Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Na sequência de um post que escrevi sobre o risco de saída em Janeiro dum jogador do Sporting, destacarei um a um alguns dos elementos que considero essenciais ficarem até ao final da época, sob risco de não conseguirmos aguentar a pedalada na luta pelo título.

 

Começo pela baliza e pelo nosso capitão que tem contrato até 2018, uma cláusula de rescisão de 40 milhões € e vencimento anual na ordem dos 2,4 milhões €. No Verão esteve à venda por 15 milhões mas felizmente quem se mostrou mais interessado, o Mónaco, acabou por não chegar a estes valores. Fala-se ainda de um acordo que chegou a estar feito na ordem dos 13 milhões de euros mas que à ultima hora não foi fechado pelo Sporting em represália da venda por Jorge Mendes (empresário de Patrício) de Pizzi ao Benfica.

 

 Rui Patrício está a fazer uma excelente época (talvez a sua melhor). Cada vez mais sereno, tem passado essa segurança para aquela que é até agora a melhor defesa do campeonato. A caminho dos 26 anos está cada vez mais valorizado, situação que poderá ser reforçada no Verão com o Mundial. Marcelo Boeck nas poucas oportunidades que teve este ano e apesar da sua forte personalidade e forma de viver os jogos apaixonadamente, não foi capaz de descansar os adeptos em relação a ser capaz de abraçar já a titularidade.

 

À cabeça dos clubes que poderão estar interessados no Rui Patrício estão os 2 grandes de Espanha onde os titulares Victor Valdés (32 anos este mês) e Diego Lopez (já com 32 anos) são, em minha opinião, inferiores a São Patrício. Não me admirava ainda que o interesse do Mónaco reaparecesse ou que a era Buffon na Juventus fosse substituída pela era Patrício. Falou-se também do interesse do Arsenal.

 

A venda de Patrício nesta altura seria um autêntico tiro no pé e não faria qualquer sentido nem para ele nem para o Sporting. Em minha opinião o que irá acontecer em Janeiro será o aparecimento de noticias a indicar interesse de clubes em Patrício e Bruno Carvalho a aparecer como o salvador que impede qualquer venda. Mais tarde e antes do Mundial Patrício será mesmo vendido pelos tais 15 milhões, situação que será apenas formalizada e anunciada depois do Mundial.

 

publicado às 10:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Bruno Giménez a 02.01.2014 às 11:05

O caríssimo City Lion continua a ver conspirações em tudo, como denota o seu último parágrafo, especificamente da segunda frase em diante... a lembrar um dos personagens dos The Lone Gunmen.

Dito isto, completamente de acordo com o principal teor do seu artigo, salvo as exageradas comparações com os GR de Barça e Real Madrid (ok, o Valdés ainda se concede)...
Imagem de perfil

De City Lion a 02.01.2014 às 15:17

Bruno Gimenez, não vejo quaisquer conspirações mas temo mesmo a venda de jogadores fulcrais para o Sporting.
Sem imagem de perfil

De Bruno Giménez a 02.01.2014 às 15:44

Quanto ao meu comentário prévio, é seu apanágio deixar sempre a sua ferroada. Aquelas suas últimas frases, além de evitáveis, denotam bem a sua demanda particular em desfavor da pessoa em questão... só isso.

A hipotética venda de qualquer dos jogadores fulcrais, actualmente (dos 5 que elencou, trocaria Fabián Rinaudo por Adrien Silva), só se deverá fazer mediante proposta(s) irrecusável(eis). E como o Mercado de Janeiro nunca foi pródiogo em propostas desse tipo, julgo que esses estarão seguros até ao final da época. A menos que haja alguma necessidade financeiro-económica premente que se desconheça do público em geral, o que também duvido...

Dava-me por contente se os casos de Elias Trindade, Jeffrén Suárez e Zakaria Labyad fossem resolvidos. A bem! Julgo saber que, no caso do brasileiro, a proposta factual foi metade daquela avançada pelos media... e pelos 100% do passe, o que seria completamente desastroso face ao que nele se investiu! Os outros dois, com maior ou menor dificuldade (mais até no caso do hispano-venezuelano), deverão arranjar colocação, quanto mais não seja por empréstimo...
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 02.01.2014 às 13:18

Concordo que o Patricio não seja vendido antes do Mundial. Porque se irá valorizar lá.
Imagem de perfil

De City Lion a 02.01.2014 às 15:19

Seria o ideal para o Sporting no entanto o próprio Rui poderá ter uma opinião diferente e quererá viver o Mundial com mais tranquilidade.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo