Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




9 de Setembro

Rui Gomes, em 07.09.18

 

20450744_u1Btt.png

 

Gostaria, passadas as eleições:
 

– Que todos aclamassem e reconhecessem o candidato vencedor, como presidente de todos os sportinguistas, independentemente da votação final que vier a ter.

 

– Que não houvesse mau perder, ranger de dentes, recriminações, rancores e azia dos candidatos derrotados.

– Que houvesse modéstia e contenção na vitória.

-- Que o que se disse na campanha eleitoral morresse no dia das eleições.

– Que deixasse de haver ex-candidatos , reservas da república e agendas pós-eleitorais.

– Que, independentemente de haver vencedores e vencidos, haja sobretudo sportinguistas e sportinguismo.

– Que todos aceitassem o resultado final das eleições, sem ameaças de impugnação ou suspeições sobre contagem de votos.

– Que quem ganhar saiba ter um discurso de unidade e coesão de todos.

 

– Que quem perder possa ter idêntico discurso.

– Que quem ganhar saiba dialogar com quem perdeu.

– Que vencedores e vencidos percebam que, dividido, o Sporting não vai a lado nenhum.


– Que quem ganhar saiba aproveitar as boas ideias de quem perder e tenha a humildade de o reconhecer.

– Que quem ganhar saiba cultivar a democracia interna.

– Que quem ganhar reconheça que o Sporting é um projecto comum, onde têm de caber todos, vencedores e vencidos.

– Que quem não ganhar deixe trabalhar quem ganhou, porque foi assim que os sócios quiseram.

– Que os corpos sociais eleitos tenham condições para concluir o seu mandato, porque é assim que devem funcionar as instituições.

– Que seja por todos reconhecido o grande mérito e abnegação do trabalho da Mesa da Assembleia Geral, que conseguiu preservar a democracia e legalidade do clube, em especial a Jaime Marta Soares.

 

– Que seja dado conveniente agradecimento pelo trabalho da Comissão de Gestão e do Conselho de Administração da SAD, em especial a José Sousa Cintra.

– Que o Sporting faça vida nova, regresse aos seus valores e ética comportamental.

 

Carlos Barbosa da Cruz, jornal Record

 

publicado às 03:42

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo