Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A aposta nos jovens ?

City Lion, em 10.08.16

 

vist.jpg

 

Já é claro para todos que a formação do Sporting tem passado por um período negro que em minha opinião começou com Godinho Lopes, muito com o desinvestimento que houve nessa altura (em contra-ponto com o que os principais rivais fizeram) e com erros crassos na escolha dos principais responsáveis.

 

A recente escolha de Virgílio para assumir tanta responsabilidade foi, no mínimo, uma irresponsabilidade e tem sido um corropio de responsáveis e treinadores a sair e a entrar. Agora, depois de uma critica publica forte de Jorge Jesus, que até desmentiu Bruno Carvalho, lá tivemos que recorrer a quem lá estava no tempo dos "croquetes" para tentar endireitar a nossa formação.

 

Vamos ver no que vai dar desta vez mas é inegável que temos perdido já muito terreno para os rivais e não há dúvidas que este é um dos principais marcos negativos do consulado de Bruno Carvalho, mas cujo impacto só se verá bem lá mais para a frente.

 

Voltando a Jesus, ele tem agora tentado chamar a si próprio o mérito na aposta de jovens (que todos sabemos já não fazia no Benfica e até ficou célebre uma frase dele sobre esta matéria) e esta época até começou o seu discurso a enfatizar a qualidade dos jovens que temos, prometendo fazer uma forte aposta neles.

 

Um mês depois vimos cair aos poucos os jogadores que acreditamos poderiam ser o futuro imediato do Sporting nomeadamente Palhinha (no Belenenses, numa política de empréstimos que tal como aconteceu com Teo privilegia quem nos faz mal),  Francisco Geraldes (no Moreirense), Iuri, Podence e Wallyson.

 

Esgaio e Carlos Mané quando voltarem dos Jogos Olímpicos dificilmente terão mais oportunidades do que as poucas que lhe foram dadas a época passada (aliás a aceitação da ida deles ao Rio mostra isso mesmo), já para não falar em Tobias Figueiredo que está a caminho do Nacional, tapado que está por mais uma série de contratações bem duvidosas.

 

Já nem falo em Ryan Gauld e André Geraldes que também foram para o Setúbal porque me parecem que foram erros de "casting" (a somar a muitas dezenas deste género nos últimos anos) que nem sequer passaram pela nossa formação.

 

Lembro ainda que o ano passado Rúben Semedo teve que ser resgatado dum empréstimo ao Setúbal depois de Jorge Jesus constatar a inépcia dos últimos anos na contratação de mais de 10 centrais, cada um mais fraco que o outro. Foi também assim que João Mário e William felizmente conseguiram singrar no Sporting aproveitando uma falhada política de contratações cirúrgicas e conseguiram agarrar o seu "lugar ao sol".

 

As apostas em Matheus e Gelson a época passada foram ainda tímidas, embora espera-se que ambos tenham muito mais algumas oportunidades esta época, particularmente o último que parece mais maduro mas que não evoluiu ao longo da época passada tanto como prometeu no início. 

 

Em suma, Jorge Jesus tem-se mostrado um bom treinador (não tão bom como ele acha), mas esta falta de aposta nos jovens é claramente o seu ponto mais fraco.

 

Aqui, como em tantas coisas, tem faltado uma Direcção mais forte e a saber bem o caminho que quer seguir e que lhe imponha esta aposta que não só faz parte do nosso ADN, como é fundamental para a sustentabilidade futura do Sporting ... mas quem é que quer saber disso quando o único objectivo é o dia de amanhã e resultados imediatos que infelizmente tardam em aparecer.

 

publicado às 12:05

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Implacável a 10.08.2016 às 18:49

Isto já tem que ser visto de vários prismas para se tentar encontrar uma ponta por onde se lhe pegue. Mas vamos lá tentar:

"Já é claro para todos que a formação do Sporting tem passado por um período negro que em minha opinião começou com Godinho Lopes, muito com o desinvestimento que houve nessa altura (em contra-ponto com o que os principais rivais fizeram) e com erros crassos na escolha dos principais responsáveis."

Mas depois...

"Vamos ver no que vai dar desta vez mas é inegável que temos perdido já muito terreno para os rivais e não há dúvidas que este é um dos principais marcos negativos do consulado de Bruno Carvalho, mas cujo impacto só se verá bem lá mais para a frente."

Ó homem, você decida-se! Foi o Godinho ou foi o BdC?! Segundo diz no 1º parágrafo, uma vez destruída a estrutura, é preciso recomeçar do zero e só os génios como o City Lion é que conseguem acertar á 1ª em tudo...

Mais á frente, temos:
"Um mês depois vimos cair aos poucos os jogadores que acreditamos poderiam ser o futuro imediato do Sporting nomeadamente Palhinha (no Belenenses), Francisco Geraldes (no Moreirense), Iuri, Podence e Wallyson."

City Lion, ou não viu a pré-época ou percebe tanto de futebol como eu de lagares de azeite! Os jogadores que refere fizeram uma pré-época miserável...

E ainda:
"Em suma, Jorge Jesus tem-se mostrado um bom treinador (não tão bom como ele acha), mas esta falta de aposta nos jovens é claramente o seu ponto mais fraco."

Mas antes o City Lion havia escrito:
"As apostas em Matheus e Gelson a época passada foram ainda tímidas, embora espera-se que ambos tenham muito mais algumas oportunidades esta época, particularmente o último que parece mais maduro mas que não evoluiu ao longo da época passada tanto como prometeu no início."
Ó City, talvez por isso é que JJ não apostou neles! Não será?

Mas como acaba em beleza escrevendo:
"Aqui, como em tantas coisas, tem faltado uma Direcção mais forte e a saber bem o caminho que quer seguir e que lhe imponha esta aposta que não só faz parte do nosso ADN, como é fundamental para a sustentabilidade futura do Sporting ... mas quem é que quer saber disso quando o único objectivo é o dia de amanhã e resultados imediatos que infelizmente tardam em aparecer."

Eu deduzo que, para o City Lion, BdC deveria obrigar JJ a apostar nos jovens de uma escola - que, segundo as suas próprias palavras, está em desgraça, logo, não produz nada de jeito - independentemente da sua valia para a equipa principal e do poderio das equipas adversárias, para manter o "nosso" (meu não é de certeza) ADN que desde finais da década de 50 é de... perdedor!
Imagem de perfil

De City Lion a 11.08.2016 às 15:15

Implacável, bom esforço mas ainda fraquinho talvez demasiado irritado / agitado. Porque será? Foi Godinho com que a formação começou a descambar e Bruno Carvalho ajudou. Então o Sporting é que tem pagar pela inexperiência do Bruno Carvalho? O JJ não conseguiu fazer mais do Gelson e do Matheus acredito que a culpa é partilhada. Ninguém é obrigado a apostar nos jovens mas é esse o nosso ADN e foi o que nos prometido e, para já, ainda temos valores que vieram antes da chegada do Bruno Carvalho depois pode ser que apareça um ou outro mas não à mesma velocidade. Desde os anos 50 que não temos ganho como deviamos mas longe de sermos um clube perdedor e apenas uma minoria é que por exemplo foi festejar a Alvalade um 2º lugar no final da época passada porque o que sempre queremos são vitórias.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo