Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A detenção de Michel Platini

Rui Gomes, em 20.06.19

michel-platini-saiu-em-liberdade-2880x1800.jpg

É ainda demasiado cedo para saber se a detenção de Michel Platini, em França, foi um dos primeiros efeitos práticos das denúncias do Football Leaks, de Rui Pinto – que, antes da sua detenção em Budapeste e da posterior entrega às autoridades portuguesas, terá cedido à Justiça francesa, a pedido desta, uma parte dos ficheiros das suas investigações sobre a corrupção da mafiosa rede internacional do futebol.

Todavia, para quem leu o livro Football Leaks, ou extractos do mesmo transcritos na imprensa, o que agora acaba de acontecer ao antigo e famoso ídolo do futebol francês e, mais tarde, presidente da UEFA – que (tal como o seu amigo Joseph Blatter, presidente da FIFA) acabou por ser demitido – era obviamente previsível, pelo menos para averiguações.

De notar, a propósito, que também um recém-reeleito vice-presidente da FIFA, Ahmad Ahmad, foi este mês detido em Paris.

A atribuição do Campeonato do Mundo 2022 à “grande potência planetária do futebol” – o Qatar – que desencadeou de súbito uma explosão internacional de perplexidade e suspeita, tornar-se-ia o factor determinante conducente à descoberta das nebulosas e fraudulentas negociatas envolvidas na eleição de um país onde o calor insalubre do Verão forçaria (pela primeira vez na história da modalidade) a organizar o torneio no Inverno – com gravíssimas consequências para a normal realização das competições nacionais da quase totalidade dos países restantes.

download.jpg

Progressivamente, têm sido desvendados subornos de vários tipos, compra de votos e troca de compensações entre as federações votantes, incluindo a aquisição, com fabulosos investimentos, do Paris Saint Germain pelo riquíssimo Estado do Qatar, uma insólita operação garantida pelo beneplácito da FIFA e da UEFA, bem como obscuras e lucrativas combinações entre dirigentes dos dois organismos.

Agora, será que estas enérgicas acções das autoridades francesas motivarão, finalmente, as suas apáticas congéneres portuguesas a seguir-lhes o exemplo? Esperaremos (sentados?)...

Texto da autoria do leitor/colaborador Leão da Guia

publicado às 04:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 20.06.2019 às 14:13

Não se preocupe que o advogado (que é o mesmo do Rui Pinto) está bem relacionado com os deputados do parlamento europeu e safa o.
Sem imagem de perfil

De Jose Antonio a 20.06.2019 às 17:51

Ninguem questiona o facto de o advogado que o defendeu neste imbróglio seja o mesmo que defende o ladrão de emails?
Como é possivel???
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 20.06.2019 às 18:05

Claro que não pois não interessa falar ou ainda chegam à conclusão que Rui Pinto tambem é só um simples criminoso que teve a sorte de roubar algo muito precioso.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo