Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




  


A vida de um atleta profissional - indiferente da modalidade desportiva e da qualidade do atleta - oferece mais incertezas do que garantias, especialmente considerando que apenas uma mão cheia chega ao topo competitivo com carreiras distintas. Isto, a propósito de ter estado a pensar em Ricky van Wolfswinkel e na agridoce ironia da sua transferência para a Inglaterra.
 
Duas épocas em um Sporting de precário nível competitivo, com destaque negro para a última, denominada "a pior de sempre", em que mesmo assim conseguiu registar números individuais impressionantes: participou em 88 jogos de "leão ao peito", 82 como titular e 6 como suplente utilizado, marcando 45 golos, inclusive de 28 na I Liga. Num acto de desespero financeiro pela anterior Direcção, foi transferido para o Norwich City da English Premier League, por uma verba muito razoável - salvo erro 11 milhões de euros - e decerto que melhorou significativamente as suas condições salariais.
 
Dito isto, mal ele sabia o que o esperava na melhor Liga do mundo, tanto em termos individuais como colectivos. Esteve lesionado bastante tempo - dos 37 jogos já realizados pelo Norwich na EPL, apenas participou em 25, 16 como titular e 9 como suplente utilizado, e o único golo que marcou na época surgiu precisamente no jogo oficial da sua estreia. Daí em diante foi uma horrorosa travessia no deserto, tanto assim, que foi incluído no lote das contratações "flop" da Liga. O seu desempenho individual foi igual ao da equipa, que fez uma campanha muito aquém das expectativas - com as inevitáveis mudanças de treinadores - e com o último jogo da época ainda por disputar, está praticamente condenada à despromoção à segunda Liga.
 
Para acentuar o "horror" da época 2013/14, os adeptos do Norwich fizeram sentir o seu desagrado. No já tradicional voto para o melhor jogador do ano, elegeram Carl Nash, o terceiro guarda-redes da equipa, que não jogou um único minuto. A razão ?... Na óptica dos adeptos, "foi o único jogador que não cometeu erros este ano e não foi por causa dele que o Norwich se encontra na sua actual situação». Não deixa de ter uma lógica irónica !
 
Sempre gostei do Ricky e não deixo de me questionar sobre o tipo de desempenho que teria caso tivesse ficado integrado no Sporting, versão 2013/14, sob a orientação de Leonardo Jardim. É por demais óbvio que a disposição orçamental do Sporting não permite o luxo de três pontas de lança, nem o actual modelo de jogo do treinador acomoda esse número, mas creio que teria sido interessante e produtivo. O avançado holandês não possui a técnica de Fredy Montero e talvez não seja tão eficaz no jogo aéreo como Slimani, mas tem muito melhores pés que este último e cobre muito mais terreno, em termos defensivos, do que os outros dois. Sobretudo, na minha opinião, tem mais "faro" para a baliza e maior "apetência" pelo golo.
 
Será porventura injusto fazer comparações, mas os números dos dois actuais pontas de lança são os seguintes:
 
Fredy Montero: 23 jogos como titular, 9 como suplente utilizado - 16 golos na época, 13 dos quais na I Liga.
 
Islam Slimani: 13 jogos como titular, 17 como suplente utilizado - 10 golos na época, 8 dos quais na I Liga.
 

publicado às 03:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


35 comentários

Sem imagem de perfil

De Petinga a 07.05.2014 às 07:46

De facto nao pode deixar de causar algum pesar a actual situacao de Ricky vW. Mas nao seria de esperar algo de muito diferente tendo em conta o (fraco) poderio do Norwich e a enorme diferenca que é jogar como ponta-de-lanca numa equipa que controla a posse de bola e tem o domínio territorial de 80% dos seus jogos como o Sporting, ou numa equipa que luta para nao descer e joga a maior parte do tempo à defesa como o Norwich. Isso e a adaptacao a um novo tipo de futebol, novo país... RvW tem muito potencial e teria de facto sido interessante ve-lo evoluir com LJardim.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 10:00

Como já indiquei a um outro leitor, vi alguns jogos do Norwich esta época e acho que é uma equipa que não tem o tipo de futebol adequado para as exigências do presente. Ainda joga muito à velha inglesa...
Sem imagem de perfil

De sloct a 07.05.2014 às 08:52

Um amigo meu, antigo jogador profissional em muitos clubes, entre os quais o Sporting, disse-me por altura da transferência, que Inglaterra era o pior sítio possível para o Ricky, que as características dele nunca iriam resultar no tipo de jogo do campeonato inglês.

Há poucos dias estivemos à conversa, e foi ele mesmo que voltou ao assunto. E claro está, para mim, esse amigo tem toda a razão.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 09:57

Caro Sloct,

Respeito as opiniões, claro, mas, curiosamente, eu estava convencido que o futebol inglês seria o ideal para o Ricky. O que não sabemos, ao certo, se é de facto o todo ou somente o Norwich, que obviamente joga a um nível diferente e inferior a muitos outros. Vi três ou quatro jogos, inclusive do último, e acho que é uma equipa mal oritentada e com um tipo de futebol à velha inglesa, que já não tem lugar no presente.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 07.05.2014 às 09:38

Acho que sempre faltou um pouco de "nervo" a Ricky e assim a Premiership não será à partida o melhor campeonato para ele ter sucesso.

Apesar da sua venda ter sido uma medida de desespero, acho que foi das mais acertadas se realmente foi pelos valores que se falou - ou seja cerca do dobro da sua aqusição.

Não creio que fizesse melhor que Montero e Slimani (que alternaram na titularidade) e apesar de desejar que tudo lhe corra pelo melhor - não é um jogador que deixe desportivamente muitas saudades, na minha opinião claro
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 09:52

Creio que deve estar a falar noutro jogador que não o Ricky. Se ele marcou 45 golos nas duas épocas, dá para imaginar o que poderia ter marcado em um Sporting mais equilibrado.

Não lhe deixa saudades, tudo bem, a mim deixa, até porque além do mais é um excelente profissional.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 07.05.2014 às 11:42

Não ponho de forma nenhuma em causa o profissionalismo do jogador, mas desportivamente não abdicava de Montero ou Slimani para contar com ele
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 07.05.2014 às 11:49

Nunca assobiei o Ricky ou outro qualquer jogador e acho estúpido fazer-se isso e de certa forma empurrar jogadores para fora do clube

Mas Ricky já não é jogador do Sporting e na minha opinião a mais valia que poderia trazer é pequena em relação ao esforço financeiro associado

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 12:00

Não admito o regresso dele, acho que não é possível, mas quanto a valores, quanto é que valem 45 golos, incluindo 20 na "pior época de sempre" ?
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 07.05.2014 às 13:03

Diria que os valores da sua compra - corresponderam ao rendimento desportivo

Não se esqueça que praticamente não teve concorrencia e que muitos dos golos foram de g.p.

O facto de ter sido na pior epoca de sempre do Sporting não quer dizer só por si grande coisa - Rafael Martins tem 14 golos numa equipa que está em 8º - nada garante que este ano se tivesse no Sporting - marcasse mais

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 13:23

Bem... meu caro, perante esses seus argumentos não tenho mais nada para dizer.

Rafael Martins ????... Heldon também marcou 9 no Maritimo em meia época.

E a pior época de sempre "só por si não quer dizer grande coisa" ? Pensa mesmo isso ?
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 07.05.2014 às 13:33

Exactamente - Heldon marcou 9 numa equipa que estava a fazer uma epoca pessiva

Ao vir para um Sporting a realizar uma epoca boa - seria expectavel que marcasse muito mais e tal não se verificou

A pior epoca de sempre do Sporting, deve-se principalmente à desorganização colectiva e em especial na defesa

O Sporting no ano passado criava ocasiões, não as concretizava e depois cometia erros infantis na defesa
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 07.05.2014 às 10:15

No modelo de Jardim para esta época o Ricky não teria lugar, primeiro porque não tem a capacidade de finalização de cabeça que tem o Slimani, nem tem o transporte de bola que tem o Montero.

No entanto o Ricky num modelo de 4-4-2 com o Montero ao lado poderia fazer alguns estragos. No entanto acho que o campeonato Português requer, quase obrigatoriamente, que uma equipa tenha avançados que sejam bons a finalizar de cabeça pois quase todas as equipas jogam com muitos jogadores atrás o que torna complicado entrar nas areas com a bola controlada.

Mesmo o SLB com a sua super equipa e o seu super futebol e o seu super mega hiper treinador (nota-se muito a ironia? lol) marcou bastantes golos de cabeça.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 10:34

No modelo de Jardim não teria lugar ?... Ele jogou sempre sozinho lá à frente, que é precisamente o que LJ tem exigido aos seus pontas de lança. Acho que já estão esquecidos os seus golos de cabeça, embora não seja o forte dele.

Não deixa de ser curioso como "nós" somos férteis em jogadores mal amados. A lista é longa. Um jogador jovem que marca 45 golos não serve ?

E o Slimani, tem algum transporte de bola ?...
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 07.05.2014 às 11:44

O Slimani não precisa de transporte de bola pois mete as bolas lá dentro de cabeça. Montero não precisa de "cabeça" pois faz de 10. O Ricky neste modelo não faria tantos golos como no passado, pois bolas centradas para a cabeça dele não teriam tanto sucesso como em Slimani.

Para integrar o Ricky o modelo de LJ teria de mudar para passarmos a ter um jogo mais interior (o que iria favorecer o Montero também).
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 07.05.2014 às 11:47

Ah, o Slimani tem outra vantagem neste modelo de LJ, que é o segurar as bolas bombeadas lá para a frente a partir da defesa, coisa que o Ricky não conseguia fazer. Como disse, o modelo teria que ser diferente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 12:06

"O Slimani não precisa de transporte de bola" ??? Sim, é verdade, viu-se ainda no sábado contra o Nacional, em que não se isolou completamente porque perdeu-se de todo com as bolas nos pés. lém dos diversos golos à boca da baliza que já perdeu porque tem dopis pés esquerdos.

São jogadores de características diferentes, mas não queiram fazer do Slimani aquilo que ele ainda não provou ser, goleador com regularidade contra boas defesas. Gosto dele mas tem muito que evoluir. Veremos na próxima época.

Se me disserem que o modelo de jogo tem de ser outro para acomodar Montero e Slimani, concordo.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 07.05.2014 às 12:10

Eu respondi-te a este teu comentário:

"No modelo de Jardim não teria lugar ?... Ele jogou sempre sozinho lá à frente, que é precisamente o que LJ tem exigido aos seus pontas de lança."

E continuo na minha. No modelo de LJ não teria lugar, pois o "jogar sozinho lá na frente" é bem diferente no modelo de LJ e no modelo de JF. O Slimani não teria lugar no modelo de JF, por exemplo.

E sim, o modelo terá que ser mudado para acomodar Montero e Slimani.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 12:12

Mike, acho que o pequeno almoço caiu-te mal :)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 12:08

É verdade que Slimani é bom a controlar bolas vindas do guarda-redes, ms isso acontecerá com qualquer modelo de jogo.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 07.05.2014 às 10:25

Sempre apreciei o Van Wolfswinkel os seus números no SCP não enganam, jogava sempre sozinho lá na frente e diga-se sem qualquer problema.

Destacava-se a inteligência das suas desmarcações e pela luta que dava e pelo que pressionava a defesa contrária.

Por embirração muitos não gostavam, esquecendo que ainda era um jovem de 22 anos com muito para evoluir, caso o Slimani (jogador que aprecio apesar do seu jeito desengonçado :) ) seja vendido vejo nele uma boa solução quer por empréstimo já que a sua aquisição adivinha-se complicada (€).

SL,
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 10:37

Concordo Sérgio...

Muitos não gostavam porque como já disse ao Mike, nós somos férteis com os amados. Se 45 golos em Portugal e naquele Sporting não servem, então já não sei o que dizer.

Creio que o seu regresso será muito difícil, se não impossível, pela folha salarial.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 07.05.2014 às 11:51

Não tem nada a ver com bons ou mal amados. Eu era um dos que gostava do Ricky. Simplesmente sei reconhcer a sua utilidade no modelo de JF que era diferente do de LJ.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 12:15

Tem muito a ver com os mal amados, porque como o Sérgio disse, e bem, apesar dos golos era pouco preciado por muitos. E isto em Alvalade não é novidade alguma.

Esse teu conhecimento de modelos JF e LJ, etc., é muito subjectivo.

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 07.05.2014 às 12:24

Os modelos de JF e LJ são bastante diferentes. Isto não é uma questão de subjetividade e sim de observação.

LJ pede muito mais bolas cruzadas para a área.
JF pedia mais desmarcações e jogo interior.

Os 2 modelos apenas com 1 jogador na frente. Não percebo qual é a duvida.
A grande diferença entre os 2 é que com LJ temos melhor organização defensiva e ofensiva (embora a ofensiva tenha que ser muito mais trabalhada se quisermos ser campeões).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 12:34

Mike, Jesualdo Ferreira apenas treinou meia época, mas o Ricky trabalhou sob Domingos Paciência, Ricardo Sá Pinto, Vercauteren e Oceno também, e marcou sempre golos.

A grande diferença com o SCP esta época sob LJ é a organização colectiva, e não jogou pelo miolo porque não tem ninguém para fazer esse jogo, salvo alguns rasgos individuais de Carlos Mané.
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 07.05.2014 às 15:25

Prezado Amigo Rui Gomes

Aqui está um jogador que eu gostaria que ele se mantivesse no SCP . Marcar 45 golos não é para qualquer ponta de lança. Como aqui se diz isso aconteceu numa
altura em que os jogadores do SCP se arrastavam nos estádios e que só nos davam arrelias e mau humor, pois em tantos anos que vejo futebol, não me recordo de nada parecido com essas duas últimas épocas, sendo 2012/13 miserável em todos os sentidos. Felizmente esta época conseguimos inverter a tendência derrotista que nos acompanhou durante bastante tempo, mas o que eu acho extraordinário é que mesmo assim, lendo os blogues (poucos) de pessoas que se dizem adeptas do SCP , as mesmas não estão satisfeitas com o que se conseguiu esta época.

Eu pessoalmente também acho que poderíamos ter feito mais em termos pontuais, disso não tenho qualquer dúvida, mas para isso era necessário que uns accionistas da Soc . Anónima dos Apitadores , SA não tivessem sonegado tantos pontos, que nos davam o prazer de até ao final deste campeonato fossemos candidatos por direito próprio. Agora condenar o treinador e alguns jogadores (poucos) que não conseguiram impor a sua qualidade é uma tremenda injustiça, que só pessoas cujo lema é a negação de tudo é que podem ter este comportamento. O SCP realizou um excelente campeonato, tem um grande treinador e tem uma base muito boa para fazer uma grande equipa. Todos sabemos que faltam alguns jogadores com mais qualidade ., pois não se pode fazer marmelada sem marmelos. Para comprar marmelos é preciso guita e a verdade é que somos não sei quantos milhões e só 30.000 pagam quotas. O SCP já foi um clube rico, tinha terrenos que ninguém tinha, mas como sempre os treinadores de bancada, preferem discutir tácticas em vez de se preocuparem com o presente e o futuro do seu clube.

Espero que em 2014/15 tenhamos a mesma ou melhor postura como esta época verificámos , na grande maioria dos jogos, e lembro os campos dos adversários, onde quase sempre perdíamos , e que espero que essa tendência se irradie para sempre. Quem houve os catedráticos dos comentadores, dá a impressão que só SCP é que jogou contra o Braga, FCP . etc., ambos com época deplorável , quando a intenção é denegrir a imagem do SCP por tudo o que esta época de positivo alcançou.
Igualmente espero que os apitadores que nos tocarem nos nossos jogos, façam uma arbitragem sem falcatruas e que não beneficiem nem prejudiquem quem
todos os dias trabalha para alcançar os seus êxitos.

Um abraço Fernando Albuquerque
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 15:50

Caro Amigo, Apitadores à parte, teremos de nos apetrechar melhor para fazer a todos os desafios que nos esperam para o ano. A actual equipa, apesar da boa época já se anda a arrastar há algum tempo, pela dependência excessiva em 13/14 jogadores, o que é muito pouco.

Para a próxima época já não vamos apanhar ninguém de surpresa e se o presidente pensa que pode ir para a Champions "a fazer mais com menos" espera-o uma grande novidade.

Evidentemente que na ausência do prometido e investimento e se não surgir uma venda notável, vamos andar a tentar reforçar a equipa com atletas medianos e o futuro dirá até onde poderemos chegar.
Sem imagem de perfil

De rui fernandes a 07.05.2014 às 16:32

www.amorsporting.com adicionei-o aos meus blogues a seguir. Gostaria de saber se também estará interessado em adicionar-me ?Saudações Leoninas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 17:47

Caro Rui Fernandes,

Em primeiro lugar, agradecemos a gentileza de nos adicionar ao v/blogue.

Infelizmente, a plataforma do nosso não disponibiliza essa função, mas o que eu faço é ir ao v/blogue escolher um texto de vez em quando e referenciá-lo no nosso.
É uma série que eu chamo "Visitar os nossos amigos da blogosfera" que por norma publico 2/3 vezes por semana, mediante os textos disponíveis.

Saudações Leoninas
Sem imagem de perfil

De Tony a 07.05.2014 às 17:55

Este jovem não mostrou mais do que estar no sitio certo à hora certa para dar o ultimo toque para dentro da baliza, o que deve ter o seu valor. De resto, nem pés, nem cabeça, nem compostura, nem criatividade na finalização.

Grande venda feita por uma direcção miserável.

Seja como fôr, como ex-futebolista do nosso SCP custa saber que esta época não conseguiu estar tantas vezes no sitio certo à hora certa.

Agora deixem-se de ilusões...

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.05.2014 às 18:20

Mesmo aceitando a sua versão das coisas (muito discutível) não é qualquer um que sabe estar no sítio certo à hora certa, caso contrário todos seriam goleadores.

É semelhante as que alegam que marcar penálties é "canja". Já vi Cristiano Ronaldo, enquanto no Man U, falhar uma grande penalidade na final da Champions na série de g.p. após prolongamento. E quem diz ele, muitos outros.

O seu argumento faz-me lembrar o Ian Rush, um marcador exímio e histórico do Liverpool. Não sei se o viu jogar, mas ele nem tinha pés, nem cabeça, nem técnica, só sabia colocar o esférico dentro de baliza, e isso ele fez vezes sem conta.

Não sei de onde vem a sua chamada a ilusões. Ninguém alega que o Ricky é um fora de série, não há portanto ilusões algumas.
Sem imagem de perfil

De Tony a 08.05.2014 às 06:47

Infelizmente não tive a oportunidade de ver o Rush, mas lembro-me de ele ser um jogador extraordinário num jogo de computador ;)

No entanto esta coisa maravilhosa do youtube resolve isso parcialmente:

https://www.youtube.com/watch?v=mQpT5V6hKG8

e resolve também outro, que é o avivar a memória:

https://www.youtube.com/watch?v=XPfAiYOMCt8


É claro que não acredito que estivesse a dizer que o Wolfs era (é, ou virá a ser) nem de perto tão bom como o Rush, mas compreendo o facto de ser um jogador que tem principalmente capacidade de finalização.

Revendo os golos do Wolfs há sem dúvida a fase inicial em que ele mostrou pormenores interessantes, mas depois há aquela quantidade de golos em que foi só encostar (e sem dúvida que os penaltis, sendo uma categoria própria, também contam pela positiva.)

No final a minha opinião sincera é que encostar o pé era apenas (e pouco mais) o que ele sabia fazer. O que será mais difícil encontrar no youtube são os falhanços em que demonstrou falta de criatividade frente ao guarda redes, cabeçamentos de nivel sofrível e que era incapaz de dar continuidade ao jogo sempre que tentava vir um pouco mais atrás para receber a bola do meio campo.

Por outro lado ao ver o Rush vê-se o que falta ao Wolfs: intensidade, técnica de remate e criatividade (que para um ponta de lança, um contra um frente ao guarda redes se resume a pôr a bola onde ele não chegue, ou se ouver algum defesa uma recepção de bola que abra espaço para o remate ao segundo toque.)

Relembro que no meu comentário original escrevi que estar no sitio certo à hora certa deve ter o seu valor, deveria ter escrito que certamente tem o seu valor. E em relação às ilusões, foi mais como resposta a todos os comentários que afirmam que gostariam de ter visto o Wolfs no nosso SCP esta temporada, o post original é mais comedido. Mas repito, deixem-se de ilusões, grande venda, e acrescento, o SCP tem de querer ter avançados melhores do que o Wolfs desde que marquem pelo menos tantos golos como ele marcou ;)

SL

PS Tratando-se de um ex-jogador do nosso SCP claro que espero estar enganado, e que se venha a verificar ser um jogador com uma margem de progressão brutal, que não tenha mais lesões e venha a ser ainda maior que o Ian Rush
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.05.2014 às 11:39

Referi o Ian Rush sem o querer comparar ao Ricky , mas mais em resposta ao seu comentário, porque, na realidade, o Ian era um jogador pouco dotado, salvo pelo instinto de colocar a bola na baliza. Marcou mais de 300 golos pelo Liverpool, no entanto, foi transferido para a Juventus (lembro-me como se fosse hoje) e mormente por culpa do treinador não saber tirar proveito das suas características, apenas ficou uma única época depois de marcar 7 golos. Regressou ao Liverpool e continuou a ser o melhor marcador da EPL . É verdade, ele tinha uma intensidade de jogo que o Ricky (ainda) não tem. Curiosamente, o Ian é do País de Gales e com e começou a sua carreira profissional na terceira divisão.

Mesmo reconhecendo as suas insuficiências, eu gostava do Ricky . Nunca se saberá o que poderia ter sido, já que a sua performance no Norwich não é relevante ao que podia fazer em Portugal.
Sem imagem de perfil

De Tony a 08.05.2014 às 22:04

A técnica e criatividade em termos de recepção e remate no video em cima não mostra um jogador assim tão tosco. Talvez o fosse em termos de controlo de bola em drible ou passe, mas acho que essa capacidade técnica é independente da capacidade capacidade técnica para a finalização.

É como imaginar que o forte do Jardel era fintar 2, 3 ou 4 jogadores de uma assentada ou a fazer assistencias com passes a 40 metros regularmente. Enquanto a sua técnica de finalização e posicionamento eram de um nivel excepcional.

Seja como fôr, gostos não se discutem.

SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo