Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"A lei do Silva é a lei da selva"

Rui Gomes, em 17.09.16

 

Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica, estreia a modalidade dos processos disciplinares por comentários televisivos. Há bondade na ideia (vamos chamar-lhe "lei do Silva") de punir os terroristas verbais. Quando há um esgoto a céu aberto, o mínimo que se pode fazer é pôr lá uma placa, mas nem que a tabela máxima prevista no regulamento disciplinar seja aplicada, neste ou em casos futuros, a medida está destinada a ser apenas uma boa intenção.

 

19668301_GZJst.jpg

É assim que José Manuel Ribeiro - director, jornal O Jogo - começa mais um excelente artigo seu, este intitulado A lei do Silva é a lei da selva, através do qual dá relevo à intimidação aos árbitros que ocorre em Portugal, sublinhando que "nenhuma multa incomoda os talibãs televisivos, porque sai sempre barato: intimidar os árbitros compensa e bem".

 

José Manuel Ribeiro insiste que quem mais intimida é quem mais acesso tem ao tempo de antena; quem mais contactos e cumplicidades tem no espaço mediático; quem está mais perto dos centros de decisão e dos canais privilegiados. E há uma boa dose de verdade nisto, mas não me parece lógico que o foco não recaia também sobre quem se deixa intimidar, seja através da referida onda mediática ou por outros meios. Ao fim e ao cabo, a palavra final é sempre destes, indiferente dos execráveis "Silvas" cá do burgo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De smoker a 17.09.2016 às 17:22

Não li o artigo. Mas, pelo que o Rui aqui diz, fico com a ideia que os moinhos de vento que o Sporting e os seus dirigentes têm confrontado começam a querer movimentar velas..... bons sinais... e ser logo n'O Jogo...!!!
Sem imagem de perfil

De Implacável a 17.09.2016 às 17:41

Mais do que o objectivo que a presença destes "tipos", nos meios audiovisuais, encerra, é a poluição que eles espalham.
E ao contrario do que dizia, por exemplo, ontem o Leão Zargo numa interessante troca de comentários comigo, há publico para estes programas asquerosos ou eles já teriam desaparecido das grelhas de programação.
Infelizmente, esta é apenas uma peça do enormíssimo puzzle montado para falsear resultados.
No actual estado de coisas, os árbitros só actuam para "limar algumas arestas".
Muita gente deve demasiados favores a um determinado clube que tem trabalhado bem no submundo do futebol.
A maior evidência dessa influência está na forma milagrosa como o novel primodivisionário, da época passada, conseguiu a manutenção.
Analisem (toda) a envolvente dos dois clubes que disputavam o único lugar para "aflitos" e tirem as vossas conclusões...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo