Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A "salada" do dia

Rui Gomes, em 05.06.20

mw-1280.jpg

"A salada não tinha condimentos? Não, não tinha. Mas se os produtos forem bons, a salada é boa".

Nisto das metáforas... aprecio muito uma das últimas obras do pensador popular Sérgio Conceição. O futebol sem público, diz ele, “é como uma salada sem azeite, sal e vinagre”. Sim, claro. Acho que todos concordamos. Mas a grande verdade só vem a seguir: “mas se tivermos fome temos de comer na mesma”.

É um adágio bastante pragmático e eu sou pelo pragmatismo. De facto, um estádio sem público é um estádio um bocadinho mais insosso, mas isso quer obrigatoriamente dizer que o jogo vai ser mau?... Não, felizmente o V. Guimarães - Sporting mostrou-nos que mesmo uma salada sem condimentos é bastante apetecível se a alface for fresca e crocante e o tomate saboroso. Se os produtos forem bons, o espectáculo nunca se perderá.

Lídia Paralta Gomes, crónica de jogo em Tribuna Expresso.

publicado às 12:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De RASR a 05.06.2020 às 13:44

Quando a equipa não tem capacidade dentro de campo, culpa-se tudo e mais um par de botas fora de campo. É muito importante não deixarmos que a equipa caia neste erro. Os erros individuais e coletivos têm que ser evidenciados para que os jogadores melhorem as suas prestações. Não creio ser através da culpabilização de fatores externos que iremos prevenir o erro e melhorar a prestação de Maximiano naquele erro infantil... É o jogo, acontece, mas é preciso também assumir-se a responsabilidade e melhorar com isso.

É de salutar que, mesmo não sendo o resultado mais apreciado, foi bom ver alguns momentos da equipa, como Sporar a ganhar confiança e cheiro de golo. Só acho que perdemos demasiado a bola na área avançada, não se constrói linhas eficientes para a baliza e não se consegue desestabilizar a defesa contrária de modo a criar corredores. Não sei se será por falta de jogadores ou de ideias. Das 4 grandes, faltando ainda o Braga, foi o melhor jogo de futebol apresentado, de longe! Isso também é de louvar.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo