Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A pressa como inimiga da afirmação

Leão do Norte, em 05.10.21

sporting_b.png

Ninguém pode ter dúvidas que um dos pilares do projecto desportivo da equipa de futebol profissional do Sporting Clube de Portugal consiste no aproveitamento de jovens valores, em especial dos saídos da sua Academia. Mais do que uma questão de ADN leonino, trata-se de uma atitude inteligente e uma questão de sobrevivência.

A constituição do actual plantel, aparentemente curto, criou um espaço necessário para, de acordo com as necessidades da equipa e o potencial dos jogadores, permitir a afirmação de jovens valores. Paralelamente, nada melhor do que um treinador audaz e competente para dar corpo a esse projecto, proporcionando as necessárias condições. Contudo, a realidade e o tempo de integração dos jovens valores é algo de muito específico, altamente variável e que não se coaduna com os desejos ou a impaciência dos adeptos.

O início de época por parte da equipa do Sporting está, do ponto de vista competitivo, a ser extremamente exigente e Rúben Amorim reconhece perfeitamente que o lançamento de um jovem nestas circunstâncias pode ser um "presente envenenado", com consequências nefastas para a sua carreira. Se há algo que eu admiro na forma como ele promove jovens jogadores é o balanço que estabelece entre as necessidades da equipa e o benefício para o jogador. Não é o tipo de treinador que lança jovens jogadores para "salvar a pele" ou ficar bem perante adeptos e comunicação social.

sub19sportingDR.jpg

Se neste início de temporada Rúben Amorim ainda não lançou nenhum jovem na equipa, perante a impaciência de alguns adeptos, tal certamente se deveu a que, na sua avaliação, não estão reunidas condições para o fazer com uma elevada percentagem de sucesso. É totalmente especulativo e precipitado, como já li e ouvi, relacionar tal atitude com uma secundarização na aposta em jovens valores ou pela falta de matéria prima. Apesar de não podermos esperar "Nunos Mendes" ou "Gonçalos Inácios" todos os meses, uma cuidada avaliação às equipas jovens e secundária do Sporting permite verificar que não falta a qualidade e o talento para dar sequência a essas apostas.

Destaco o lateral direito Gonçalo Esteves e o médio defensivo Dário Essugo que já treinam regularmente com o plantel principal, mas também posso referir os centrais João Goulart, Marsà e Rafael Fernandes, o lateral esquerdo Flávio Nazinho, o médio ofensivo Lucas Dias, os extremos Tiago Ferreira e Geny Catamo, o avançado Nicolai Skoglund, como exemplos de jovens com o potencial necessário para, em breve, poderem assumir um papel na equipa principal.

É certamente injusto referir apenas estes nomes, mas foram enunciados pelo simples facto de, em vários ocasiões, me terem despertado particular atenção. Certamente que existem outros com igual (ou até potencial superior), lembrando-me especialmente de dois "Félix" (Vando e Kiko) que está época foram contratados e que, após a necessária adaptação a uma nova realidade, podem aspirar à equipa principal.

sub-23-sporting.jpg

O sucesso no lançamento de um jovem jogador depende, tanto da sua qualidade individual como do "timing" e das condições envolventes em que é efectuado. Ocorrer de uma forma precipitada e sem uma correcta avaliação de toda a envolvência pode, não só comprometer a afirmação do jogador como as necessidades da equipa. E Rúben Amorim já provou que domina as variáveis para o fazer com o desejado sucesso.

Confiemos, adeptos e jogadores, que, quando estiverem reunidas as condições, os jovens jogadores do Sporting Clube de Portugal terão a sua grande oportunidade, continuando um legado que outros anteriormente deixaram. Prestigiar a formação do Sporting Clube de Portugal, fortalecer o clube desportiva e financeiramente, valorizando igualmente as suas carreiras profissionais.

À atenção, dentro e fora do Clube.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De jose Gonçalves a 05.10.2021 às 09:34

👍
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 11:09

Obrigado José Gonçalves.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 05.10.2021 às 10:16

Caro amigo Leão do Norte

Na verdade, no que refere aos jogadores ainda jovens, é preciso ter paciência e apostar de forma constante. Isso implica capacidade para aceitar os erros individuais, mas sem pôr em causa o equilíbrio da equipa. No futebol não há adivinhos, há a classe e o empenho dos jogadores e o trabalho e o conhecimento do treinador. É nesta complexidade que Rúben Amorim trabalha e decide.


Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 11:24

Caro amigo Leão Zargo,

Uma aposta constante em jovens jogadores implica apostas consistentes. Caso contrário a aposta tende a desaparecer ou a tornar-se meramente simbólica.
Rúben Amorim trabalha nessa consistência e não numa lógica de calendário pré-definido.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2021 às 11:58

Caro amigo Leão do Norte à também um aspecto que tem que ser equacionado um elemento que pode gerar consequências, O Rúben com o tempo que já está no Sporting já lhe permite ter um conhecimeno mais profundo da qualidade individual de todos os jovens com mais de 15 anos e terá seguramente um papel preponderante junto com os treinadores da Academia no enquadramento desses mesmos jovens com os programas adequados para o seu melhor desenvolvimento e crescimento.

Fez as suas contas e análises e partiu para a época com uma ideia de plantel para a atacar, disse publicamente, que gosta de trabalhar com planteis curtos numa base de 2 jogadores para cada posição e começa aí a sua gestão do grupo e do balneário, o elemento motivação extra é e será sempre o elemento mais importante de gerir num jogador seja jovem ou veterano e nessa gestão não pode cometer falhas de quaisquer injustiças, tem situações que têm por vezes ser geridas com cuidado com algumas pinças e mãos de cirurgião.

Lançar um jovem num qualquer jogo terá que ter todos os requisitos preenchidos para poder ser lançado, com tudo muito bem salvaguardado, como sabemos tem jogos em que pode sair tudo muito bem, pode até correr melhor que o expectável para o próprio treinador e se de facto corre? Se o miudo faz um grande jogo? Os adeptos viram, os adeptos depois vão exigir, os adeptos não compreendem.
E aí pode gerar-se um foco de incêndio no meio do grupo que o treinador terá maiores dificuldades em gerir e em resolver, porque para o miudo voltar a jogar alguém vai ficar... para trás.

Deu para entender?
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 12:28

Caro amigo Julius,
O aspecto que muito a propósito expôs enquadra-se nas condições envolventes ao lançamento de um jovem.
Rúben Amorim tem sido exímio na gestão e no discurso para com o grupo e esse aspecto certamente não lhe escapa.
Até porque o foco de incêndio no meio do grupo pode vir a queimar o miúdo.
Sem imagem de perfil

De Rui a 05.10.2021 às 11:59

Quando RA assumiu o comando técnico, o plantel estava muito fragmentado, com jogadores pouco consistentes, e sem grande pressão de expectativas (o ano estava perdido): isso possibilitou lançar jovens jogadores que assumiram o lugar.
A situação agora é um pouco diferente, com um plantel já bem configurado de acordo com os planos traçados, e grande expectativas dos adeptos: por isso é natural que RA faça menos experiências. Mas espera-se que a aposta permaneça e as surpresas continuem a aparecer.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 12:34

Rui, a aposta certamente permanece. As condições em que se faz essa aposta é que se alteraram.
O quadro competitivo e a realidade envolvente são mais exigentes o que implica que as apostas não se baseiem em experiências e tenham um grau de segurança mais elevado.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 05.10.2021 às 12:08

Caro amigo Leão do Norte

A pressa não é amiga da afirmação, nem da perfeição. O lançamento de jovens na equipa principal exige muita ponderação. Para competir ao mais alto nível, mais do que jeito para jogar futebol, tem que haver maturidade. Sem ela é uma aposta de risco elevado. Nem todos os jovens atingem, muito novos, esse grau de maturidade. Já a experiência adquire-se com a prática constante. É neste contexto difícil que o treinador tem de decidir, indiferente a vozes de estados emocionais.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 12:43

Caro amigo Nação Valente
Como bem escreveu a maturidade é um aspecto essencial. Quantos jogadores talentosos já se perderam por falta de maturidade?
Penso que em relação ao nosso treinador podemos estar descansados no que às decisões e à imunidade face a estados emocionais diz respeito.
Sem imagem de perfil

De RCL a 05.10.2021 às 12:20

Gonçalo Esteves vai dar o salto muito rapidamente; por outro lado a cotação de Porro sobe em flexa, não deve estar na próxima época.
SL
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 12:46

RCL, se eu tivesse de eleger um jogador para ser a próxima aposta consistente do Rúben Amorim, escolhia o Gonçalo Esteves.
Sem imagem de perfil

De jose Gonçalves a 05.10.2021 às 12:55

Concordo! Pelo que vi dele acho que não engana, muito melhores pés que esgaio e tem a filigrana do jogador dito craque!
Até penso que poderia ser aproveitado mais na frente!
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 13:39

Para além de apresentar os ingredientes necessários para vir a ser um craque, tem uma atitude competitiva e uma garra incríveis.
Sem imagem de perfil

De RCL a 05.10.2021 às 13:48

Não se percebe como Pinto da Costa o deixou sair. A idade não perdoa!
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 14:18

RCL, não menosprezemos a capacidade de atração que o actual projecto desportivo do Sporting, em especial pela acção do seu treinador, tem nos jovens jogadores.
Quem seja inteligente e perspective o futuro da sua carreira não pode ficar indiferente ao que lhe é oferecido.
Sem imagem de perfil

De João F. a 05.10.2021 às 15:01

Sem imagem de perfil

De Manuel Cunha a 05.10.2021 às 15:25

Concordo em absoluto. Até pode não resultar em título, mas gosto da inteligência posta a funcionar. Mas a passagem da mensagem de Amorim para os jogadores têm de ser eficaz. Se não o for, geram-se desconcentrações que dão em derrotas com o "Portimonense" após muito boa vitória com o "Barcelona". Se me é permitida a metáfora.
SL
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 16:12

Manuel Cunha,
A inteligência é algo que em Rúben Amorim funciona muito bem, o que facilita a comunicação.
Num grupo o discurso deve ser o mais equilibrado possível, sem euforias ou desânimos, de forma a não acontecerem as referidas desconcentrações.
Sem imagem de perfil

De jose Gonçalves a 05.10.2021 às 18:22

Devo dizer, amigo Leão do Norte, que toda essa narrativa que compõe, este seu texto ,é sem sombra de dúvida pelo que temos depreendido, o pensamento de Ruben Amorim, e tenho a certeza que prevalecendo a estabilidade diretiva no clube, Amorim fabricara uma equipa de nível superior !
No que diz respeito ao plano internacional, poderá começar a ombrear com os melhores ( mesmo com orçamentos inferiores), assim haja paciência.
Neste momento temos 3ou 4 jogadores do meio campo, do melhor que há na Europa; certamente Amorim saberá alargar este poderio ,tanto à defesa, como ao ataque ( assim haja estabilidade).
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2021 às 18:57

"...tenho a certeza que prevalecendo a estabilidade diretiva no clube, Amorim fabricara uma equipa de nível superior !"

Também tenho este pensamento, amigo José Gonçalves, por mais que o conceito de estabilidade faça confusão a uma parte do universo sportinguista.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo