Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A mãozinha de Mendes

Rui Gomes, em 17.10.18

 

img_192x192$2015_10_21_12_05_50_1006119_im_6366770

Não ter relações privilegiadas com empresários de futebol foi uma política assumida pela anterior direcção do Sporting que deu bons e maus resultados. Ter chegado a hostilizar o maior agente do Mundo que por sinal é português, foi outra opção, essa claramente menos benéfica aos interesses do clube. Não porque o empresário em causa, Jorge Mendes, tenha boicotado negócios, mas sim porque o Sporting poderia ter resolvido alguns processos de forma vantajosa. E não apenas pós-invasão de Alcochete. 

 

Frederico Varandas tem vindo a dar provas de que liderar não significa estar contra tudo e contra todos e que governar implica bom senso e diplomacia. Estas duas virtudes teriam de ser essenciais para resolver os delicados dossiês dos jogadores que rescindiram contrato unilateralmente e que seguiram outro caminho que não foi o de volta a Alvalade. 

 

Neste contexto, ter a consciência de que o papel de Jorge Mendes não pode ser desprezado no processo da negociação de um acordo com o Wolverhampton, para que o Sporting possa ser ressarcido no caso de Rui Patrício, é um exemplo de sentido de responsabilidade. O futuro do Sporting também passa por restaurar a confiança com os agentes desportivos. E, entre estes, obviamente a de um empresário como Jorge Mendes é de extrema utilidade.

 

António Magalhães, director de Record

 

Nota: Frederico Varandas deslocou-se a Londres esta semana para resolver o caso de Rui Patrício com o Wolverhampton. Segundo o que está a ser noticiado, há acordo total entre as partes, e muito embora os valores não tenham sido revelados, consta que a verba que o Sporting vai receber ronda os 20 milhões de euros.

 

publicado às 04:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


29 comentários

Sem imagem de perfil

De Jorge Pereira a 17.10.2018 às 09:01

Se for verdade o que ontem foi dito no Prolongamento da TVI sobre o caso do Rui Patrício, este demonstrou à saciedade todo o seu sportinguismo. Fico a aguardar com muito interesse novos desenvolvimentos sobre este caso. Arrisco-me a dizer que muitos terão que enfiar a viola no saco à conta do que disseram sobre a sua rescisão (que cada vez mais me parece justíssima).
Posto isto aguardo, ainda com mais interesse, a total responsabilização do sr. Azevedo Carvalho sobre o estado calamitoso em que deixou o Sporting bem como se torne o No 39!

Saudações Sportinguistas
Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 17.10.2018 às 09:28

Só há uma coisa que não entendo, e por aí se vê também o estado de saúde do futebol no geral. Primeiro, independentemente de quem lá estava, as negociações não avançavam porque o Wolves não davam mais do que 17.5M€. Andaram meses nisto. Queriam ter o guarda redes principal da selecção campeã europeia (e que já muito os tem safado neste início de campeonato) por tuta e meia e não avançavam mais do que isso. Depois, quando finalmente se chega a um consenso, rasgam os papéis por culpa do "Sporting" que pede mais 2M€, cifrando-se nos 20M€. Não pagavam e que era um ultraje. Contrataram o jogador à revelia e sem qualquer indemnização ao Sporting que bem andou a precisar dessas verbas. Assim ficou a situação nos meses seguintes até ao momento atual, em que eles pagam exactamente os mesmos 20M€ pedidos pelo Sporting como se nada fosse.

A diferença, o intermediário, Jorge Mendes! Desculpem mas é uma situação inconcebível e onde se notam os interesses instalados no futebol! Qual é a razão para agora terem concordado a pagar os 2 extra? Será que é para ir para o JM? Fico pacientemente à espera para ver o resultado da negociação e, destes, com quanto vai o Sporting ficar nos seus cofres...
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 17.10.2018 às 09:39

A diferença é que o actual présidente reconheceu a divida dos 7milhoes ao Mendes que o Sporting irá descontar nos 20 milhoes..
Este negocio vale ao Mendes 7milhoes.
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 17.10.2018 às 13:11

O negócio não vale 7 milhões ao Mendes, os 7 milhões já lhe eram devidos mas não tinham sido pagos. As dívidas são para pagar, por mais que custem. Mesmo a intermediários.
Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 17.10.2018 às 14:34

Não estou a querer dizer que não se deve pagar. O que critico é que os Wolves não queriam negociar com o Sporting por mais do que os 17.5 que tinha sido inicialmente avançado. Agora já têm abertura para os 20 que tinham sido depois pedidos?????? Não acham estranho?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 15:06

Caro R. Ribeiro,

Deve recuar uns meses e recordar a evolução deste caso.

Estava tudo acordado entre o Sporting /Guilherme Pinheiro) e o Wolverhampton. Praticamente na hora da assinatura do acordo, aparece o lunático a exigir mais 2 milhões além dos 18 já negociados.

Perante a arrogância do ex-presidente, o emblema inglês retirou a oferta e abandonou a mesa negocial. Obviamente, mais pela postura do ex-presidente do que pelos 2 milhões, acredito.

Eu teria feito o mesmo.

Aliás, já aqui escrevi e reitero que depois do tanto que ocorreu, ainda hoje acredito que o lote de rescisões não teriam ocorrido se a transferência de Rui Patrício tivesse sido finalizada mediante os termos então negociados. Foi o princípio da cadeia de eventos.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 17.10.2018 às 09:39

Uma sociedade que se excita com tudo, neste tema dos empresários de futebol é tudo permitido….

Jorge Mendes neste momento é a maior entidade do futebol português… detêm uma série de clubes, detêm uma série de jogadores e detêm uma capacidade financeira invejável…. perante tudo isto, o que pode um clube fazer perante a especulação gerada por este tipo de empresários? Na minha opinião a atividade de empresário de futebol deveria ser mais regulada, já que geram Milhões em comissões, quando não geram nada do ponto de vista palpável… os clubes esses sim são os geradores/criados de jogadores, e esses cada vez mais ficam nas mãos de especuladores.
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 17.10.2018 às 13:12

Quais são os clubes que o Jorge Mendes detém?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 14:06

Não compreendo o termo "deter" neste contexto.

É óbvio que Jorge Mendes, como outros empresários, tem um número de jogadores como seus clientes, mas não me parece que o mesmo aconteça com clubes.

Há emblemas com os quais ele está em posição para exercer maior influência, pelos interesses sobre a mesa, mas não vejo nenhum clube ter um contrato de exclusividade com Jorge Mendes ou qualquer outro empresário.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 17.10.2018 às 16:59

Como exemplo…. o Rio Ave é detido por um grupo de investimento chinês, que é o mesmo que investiu no Wolverhampton…. sabe-se que esse grupo de investimento tem um acordo com a Gestifute do Jorge Mendes.

Exemplo mais recente, a Gestifute irá comprar 50% do Famalicão que milita actualmente na II Liga….
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 17:06

E qual é o significado de esse grupo de investimento ter um qualquer acordo (???) com a Gestifute?

Se o Famalicão tem SAD, qualquer um tem acesso às respectivas acções na bolsa.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 17.10.2018 às 19:14

Portanto… comprova-se que existem clubes detidos por empresários…. e pior que isso…. existem clubes detidos por fundos de investimento cuja origem é no mínimo dúbia.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 19:28

A conclusão é sua, que eu não subscrevo no contexto que intenta.
Perfil Facebook

De Luis Vicente a 17.10.2018 às 22:06

Qual é o Grupo Chinês dono do Rio Ave?
Qual é o Grupo Chines dono do Wolves?
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 17.10.2018 às 09:43

Segundo percebi, o valor da transferência ficou nos mesmos 18M mas com o Sporting a receber cerca de 12M limpos em vez dos 10M que ia receber antes.

É o acordo possível e ao que parece com Gelson será ainda mais complicado agora.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 17.10.2018 às 11:21

Não critiquem o J. Mendes.. O Rui Patrício muito menos. Nem os clubes que receberam os "desertores"

Nesta história dos empresários... e os milhões.
A culpa é toda das pessoas que dirigem os clubes.. Percebem zero de futebol e organização desportiva zero, zero. Ser um grande gestor financeiro, advogado, etc. não é ser um grande gestor de recursos humanos(aptitude nata) e muito menos ter conhecimentos sobre organização desportiva.

Repito... A culpa é tão só dos dirigentes dos clubes de futebol.
Porquê?..
Porque nenhum clube(todos, mundo) tem um scouting sério.. Esse trabalho é feito hoje em dia por estes senhores, os empresário de jogadores.
Os clubes acham que poupar aí , é poupar dinheiro.
E, como se verifica não é poupança nenhuma!.

Abrazzzo
Sem imagem de perfil

De hugo gomes a 17.10.2018 às 11:57

Desculpem a pergunta mas se o Sporting receber dos wolves e se provar que havia motivo para as rescisões é obrigado a devolver?
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 17.10.2018 às 12:01

Sim, ao Benfica LOOOOOOOOOOLL!.
Brincalhão o Hugo
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 12:01

Uma pergunta estranha. Parece-me que havendo acordo total entre as partes, deixa de existir qualquer processo e, por consequência, qualquer disputa formal sobre a rescisão de Rui Patrício.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 17.10.2018 às 12:32

Meu caro so existe rescisão letigiosa se o Sporting fizer queixa , entrando em acordo o Sporting tira a queixa , o jogador foi vendido naturalmente.
Nao havendo queixa nao á processo.
Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 17.10.2018 às 14:39

Razão pela qual, perante as últimas notícias sobre BdC e Alcochete, os nojentos do At.M já andaram para trás com as iniciativas de negociação do Gelson. Esperam que BdC tenha dedo directo no ataque à Academia para poderem poupar os Milhões que estariam em cima da mesa, através do litígio na FIFA poder então vir a dar razão a Gelson para a rescisão. Creio que poderá ficar com uma ideia quanto à sua questão.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 15:10

O Julius limitou-se a reiterar o que eu já tinha escrito, por outras palavras.

A postura do emblema espanhol é repugnante, de total aproveitamento, ou pelo menos de tentativa a tal. Isto, creio, porque pensam, não sem fundamento, que uma eventual decisão sobre o diferendo poderá favorecer o jogador e, por inerência, eles próprios.

Veremos se Frederico Varandas ainda os vai contactar pessoalmente para tentar assegurar uma resolução pacífica.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 17.10.2018 às 12:01

E vamos ser sérios!.
O Sporting até teve sorte!.
Pois, recebe ainda bastante dinheiro por o R. Patrício. São efectivamente ou mais ou menos 18 milhõezinhos.
Se só fica com a metade em caixa, isso deve-se a divídas anteriores que de alguma forma se tem que pagar.

Eu vejo a coisa assim: o J. Mendes viu aqui neste negócio a forma de recuperar o seu dinheiro e "ajudou" o Sporting a concretizar a operação.
Boa para o novo clube(paga menos) boa para o Sporting (recebe algum) e para ele próproio(liquida dívida)
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 17.10.2018 às 13:15

Sem imagem de perfil

De hugo boss a 17.10.2018 às 13:19

100% de acordo! Mendes quer o dele, se SCP Não recebe, ele também não,logo....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 14:10

É por de mais óbvio que qualquer dívida antiga para com Jorge Mendes é uma questão à parte, no contexto das negociações com o Wolverhampton por Rui Patrício. Nem o emblema inglês quer saber do que há entre o Sporting e o empresário, presente ou passado.
Sem imagem de perfil

De Augusto Bala a 17.10.2018 às 16:58

"mãozinha"? Não será roubo descarado? E ainda por cima à luz do dia. E há ainda quem defenda essa gente sem escrúpulos?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 17:03

Face ao processo de rescisão, que é um assunto colateral, o que é que considera ter sido um "roubo descarado" ?
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 18.10.2018 às 11:26

A "mãozinha" que eu também considero um roubo descarado é o que tem sido feito ao futebol português por este individuo ao longo dos ultimos tempos.

Primeiro através do Fcp e depois através do Slb, condicionando-o, viciando-o.

Não tenhemos ilusões, Jorge Mendes não quer bem absolutamente nenhum ao Sporting.

Poderia na mesma receber as suas comissões sem rescisões, mas não, assim é melhor, enfraqueceu-nos o plantel, acabamos por receber qualquer coisa, mas numa altura em que o mercado está fechado e que não nos permite reforçar e ele recebe o dele.

É perfeito. O amigo lfv deve-lhe um louvor.

Já agora, sobre Podence nem se fala. Então se o homem é tão nosso amigo não resolve este tema também ?

Pois...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo