Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Sem Título.png

 

Já ando há algum tempo a tentar compreender o papel deste personagem que surge frequentemente com intervenções como esta de ontem, para a RTP Informação, através da qual ataca impiedosamente o ainda treinador do Sporting.

 

Palra com o à vontade de um porta-voz oficial do Clube e, curiosamente, não é confrontado, e muito menos silenciado, pelo presidente ou pela Direcção. Será justo assumir, então, que é mesmo mandatado para esta específica missão, uma espécie de "enviado especial" perante a media, do género que ao longo dos meses nos tem visitado aqui no Camarote Leonino ?

 

Frases como "Evitável seria quando contratámos Marco Silva. Acreditámos que era um projecto ideal para um treinador jovem, mas logo à partida deixou de ter essa condição", que nem sequer pretendo debater, mas que me deixa a pensar que a essência da mensagem só poder ter uma origem. 

 

"Devia ter sido antes (o hipotético despedimento), o Bruno de Carvalho até foi demasiado tolerante face aos dados que tenho. Estou a dizer isto de plena consciência." E que dados tão graves são estes que ele decerto terá partilhado com o presidente e a Direcção do Sporting - ou será que originou com estes ? - e que não precipitaram uma tomada de decisão há longo ?

 

E, por fim, "Chegámos ao fim da linha, não há condição nenhuma para continuar. Não tem a equipa com ele. Essa é uma falácia, a equipa está dividida, há problemas muito graves." Isto não se trata de uma mera opinião, ou, pelo menos, não é verbalizada com tal, mas sim como uma afirmação por quem tem conhecimento de causa ou, em um outro sentido, por quem foi mandatado para passar esta mensagem.

 

De qualquer forma, não vejo como este cenário contribui positivamente para o Sporting e para quem o lidera neste momento. 

 

Nota: Escrevi este artigo desconhecendo que o meu colega já tinha publicado um outro abordando a mesma temática. Espero não me tornar repetitivo.

 

publicado às 04:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


18 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 27.12.2014 às 08:39

Depois de ter lido aqui há dias um manifesto "bruneco" a chamar pateta ao médico que pariu o Bruno e sem o qual ainda hoje ninguém sabia quem era o Bruno no Sporting, já acredito em tudo. E o programa televisivo onde o pateta do Barroso anuncia que vai passar de situacionista de muitos anos a terrorista - as palavras são dele - está aí para as curvas! Inclusive com a profundidade das razões, na altura pensava que tinha sido excluído da Tribuna num clássico. Como resposta à exclusão do beberete vai de arranjar um “candidato” disponível. E depois por um filho faz-se tudo!

Assim que Marco Silva não prescindiu dos seus direitos e muito bem, ouviu logo que se não saía a bem saía a mal! Nada de novo depois de ter sido o próprio Bruma e a sua venda que asseguraram mesmo a cadeira ao presidente. Ninguém cedeu à pressão de tantos “brunecos” em negação com o próprio líder para ainda assim prosseguirem todos com a paz podre. Este Sporting já bateu no fundo há muito tempo. Há muito tempo que ninguém com um bocadinho do senso devia sequer poder admitir a continuidade do treinador. C/ ou s/ o Zé Eduardo a fazer mais uma vez o trabalho sujo junto da massa adepta.
Sem imagem de perfil

De L a 27.12.2014 às 09:04

A situação do Marco Silva começou a ser insustentável desde que começou a ver os "reforços" passarem-lhe todos ao lado e a seguir ainda levava com os ais e os uis do "Senhor do Universo" no banco. Julgo que não é preciso ter jogado à bola para perceber bem o actual contexto de Marco Silva até durante os jogos, onde tudo se resolve. Aos jogadores bastava vê-lo sempre em pé! Era só tranquilidade. Ainda assim grande mas grande trabalho de Marco Silva, com quem ainda chegámos a ter a melhor equipa do meio-campo para a frente em PT.

E se quem vier a seguir e só pode ser o Inácio, inclusive com o Benfica a perder muito com a saída do argentino, sempre conseguir provar os reforços do presidente – vamos todos supor que Saar e Rabia transfiguram-se agora em dois grandes centrais e Slavchev e Gauld, no mínimo no patamar de João Mário - ainda vamos muito a tempo de lutar pelo campeonato nacional. Dependendo claro da disponibilidade do resto do plantel. Que também tem vindo a assistir à forma e aqui sim, completamente despudorada, como este Sporting conseguiu transformar este Natal num autêntico Carnaval.
Sem imagem de perfil

De Joao a 27.12.2014 às 09:50

Eu ate tenho alguma "pena" do Jose Eduardo. Entao ele faz o servico sujo do "Bruno" e agora vai ser processado... Altura para ele se aperceber da lealdade do "Bruno" que o vai deixar pendurado.
Sem imagem de perfil

De noite feliz a 27.12.2014 às 10:18

Na minha santa ingenuidade só quero deixar aqui uma pergunta muito inocente.

Porque raio é que não se pode pôr a hipótese deste senhor estar a falar verdade? Porque raio teremos todos de assumir que isto é tudo um desaforo e uma mentira pegada?
Sem imagem de perfil

De Joao a 27.12.2014 às 10:38

Porque se tendo uma idade mental superior a 4 anos se percebe que e' uma mentira pegada.
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Catarino a 27.12.2014 às 10:56

Bom argumento!

Sem imagem de perfil

De noite feliz a 27.12.2014 às 11:09

obrigado joão, com esse argumento ponderado e maduro fiquei esclarecido.
Sem imagem de perfil

De Joao a 27.12.2014 às 11:24

De nada. Disponha.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 27.12.2014 às 10:40

Em determinados sectores de actividade, os elogios a um bom trabalho, significa que ele não está a ser assim tão bom, sendo as criticas, sinal que se está a fazer um bom trabalho.

Não sei de que lado está a razão, se de Bruno se de Marco, sei, que acima de tudo, está o Sporting. Tenho lido e ouvido constantes criticas a BdC não lhe sendo dado sequer o beneficio da dúvida, o contrário tem sido dito e escrito em relação a MS, ele sim a vitima de todo este processo. Será assim tão descabido os papeis estarem invertidos?

O que interessa mais para um Sporting fragilizado? A saída ou perda de influencia de BdC, a saída de MS? Os poderes reforçados de MS?

Tendo em conta os elogios de comunicação social, ex dirigentes, adversários, considero que o interesse generalizado pretende a saída de BdC ou a sua perda de poderes. Aqui chegados, penso que BdC poderia ter evitado esta situação se eventualmente, em determinados momentos, tivesse-se resguardado mais, ao invés de dar o flanco, permitindo dessa forma, os constantes ataques. Como soube a comunicação social que MS pretende processar José Eduardo?

As organizações têm hierarquias, as hierarquias têm códigos de conduta. Numa empresa, a liderança tem a legitimidade, para o bem ou para o mal, de se pronunciar, como, onde e quando bem entender, o contrário dos subordinados, em qualquer, micro, pequena, média, grande empresa, é assim que funciona a estrutura. No dia em que não for assim,é sinal que a liderança não tem força.

Custa-me que se acredite mais na comunicação social, nos adeptos de carnide e nos adeptos do olival, do que, no nosso Presidente, custa-me, que se dê credibilidade a quem nos deseja mal, e não se dê a quem está à frente dos nossos destinos.

É uma questão de perspectiva, nós acreditamos no que mais nos convém e quando nos convém, evitando na maior parte das vezes, optando por ver a fotografia do momento, do que a tela no seu todo.

Não sei quem tem razão, mas a experiência da minha vida profissional, leva-me a crer que há mais verdade na estrutura do Sporting, do que nos interesses de MS.

SL
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 27.12.2014 às 13:33

No meio de tantos argumentistas de novelas mexicanas eis que leio alguém que vale a pena ... obrigado Pedro Miguel.

SL,
Sem imagem de perfil

De Zargo a 27.12.2014 às 10:49

Percebe-se facilmente que o Pedro Miguel não sabe nem sonha, o que é exercer liderança numa organização, nomeadamente num clube como o Sporting!
Deve imaginar-se, ainda, a viver numa sociedade feudal!
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 27.12.2014 às 10:58

Bom dia Exmo Sr Zaro. Não lhe reconheço faculdades para avaliar o meu conhecimento de como se exercer liderança.

SL
Sem imagem de perfil

De Zargo a 27.12.2014 às 11:58

Não é uma questão de ter faculdades ou não. O Pedro Miguel está tão obcecado com a defesa do Bruno que a palavra lhe fugiu para a patetice!
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Jorge a 27.12.2014 às 12:01

O tempo do feudo acabou no Sporting. Mas há quem queira o seu regresso. Eu no lugar de Bruno Carvalho demitia-me e candidatava-me de novo.
Sem imagem de perfil

De L a 27.12.2014 às 13:34

Contra ele ou contra o Mundo? Ou alguém lhe fez mal no Sporting? Se calhar devíamos estar todos caladinhos e aproveitar a diversão não?
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 27.12.2014 às 11:04

Sinceramente não percebo tanta celeuma para despedir um treinador

MS tem as suas qualidades e as suas limitações como qualquer treinador

Não arrisca muito, demora a apostar em caras novas - João Mario, Paulo Oliveira, Jonathan foram lançados por via de castigos ou lesões dos habituais titulares e acredito que outros como Tanaka, Orioll e Guald respondam bem quando forem chamados

Mas MS tem as suas qualidades e mais que tudo na minha opinião tem margem de progressao para se tornar um dos melhores da sua geração

Mas se por diversos motivos nao poder haver um bom entendimento entre o tecnico e a direcção, avance-se para a chicotada, nao é a primeira nem a ultima e seja MS lampião ou tudo o que estão a acusar, a culpa no fim é SEMPRE de BC, porque foi ele que o contratou

Se acha que é altura para mudar, que o faça e que traga alguem que ele acha que é melhor e claro que acarrete com todas as consequencias da sua escolha
Sem imagem de perfil

De m1950 a 27.12.2014 às 11:05

Bruno de Carvalho deu ontem a maior prova de fraqueza enquanto líder do Sporting , e isso sentiu-se mesmo seu discurso , de medo e espanto para com a reação dos sportinguistas. O que não lhe dizem é que os sportinguistas sempre foram estúpidos , apenas e só se quer o MS porque era o treinador que os benfiquistas queriam , e se sair ainda pode ir lá parar. Bruno de Carvalho viu que a força de antibenfiquismo é maior que a força do seguidismo por detrás "de quem salvou o Sporting do fim"(segundo as sua próprias palavras).

Eu como sportinguistas estou envergonhado , desiludido com os meus consócios , que mais uma vez estão a comer a banana que o inimigo nos deu, MS tem errado dentro e fora de campo , não tem formação em capacidade para ser treinador do Sporting , equipa que tem de assumir o jogo em progressão ofensiva quando joga em casa , resumindo são jogos em que o adversário baixa e mantem-se organizado , e MS pela sua experiencia ainda não sabe desmontar isto , mais empates virão , e derrotas contra equipas do estilo do VSC como é o Braga por exemplo.

Quanto ao Bruno mostrou que não é um líder , mas apenas um miúdo populista , porque um líder não pode recuar numa decisão por causa da reação popular se a decisão for de bem comum. Ontem foi batido pelo poder de imprensa deste treinador , que dá algo em troca , para continuar a ser visto como ex-futuro treinador do Benfica , o Guardiola da Amoreira , que jogo sim jogo não leva um golo de bola parada, nem sequer sabe o que fazer no posicionamento da transição defensiva.

Isto do Zé Eduardo foi um erro de comunicação aberrante que mostra que a direção do Sporting está à deriva. Ele simplesmente tinha as informações que era assim que tinha de falar , o que quer dizer que alguém se amendrontou vergonhosamente à última de hora.

Mas que não se iluda , quando o Sporting deslizar , continuará a ser responsabilizado pelas contratações e agora por desestabilizar o grupo , pois o Guardiola da Amoreira é o bufo que em troca tem poder de imprensa que vimos , a noticia do Martins no 11 no dia de jogo com o Nacional é qualquer coisa.

O Bruno ontem assinou o seu fim.
Sem imagem de perfil

De L a 27.12.2014 às 11:48


Parece que alguns sportinguistas, sobretudo impulsionados pela direcção e a versão que querem fazer a folha ao Sporting, ainda não conseguiram perceber muito bem porque é que este tipo de crise indigna os adeptos do futebol em geral, independentemente da filiação clubista. A passar-se o mesmo nos rivais, isto é sermos nós a vermos fazer a folha a um treinador sério também não ficávamos indignados, independentemente do clube?

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo