Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

Em entrevista à BBC, Ryan Gauld falou pela primeira vez sobre a interrupção do seu empréstimo ao V. Setúbal, em Janeiro, que deu um fim prematuro à sua experiência na I Liga:

 

1F91A2D600000578-0-image-a-15_1459371582756.jpg

 

«Esta foi uma época com altos e baixos. Tive o que pretendia para começar, uma experiência de primeira divisão, importante para perceber se tinha, ou não, capacidade para estar a este nível. Depois, o empréstimo foi interrompido, algo frustrante.

 
Ainda não me comunicaram nada. Vou apresentar-me ao serviço na terceira semana de Junho para os habituais exames médicos e espero sentar-me com alguém do Sporting para perceber quais os planos, aquilo que acham que é melhor para mim e para o clube.

Nos primeiros seis meses desta época joguei na primeira divisão, que foi uma grande experiência para mim. Mesmo voltando ao Sporting, aproveitei a oportunidade de treinar com vários jogadores que foram campeões europeus de selecções. Isso ajudou no meu desenvolvimento.
 
Não tenho qualquer definição sobre o futuro. Vou ver como corre a pré-época e esperar pelos responsáveis do Sporting para analisar as opções. Tenho contrato até 2020, mas não sei o que pretendem fazer».
 
É deveras transparente que em Ryan Gauld temos um exemplo clássico da desordem predominante de uma estrutura para o futebol que existe apenas em nome. Graças à imbecilidade infantil de um presidente que chama a si o seu comando, sem nada perceber da matéria, o desenvolvimento de um jovem talento foi completamente anulado.
 
A definição do seu futuro nem ele sabe e, pelos vistos, a orientação que está a receber nesse sentido é nula. Até é possível que não tenha qualidade suficiente para integrar o plantel principal do Sporting, mas por este caminho e com Jorge Jesus ao leme, as suas hipóteses são mínimas, se algumas. O clube tem uns quantos milhões investidos nele, mas os dividendos, tanto desportivos como financeiros, não estão à vista e dificilmente serão assegurados.
 
 
Adenda: Ainda ao jornal britânico The Courier, Ryan teve algo mais para dizer sobre o seu momento no Sporting e em Portugal:
 
«Não penso em sair. Teria de ser em circunstâncias especiais. Gosto muito de viver aqui. Gosto do futebol e do estilo de vida. De tudo. Não é algo do qual esteja com pressa de sair. Ainda não me disseram nada. Apenas para voltar para a pré-época, como todos os outros. Talvez vá depender da maneira como corre. Talvez irão tomar uma decisão depois disso, acerca do que será melhor para o meu desenvolvimento.

 

Deram-me seis anos de contrato. Não correu como esperava, mas tenho mais três anos para tentar que dê certo. Espero que os segundos três anos possam ser melhores do que os primeiros. Espero chegar à equipa principal e seguir a partir daí».

 

publicado às 05:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De M1950 a 31.05.2017 às 11:31

Bastante homem nas palavras , quando sendo apenas um miúdo a reação mais provável seria a de explosão para com a injustiça e a falta de sensibilidade que o levaram a esta situação.

Lamento por este jogador , que como já pude dizer aqui , penso que é dos melhores do futebol europeu no último passe , desde que chegou ao Sporting quiseram recuá-lo no terreno com este talento ímpar e nunca ninguém sequer apostou nele , e pior o Sporting não tem parece ter um plano para desenvolver o seu talento e valorizá-lo , a situação em Setúbal foi complicada de início teve de ganhar o seu espaço e quando se estava a impor decide o Presidente de forma irreflectida retirar o jogador como se de um brinquedo se tratasse.
Sem imagem de perfil

De antonio a 31.05.2017 às 12:31

É verdade, mas parece que 86% apoiam esta decisao.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 31.05.2017 às 12:38

89.

Sim. O que foi a votos foi o resgate de Gauld.
Sem imagem de perfil

De antonio a 31.05.2017 às 14:12

Nao foi o Gauld mas foi quem toma decisoes desastrosas umas atrás das outras. Gaul é um exemplo.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 31.05.2017 às 14:34

É uma visão sua. Não foi a visão de 89%. Pena a "maioria silenciosa" não se ter pronunciado.
Sem imagem de perfil

De antonio a 31.05.2017 às 14:37

E portanto voltamos ao meu ponto: há uma maioria que apoia estas decisoes. Depois admiram-se...
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 31.05.2017 às 14:40

Disparate. Eu votei BdC e fui totalmente contra esta decisão e aquilo que tem sido a gestão do jogador. Como sou ou fui contra outras. E lixado que estava com a época no futebol.
Sem imagem de perfil

De antonio a 31.05.2017 às 15:18

Está contra a decisao mas pactua com ela e ainda recompensou quem a tomou. Nao que eu tenha nada a ver com a sua escolha, mas ainda nao tive oportunidade de lhe agradecer por ter votado nesse sentido. Obrigado.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds