Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A origem do Pavilhão

Rui Gomes, em 01.04.15

 

PostdoLeitor[5].png

 

Correndo o risco de abusar da participação do nosso leitor Zargo, transcrevo em post um recém-comentário seu que eu considero muito informativo, clarificando até alguns mitos que circulam na praça verde-de-branca:

 

«A edificação do Pavilhão João Rocha é um acto de fé... e também de perseverança, é certo. De facto, desde a reunião do executivo municipal de Lisboa de 16 de Abril de 2007, que decidiu que se negociasse com o Sporting a cedência de terrenos para a construção do Complexo Desportivo, passando pelo protocolo celebrado pela Direcção de Filipe Soares Franco, no âmbito do loteamento dos terrenos do antigo estádio, por José Eduardo Bettencourt, que garantiu junto da CML direitos de edificabilidade de mais 29.000 m2 a acrescer aos 109.000 m2 previstos para a UOP 30 do Plano Diretor Municipal e a votação em 3 de Novembro de 2010, pela Câmara de Lisboa, do Plano de Pormenor Alvalade XXI, onde está englobado o novo pavilhão do Sporting.

 

Assim, no âmbito do período de discussão pública do Plano de Pormenor Alvalade XXI, a Câmara Municipal de Lisboa realizou no Auditório Artur Agostinho uma reunião pública de esclarecimento, a 30 de Maio de 2011. A CML viria a aprovar a 26 de Outubro de 2011 o Plano Pormenor Alvalade XXI.

 

Como sabemos, a Missão Pavilhão é de Julho de 2014.»

 

publicado às 05:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Lion73 a 01.04.2015 às 10:40

O que se pretende com este post do user Zargo, mesmo? :)

É a "cartilha" 2.0, certo?
Sem imagem de perfil

De Zargo a 01.04.2015 às 11:33

Lion 73

A intenção do comentário decorre de pretender recordar alguns momentos temporais da edificação do Pavilhão João Rocha e sublinhar que é uma obra que resulta da participação de várias pessoas que presidiram aos destinos do Sporting Clube de Portugal. O Pavilhão não é uma benesse que alguém concedeu aos sportinguistas, mas resulta do labor, do esforço, da argúcia, da perseverança e do sonho de muitos, nomeadamente aqueles que, em determinado momento, presidiram o Clube em direcções democraticamente sufragadas.
Porque corresponde à verdade, acrescento que em assembleia geral de sócios, em setembro de 2012, foi aprovada, por unanimidade e aclamação, a designação de João Rocha para o pavilhão desportivo.

O Sporting é um Clube secular. Pertence a todos os que nele se revêem, independentemente da sua cor, género, religião ou ideologia política. É tempo de se acabar com anátemas que nada enobrecem o Clube e todos os que nele participaram ou participam. A identidade do Sporting é integradora de todos aqueles cujo coração bate mais depressa quando atletas se batem desportivamente com a camisola verde e branca vestida e que se emocionam e orgulham do passado histórico do Clube. A unidade do Sporting exige a inclusão de todos os sportinguistas.
Devemos exercer o nosso espírito crítico, avaliar o desempenho dos dirigentes e fazer as opções eleitorais consentâneas com essa ponderação. Mas, ninguém tem o direito ou poder lançar o labéu e ignomínia sobre alguns.

Bruno de Carvalho está no início da sua caminhada como dirigente do nosso Clube. A validade da sua acção como presidente será decidida pelos sportinguistas nas urnas. Por agora, mandatado pelos sócios, BdC tem a obrigação de elevar o Sporting Clube de Portugal. Não adianta correr atrás dos foguetes.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds