Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

9789896579302-a-orgia-do-poder-capa-em-alta.jpg

 

Continuamos com a transcrição de excertos que consideramos de maior interesse da obra intitulada A Orgia do Poder, da autoria do jornalista italiano Pippo Russo, em que aborda a chamada indústria paralela do mundo do futebol, com foco especial na actvidade do denominado superagente Jorge Mendes.

 

"Mantendo o foco sobre o grupo de jogadores que, em Dezembro de 2013, é autorizado pelo Benfica a procurar outro clube, encontra-se mais um que é oferecido ao Rio Ave: o promissor defesa central português Roderick Miranda, vice-campeão do mundo com a selecção nacional de sub-20. Esta demonstração de valor não é suficiente para convencer o Benfica a mantê-lo. E este nem é o pormenor mais estranho. O facto mais bizarro ocorre a 25 de Janeiro de 2013, ou seja, menos de um ano antes de o deixar partir para o Rio Ave, quando o clube "encarnado" assina com Roderick Miranda uma renovação do contrato até 2019. O prolongamento do vínculo entre o jogador e o clube ocorre ao mesmo tempo que o de um outro jogador, cujo percurso é bem mais significativo: André Gomes.

 

No Relatório e Contas de 2012-13, apresentada pela SAD, ficamos a saber, na página 11, que Roderick Miranda rescindiu o contrato. Quanto terá custado ao clube "encarnado" o joguinho de renovação-e-rescisão não se sabe. Posteriormente, é assinalado que, na temporada anterior à de 2012-13, Roderick Miranda esteve emprestado ao Deportivo da Corunha, clube mendesiano desde a primeira hora. Miranda não cumpre as promessas de sucesso e agora, no Transfermarkt, é apresentado como não tendo agente. Contudo, no Verão de 2013, a sua agência é a Gestifute. E também é a Gestifute que se ocupa dos interesses do segundo jogador transferido, em Maio de 2015, do Rio Ave para o Benfica: o guarda-redes brasileiro Ederson Santana De Moraes, conhecido como Ederson. Para dizer a verdade, a agência de Jorge Mendes tem com o jovem guarda-redes brasileiro algo mais do que uma simples relação de representação. Como se irá perceber um ano depois, o Benfica adquire, em 2015, apenas 50% do passe do guarda-redes brasileiro que, apesar de se juntar em Lisboa ao experiente guarda-redes Júlio César para ser seu suplente, assume a titularidade. O Rio Ave mantém na sua posse a outra metade do passe, mas terá de dividir com a Gestifute os proveitos de uma futura transferência do Benfica para outro clube.

 

De que forma será feita a subdivisão dos ganhos entre Jorge Mendesv e o clube de Vila do Conde? Informação indisponível. Contudo, deve ser salientado que Ederson já tinha estado no Benfica antes de sair (também gratuitamente, como Diego Lopes e Roderick Miranda) para o Rio Ave.»

 

publicado às 19:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 02.10.2017 às 20:09

Alguns temas interessantes e que necessitam de melhor explicação.... por exemplo fala-se que o Rio Ave abdicou da sua quota parte da venda do Ederson pelos passes do Pelé e N.Santos... portanto o JM ficou com metade da transferência do Ederson e ainda coloca 2 jogadores no Rio Ave para valorizar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.10.2017 às 20:22

O livro, pelo menos a parte que estou a ler, não faz referência a esses jogadores. Além de Ederson, refere sim Diego Lopes e Hassan.
Sem imagem de perfil

De Francisco Pereira a 02.10.2017 às 21:00

O Benfica possuía 100% do passe de Ederson que comprou por 1 milhão de euros. Os 50% do "Rio Ave + Mendes" são referentes a uma mais valia sobre futura venda do jogador. Na liga portuguesa o passe de um jogador não pode ser tripartido.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 02.10.2017 às 21:51

Imagine que era o SCP !??? o que não diria o Francisco se entrega-se 50% da mais valia de um jogador que custou 1M€ .... ainda mais de um jogador que 1 ou 2 ano antes pertencia ao clube :)

Diria algo do género que alguém estaria a meter dinheiro ao bolso :)
Sem imagem de perfil

De Francisco Pereira a 03.10.2017 às 13:41

É possível caro Sérgio mas devo recordar-lhe que o Benfica possui o dobro dos jogadores do Sporting e não é fácil rentabilizar todos eles. Primeiro porque em 60/70 (A e B) jogadores do Benfica na equipa principal onde o potencial de rentabilização é maior só podem jogar até 14 por jogo e sempre com foco nos objetivos (ou seja, escolhas limitadas). Emprestando jogadores ou eles têm um potencial claro ou será muito difícil as equipas recetoras desses jogadores darem minutos a esses jogadores preferindo obviamente valorizar os seus próprios jogadores. A venda com um pré-negócio de recompra é um estimulo para quem recebe os jogadores os encare como ativos do próprio clube. Aconteceu com Ederson que ninguém esperava que fosse possível a liga portuguesa vender um GR por 40 milhões, mas aconteceu também com o atual Bruno Varela entre Benfica e Setúbal que infelizmente não está a dar resultados semelhantes nem a nível desportivo nem a nível financeiro.

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo