" pretendem: cabeças a rolar e sangue na praça, mas para a maioria não é mais do que uma mera curiosidade com efeitos práticos questionáveis.

Já agora, pelo o que é declarado que se pretende, até sinto alguma fascinação por ver Bruno de Carvalho confrontar José Roquette, Dias da Cunha e Soares Franco, só para nomear três, com os eventuais resultados do processo. Simplesmente não vai acontecer !

Enfim... vamos para a frente ! Neste momento tão positivo da equipa principal, era necessário um qualquer "tónico" para desviar atenções, pelos vistos.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 12.12.2013 às 15:27

Eu acho que o resultado final da Auditoria irá permitir saber de algumas coisas menos honestas que foram feitas, mas não acredito que seja o suficiente para condenar alguém por crimes (que seria o objetivo de muitos Sportinguistas).

Mas acho bem que a façam porque para além de ter sido promessa eleitoral, é retirar menos 1 arma a todos aqueles que só querem e vêem sangue à frente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 16:03

Clarividência Mike, clarividência !
Sem imagem de perfil

De Visconde a 12.12.2013 às 15:40

E se a auditória nos mostrar que a divida disparou astronomicamente com a construção do novo estádio. E se mostar que andámos a comprar jogadores por Y que na realidade só deviam ter custado X. E se mostrar que exisiram jogadores que ganhavam Y/ano e que na realidade deviam ganhar somente X/ano. E se mostar que o SCP e todos os clubes em Portugal sofrem de um deficit crónico ( Receitas inferiores ás despesas) de há 30 ou maios anos a esta parte. E se além disto não mostrar muito mais...
Sem imagem de perfil

De MaxMartins a 12.12.2013 às 15:50

Dir-lhe.ia que mesmo "só nisso"...já mostraria muita coisa, que eu dsejaria não tivesse acontecido...

SL
Sem imagem de perfil

De Visconde a 12.12.2013 às 16:02

Desconfio que se só mostrar isso muitos não ficarão apaziguados e continuarão a clamar por cabeças. Sinceramente espero que depois disto tudo passado não estejamos piores que hoje. O clube precisa de paz e sossego e mesmo assim desconfio que a tarefa não será nada fácil para quem comandar os seus destinos nestes anos mais próximos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 16:10

Caro Visconde, alguns nunca ficarão satisfeitos porque, para eles, tudo isto advém de um capricho pessoal em ver quem comandou humilhado na praça. O bem estar do Sporting acaba por ser secundário. Na eventualidade da auditoria vir a ter a profundidade que indica não ter, pela evidência à vista, vamos ter "lavagem de roupa suja" e todo o tipo de "guerrilhas" durante anos.
Sem imagem de perfil

De jose antero mendes a 12.12.2013 às 16:22

Acho muito bem que se faça a auditoria. Quero saber que erros foram cometidos, para não voltarem a ser feitos.

Mas já viram uma coincidência engraçada, todas as pessoas que criticam a auditoria ou dizem que a mesma não devia ser feita, eram apoiantes do chamado 'dirigismo croquete'. Curioso, muito curioso.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 16:45

Essa fraseologia demagógica "dirigismo croquete" além de não ter significado real algum, já enoja.

A sua conclusão presunçosa é apenas e tão só um exemplo do que hoje em dia divide sportinguistas, porque quem exerce o seu direito a opinião diferente é prontamente conotado com tudo o que é negativo.

Aconselho-o a repensar essa sua postura, porque impressiona muito poucos, alé de ser indigna.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 12.12.2013 às 16:24

Se a auditoria tivesse um custo de 3.000.000, haveria "muitos" a levar as mãos à cabeça pelo desperdício de dinheiro por parte desta direcção. Quando os buracos anuais na ordem das dezenas de milhões do passado, pouca relevância tiveram aos olhos do novel espírito crítico desses "muitos".

Não me surpreende totalmente, a incoerência por parte de uma franja de Sportinguistas. Sempre a clamar por união e paz, mesmo quando o Sporting ía em toda a velocidade para um estado de falência desportiva, patrimonial e financeira e, no momento de mudança, de um novo rumo e quando parece que, finalmente, o clube está a dar os passos certos, essa aversão à mudança e o ódio ao promotor dessa mesma mudança, qualquer irrelevância, qualquer declaração, torna-se num cavalo de batalha, num foco de criticas e num chorrilho de insultos.

Basta o aceno da Auditoria de Gestão, aqui del rei que o clube precisa de pacificação! Isto faz algum sentido? Nenhum.

Esperemos pelos resultados desta auditoria, que era e é obrigatória. Fazia parte de um programa que foi sufragado e foi vencedor e era um ponto de honra para muitos Sportinguistas, inclusive o actual presidente.

Mediante esses resultados, cá estaremos para os analisar. Pode ser que muitos se surpreendam. Os mesmos que apostaram que este mandato não duraria mais que 3 meses, que apostaram que este presidente não tinha capacidade para chegar a acordo com a banca relativamente a uma divida financeira monstra e a problemas de tesouraria gravíssimos dos quais esta direcção não teve qualquer responsabilidade, os mesmos que apostaram que a saída de Jesualdo Ferreira tinha sido um erro estratégico, os mesmos que apostaram nos maus resultados desportivos por, segundo eles, uma má e incompetente gestão desportiva.

Os mesmos que, no fundo, se surpreenderam pelo desastre global que foi o mandato de Godinho Lopes e que não compreendem o porquê deste Sporting se revelar forte, coeso e ambicioso.

Não bastaram ainda todas as previsões que saíram furadas, aposta-se agora na irrelevância de uma auditoria . Diria que, pela lei das probabilidades, quem aposta sempre no cavalo errado, alguma vez terá que acertar. Mas, como já estou avisado... não é uma questão de sorte. Afinal, cavalos coxos e que ganharam nada na vida, não podem ganhar.

Continua sem se perceber que não são os resultados que ditam a competência ou a incompetência. Mas sim, o contrário.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 16:55

Compreendo a sua origem mas sinto dificuldade em compreender a razão que o impede de debater uma qualquer temática, por si, neste caso a auditoria, sem penetrar a densidade da já usual oratória, passado vs presente, etc., etc.

Isso só faz com que um qualquer leitor perca o interesse pela leitura do texto.

Mas respondendo somente à parte que refere ao custo, é evidente que haveriam muitas críticas pela verba elevada se fosse esses 3 milhões. Mas o ponto não é esse, mas sim o custo real de um processo deste cariz que pretende auditar, ao pormenor, a gestão de uma instituição durante 17 anos. Até julgo que deve ser um precedente nos anais históricos de auditorias.

Como está, a maioria estranha um custo tão baixo, transparente que é, mas optam por não comentar a disposição. É de esperar que assim seja.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 12.12.2013 às 18:32

TODAS as temáticas escolhidas e elaboradas por si, Rui, centram-se na azia que tem por Bruno de Carvalho ser o presidente do Sporting. Ou seja, o passado é um fantasma do qual não quer ou não consegue fugir.

Queria o quê?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 19:36

Qual "azia" qual carapuça ! Não simpatizo com a pessoa, de resto é um factor muito insignificante na minha vida. Ao fim e ao cabo, quem é este personagem salvo ser o presidente do Sporting neste momento ?

Não tenho problemas alguns com passado, foi o que foi, e nada mais.

Este seu parecer só sublinha o clima doentio envolto no Sporting de hoje, nada mais. Nunca na história desta instituição centenária de desperdiçou tanto tempo a debater a pessoa do seu presidente, e isso, sobretudo, eu lamento.

Não deixei de notar que não respondeu à questão que lhe apresentei sobre os valores desta auditoria, um processo de tal modo sensacionalista por obra dos órgãos sociais do Clube, liderados pelo presidente do Conselho Directivo, ao nível de uma contratação de um qualquer Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi . Ao ponto que chegámos, onde um acto interno e que até merecia moderação, é atribuído toda esta pomposidade .
Sem imagem de perfil

De Sergio Palhas a 12.12.2013 às 21:49

"Qual "azia" qual carapuça ! Não simpatizo com a pessoa, de resto é um factor muito insignificante na minha vida. Ao fim e ao cabo, quem é este personagem salvo ser o presidente do Sporting neste momento ?"

Tão insignificante que não há dia que não fale dele ... coerência meu caro coerência.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 21:59

O Sérgio Palhas já me está a saturar com os seus sermões sobre "coerência", além da resposta não ter sido para si.

Escrevo o que entender, quando entender, e o caro é livre de ler ou não. Agora não me venha dar "sermões", que não tenho tolerância para isso.

E, sim, o seu ídolo é-me insignifucante, salvo por ser o presidente do Sporting, Estou agora eu preocupado com um até recente anónimo por nome de Bruno de Carvalho !
Sem imagem de perfil

De Eulevezinho a 12.12.2013 às 17:04

Ninguém quer que a \"nossa vida\" seja publica, mas chegámos ao ponto que tem de ser assim. Não domino o assunto, mas creio ser um mal necessário. Esperar para ver.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 19:37

Tem razão, vamos esperar pelos resultados.
Sem imagem de perfil

De L a 12.12.2013 às 20:13


Ao que isto já chegou. Mas se o “bigodes” diz que desta vez mete 2 milhões não sei o que é que estão à espera. Até porque na questão do timing o “bigodes” até está coberto de razão e ainda se percebe melhor o verdadeiro propósito. Volto a lembrar que não está em causa a brincadeira acordada mas o facto da campanha, até porque tenho a certeza que ainda vai voltar uma e outra vez. Se o livro branco não serve para umas coisas também não pode servir para outras e ainda pode ser que avive algumas memórias no meio de tanto barulho, até desconfio a quem ainda não possa ter memórias. Quem deixa de pagar a água com tanto património também não devia deixar de ser escrutinado. E uma auditoria de gestão já, a quem também nunca deixou de estar apaixonado pelo Queiroz e despediu o Robson, se ainda houver dinheiro. Quem é que nunca teve uma paixão que tivesse saído mais carota? E ainda viu uma fabriqueta de fazer cerveja. Nada mau, Portugal é mesmo um país extraordinário.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 12.12.2013 às 22:24

Se o pressuposto de que o Sporting antes de 1995 era rico em património é uma aldrabice pegada, o que é que se pode esperar do resto? Devem pensar que a memória de todos os sócios não vai mais além do que a "era" facebook. Com um estádio velho e sem pavilhão tinha, se o Sporting era "rico" em património, o Benfica era multimilionário. Ah mas tinha a nave! Ó pá toquem-se. E agora só faltava voltar a contenda entre o Jorge Gonçalves e o Sousa Cintra. Isto é tudo tão estúpido, que só dá vómitos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo