Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As considerações de Leonardo Jardim

Rui Gomes, em 12.12.13

 

Na conferência de imprensa de antevisão ao embate de sábado em Alvalade frente ao Belenenses, o técnico do Sporting pronunciou-se sobre algumas questões de interesse - especialmente em relação à equipa e aos jogadores - além da já obrigatória declaração de que "no Sporting fala-se a uma só voz", pela referência à candidatura ao título.

 

Prestei atenção especial à sua explicação sobre a utilização de jogadores, nomeadamente dos extremos, porque confirma a minha desde sempre opinião sobre a exigência que é feita a quem desempenha esse função. Disse Leonardo Jardim:

 

«A utilização de Carrillo, Capel e Wilson Eduardo visa manter os níveis de intensidade do futebol praticado pelo Sporting. Tem havido um equilibrio de utilização muito semelhante nestas 12 jornadas. Temos três opções para duas posições, que dentro do nosso modelo acarretam grande disponibilidade física a atacar e a defender. É importante ter três ou quatro jogadores para manter os níveis de intensidade que pretendemos.»

 

Pelo uso do 4x3x3 - como já referimos em diversas ocasiões - o ónus de defender e atacar recai nos alas mais do que em quaisquer outros jogadores, pelo terreno que são obrigados a percorrer e a pressão que têm de exercer sobre adversários. Por isso, nenhum dos nossos extremos tem vindo a manter ou vai conseguir manter o mesmo ritmo ao longo dos 90 minutos, aliás, salvo rara excepção, nenhum deles estará em campo o jogo inteiro.

 

A segunda disposição - pela minha leitura - é que Diogo Salomão ainda não satisfez os requisitos de Leonardo Jardim e, por isso, ele faz referência a "três opções para duas posições". Será igualmente possível depreender que nenhum dos jovens da equipa B estarão prontos, no imediato, para colmatar esta lacuna na equipa principal. Carlos Mané é uma alternativa mas, na realidade, não é um extremo natural.

 

Por fim, entre estas e outras afirmações, e ao contrário do que o presidente garantiu, ficou claro que o técnico do Sporting está receptivo a fazer alguns ajustamentos em Janeiro, mesmo que nenhum jogador saia, algo que, na minha opinião, é somente lógico e necessário. 

 

publicado às 17:14

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Pean a 12.12.2013 às 21:54

um off-topic rápido...
O Rui é que sabe mas, a propósito de jogadores, acho que isto merecia um post, afinal de contas é Natal

http://www.videos-football.com/es/video-594491-o-natal-nosso.html
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 22:11

Caro Pean,

Agradeço a sugestão e a referência e em breve publicarei o vídeo. Depois da cerveja chilena, este não é totalmente despropositado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.12.2013 às 23:08

O URL do youtube estava errado, mas através do outro, que estava correcto, encontrei-o, como se verifica pelo post. Obrigado.
Sem imagem de perfil

De L a 12.12.2013 às 23:03

Em comunicação nunca assisti a desfechos felizes quando se opta por desmentir o óbvio ou aquilo que é o pulsar da opinião pública e neste caso até publicada. Continuo a não perceber porque é que Leonardo Jardim insiste em despachar dois assuntos, os objectivos e este ainda mais caricato, que presidente e treinador falam a uma só voz? Não deixa de ser um atestado a toda a gente, ou somos todos surdos ou burros.

Já a questão da falta de um extremo é talvez a posição onde o caro Rui tenha mesmo mais razão, levando em linha de conta o tanto que falta jogar da época e nem é preciso nenhuma lesão, basta mesmo o desgaste acumulado e mesmo jogando só uma vez por semana. E aqui como diz e muito bem até na formação escasseiam soluções, havia Bruma. E desta forma, nem o empréstimo de Viola se percebe muito bem. E quando falo na equipa B e como já disse, é completamente diferente já estar entrosado com o clube e até com a forma de trabalhar do treinador, estando na B ou na equipa principal. Sobretudo também já estar imbuído do mesmo espírito. Também ainda há Esgaio, mesmo estando muito mais talhado para ser talvez o nosso lateral com mais futuro, para além de já o ter visto desempenhar várias funções no miolo, a posição de extremo também está muito longe de lhe ser estranha. Se já está ou não preparado para o rendimento que pede a equipa principal tudo indica que não. Será sempre estranho ver alguém subir da formação sem treinar diariamente com a equipa principal, até passar pelo banco antes. Ainda se percebem menos dúvidas com Salomão, depois da renovação, como o caro Rui está farto de questionar e também muito bem. É que Diogo Salomão não tem propriamente 20 anos e se ainda não está preparado, serve para quê?

Alguém vindo de fora ainda será sempre mais estranho para mim, sem dinheiro dificilmente se distanciará muito daquele que é hoje o rendimento de Magrão, por exemplo. Estranho muito mais os poucos minutos de Vitor, até à data, no meio campo, um jogador que também tudo indicava estar mais que pronto para entrar em qualquer equipa. Agora que nunca vai ser fácil daqui para a frente também tenho a certeza absoluta e não vamos acusar só a falta de um extremo. Por isso é que muita gente já fala de pôr a carroça à frente dos bois, em relação a vários discursos do presidente, que Leonardo Jardim pelos vistos nunca ouviu dizer nada de muito diferente.
Sem imagem de perfil

De L a 13.12.2013 às 11:16


Parece que o escolhido para vir hoje falar do título a uma só voz foi Montero. Onde o Sporting insiste em correr por fora é no sistema e o nosso jornal já trata dos empréstimos do Porto. De que nós também já aqui falamos e que gostávamos todos de certeza de ver discutidos em sede própria.

Também estava à espera que o caro Rui viesse dizer mais alguma coisa sobre o tema do post, que julgo ser uma evidência para todos, a manta curta quanto à quantidade mas também quanto à qualidade, sobretudo para se andar a falar do titulo, mesmo com os rivais tão em baixo. E não será também por acaso, até nesta questão dos extremos. Qual dos dois principais rivais já utilizou também mais do que 3 extremos esta época? Mas voltando só à nossa principal preocupação e à nossa manta, é mais que evidente que se puxarmos de um lado destapamos outro. Queira Deus não haver muitos puxões no que resta jogar de uma época que até que começou muito bem e onde até o tema árbitros não passa de uma hipocrisia na boca de um leão no que concerne à Liga. E o caro Rui também estava certíssimo quando escreveu que tudo tem corrido mesmo pelo melhor, ao ponto de criar admiração, pelo menos a mim e muito para além de um trabalho que já referi várias vezes fantástico do treinador - aqui penso comum a todos. Até na forma como começamos e todos sabemos como é importante começar bem, de sobremaneira para equipas muito novas começarem a ganhar a confiança que tem sido determinante. Logo nos 2 primeiros jogos Arouca e Académica, por exemplo, ainda não tinham nada a ver com as equipas que acabaram de retirar pontos aos rivais. Não quer dizer que de um momento para o outro qualquer equipa não possa fazer o mesmo ao Sporting, até em Alvalade. E é sobretudo isto que o discurso oficial não tem acautelado. Volto a dizer que não havia necessidade nenhuma de voltar a encher o balão quando as coisas até começaram tão bem mas no fim da época logo se vê quem tem razão.

Mas também venho sobretudo informar o caro Rui Gomes que decidi fazer uma pausa nas minhas reflexões aqui no Camarote, que só visa não prejudicar ainda mais o blogue. É por demais evidente que atraio um certo tipo de utilizadores que depois nunca são ao que vêm e que de bom é que não trazem nada de certeza, para além do aborrecimento todo que deriva quase sempre da má criação. Nada de novo com tantos internautas só preocupados em endeusar o nosso querido líder, salvador, grande gestor, reanimador e tudo quanto já lhe chamaram aqui. Precisamente quando um blogue como o Camarote faz mais falta ao Sporting na blogosfera leonina. Tomada a minha decisão para já também não quero deixar de desejar a continuação de boas reflexões para todos no Camarote Leonino, que como é óbvio continuarei a ler sempre que tiver oportunidade. E umas festas felizes ainda mais abrangentes no mundo Sporting.

Saudações Leoninas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.12.2013 às 12:06

Caro L,

Abordo somente o que para mim é a consideração mais importante do seu comentário.

Lamento a sua decisão de fazer pausa com os seus comentários aqui no Camarote Leonino, porque são muito bem vindos e têm contribuído para enriquecer o espaço.
O que está em causa não é necessariamente a razão, sua ou de outros, e muito menos ainda a reacção de alguns comentadores assentes em má criação, mas sim o respeito pelo direito a liberdade de expressão. Este, não pode de modo algum ser intimidado ou condicionado por vozes que não respeitam nada nem ninguém que não veja o mundo pelas mesmas cores.

Eventualmente - espero não em um futuro próximo - chegará o dia em que eu determinarei descontinuar esta minha enorme tarefa de paixão, mas esse dia nunca, mas mesmo nunca, será precipitado por terceiros, especialmente aqueles que visam somente a oratória ofensiva e destrutiva.

Não é necessário ser um génio para verificar muito do clima envolto no Sporting do momento, em que invariavelmente a pessoa do presidente acaba por parecer mais importante do que a Instituição centenária que é o Sporting Clube de Portugal.

No que aos escritos neste espaço concerne, é por de mais evidente que um determinado número de leitores tem um único objectivo em mente e que esse objectivo em nada se relaciona com o desporto, em geral, ou com o Sporting, em particular. Precisamente por esta disposição, não dirá muito de qualquer de nós que se deixar intimidar ou condicionar por essas inconsequentes vozes.

É o meu sincero desejo que o caro L pondere essa sua decisão calmamente e que decida continuar a sua muito apreciada participação neste modesto espaço.

Um abraço

Sem imagem de perfil

De L a 13.12.2013 às 21:53


Se o meu Sporting – de propósito para não envolver mais ninguém – ainda existisse os dois últimos presidentes não se tinham ido embora aterrados e sem que nunca mais se tenham feito ouvir, muitas vezes nem para se defenderem de autênticas calúnias. Independentemente de não termos que acreditar nos dois ou em nenhum, estavam de certeza em melhores condições que a maioria para ainda ajudarem muito o Sporting. E esta situação já se vem a arrastar desde João Rocha. Logo no Sporting que até chegou a ter um Conselho de Presidentes naquilo que hoje não passa da feira de vaidades em que se tornou o CL.

Se o meu Sporting ainda existisse o actual presidente nunca poderia sonhar com os mais de 10% do adversário de José Eduardo Bettencourt. E na verdade não fosse uma zanga de comadres da Tribuna e era o que também tinha direito de certeza. Por mais que as coisas tenham mudado e sempre para pior nos últimos anos e refiro-me a aspectos muito mais genéricos do indivíduo na sociedade que ao Sporting, não mudaram assim tanto de certeza nos últimos 4 anos do clube.

Se o meu Sporting ainda existisse não tinha que ver ex-glórias, muito mais responsáveis pelo meu sportinguismo que muitos dirigentes, venderem-se por 30 moedas porque temos todos que viver e por mais ignorados que tenham sido sempre e muitos foram mesmo. Carlos Lopes, um dos maiores, é um bom exemplo para todos se interrogarem, não tivéssemos tido todos estes anos à frente do atletismo do Sporting o professor Moniz Pereira. E nesta área, Godinho Lopes, de quem também passou a ser vulgar só se ouvir dizer mal, invariavelmente, estava a recuperar grandes nomes. O problema e desde o princípio foi outros que também juntou.

Quando comecei a vir à blogosfera leonina – não ligo a mais rede social nenhuma - vi logo que o panorama geral não tinha nada a ver com o Sporting e sempre me questionei porque é que não havia um espaço só com verdadeiros sócios e adeptos leoninos. Sem anónimos, com um login de associado mas sempre sem excluir qualquer adepto, o que não faltam são outros documentos na carteira. À pressa e sem grande pratica em blogues, na altura nem pensava noutros compromissos pessoais ou profissionais. Sobretudo onde se falasse a sério do Sporting, provavelmente num espaço desses até com dirigentes em funções, sem calúnias e injúrias e outras coisas mais próprias das blogosferas. Depois disso já dei comigo a pensar que o anonimato só é mau para os maus caracteres. Ainda pensei que a solução passava sempre por moderar os comentários mas para além da trabalheira também não era o meu Sporting onde sempre houve liberdade de expressão. E ainda compreendo melhor a mensagem, também não estou a fugir, muito longe de lhes dar essa satisfação. Finalmente conclui que não há Sporting nenhum na blogosfera leonina, como muitas coisas também não resistiu à net. O pior foi quando percebi que também já não havia Sporting nenhum lá fora e nem sei se voltará a haver algum dia.
Sem imagem de perfil

De L a 13.12.2013 às 21:55


Não há muitas coisas que resistam ao passar dos tempos e de uma coisa podemos todos ter a certeza, não foi este tipo de gente que está hoje ao “comando” que trouxe o Sporting até nós. E também nem sequer vão ficar muito tempo e depois logo se vê.

Quanto muito um espaço agradável para falar e defender o ideal do Sporting como o Camarote Leonino. Como depois da vergonha que se passou nos últimos 2 anos na blogosfera leonina, com muitos recrutas novos, também passou a haver vários espaços oficias do clube na net. O que eu ainda compreendo menos é a intolerância a uma linha editorial que não seja a oficial, mesmo calculando que não deve ter sido nada fácil engolir um fundo de 50 milhões. Claro que tem tudo a ver com a formação de cada um, ser Sporting nunca foi outra coisa. Em muitas coisas nada distingue este Sporting do clube do outro lado da 2ª circular e depois ainda consegue ser pior na fantochada de partido único que está a ser implementada e daí as visitas tão assíduas ao Camarote. Não sei se também pensam que conseguem convencer mais alguém ou só têm medo do que aqui possa ser divulgado.

Não tem a ver com o facto de eu ver que temos jogadores que nunca fizeram sequer 30 jogos e outros não, quanto até se há alguém que tem uma fé inabalável na nossa formação sou eu. Apesar de com jogadores muito novos às vezes é mesmo uma questão de fé, já falei aqui da tentativa de lançar Renato Neto. Quem andou a rezar por derrotas no Sporting foram outros. E até por isso e para mostrar que até na blogosfera podemos ser mais sérios a defender o nosso clube que alguns governantes a defenderem a nação, onde é que isso também já vai, a minha decisão apesar de temporária conforme a anunciei é mesmo irrevogável. Agradeço imenso as palavras do caro Rui Gomes mas faço-o na certeza do bem para o blogue que eu já apreciava muito antes de começar a comentar e faço votos de poder continuar a seguir o Sporting no Camarote Leonino. Bem haja e parabéns pelo novo editor.

PS. Até talvez seja um sinal, num dia em que durante a vigência de uma gestão de excelência no Sporting, aparecem Capel e Montero também a falarem de objectivos que não podiam ser mais diferentes a dois jornais dos seus países. Os contratos prevêem há muito regras neste sentido, talvez a acessória de imprensa também não fale castelhano.



Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo