Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Terá sido o adeus de Rui Patrício ?

Rui Gomes, em 12.05.13

 

Rui Patrício foi distinguido com uma placa evocativa dos seus 250 jogos pelo Sporting, mas a pergunta que fica no ar é se o jogo com o Olhanense serviu como palco para a sua despedida de Alvalade. É noticiado que o Arsenal - que supostamente chegou a oferecer 10 milhões de euros pelo guarda-redes que veio do Marrazes - esteve ontem a observá-lo, mais uma vez, assim como o jovem Bruma.

 

A existirem quaisquer dúvidas do clube inglês deverá ser em relação à verba, em si, não quanto à elevada qualidade de Rui Patrício. Apesar do pouco trabalho que o Olhanense lhe deu, quando foi chamado a intervir demonstrou mais uma vez a sua excelência entre os postes. Não gostaria de o ver sair, mas ficaria satisfeito se um clube do nível do Arsenal fosse o seu destino. Já Bruma é um caso à parte, porque é por de mais evidente que apesar do seu potencial ainda é um trabalho em progresso. A sua venda num futuro próximo não será benéfica para o Sporting nem, porventura, para o próprio jogador, porque pode ir parar a uma equipa onde não tenha o espaço nem a condução para evoluir.

 

Entre outros apontamentos, reparei que também foi noticiado que a Académica marcou presença em Alvalade para "espiar". Salvo andar muito distraído, não posso se não perguntar quem é que este emblema esteve a "espiar" e em que sentido.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21

"Leõezinhos" voltam a brilhar

Rui Gomes, em 31.03.13

 

A equipa de sub-19 do Sporting demonstrou mais uma vez que é a melhor das quatro equipas em Como, Itália, a disputar a fase final da NextGen Series 2013, com mais uma excelente exibição e vitória sobre o Arsenal, por 3-1, para garantir o 3.º lugar na competição - a exemplo do que fez no percurso até aqui, com vitórias sobre o Manchester United (4-1), Liverpool (4-0) e Tottenham (5-3). Os londrinos até inauguraram o marcador aos 27 minutos, mas os «leõezinhos» não tardaram a dar resposta por intermédio de Wilson, aos 34 minutos. Já na segunda parte, Rúben Semedo colocou a equipa na liderança com um golo de grande penalidade aos 55 minutos e, Ricardo Esgaio, fechou o marcador aos 72.

A equipa exibiu muito mais agressividade ofensiva neste embate do que se viu frente ao inferior Aston Villa - equipa que se limitou a jogar no erro e beneficiou dos erros do Sporting e... da arbitragem - num jogo que a estratégia mais cautelosa de Abel Ferreira merece discussão. A final desta prova será disputada amanhã entre o referido Aston Villa e o Chelsea, que derrotou o Arsenal na outra meia-final, no prolongamento.

 

Lamenta-se as circunstâncias, porque o Sporting tem mais do que suficiente valor para vencer esta competição e poderá muito bem ser a sua última oportunidade nos próximos anos. Recorde-se que a UEFA vai assumir a organização para a próxima época - género de Liga de Campeões para juniores - e só os sub-19 dos clubes que se qualificarem para a fase de grupos da Champions é que estarão aptos a competir. Até acho este formato ridículo, em que beneficia sempre os mais poderosos, mas os «génios» da UEFA liderados pelo incontornável Michel Platini assim entendem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:18

 

Segundo o «Daily Express» de Londres, o Arsenal continua insatisfeito com a «performance» do seu guarda-redes Wojciech Szczeresny e pretende levar a cabo uma nova investida perante o Sporting, visando a contratação de Rui Patrício. Depois da sua primeira oferta de 10 mihões de euros ter sido rejeitada por Godinho Lopes, Arsène Wenger, indica o jornal, estará disposto a aumentar a parada para cerca de 15 milhões de euros e até vender um jogador como parte do pacote ou, por outros meios, para viabilizar a aquisição do guarda-redes leonino.

 

O Arsenal também já manifestou interesse em Pepe Reina e Victor Valdez, mas muito sugere que Rui Patrício é o favorito do técnico francês. Face ao bem conhecido estado financeiro do Sporting e pela ausência - até ao momento - de quaisquer outras fontes de receita/investimento, parece inevitável que os dias de Rui Patrício em Alvalade estejam contados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:30

Um pouco por todo o mundo, as competições domésticas de taças - quer sejam do país ou da liga - são fascinantes pela sua imprevisibilidade e pela sempre possibilidade de surgir algum pequeno «tomba gigantes». Assim aconteceu recentemente na Inglaterra, onde o centenário Bradford City A.F.C. da quarta divisão inglesa de futebol, - vencedor da F.A. Cup em 1911 - eliminou nos quartos-de-final da Taça da Liga o poderoso Arsenal da «Premier League».

Com 1-1 no final do tempo regulamentar e do mandatório prolongamento, a suposta fraca equipa da casa converteu três grandes penalidades contra apenas duas dos arsenalistas. E, isto, após os comandos de Arséne Wenger só terem conseguido o empate aos 88 minutos. Este tipo de feito define o termo «tudo é possível».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds