Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A estabilidade...

Rui Gomes, em 21.10.21

img_476x268$2021_05_21_21_22_46_1853346.jpg

A estabilidade desportiva parece-me aquela que, de momento, com Rúben Amorim na liderança da equipa leonina de futebol profissional e com as provas entretanto já mais do que dadas por ele enquanto treinador, estará minimamente garantida.

Até porque não me parece que passe pela cabeça de qualquer sócio e adepto de Alvalade exigir o bicampeonato nacional, além de que com a vitória folgada de ontem em Istambul parece mais ou menos alcançável um lugar na Liga Europa que contribuirá um pouco mais para o insuflar do ego dos sportinguistas e a manutenção de um bom ambiente de trabalho entre equipa técnica/plantel/bancada. Alcançar novamente o apuramento directo para a Champions 2022/23 será o seu inconfessável desejo mínimo.

Mas é mesmo na vertente política que tudo se começa (ou nunca se deixou) a jogar e cujos trabalhos estão agora em curso. Seria de esperar que com as várias vitórias desportivas alcançadas no futebol e nas modalidades, com a estabilização da vida do Clube e da SAD no pós-Alcochete e com o grande controle da derrapagem financeira em ano de pandemia, Frederico Varandas e seus pares vissem amplamente reconhecido o seu trabalho.

Contudo e só para inaugurar as hostilidades iniciais, os Relatórios de Contas de 2019/20 e 2020/21 e o Orçamento foram chumbados em Assembleia Geral. Além disso, algumas "caras" já se vieram mostrar e ao que vêm e não me parece que a lista oportunista fique por aqui.

Excerto da crónica de Luís Miguel Henrique, em Record

publicado às 04:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Imagem de perfil

De David Rodrigues a 21.10.2021 às 21:15

É a vida. Um grupo de oportunistas.
E para este tipo de gente, o alvo a abater não pode estar forte. São abutres no chão a uivar à lua rogando pragas para o Rei Leão padecer do mal, da doença. São hienas que se elevam ao céu, grunhindo pragas e infelicidades de forma o Rei Leão ser deposto.

São os salvadores do estado das derrotas. Vibram com cada percalço do Rei Leão, numa qualquer esquina para dar a estocada final.
São pessoas que desejam o mal para se apoderarem do trono e salvarem o Sporting. Salvar do quê?
Um pastor da igreja sem pecadores não ganha o pão. Um salvador não pode salvar sem afogados.
É tão óbvio.

No melhor época desportiva de sempre, aparecem salvadores.... dos nossos rivais!
É um grupo de assaltantes oportunistas sem mais nada para fazer na vida. Infelizmente, também é vida!
Sem imagem de perfil

De Yazalde a 22.10.2021 às 02:47

Estou preocupado, com os brunistas, que destabilizar o clube, para voltar ao tempo dos arruaceiros, então depois e que não se ganha nada, o sistema está ainda bem vivo, temos que o combater ,mas não e com arruaças
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 22.10.2021 às 08:01

Preocupação. Se for uma emoção tudo bem, serve de alerta e pouco mais. É necessário para sabermos decidir em conformidade com o estímulo recebido.
Mas se for um sentimento prolonga-se no tempo. É negativo e ocupa as nossas mentes, em detrimento de outras coisas úteis.

Não podemos personificar este movimento de resistência interna numa corrente de uma pessoa. Esta corrente é composta por diversos afluentes que desaguam no mesmo rio: Bandalhos.

A que os une é a desinformação. Não interessa a realidade mas o que parecer ser. Uma mentira, uma mensagem enganadora, de tanto repetida que parece ser verdade.
Também os une a sede de poder e todo o benefício que podem usufruir do mesmo: fama, dinheiro, ego inchado,...

Mas não se preocupe. Melhor: a partir de amanhã à noite espero não ter motivos para se preocupar. Basta ter confiança nas pessoas que estão à frente do Sporting, os sócios. E amanhã os sócios vão dizer de sua justiça. E acredite que a palavra dos sócios está a cima de tudo. É assim que funciona um estado democrático.

Espero e desejo que o dia de amanhã seja marco, na história do clube, de confiança, pelos sócios, na atual presidência.
Se assim for, o nosso rio onde o Rei Leão se move torna-se mais despoluído.
A Irmandade Leonina merece paz, sossego, e o apoio dos adeptos verdes e brancos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo