Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A estatística mais clamorosa do jogo

Rui Gomes, em 27.08.15

 

140619210631-large.jpg

 

R E M A T E S

 

À BALIZA

 

1.ª parte - 2     2.ª parte - 2     Total = 4

 

 

CERTEIROS

 

1.ª parte - 1      2.ª parte - 1     Total = 2

 

publicado às 10:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De PSousa a 27.08.2015 às 10:32

SL
É ridículo mesmo...
Para quem quer estar entre os 32 melhores... esta não pode ser a nossa estatística.
Devíamos ter feito mais e melhor... jogar ao "meinho" é para as escolas!
Sem imagem de perfil

De RMSCP a 27.08.2015 às 11:32

Os remates por si só não significam nada. De que serve fazer remates sem criar condições para tal? Foi um jogo atípico. 3 oportunidades para o CSKA -> 3 golos. 1 oportunidade para o Sporting -> 1 golo.

Cumps
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.08.2015 às 12:33

Faz-me rir... Os remates por si não significam nada ? Sem remates não se marca golos e sem golos acontece o que está à vista.
Sem imagem de perfil

De RMSCP a 27.08.2015 às 14:27

Então o objectivo é pegar na bola e rematar é isso? Eu prefiro criar uma oportunidade de golo flagrante do que fazer 30 remates ao calhas.

Cumps
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.08.2015 às 14:37

Apresenta um argumento que extrema pelo exagero. Há todo o tipo de golo, uns que vêm de jogadas bem elaboradas e outros que são puro oportunismo de momento.

O ponto é que tem de se rematar para marcar golos e, em contexto, quanto mais se rematar mais se golos marcará. Trata-se da lei das probabilidades e um jogador necessita de X remates para marcar um golo.

A exemplo, basta ver quantos remates faz CR7 por jogo para ter a média de um golo/jogo. Agora, nada é constante e os números variam de jogo para jogo.

P.S. E estou a falar de remates dignos do nome e não de disparos do meio campo para as núvens.
Sem imagem de perfil

De RMSCP a 27.08.2015 às 15:25

Pois mas mais importante que a finalização (remate) é criar a oportunidade. Nem todas as oportunidades chegam a ser finalizadas. Preocupa-me é a pouca quantidade de oportunidades que criámos neste jogo.

Cumps
Sem imagem de perfil

De m1950 a 27.08.2015 às 12:22

Celtic ganhou ao Barcelona com 1 remate e 90 segundos de posse creio eu,

Mas de facto é indicador da falta de ambição do Sporting , que na segunda parte abordou o jogo de forma errática , e o desfecho não poderia ser outro ( eu já falei da arbitragem).

O Sporting perdeu ou abdicou da capacidade de pressão e deixou a bola descoberta , com criativos como Tosic , Dzagoev , Eremenko , que na primeira parte foram neutralizados devido à pressão do SCP , jogaram a seu bel prazer no nosso meio campo , e no último lance o Tosic até podia escolher o lado onde metia a bola.

Nota para o comportamento de Naldo na linha defensiva , é um jogador que tem tendência a seguir o adversário e tentar sempre a antecipação como se fosse um amador e não estivesse numa linha que tem comportamento de zona , os seus erros de posicionamento custaram 3 golos ao SCP em jogos com CSKA.

Nota para João Pereira , que aos 31 anos não sabe que não é o lateral que define se a linha sobe ou desce , subiu no 2º golo com a bola a descoberto e os outros tiveram de segui-lo , e o Naldo ficou para trás em vez de seguir o Paulo Oliveira. E depois vai para o flash dizer que se cometeram muitos erros com uma cara de " A culpa é do Naldo" , tinham de encurtar a profundidade , mas ele sobe.

Isto quer dizer simplesmente que não temos patrão.

Depois Jesus não viu o Ruiz em dificuldades ? Aquilani também rebentou , são 2 veteranos muita técnica , muita qualidade , mas estão a sentir nas pernas e não há magias para isto , tinham de ser substituídos , e eu pergunto-me porque dispensar um médio de alta rotação como é Mallmann , não dava jeito no banco ontem ?

Gastámos mesmo 2 substituições , ou é impressão minha ?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.08.2015 às 12:31

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 27.08.2015 às 12:40

O de cima é o golo de Teo , e este é o resumo:

script charset="utf-8" data-config="http://config.playwire.com/19850/videos/v2/3838206/player.json" data-height="350" data-publisher-id="19850" data-video-id="3838206" data-width="550" src="//cdn.playwire.com/bolt/js/embed.min.js" type="text/javascript"></script ( tem de colocar < antes do script e depois lá no fim também)
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 27.08.2015 às 16:30

Já não há muito a acrescentar.A primeira parte foi boa, tivemos posse de bola mas já aí tivemos uma oportunidade de golo e em geral não fomos perigosos.
Uma equipa numa competição desta responsabilidade ,que sofre 3 golos em 45 min não merece passar.Ponto...final.

Os 2 primeiros golos são muito infelizes:o corte de Adrien que cria a oportunidade,o azar no ressalto e o árbitro fizeram o resto. No 2º golo perdemos a bola ao sair para o ataque possibilitando aquele passe ,mas Naldo não faz a linha com os colegas e coloca o jogador do CSKA em jogo.
No 3º há 2 jogadores do CSKA completamente sozinhos à entrada da área.Tiveram tempo e e espaço para passarem como quiseram.Não faz sentido jogar com a defesa alta se não houver pressão sobre o portador da bola .O último jogo em que estivemos bem neste aspeto foi com o benfica.

Carrillo,na 2ª parte, jogou muitas vezes praticamente como LD com JP mais dentro ,para tentar agarrar o supersónico Musa, com isso tirando capacidade ao nosso ataque.JP ,na minha opinião, não tem condições para este nível de competição.
Neste nível não há margem para erro .

Inofensivos em quase todo o jogo mas em particular na a 2ª parte como a estatística referida mostra.No golo de Slimani ninguém protesta e os jogadores do CSKA estavam conformados.Foi uma invenção do árbitro.

A derrota é muito difícil de digerir mas...treinador novo e ideias completamente novas e logo de início com compromissos de grande responsabilidade,a probabilidade de algo não correr bem era alta.
JJ podia ter mexido melhor,sobretudo feito substituições mais cedo.
Também sentimos a falta de Jefferson.

Continuo a achar que a direita da defesa e a posição 6 são as mais problemáticas,sendo que pagámos quase 4 M por 80% do passe de um jogador que não vem para jogar no imediato.

O árbitro prejudicou-nos muito nos 2 jogos mas claro,não nos podemos desculpar só com o árbitro mas que foram 2 arbitragens muito esquisitas ...foram.

Vamos ver,em termos financeiros,qual é plano B.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo