Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A (in)disciplina

Esfinge, em 14.05.19

 

Na época 1993/1994 o FC Porto foi ao estádio da Luz perder com o Benfica por 2-0. Nesse jogo, Fernando Couto foi expulso por ter dado uma cotovelada a Mozer. O FC Porto era treinado por um Senhor, Bobby Robson. O FC Porto fez um jogo épico, com menos um elemento. Sir Bobby Robson recusou-se a fazer alterações defensivas e obrigou a equipa a jogar 3 para 3 na defesa contra o ataque do Benfica (João Pinto, Aloísio e Rui Jorge contra Ailton, João Pinto e Yuran).

 

21450536_yiOHc.jpeg

 

No final da partida ficou a frase: "Resultado: Mozer dois, Fernando Couto zero." (quem quiser recordar a conferência de imprensa, deixo aqui a ligação). Fernando Couto passou os 15 dias seguintes a treinar à parte.

 

Sou absolutamente contra as chamadas de atenção em público. São contraproducentes e podem gerir incompatibilidades difíceis de curar. No entanto, um patrão é-o tanto mais quanto mais capacidade tiver para enfrentar as questões difíceis desde que seja para as resolver.

 

errocopa052.jpg

Uma expulsão acontece. O futebol faz-se de contactos, nem todos são evitáveis. Duas expulsões, pode ser azar, ao fim e ao cabo, um duplo amarelo é algo que está sempre à mão de semear. Mas, o que dizer quando um jogador recebe, numa única temporada, 3 cartões vermelhos directos? Até pode pedir desculpa depois de ter visto o primeiro, e aceita-se. Mas 3?! (Em comparação Coentrão tem 2 vermelhos, ambos por acumulação, Ricardo Costa tem 3, 1 por acumulação).

 

O Sporting esta época é a quarta equipa com mais vermelhos (4), e é a terceira equipa com mais amarelos (96). Se somarmos dois duplos amarelos, o Sporting acabou 6 jogos a jogar com 10 - cerca de 20% dos jogos para o campeonato. Da lista dos 10 jogadores com mais amarelos, aparece Gudelj (12) e Coates (9).

 

Em comparação, o FC Porto, que sempre teve fama de apresentar um futebol aguerrido, é a última equipa da Liga NOS no parâmetro disciplinar: nenhum vermelho e apenas 58 amarelos.

 

Para o próximo jogo, o Sporting vai arrancar com, pelo menos, dois jogadores impedidos por motivos disciplinares. O jogo já não conta para nada, mas poderia contar.  Gerir um plantel é perceber que também isto é prejudicial e deve ser corrigido.

 

publicado às 04:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds