Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Screenshot (675).png

Os últimos minutos do 0-5 que já arrumou a eliminatória uniram Alvalade nos cachecóis no ar, gritos pujantes e palmas durante um cântico de apoio ao clube e, por arrasto, aos seus jogadores, que prosseguiu quando estes já caminhavam pachorrentamente à volta do campo e depois de Rúben Amorim trocar um abraço rápido, e só isso, com Pep Guardiola. As bancadas rejubilaram no apoio a quem se esforçou para atenuar as diferenças, para que, talvez, os mundos que separam Sporting e Manchester City se fundissem em apenas alguns pequenos territórios.

O técnico que fez de uma equipa campeã nacional e, muito mais do que isso, competitiva e relevante com constância, tem uma forma de pensar o jogo que o explica. Os processos simples e intenções claras de Rúben Amorim, ainda um novato em termos de idade média para um treinador, notam-se no Sporting e não há como crer que se deixarão de notar. Mas ele próprio, em poucas palavras, explicou quem é Pep Guardiola e o Manchester City que matura há meia dúzia de anos, sobres eles disse que era “impossível” ter um plano para “só para os bloquear”. E pareceu mesmo ser impossível.

Excerto da crónica de Diogo Pomboem Tribuna Expresso

publicado às 03:31

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De RCL a 16.02.2022 às 17:32

Ainda me lembro dos 5x0(Barcelona x Real Madrid) que Guardiola deu a Mourinho em 2010. O Real tinha Cristiano Ronaldo, Casillas, Ricaro Carvalho, Pepe,Sérgio Ramos,Marcelo, Khedira, Ozil,Benzema. Uma constelação de estrelas.
Quando vejo sportinguistas?, de última hora, mandar bocas foleiras, apetece mandá-los.....às urtigas.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.02.2022 às 17:39

Mas, além disso, o próprio Guardiola, na sua primeira época no Bayern, levou 5-0 do Real Madrid (resultado agregado) nas meias-finais da Champions.

E na época seguinte, também na Champions, só num jogo levou 3-0 do Barcelona.
Sem imagem de perfil

De RCL a 16.02.2022 às 21:39

Rui Gomes
Por isso Guardiola saiu do Bayern, não conseguiu ganhar a LC
Cristiano Ronaldo ganhou 5, 1 no M. United, 4 no Real Madrid.
As coisa são como são.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo