Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A “modernidade” de Bruno de Carvalho

Leão Zargo, em 29.03.18

 

20952647_mghgl.jpeg

 

Bruno de Carvalho mudou o Sporting e o futebol português. Com ele, e depois dele, nada será igual no que refere à aplicação de um determinado modelo de gestão presidencial em clubes desportivos. Em breve tornar-se-á evidente que não se trata apenas de um “problema” leonino, mas de algo que irá bater a outras portas. Será assim pelo menos durante algum tempo. Noutros clubes também vão surgir dirigentes convictos de que muita paparrotada grosseira e excitada, apimentada por um discurso autocentrado devidamente calibrado com pinceladas messiânicas, acrescido de um departamento de comunicação agressivo e do recurso eficaz às redes sociais, terá um efeito invulgarmente paralisante sobre os adeptos. Estes esquecerão todos os fracassos desportivos em nome de uma qualquer luzinha ao fundo de um túnel que resgatará o clube de mil humilhações no passado.

 

É a impossibilidade de comunicação racional com exterior que permite que Bruno de Carvalho utilize um discurso cuja finalidade visa que ele se mantenha na presidência do Sporting durante tanto tempo sem sobressaltos internos. Depois, há sempre um golpe de asa que o seu tacticismo lhe sugere quando corre o risco de poder chegar ao fim da linha. Nesse tacticismo que até agora tem confundido tudo e todos, a demonização de quem se lhe atravessa no caminho e a violência e a grosseria verbal permitem-lhe manter o espaço de manobra de que necessita. Quem se mete com ele leva sempre alguma história para contar. A submissão total de inúmeras personalidades leoninas e o apoio inquestionável de uma larga maioria dos sócios são reveladores da eficácia da sua estratégia. Nem descurou o seu próprio aspecto físico. Basta comparar fotografias do candidato em 2013 com as do agora presidente para se perceber melhor isso mesmo.

 

Bruno de Carvalho é o mais “moderno” de todos os presidentes dos clubes portugueses. Não se trata de questões de ética, do bem e do mal, ou da verdade e da mentira, mas da forma como exerce a presidência. O que determina essa “modernidade” é o facto de ter sido ele o primeiro a perceber o enorme potencial que resulta da interacção entre o culto da personalidade e a utilização das redes sociais com a finalidade de se criar um modelo de organização e de exaltação clubística que seja militante, identitário, rígido e intolerante, capaz de agir com extrema hostilidade dentro e fora do Clube. À irracionalidade que já imperava no futebol, Bruno de Carvalho acrescentou com mestria uma ainda maior impossibilidade de se relacionar com os restantes protagonistas. No fim de contas, adaptou ao futebol uma determinada estratégia populista que existe na vida política desde há bastante tempo.

 

publicado às 15:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds