Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A alma do Sporting

Naçao Valente, em 02.10.19

c1ee04fb58bb32eafbdfd98efe925a83--portugal.jpg

"As claques são a alma do Sporting"

Fernando Mendes (ex-jogador e comentador)

As claques entraram no Sporting com a constituição da Juve Leo, fundada pelos filhos do Presidente João Rocha, nos anos de 1976. Mais tarde foram surgindo outras claques como a Torcida Verde, os Directivo  Ultra XXI e a Brigada Ultras Sporting. 

Alma deriva do termo latim 'anima', com significado literal do que anima. A um nível mais abrangente também significa o espírito das coisas. Por isso, quando se fala da alma do Sporting estamos a falar do que está para lá do que é mensurável, do que está entranhado na sua história secular, que não está apenas nos aspectos materiais, mas num conjunto de simbologias pautadas muitas vezes por aspectos com contornos quase religiosos.

Atribuir às claques, que entraram na vida do Clube setenta anos depois da sua fundação é de uma grande ligeireza e nem ao diabo deve lembrar. A alma do Sporting, a sua mística, é paralela ao seu nascimento e é-lhe dada pela matriz fundadora, aprofundada pelos adeptos (fiéis  clubísticos) que o vivem como uma componente importante das suas vidas. E esta adoração atingiu o seu zénite nos anos de 1930, 1940 e 1950, com os rituais abrilhantados pelo som dos violinos. 

Muito mal servido estaria o Sporting CP quanto à questão da alma, se esta residisse nas claques. Estas, não são mais do que pequenos grupos organizados, uma minoria que não representa os milhões de adeptos atribuídos ao Clube, estes sim a sua verdadeira alma. São eles, com a sua fidelidade muitas vezes até silenciosa, que mantiveram e mantêm o Sporting vivo, independentemente de melhores ou piores resultados desportivos.

Mas convém fazermos uma distinção entre estes grupos designados como claques. Alguns desempenham a sua missão de apoio com determinação e alegria, e por aí se ficam. Outros, dos quais salienta-se a actual Juve Leo, que se afastou dos princípios dos seus fundadores, e se transformou num grupo composto por indivíduos sem formação cívica, e sem quaisquer valores éticos. Não fazem parte seguramente da alma do Sporting.

A Juve Leo, com os privilégios que foram recebendo de vários dirigentes, constituíram-se como uma força poderosa, apesar de minoritária. A sua capacidade de influenciar o poder, governando de fora para dentro, teve um percurso cada vez mais decisivo. Fizeram cair treinadores e presidentes ao longo dos anos, com a sua influência a ser ainda muito mais reforçada pela Direcção cessante, que a arregimentou, pondo-a ao seu serviço, como uma tropa de choque. Tendo-lhe sido retirado privilégios pela Direcção actual, não espanta a sua oposição cada vez mais agressiva, à nova Direcção.

A questão do papel das claques tem que merecer reflexão. Não podem ter mais privilégios que os restantes associados. Se querem estar nos jogos juntos como apoiantes das equipas, com os seus rituais que estejam. Não podem é continuar a ser  uma força de bloqueio a Direcções legitimamente eleitas pelos sócios. Estas recebem mandato para exercer o poder legitimamente, e devem exercê-lo sem pressão da rua. O poder paralelo não está previsto nos Estatutos, e isso tem que ficar claro, custe o que custar.

Ao contrário do que diz o comentador Fernando Mendes, a alma do Sporting são todos os sportinguistas, os que estão no estádio e os que vivem o Clube por todo o Mundo. Quando a alma do Sporting residir nas claques, é sinal que o Sporting deu a alma ao criador. Apenas restam almas penadas.

publicado às 02:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


30 comentários

Imagem de perfil

De Mike Portugal a 02.10.2019 às 08:32

As claques são necessárias e são uma boa ideia. Não podem é servir para alberar criminosos nem para andar a cometer crimes.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:27

Mike,
As claques são apenas uma componente de todo o Universo Leonino. Não podem ser sobrevalorizadas, nem subvalorizadas. São necessárias se existirem. Se não existirem não são. O facto é que atraem o que há de pior. Ontem um comentador apresentou umas contas, segundo as quais custavam 200 mil euros anuais ao clube, antes das últimas alterações.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.10.2019 às 10:12

Não posso estar mais de acordo com o que foi aqui escrito. Pertenci à Juve Leo durante vários anos e sou 100% a favor das claques. No entanto:

- O espírito que levou à fundação da claque não é o que impera nos últimos anos. Os valores económicos apoderaram-se da minoria que têm governado as claques e a oposição a direção é a consequência disso.

- Infelizmente, a Juve Leo (ou membros associados à claques) está associada ao ataque de Alcochete. Foi um ataque que, para além da vergonha que nos fez passar a todos, trouxe prejuízos económicos gravíssimos ao clube (ex: Rafael leão que saiu a zeros e foi vendido por 35M ao Milão... ou a renegociação dos contratos de Bas Dost ou Bruno Fernandes... ou vendas de Gelson por valores irrisórios). Ainda não vi ate hoje uma posição forte da claque para tentar limpar a sua imagem desta terrível ocorrência. Fernando Mendes e Mustafa estão os dois presos.

- Votei Varandas e, neste momento, não estou satisfeito com o seu trabalho. Não tem mostrado preparação para gerir futebol e não têm discurso coerente e preparado. De qualquer forma, é o meu presidente até às próximas eleições. Não podemos andar a trocar de presidente de ano a ano e, principalmente, não podemos voltar a presidentes como Bruno Carvalho. Mal ou bem, com a nulidade que era MK, ganhamos 2 taças enquanto com 3 anos de Jesus pago a 4 milhões ao ano e com equipa milionária ganhamos 1 taça da Liga.
Sem imagem de perfil

De Borges Coutinho a 02.10.2019 às 11:04

Se arredondarmos as contas, estimando:

- Custos com renovações de Bruno Fernandes e Bas Dost: 5M.
- Vendas por baixo de William e Gelson: 20M.
- Não-venda de Rafael Leão: 35M.
- Dispensa de Nani, Montero e Doumbia a custo zero (!!!) motivada pela urgência em baixar a despesa: pelo menos 10M.
- Venda irrisória de Bas Dost pela mesma razão: pelo menos 5M.

Só por aqui o caso Alcochete terá custado cerca de 75M ao Sporting, faltando ainda pesar os prejuízos indiretos, como contratos de patrocínio que terão caído por desistência das marcas, o fracasso do EO, jogadores que simplesmente não quiseram vir para o clube nesta fase, etc, etc.

O dano é enorme e de morosa recuperação. Melhores dias virão, mas não será em breve.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:47

Para os fanáticos da anterior Direcção os valores que apresenta, são "amendoins".
Imagem de perfil

De MASM17 a 03.10.2019 às 10:17

Sem falar na parte desportiva que se goste ou não os jogadores tinham.

SL
Imagem de perfil

De MASM17 a 03.10.2019 às 10:29

Qualidade para jogar cá.

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.10.2019 às 10:43

Agradeço o esclarecimento.
Sem imagem de perfil

De jcp a 02.10.2019 às 11:18

Caro Anonimo,
O Varandas será o seu presidente, o meu presidente até as próximas eleições ou não, vai depender da evolução da sua gestão.
Face o que fez até o presente tem demonstrado bola e tem feito tudo ao contrário em relação as suas promessas. Só vou lembrar na união que iria levar a cabo:

Unir os sportinguista. O que é que tem feito? Em vez de unir insulta os sportinguistas: são os esqueletos, os cães raivosos, os cientistas, desonestos

Uns dirão, temos que deixar que a direcção faça o seu trabalho, dar tempo ao tempo, está tudo louco?
Afinal o SCP é um clube de exigência máxima ou não?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.10.2019 às 14:15

Ele não faz nada para unir, mas quem o insulta tem feito tudo para desunir!

O homem tem que dar o corpo às balas e ainda por cima tem que ser condescendente e perdoar a quem tanto mal fez ao Clube.

O jcp é mais um brunista ressabiado, que vem aqui vomitar alarvidades convencido que engana quem o lê.
É preciso estar-se completamente ceguinho pela dialética brunista.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:51

Tem toda a razão. JCP pelo seu posicionamento constante, está identificado como um brunista. Não tenho nada com isso. Cada um gosta do que gosta. O que acho lamentável é que distorça a verdade nas suas análises, salientando apenas o que lhe convém.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:31

Caro anónimo,

Deve identificar-se. Quanto ao seu comentário concordo genericamente com o que escreve.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 02.10.2019 às 10:18

Porque não fazer um referendo aos sócios do Sporting a perguntar se querem continuar com as claques?
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:33

O problema das claques não é se devem ou não devem existir. É como devem existir.
Sem imagem de perfil

De Borges Coutinho a 02.10.2019 às 11:07

É impossível imaginar o futebol sem as claques. Os cânticos, as faixas, o ruído e a animação que trazem aos jogos faz parte do espectáculo.

Se têm de ser moldadas é outra história. Mas eliminadas, jamais. Até porque é impossível erradicá-los.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:39

Borges Coutinho,
Não preciso imaginar o futebol sem claques. Vivi muitos jogos nos estádios sem claques. Estavam cheios, vibravam com os jogos, jogava-se bom futebol. Na minha opinião as claques trouxeram mais ruído. Eu não vou aos campos ver claques, vou ver o espectáculo e os verdadeiros artistas.

Não digo que as claques devem acabar, não devem é ser endeusadas. Os clubes viveram muitos anos sem claques e continuarão a viver sem elas, se for o caso.
Sem imagem de perfil

De Pelisca a 02.10.2019 às 11:28

Bom dia

Neste assunto concordo com o NV algum dia teria de.ser.

As claques ou são saneadas ou deviam ser extintas do clube nada de casinhas bilhetinhos etc tem de.haver alguém com coragem e dizer ou é assim ou não é nada!!!

A Juventus ainda há pouco tempo denunciou uma serie de capos que queriam extorquir o clube é acabar com esses profissionais das claques.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:41

Pelisca,

Concordo em parte. Podem existir claques desde que não vivam de privilégios pessoais, e se limitem de forma organizada a apoiar a equipa.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 02.10.2019 às 13:38

Claques..!
#OUT
#FORA
#RUA...
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 14:43

Carlos N.T.,

Não iria tão longe. Embora defenda, ao contrário de outros leitores, que o futebol passa bem sem elas.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 02.10.2019 às 18:05

Se as claques estiverem de boa-fé e proporcionarem momentos como este exemplo que dou ( https://www.youtube.com/watch?v=oT7oGxB-vTM ) é uma mais valia. De resto, há muitos problemas pelo meio. Penso que deve haver uma forma de mudar a mentalidade, antes de tomar medidas mais drásticas, se um dia for o caso (aliás, a invasão de há 1 ano e tal teria sido uma boa oportunidade para erradicar claques).
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 19:18

Profeta,

Se as classes cumprirem o seu papel de apoio à equipa fazem o seu trabalho. Se as claques forem um encargo financeiro são sanguessugas. Num jogo os artistas pagos só devem estar dentro do campo.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 02.10.2019 às 21:23

Isto nem parece vindo de mim, mas tenho que ser justo: Toma-se a(s) árvore(s) pela floresta. As pessoas que compõem - as claques são sportinguistas como nós, que querem o bem do Sporting e algumas fazem um grande esforço para apoiarem o Sporting fora de casa. existem sempre ovelhas ronhosas num grupo e acontece por vezes haver um grupo que toma de assalto uma claque, para negócios menos claros. Mas, um clube como o nosso com dezenas de jogos fora nas suas modalidades, o apoio e - como tal as claques - são essenciais. E para mim devem de ter ajuda do Sporting (como todas as outras dos nossos rivais têm). Pois um individuo que deixa a família um fim de semana para apoiar o futebol em Braga, vai apoiar o Basquetebol a Ovar e o Futsal em Portimão, enquanto eu estou descansadinho com a família a ver o jogo na SportingTV, é normal que tenham ajuda nos bilhetes, viagens e até comida, pois sacrificam o seu tempo livre em favor do Sporting. Isto tem que ser dito, apesar de hoje em dia, apenas no Sporting, este reconhecimento não ser bem visto. Claro que as claques devem ser sempre supervisionadas pelo clube, terem eleições democráticas, etc. Enquadradas são essenciais. Aliás são os atletas das diversas modalidades que estão constantemente a pedir a sua presença.

PS - Nunca pertenci, nem pertenço a nenhuma claque, nem tenho familiares em qualquer claque. A minha opinião é isenta e baseia-se em dezenas de anos de presença nos estádios e pavilhões em que o nosso Sporting joga.
PS1 - As claques não devem de apoiar ou desapoiar um presidente ou direcção, não é essa a sua função e se assim acontecer, devem os órgãos sociais do clube de sancionar as mesmas.
SL
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 21:42

Concordo genericamente com o seu comentário. Discordo em parte de que as claques devem ser subsidiadas, porque passam a ser uma despesa permanente. Contas feitas num programa da televisão calculam que a despesa com as claques do Sporting rondava os 200 mil euros anuais. É muito dinheiro para um Clube em dificuldades. Além disso, quando mete dinheiro há sempre a tendência para surgir qualquer forma de corrupção.
Não me parece saudável que qualquer clube crie grupos de adeptos pagos. Faz-me lembrar, com as devidas distâncias, o "pão e circo" no Império Romano. Se têm que ter algum apoio não deve ser monetário.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 02.10.2019 às 22:24

Não são claques pagas. Como é que quer que um individuo que ganhe 700/800 € a média portuguesa, pague do seu bolso viagens, pelo país, bilhetes, e o comer (não pode levar a marmita...). Tenha paciência, mas é preciso bom senso. Um júnior que pode não dar em nada, custa mais de 200 mil/ano. Os nossos rivais podem - aliás o tema claques - para eles é pacifico, mas nós não podemos? Não gastem dinheiro em pernas de pau, e temos bastantes na equipa.
SL
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.10.2019 às 23:39

J. Oliveira,
A questão das claques, as nossas e as dos outros, não é tão simples como pretende fazer crer. Sabe quem são os elementos das Juve Leo? Sabe se e quantos exercem profissão? Sabe como é distribuído o "dinheiro" que recebem ou recebiam do Clube? Sabe como o utilizam?
Até parece que se não houver claques, não há adeptos nos estádios. O sporting é um Clube muito grande: tem adeptos em todo o país. Gente que paga cotas e compra lugares para a época. Não reduzamos o Sporting a uma minoria de adeptos, sem os quais nem existiria.

SL
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 03.10.2019 às 10:39

Nação Valente--------------Este assunto das claques é de difícil entendimento, pois as opiniões divergem . Penso, que a antiga situação, pelas notícias a que tivemos acesso, não devem ser aceites pelos associados do SCP. Neste post fala-se em 200 mil euros de despesa anual com as claques, Não tive acesso a essas contas, mas acho irrisório este valor. Sabemos que o SCP vendia, ou dava, bilhetes quase de borla aos adeptos da claque, que posteriormente alguém os vendia a terceiros. Ora, durante uma época é preciso contabilizar todos os bilhetes que foram entregues ás claques, e certamente outros benefícios que existiram, pois assim poderemos ver os custos que o SCP teve de suportar nesse período de tempo.
Não sou contra as claques e até as acho necessárias, embora pense que devem ter regras bem definidas. Primeiro que tudo os seus membros devem ser associados do SCP. Ponto final nesta obrigação. Depois deve a Direcção definir quais as ajudas que pode dar aos membros das claques, no que se refere ao valor dos bilhetes a pagar no nosso estádio.
Nas saídas para outros locais , fora de Lisboa, o SCP deveria estudar a possibilidade de contratar uma empresa de camionagem, que possam levar as pessoas, em autocarros com preços especiais, pois as restantes despesas não podem ser suportadas pelo nosso clube . Eu também gostaria de ter um automóvel topo de gama e tenho de viver com um carro de valor acessível ao meu bolso. O SCP não é a Santa Misericórdia de Alvalade, pois para isso basta alguns resultados de futebol em que os nossos adversários conseguem em Alvalade. Concluindo é um assunto melindroso, que deve ser estudado e apresentado às diversas claques e não esquecer as modalidades do Pavilhão João Rocha, onde as assistências são necessárias, mas também com regras, pois não pode haver um adepto pagante e outro que assiste ao mesmo espetáculo com custos diferentes. Fernando Albuquerque (SCP)
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 03.10.2019 às 13:16

Fernando Albuquerque,

Concordo com a sua análise. As claques pelo apoio que prestam devem receber algumas vantagens dos órgãos sociais. Não sou pela sua extinção, até porque há claques e claques. Mas também não as considero imprescindíveis. Veja quantos campeonatos ganhamos a partir dos anos 1970 quando apareceram as claques, em comparação com os conquistados anteriormente. Os tempos são outros, mas as claques que são instrumentalizadas, às vezes complicam mais do que ajudam.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 03.10.2019 às 14:38

Caro Nação Valente, aquilo que lhe quereria responder, fê-lo o ilustre Fernando Albuquerque, no seu comentário. Faço minhas as palavras dele. Cumprimentos aos dois.
SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo