Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A problemática dos números

Rui Gomes, em 14.03.14
 



O Sporting recorreu ao site oficial para publicar mais um artigo relacionado com a arbitragem - este intitulado " A verdade dos números" -, onde apresenta um mosaico de números e incidências sobre o que considera terem sido erros de arbitragem que no seu parecer "feriram de morte este campeonato", argumentando que o Sporting deveria ocupar o primeiro lugar com um ponto de avanço sobre o Benfica e 11, "que poderiam até ser 13", sobre o FC Porto.

O artigo completo pode ser lido aqui.

Ainda relacionado com a mesma temática, refere a uma publicação no jornal "Sporting", onde todos os casos, jornada por jornada, podem ser conferidos.

O balanço dos jogos em que os três "grandes" foram beneficiados ou prejudicados pode de facto reflectir a verdade, mas a sua apresentação neste momento só poderá ser interpretada como uma estratégia tendo em vista o jogo de domingo e a importância do mesmo para o 2.º lugar no campeonato. Creio que o resultado deste jogo não será decisivo, como poderia ter sido, caso o Sporting tivesse ganho os três pontos em Setúbal, que lhe daria um "colchão" de 7 pontos sobre a equipa portista e ainda colocaria pressão no Benfica, apenas a 5 pontos de distância.

Ainda hoje a almoçar com dois amigos benfiquistas lhes disse que apesar muito do "inexplicável" que ocorre no futebol português, como desportista que sempre fui, não me sinto bem sabendo que o meu clube ganhou através de beneficências indevidas ou erros de arbitragem, por natural que estes últimos possam ser quando são meramente humanos. Curiosamente - ou talvez não - estes meus amigos não replicaram a este meu comentário.

Espero, por conseguinte, que ganhe o que estiver melhor no dia, sem Pedro Proença e os seus auxiliares terem influência no resultado. Se esta estratégia do Sporting contribuir para garantir essa disposição, já ficarei satisfeito.

 

publicado às 21:48

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Ulisses Teixeira a 15.03.2014 às 00:07

A pergunta que fica acerca deste 'trabalho jornalístico' do jornal do Sporting é: eles acreditam mesmo nisto?

Pénalti aos 74min não marcado = 2 pontos a menos. Ok... Isto porque 100% dos pénaltis assinalados resultam em golo, não é? Mas ainda assim fica a pergunta: e o adversário fica a fazer o quê o resto do tempo? Desiste do jogo?

Não se enganem... Não há boas respostas à pergunta colocada. É que se acreditam então conseguem ter um entendimento do jogo inferior ao do Tadeia (o que é obra!). É assim coisa para roçar o mais básico da condição humana. Básico... Básico... como que lampião.

Mas se não acreditam - o que ainda assim é melhor para a salubridade intelectual - o exercício não é melhor: usar o mais básico com o propósito de disfarçar as próprias insuficiências (ou a pena que o Bruno tem que os demais clubes não se tenham juntado ao rebanho dos acólitos agraciados pela luz que ilumina na escuridão da sua omnisciência).

O conjunto de medidas desta semana está a ser brilhante: uma conferência de imprensa em que se falou durante 40min e não se disse nada, a validação do Movimento Basta e da sua excelente iniciativa 'com uns acólitos agarrados ao microfone mudaremos o mundo', a ameaça de acções propostas pelo Sporting a tudo o que é agente desportivo (nem me digam qual o fundamento, eu queria era saber como é que o Sporting vai provar que os jogadores do Rio Ave teriam desistido do jogo) e a terminar em beleza com uma 'liga da verdade'.

O Sporting está feito no programa do Rui Santos mas em pior, versão reality show sem gajas mas com muita comédia não intencional.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.03.2014 às 00:22

Mentes sensatas reconhecerão que muito do que foi apresentado é subjectivo e a própria estratégia, se é que é isso, discutível.

Considero muito do que ocorreu esta semana como uma "faca de dois gumes", utilizada por quem não tem outros argumentos para contrariar o actual "sistema" no futebol português e que terá reconhecido, finalmente, que aquilo que outros passaram já há uns anos a esta parte é bem real.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds