Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_467x599$2017_01_06_01_24_28_1203758.jpg

 

Não sei se é apenas impressão minha, mas parece-me que ano após ano fala-se mais na arbitragem em Portugal, do que no próprio futebol que é praticado dentro das quatro linhas. Um estado lamentável, quase intolerável, e, muito mais preocupante, não há indicações algumas no horizonte que vai melhorar, pelo contrário.

 

Temos antecedentes históricos, é verdade, e será sempre difícil rasurar essas ocorrências das memórias de todos os intervenientes, desde do adepto, a passar pelos jogadores e treinadores, até chegar aos dirigentes, estes, ao fim e ao cabo, os reais culpados, directa e indirectamente, de tudo isto.

 

Os elementos da arbitragem cometem erros, indiscutívelmente. A contenda que é debatida hoje e sempre, centra-se na diferença entre o erro humano e o erro deliberado, até malicioso, que visa beneficiar, e por efeito colateral, prejudicar terceiros e adulterar a verdade desportiva, se é que esta ainda existe na alta competição. Também, em abono da verdade, não há falta de intervenientes que não hesitam em apontar o dedo acusatório à arbitragem para desculpar as suas próprias insuficiências. Lamentavelmente, temos um bom número destes no futebol português.

 

ng8095164.jpg

 

Com não podia deixar de ser, mais uma mancha no futebol português, com Artur Soares Dias a apresentar queixa à polícia, depois de ter sido alvo de ameaças por parte de dois indivíduos com adereços dos Super Dragões. O episódio ocorreu esta quinta-feira, no local onde o árbitro da AF Porto treinava, na Maia.

 

Depois do sucedido, houve uma reunião de emergência entre José Fontelas Gomes, presidente do Conselho de Arbitragem, Artur Soares Dias, Jorge Sousa, Luís Ferreira, Vasco Santos, Carlos Xistra, Bertino Miranda, vogal do Conselho de Arbitragem, e Paulo Costa, vice-presidente. Ao mesmo tempo, o local foi alvo de reforço policial.

 

Com Artur Soares Dias nomeado para dirigir, este sábado, o Paços de Ferreira-FC Porto, 16ª jornada da I Liga, veremos que decisões serão tomadas pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

 

publicado às 04:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


87 comentários

Sem imagem de perfil

De Geronimo batista a 06.01.2017 às 04:12

Caro rui o pior que ainda fizeram ameaças ao presidentes da apaf eu já não sei onde este país vai chegar o único que posso dizer que uma vergonha o que se passa aqui.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2017 às 04:15

Infelizmente, tenho de concordar consigo.
Sem imagem de perfil

De Manuel Fernandes Torres a 06.01.2017 às 11:03

Em português escreve-se Jerónimo Batista.

Assim que inventa outro nome. Viste, estiveste lá, para saberes que houve ameaças?!
Ou és mais um que engoles as patranhas do Record Verde?
Sem imagem de perfil

De Hugo a 06.01.2017 às 04:35

Depois do escândalo de terça feira arbitrado por um apito de aviário, internacional-proveta com frases como "carrega benfica" no seu fb, estão à espera do quê?
A paciência das pessoas tem limites. E não é com falinhas mansas que as coisas mudam
Imagem de perfil

De PF a 06.01.2017 às 06:55

Mas que escândalo?
Que culpa tem o árbitro das más opções de Jesus?
Que culpa tem o árbitro de dois golos falhados escandalosamente por Andre?
Que culpa tem o árbitro do Douglas ter cometido penalti sobre o Edinho?
Que culpa tem o árbitro de haver eleições no Sporting?
Que culpa tem o árbitro da miserável exibição leonina?
Que culpa tem o árbitro da criatura prometer o que não consegue cumprir?
Que culpa tem o árbitro do Sporting não jogar sozinho?

A culpa não é do árbitro é do Vitoria Futebol Clube que devia ter deixado ganhar o Sporting, não o fazendo é castigado, fica sem os emprestados, sim senhor grande "canalha" é a criatura.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 08:46

PF amigo, acalme-se..... afinal falava-se do jogo do Porto na Terça Feira......
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2017 às 09:59

PF,

Deixo-lhe aqui o aviso para abandonar esta sua campanha sistemática, para não correr o risco de ser banido do blogue.

Acho que deve ir para os espaços "encarnados" com a propaganda.

Não volto a avisar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.01.2017 às 12:02

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 12:13

Não concordo que o Benfica tenha melhores jogadores que o Sporting e Porto nem que jogue assim tão melhor futebol.

Poderá, eventualmente, ter uma equipa mais equilibrada, um balneário e um ambiente dentro com menos pressão pelo facto de ser tri-campeão e modelo de jogo mais pragmático e, normalmente, bastante eficaz em termos de golos.

Mas em futebol jogado não é assim tão superior e ainda falta metade do campeonato.
Sem imagem de perfil

De Manuel Pedro Pinto Teixeira a 06.01.2017 às 12:23

Tens razão. O Benfica não manda nada nisto.

E por não mandar nada nisto é que é o ÚNICO clube no Mundo inteiro que pode dar os seus próprios jogos na sua própria TV de clube!!

Nem o Real Madrid, Barcelona, PSG, Milan, Bayern, Chelsea, Man United, City, Liverpool o fazem.

Tens razão. O Benfica não manda nada nisto.

E por não mandar nada nisto é que até traficam pó de talco na Porta 18.. e nada se passa. PJ, DCIAP, PGR, nada !!!

Jornais, Tvs, Rádios, Sites... infestados de funcionários e avençados da BTV... mas o Benfica não manda nisto. Olha se mandasse!!!

Tens razão. O Benfica não manda nada nisto.

Capela, Mota, Paixão, Almeida, Ferreira, Esteves, Pinheiro, Fábio, Tiago,Oliveira... são todos árbitros adeptos do FCP !!!

Sem imagem de perfil

De Implacável a 06.01.2017 às 13:08

Ó pf, o Douglas é que cometeu o penalty sobre o edinho?
É estranho porque o arbitro disse ao Coates que havia sido ele e até o admoestou com o cartão amarelo.
Enfim...
Sem imagem de perfil

De Daniel a 06.01.2017 às 10:11

Convém apenas dizer que o FaceBook que anda a circular, com o mesmo nome do arbitro, não é a pessoa em questão. A pessoa a quem pertence esse perfil nem é arbitro.
Sem imagem de perfil

De André claro a 06.01.2017 às 07:28

É sem duvida um estado de tensão e pressão quase intolerável mas não tenho a mínima pena dos árbitros, o que têm feito nos últimos meses é de uma falta de vergonha atroz! Não se pretende com isto justificar os maus resultados da equipa, são 2 dimensões distintas mas sejamos claros, qualquer equipa joga mais tranquila quando sabe que tem uma "rede de segurança"....e há uma equipa que tem essa rede!
Infelizmente acho que a situação ainda vai piorar....como resolver? Não sei, mas tenho a certeza que estar calado não é solução
Sem imagem de perfil

De José Santos a 06.01.2017 às 09:10

Estado de tensão? O Sporting só se pode queixar de si próprio. Pouco ou nada tem jogado nestes últimos 2 ou 3 meses meses. O Sporting já tem tantas derrotas nesta época como em toda a época passada. A época passada já tinha mais de 60 golos marcados nesta fase e esta época só tem 40. De quem é a culpa? O Sporting não tem desculpa. Se a equipa pouco joga, a culpa é do árbitro? Se a equipa falha golos de baliza aberta, a culpa é do árbitro? Se a equipa está a dormir quando sofre golos, a culpa é do árbitro? Essa teoria da vitimização e das vitórias morais, fortemente implementada com a direção de BdC, tem que acabar de vez. Foram gastos milhões e mais milhões para se desculpabilizarem com a arbitragem? Foram os árbitros que fizeram as contratações do Sporting para esta época? A culpa do facto de Markovic não explodir é dos árbitros?

No Bonfim, para mim há duas grandes penalidades contra o Sporting. Não tenho problema em o afirmar. Se fosse ao contrário, gostaria de saber qual seria a posição dos adeptos.

Se o Sporting quisesse apresentar uma posição mais forte em relação à arbitragem, a mesma faria algum sentido após o jogo na Luz, não depois deste jogo.

BdC está a tomar esta posição agora, porque sabe que a sua legião de seguidores vai atrás deste tipo de discurso. BdC está a aproveitar esta situação para arranjar desculpas externas (como sempre) para os 8 pontos de diferença na liga e para o facto de já só estar presente na Taça de Portugal. E claro, estamos em plena campanha eleitoral. Acontece que BdC está refém de Jesus. Apostou nele, deu-lhe tudo e os resultados são o que são.

Este "Estado de Sítio" está a prejudicar o futebol português, mas a culpa não é só das arbitragens. A culpa é também daqueles que não são capazes de assumir os seus próprios erros. Em Portugal, e independentemente das cores clubísticas, não se gosta de futebol. Só se discute arbitragem e dirigismo. Falar ou discutir jogo jogado...quase nada. Todos são culpados pelo estado atual das coisas, uns porque estão lá em cima, e outros porque também lá gostariam de estar.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 06.01.2017 às 12:35

Claríssimo !!....

Acrescento uma frase ontem escrita por o Drake Wilson.........
""""Podemos virar costas ao que os nossos olhos observam. Mas virar a cara a tudo isto é ser conivente com o rumo que a sociedade civil, também por influência do desporto, está a tomar. Tem culpa o prevaricador, como porventura, todo o meio que o influencia. São problemas de sempre? Sim, sem dúvida. Que tendem a nunca mudar, principalmente quando são os meios de entretenimento(dirigentes, treinadores, jornalistas, etc..) a promover a violência""""

E eu digo :
Se formos capazes de entender isto e por em prática, seremos todos mais felizes!

P.S...Mustafá , Presidente
Macaco, Treinador
NN Boys, Jogadores
Guerra, Pina, Serrao e outros amiguinhos, como sempre "expert" da bola.

Sem adversários(só se aceitam inimigos)LOOOOOOOOOOOOOOLL !!
Sem árbitros
Pronto, todos amigos !!
E mesmo assim, acho que acaba em porradaria !!!!

P.S.S..... Como é possível??!
Inacreditável.. fazerem manchetes e entrevistas com estas beldades
Por favor, ler novamente as palavras do Drake Wilson.. Talvez ajude !!
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 08:58

Caros amigos,

Eu estou preocupado com o estado do futebol português. Isto tem tudo para acabar mal... E os comentários neste e (em muitos) outros blogs, e em páginas do facebook de clubes e dirigentes, mostram a exaltação de muitos adeptos.

Ontem, na TVI24, ouvi uma declaração de um comentador, que deveria ser analisada por todos. Eu sei que o Rui Pedro Brás é benfiquista. Mas acho que ele tem razão.

Dizia ele que "todos devem pensar na sua postura, porque todos têm culpa do que se está a passar. Jogadores, treinadores, dirigentes e jornalistas."

Depois deu um exemplo que me parece perfeitamente óbvio. O NES fez parte de uma das vencedoras equipas de sempre do Porto. Apanhou a altura do "apito dourado", e agora teima em justificar as suas derrotas com os árbitros.

O Jorge Jesus foi o treinador com mais troféus ganhos no Benfica. Ganhou tudo o que havia para ganhar em Portugal. Mas na altura era "limpinho, limpinho". e agora??

Eu não quero com isto dizer que, pontualmente, os clubes não tenham razão de queixa. Muito mais o Porto que o SCP esta época, mas não tentem desculpar os seus próprios erros com os dos árbitros, pois estão a colocar em risco a integridade física deles e das famílias.

O Porto ficou em último lugar do grupo da Taça da Liga. Empatou em casa com Belenenses e Feirense. E a culpa é do árbitro? Ele esteve mal? SIM! Mas não explica tudo.

E até compreendo declarações mais "a quente" após o jogo. Mas nas newsletters já a frio, é inexplicável.

O SCP não foi além de duas vitórias em casa, por 1 a zero, com Arouca e Varzim, sendo este da 2ª liga. No jogo com o Varzim utilizou, inclusivé, a quase totalidade da equipa titular.

Pelo contrário, foi para o jogo com o Setúbal com alguns suplentes, e nem sequer acautelou a questão da média de idades.

Perdeu com um penalti aos 92 minutos, que diga-se vários árbitros consideram bem assinalado, e ainda tiveram um outro, MUITO MAIS CLARO, não assinalado aos 71 minutos, que poderia ter colocado o jogo em 2 a 0.

Mas o destaque vai para o penalti aos 92!!

O mesmo para os jornalistas. Passaram programas inteiros a falar do penalti no último minuto, mas esqueceram-se de falar do penalti aos 71.

De resto, por ser tão flagrante, talvez esse é que até deveria ter merecido honras de "primeiras páginas" de jornais.

Ou então, uma primeira página com o título "Bronca", e uma foto do golo que o André falhou.

Eu concordo que o SCP foi prejudicado na Luz. E penso que a indignação à volta desse jogo é perfeitamente justificável. Além de que é contra um adversário directo.

Faz-me lembrar o golo do Maicon na Luz em fora de jogo. Todos os Benfiquistas se lembram disso, mas não se lembram da arbitragem da semana anterior a essa em Coimbra. Aquele é que fez, realmente, a diferença.

Agora, utilizar os árbitros, nesta semana, para mascarar os maus resultados de 3 jogos, é pouco sério e perigoso.

Por muito que os sportinguistas não gostem de ouvir, o Benfica também foi prejudicado no jogo com o Vizela. Foi um golo mal anulado e um penalti transformado em livre directo.

Mas o Benfica não se desconcentrou e foi à procura do resultado. Ganhou por 4 a 0, e mais ninguém falou nisso!

Porque estamos no "Camarote Leonino", eu pergunto aos sportinguistas que aqui vem dizer que "isto já não vai lá com palavras", ou que vivemos no "estádio lampiónico":

- Bastava o Bryan Ruiz ter marcado "aquele golo", o o SCP ter ganho ao União da Madeira, para ter ganho o campeonato. E a culpa é dos árbitros? Ou do Benfica?

A bem do futebol, critiquemos o que for de criticar, mas comecemos por "nós". Olhemos para dentro e identifiquemos o que nós e o nosso clube poderia ter feito para ganhar, e passem depois para os factores exógenos, antes que isto descambe em alguma desgraça.

Cumprimentos a todos, e votos de que o FDS seja limpo de casos.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 09:22

Antes desse tal penalty que falas a favor do Setúbal e que não foi assinalado, que tal falar naquele fora de jogo (mal) assinalado e na sequência do qual a bola entrou na baliza do Setúbal? Golo mal anulado com influência directa no resultado.....
E desse tal penalty que falas se todos os puxões e agarrões dentro das áreas fossem penalizados havia para aí uns 20 penalties em cada jogo. Quanto ao penalty a favor do Setúbal é no minimo discutível, há um claro aproveitamento do contacto por parte do avançado.
A tua preocupação e a do teu clube com esta situação é que os roubos se tornem demasiado mediáticos.
Vens falar do Benfica - Vizela..... um jogo que ganhaste 4 a zero contra uma equipa da II liga..... achas que os tais erros do árbitro desse jogo mudaram o vencedor desse jogo?? Pois é, mas os erros graves do amigo Jorge Sousa deram-te 5 pontos de avanço contra o Sporting.... contra factos não há argumentos.
Sem imagem de perfil

De S.C.P. a 06.01.2017 às 09:34

E o Varzim de que liga é?
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 10:18

Amigo Paulo,

Deixe que lhe refira apenas uns pormenores:

- Discordo quando diz que penaltis como os do minuto 71 há 20 por jogo. Uma coisa são os agarrões ou puxões normais nas disputas de bola, por exemplo, na marcação de cantos. Aquele lance não teve NADA a ver com isso.

- O fora de jogo que refere é, sem dúvida, mal tirado, mas quando a bola entra na baliza, já o jogo estava interrompido. Caso não estivesse, como o André acabou por provar, isso não seria sinónimo de golo.

- O Benfica ganhou 4 a 0, mas quando se deram os lances que referi, o resultado era de empate a zero. Mais, o Benfica ainda tem um jogo bastante difícil para disputar em Guimarães, pelo que não facilitou, e continuou à procura de avolumar o resultado.

- No que toca ao derbi, já emiti a minha opinião...

Mas acho curioso que o Paulo ache "normal" os tais agarrões nas bolas paradas, mas já não considere que vários árbitros da nossa praça tenham considerado que o penalti do Setúbal foi bem assinalado (coisa com que eu não concordo).

De resto, um dos árbitros que achou o penalti bem assinalado, foi o insuspeito Duarte Gomes, que em tempos, em pleno estádio da Luz, expulsou o Andrade por ter sido pisado pelo Hugo Viana, e assinalou um penalti por o Jardel ter caído nas costas do Paulo Madeira.

E até dizem que o Duarte Gomes é benfiquista... Por aí se vê que, a história da imparcialidade dos árbitros é muito subjectiva.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 10:40

Permita-me discordar, os jogadores do Vitória de Setúbal pararam á espera do fora de jogo, claro que quando a bola vai para o Campbell o auxiliar levanta a bandeira erradamente....
Se acha puxões e agarrões normais este lance na área do SCP é normal não? E também lá por ser penalty esse lance e caso fosse marcado também não seria sinónimo de golo certo? É que no lance do fora de jogo em questão a bola entrou mesmo... pois é... erro grave, que mudava tudo, ou seja: empate a começar a 2ª parte.
Esses árbitros da nossa praça que tanta fala não me convencem, há muitos outros que falam em penalty mal marcado, em que é que ficamos? Vale o critério do árbitro, depois depende da cor da camisola...
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 11:08

Pedro, como disse um pouco mais abaixo, este discurso é exactamente o mesmo que os portistas tinham quando confrontados com os benefícios da distribuição de fruta.
Primeiro lembre-se que os benefícios não se esgotavam nos jogos directos, mas na empatia que era gerada nos apitadores com reflexo noutros jogos com interesse estratégico.

Acho incrível comparar situações sejam deste jogo, sejam de outros jogos e até épocas, mais uma vez remeto para o discurso dos portista, era esse mesmo, até diziam que o Garrido (o estratega do esquema) era adepto do Sporting, o Duarte também deve ser do Sporting.
Mas comparando, dou-lhe só estes exemplos, viu tanta polémica, com a validação do golo aos 90 mnts de Guimarães que deu o empate? Viu tanta polémica com o penalti não marcado no jogo com o Nacional?
Como é óbvio, há erros como este aos 93 mnts que decidem uma competição que são tão graves, que não há qualquer hipótese de serem admissíveis.

Repare se o apitador marcasse penalti aos 71 mnts, que não é tão claro quanto afirma, não se livrava de criticas pelo trabalho feito até aí, talvez fosse essa a causa pois nessa altura o resultado ainda era conveniente. Agora marcar um penalti inexistente aos 92, não lembra ao diabo.

O porto da época da fruta, também tinha excelentes equipas e em muitos, mas muitos jogos, não precisava dos favores, antes pelo contrario até era prejudicado em alguns jogos, só para não dar muito nas vistas.

Como disse, o discurso é exactamente o mesmo.

Nitidamente, vouchers substituíram a fruta, num processo de modernização do roubo.
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 11:23

Recomendo ir ao Youtube e ver um best of dos erros de arbitragem em jogos de Benfica e Sporting contra o Porto e compará-los com os erros que actualmente acontecem e que, na grande maioria das vezes, nem são consensuais entre a crítica especializada.

Ou ler o que o Ivković disse sobre como as equipas visitantes eram recebidas no antigo Estádio das Antes, o cheiro a álcool nos balneários, etc.

São coisas que não têm comparação.

Para além de que nesses tempos, é factual que houve, por exemplo viagens pagas pelo FCP a um árbitro, que houve escutas em que é claramente notória a organização e escolha de árbitros, manipulação de notícias para perdões disciplinares, etc, etc.
Sem imagem de perfil

De Manuel Pedro Pinto Teixeira a 06.01.2017 às 11:49

Não, não é factual nem é verdade que o FCP pagou viagens a árbitros.

Factual é que o Porém Luís foi à China e que o SLV levou árbitros a Moçambique.
Isso sim é factual.

Escutas?! postas no Red Tube só as de uns e não puseram as dos outros?! que raio de Democracia é essa?! A Democracia de dar palha aos carneiros, iscas e alpiste ás Gaivotas?!

Já ouviste falar em Calabote? Porfirio Alves? Inácio Almeida? F. Silva, Vítor Correia, Carlos Valente? ou nos mais recentes, Rola, Hélio, Pratas, Jacinto, Lucílio,
Ferreira, Mota, Paixão, Capela, Alemida... ou queres falar do Vendedor da Macron Hugo Miguel, do Tiago, do Fábio, do Pinheiro?!
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 11:55

Caro,

Parei de ler no momento em que o amigo escreveu "não é factual nem é verdade que o FCP pagou viagens a árbitros."

Para além de ter sido amplamente noticiado que foi o FCP que liquidou essa factura da agência Cosmos (que por meras coincidências da vida era propriedade de Joaquim Oliveira ) relativamente a uma viagem do árbitro Calheiros ao Brasil.

O próprio FCP reconheceu que pagou, cerca de um ano depois do acontecimento e quando a notícia veio a lume, tentando justificar este facto de forma ridícula como tendo sido um erro de uma funcionária que entretanto foi despedida.

Portanto, se o caro amigo não consegue reconhecer isto como um facto, não vale a pena conversarmos mais.
Sem imagem de perfil

De Manuel Pedro Pinto Teixeira a 06.01.2017 às 14:46

Para além de ter sido amplamente noticiado.... Noticiado?! por quem?! O Justino por acaso sabe como se fazem, cozinham, manipulam as noticias?!

Por ex., ainda ontem 2 rapazolas mandaram umas bocas foleiras e logo os jornais e Tvs 'noticiaram' que foram 50 SD que ameaçaram de morte e agressão os árbitros !!!

Que foi o FCP que liquidou essa factura da agência Cosmos - Sim, uma factura mandada fazer em nome do FCP pela Leonor Pinhão.. é óbvio que o FCP pagou, pois não é caloteiro. MAS depois a própria PJ confirmou que foi por engano, por erro que o FCP pagou...

(que por meras coincidências da vida era propriedade de Joaquim Oliveira ) - mentira. A Cosmos nessa altura era propriedade de António Laranjeiro, sportinguista e só depois o Joaquim Oliveira entrou para sócio... que por meras coincidências da vida também é sportinguista !!! que por meras coincidências da vida ainda agora através da PPTV deu mais 40 milhões de Euros ao SCP !!!!

Relativamente a uma viagem do árbitro Calheiros ao Brasil. Não, foi uma viagem de 2 irmãos Calheiros, mulheres e filhos ao Brasil...

O próprio FCP reconheceu que pagou, cerca de um ano depois do acontecimento e quando a notícia veio a lume, tentando justificar este facto de forma ridícula como tendo sido um erro de uma funcionária que entretanto foi despedida. - Exacto funcionária da Cosmos, paga pelo SLB e que sim, essa foi despedida!!!
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 15:46

Meu amigo, o meu caro está apresentado e estamos conversados. Ainda tem o desplante de dizer que não mete as mãos no fogo pelo PdC. Mete as mãos, os pés e o corpo todo por ele.

Agora o FCP ia pagar um factura, pasme-se, feita pela Leonor Pinhão. O meu amigo teu jeito para a ficção, sem dúvida.
Sem imagem de perfil

De Manuel Pedro Pinto Teixeira a 06.01.2017 às 16:08

Não deve ter percebido bem...

Limitei-me a pegar nas suas palavras e expliquei-lhe.

O FCP pagou a factura na sua Contabilidade como paga outras centenas de facturas.

Quando a Propaganda do SLV mandou cá para fora essa treta... é que se deu pela marosca. É óbvio que a PJ investigou e tudo se resolveu. Não querer perceber isto.

Sem imagem de perfil

De roc a 06.01.2017 às 17:21


"Não, não é factual nem é verdade que o FCP pagou viagens a árbitros."

E as facturas que apareceram na contabilidade duma agencia de viagens do Porto, sobre as viagens dos irmãos Calheiros pagas pelo teu clube?

Mas já factual as estória contadas sobre os outros.

Não tens vergonha nenhuma.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 11:21

Amigos,

Aceito, obviamente, as vossas posições, apesar de manter as minhas reservas.

Mas há uma coisa que, de facto, me parece uma verdade insofismável, e penso que os meus amigos concordarão...

É que, apesar de achar que não têm comparação os anos 80/90 com a actualidade, no que toca às arbitragens, uma coisa o Porto desse período e o Benfica deste têm em comum, eram a melhor equipa!

E repito o que já afirmei em outras ocasiões, o Benfica só chegou onde está hoje, quando deixou de se queixar de tudo e de todos, e olhou para dentro.

Sendo que, reconheço, teve alguma sorte (e foi mesmo sorte), em ter ganho o campeonato em 2005, que aliviou um pouco a pressão de ganhar.
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 11:42

Como é que se deixou de queixar, se ainda esta época estava no inicio e já se queixava?

É um facto que, quer seja o Benfica, quer seja outro clube qualquer só se queixam quando perdem jogos, o que é compreensível.
Agora utilizar esse argumento, é que já não compreendo, deixe o Benfica ser penalizado com erros que impliquem perda de pontos, em 2 ou 3 jogos e verá novamente, Rui Vitoria e Costa, Vieira e todo o restante staff distribuído pela comunicação social a declamar que não querem ser comidos de cebolada.

Lembra-se da campanha sobre o anti jogo? Nessa altura fiquei mesmo com a sensação que o problema do anti jogo teve inicio nesse jogo com o Maritimo.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 12:11

Tem razão no que diz. Mas não me refiro a queixas casuísticas, sobre um determinado jogo.

Não é isso que SCP e FCP estão a fazer. Estamos a assistir a uma "campanha" contra as arbitragens e os árbitros em geral.

Contra o malfadado "sistema". Aquele mesmo que, diziam outros adeptos noutros tempos, não existia. Agora chamam-lhe monstro.
Sem imagem de perfil

De roc a 06.01.2017 às 09:46


Boa análise. Assino por baixo
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 10:21

Gostava que alguns ilustres, informem qual a lei do jogo que permite um clube que jogue mal, possa ser prejudicado e o seu adversário possa ser beneficiado.

A verdade é que:

"Os vouchers substituíram a fruta numa modernização do roubo."

O discurso actual dos benfiquistas quando confrontados com o esquema dos vouchers é exactamente igual ao discurso dos portistas quando eram confrontados com o esquema da fruta.



Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 10:29

Amaf,

Nem sequer vou comentar a sua comparação entre os vouchers e a "fruta".

Vou só perguntar-lhe o seguinte:

- Se os vouchers já acabaram, o que é reconhecido por todos, o Benfica agora é beneficiado (no seu entender), porquê?
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 10:42

Pedro Miguel, meu caro essa é fácil, porque tem as pessoas certas nos lugares certos....
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 11:10

Então afinal não eram os vouchers. São as pessoas nos sítios certos.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 06.01.2017 às 11:40

Nunca foram. Isso foi só uma desculpa para BdC fazer barulho.

Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 11:18

A fruta a partir de determinada altura também acabou, mas como diria o seu mentor, largos dias tem 100 anos.

A fruta, ou melhor os vouchers, na minha opinião só acabam quando os OBSERVADORES que aceitaram os vouchers forem todos substituídos, e a maior parte dos árbitros promovidos à pressão sejam enviado para o lugar que a sua categoria merece.

Num qualquer pais civilizado, o tema vouchers teria provocado um terramoto, mesmo que a legislação fosse omissa, existem responsabilidades que deveriam ser assumidas pela estrutura dirigente, quer federativa quer no próprio clube. Acha que um árbitros que seguramente ganham bem mais que 5000 euros tem dificuldade em pagar as suas refeições? Então qual o motivo para entregar o voucher, se queriam fazer charme, cortesia, que a fizessem com os bombeiros que ganham bem menos.

Antes que venham com tal conversa, que digo é a mesma dos portista sobre a fruta, e o deposito na madeira e a lagosta no balneário?
Respondo já, o pulha só fez um deposito e foi banido da direcção do Sporting e a lagosta, não consta que no final os árbitros, delegados e observadores levem um saco com a dita cuja para casa de forma a repartirem com a família e amigos.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 11:29

Amaf,

Diga-me uma coisa, se souber:

- A comissão de arbitragem, os árbitros e os observadores de 2011 não eram os mesmos de 2010 quando o Benfica foi campeão? É que o Benfica começou esse campeonato com 3 derrotas, na minha modesta opinião, todas elas merecidas, mas em que foi escandalosamente roubado.

- E a comissão de arbitragem, os árbitros e os observadores de 2014, que validaram o tal golo do Maicon na Luz? E que que antes tinham tido outras decisões em prejuízo do Benfica, nomeadamente não marcando um penalti claro em Coimbra, na semana antes do clássico, por exemplo.

Eu não gosto de andar a dar exemplos anteriores porque, se não temos cuidado, já estamos a dar exemplos do tempo do Calabote... Mas temos de ser honestos nas nossas análises.

É que, em 8 anos de presidência do CA do Vitor Pereira, o Benfica ganhou 3 campeonatos. E quem ganhou os outros????
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 11:55

Pedro, com todo os respeito pela sua opinião, mas permita o contraditório.

Haverá sempre não alinhados, também o Porto perdeu jogos e títulos na época da fruta, por isso comparações dessas é como se costuma dizer excepções que confirmam a regra.

Os vouchers tiveram o seu inicio precisamente em 2012 ou 2013 e a sua influencia não se esgota na empatia que podem gerar nos árbitros, que em caso de duvida tentam não penalizar que é amigo. A sua influencia é muito mais abrangente, porque são distribuídos pelos Observadores, esses sim provavelmente com baixos rendimentos e por isso esfomeados, e é esta gente que decide a classificação dos árbitros, no fundo são os principais responsáveis pelo quadro actual de árbitros.

A recente polémica com Jorge Sousa desvanece todas as duvidas sobre a importância destes senhores: mesmos intervenientes SLBvsSCP, num primeiro jogo o Benfica diz-se prejudicado e uns dias depois aparece a nota atribuída pelos Observadores "Muito Negativa", num segundo jogo, o Sporting diz-se prejudicado e aparece a nota atribuída pelos Observadores "Muito Positiva".
Melhor exemplo da importância destes senhores, só com um desenho.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 12:25

Amaf, compreendo perfeitamente o que diz, e admito que a diferença de notas nos jogos SLBvsVFC e no SLBvsSCP possa parecer estranha.

Mas, como reconhecerá, os mesmos "árbitros analistas" que populam os nossos meios de comunicação social, foram da opinião que não houve penalti contra o SCP (foram 9 em 10 com essa opinião).

Pelo que talvez não seja assim tão estranha a nota ao árbitro.

Por outro lado, pergunto-lhe, acha mesmo que alguém se deixa corromper por 4 jantares e uma camisola? Acredita mesmo nisso?

Por muito pouco que possam receber...

E mais... Mesmo que o Benfica tenha granjeado alguma simpatia com essas refeições, parece-lhe razoável que essa "simpatia" dure para sempre??
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 15:16

Pedro, os analistas que fala provavelmente no primeiro jogo também disseram que o Benfica não teve razões de queixa, isso não impediu a nota muito negativa. Mas, quando esses analistas consideram que um lance claro de penalti que o Naldo cometeu na época passada em Arouca era legal, para mim ficaram apresentados.

Esqueça a camisola, estamos a falar na oferta apôs o jogo de varias refeições que podem ou ser consumidas durante a semana e antes do jogo seguinte.
Atendendo ao rendimento financeiro dos árbitros parece óbvio, que não necessitam de se vender, pelas refeições ou pela fruta. Os seus rendimentos permitem suportar facilmente esses gastos. Até concedo que na questão dos árbitros, não há intenção de obter benefícios mas tão só obter um credito de atenção de forma a não serem cometidos prejuízos.
Já não consigo entender a oferta aos Observadores, primeiro o rendimento financeiro é menor, depois não encontro nenhuma razão para a oferta, fosse ela efectivamente de mera cortesia (camisola, galhardete, pin) quanto mais de refeições pagas num restaurante de luxo. São estes observadores que modelaram o quadro actual de árbitros e que permitirão a progressão de árbitros sem qualquer critério razoável de qualidade.

O efeito dos vouchers vai durar enquanto durar o quadro actual de árbitros em que as progressões feitas com base na simpatia e não na qualidade, que é tão evidente na progressão do Rui Oliveira
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 11:29

Caro Amaf,

A fruta só acabou quando as escutas vieram a lume e depois de os processos estarem em tribunal.

Pode achar os vouchers eticamente reprováveis, mas até ver, não existe qualquer prova que os mesmos davam direito a jantares à discrição, com champanhe e tudo, como insinuou BdC.
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 12:00

A fruta só acabou, quando a maior parte do dirigismo e intervenientes da altura foram substituídos.

Não é preciso provar nada, os Portista também reclama do nexo casualidade, pouco importa se eram utilizados ou não, o que importa é a empatia que geram.
Mais importante e como disse anteriormente, para os árbitros que tem um bom salário o consumo até pode ser irrelevante, mas para os Observadores até pode ser um bom complemento do rendimento, que valham 200 quer valham 2000.
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 12:07

Não faço ideia quanto ganha um observador, nem se passa fome ou não, pelo que não me vou pronunciar sobre esse tema.

Na minha opinião a fruta acabou porque tornou-se por demais evidentes, porque os dirigentes estavam sob escuta, porque havia clube em risco de descer de divisão e dirigentes e árbitros acusados de corrupção, pelo que esses processos que estavam montados tornaram-se inviáveis.

Caso, contrário, ainda hoje as coisas funcionariam da mesma forma.
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 12:30

Caro Justino, não entenda de uma forma literal a questão da fome. Apenas utilizei para diferenciar o rendimento dos árbitros, que seguramente ultrapassa os 5 mil euros por mês, doa rendimento dos Observadores que devem receber umas poucas centenas de euros por cada jogo.

Já agora, permite que acrescente que os vouchers parece que acabaram porque alguém os denunciou publicamente e se fossem uma coisa normal não se percebe porque acabaram. Apesar dos processo e das suspeitas que fala no processo da fruta, a verdade é que como é usual dizer " A montanha pariu um rato", pois as consequências para os principais beneficiados no esquema foram ... nenhuma!. Exactamente o que está e pode acontecer aos vouchers, mas não é por isso que não podemos pensar e afirmar que é um escândalo que num pais civilizado teria outro tipo de consequência.
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 12:38

No caso da "fruta", segundo me recordo, penso que a "montanha pariu um rato" devido à ilegalidade das escutas, ou seja, uma tecnicalidade jurídica.
Sem imagem de perfil

De MarcoI a 06.01.2017 às 11:44

Comparar prostitutas ( acrescentando se o facto de a maior parte dos árbitros serem casados, ficando completamente na mao do FCP) com um papelito a oferecer um jantar (ainda por cima quando tanto a Federacao, como a UEFA, como os tribunais já disseram que nao há nada para sequer pensar em castigar)...

Nem sei que pensar de certa gente, ou sei mas nao posso traduzir em palavras pois o caro Rui Gomes cortava-me (e bem) as vazas

Entretanto por causa de uns quantos a debitar alarvidades como se fizessem algum sentido num cérebro pensante (nem precisa de ser muito inteligente, apenas minimamente funcional), andam árbitros a ser ameacados, ninguem fala de futebol jogado, ninguem se preocupa com fraquezas dos respectivos planteis, ninguem fala das restantes equipas portuguesas, etc etc etc

O adepto portugues é bom, calmo e entusiasta. Mas 10% deles conseguem infestar este lindo desporto com puro lixo (a média neste blogue é bastante reduzida, dai ser o único consultavel)
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 12:15

Se for educado e tiver argumentos, consegue discutir sem que ninguém lhe corte as vazas.
Caso se ache dono da verdade e não admite contraditório, passando de imediato para o insulto, acho muito bem que a vazas lhe sejam cortadas. Como não é o caso, vou tentar responder-lhe com a urbanidade possível:

- A fruta estava disponível, na internet ou jornais, com toda a discrição e por um preço provavelmente inferior ao custo de 4 refeições. Se a fidelidade e ou confidencialidade fosse argumento é só mais uma razão para pagarem o consumo do seu próprio bolso.
- Apesar do que diz ou possa dizer a UEFA, Federação ou Tribunais, tenho cabeça para pensar, julgo que sobre a fruta, esses organismos pouco ou nada fizeram. Em todo o modo, as decisões que vão sendo conhecidas, apenas se referem aos árbitros e sobre os Observadores? Cortesia, era terem oferecido os vouchers aos bombeiros.
- O resto da conversa, é precisamente aquilo que tenho estado a dizer, os adeptos e dirigentes do Porto quando confrontados com a fruta também diziam, ninguém fala do futebol jogado, das fraquezas do plantel que pelo seu presidente resumiam desta forma "Só os burros é que falam dos árbitros".

Como dizia anteriormente e volto a repetir, pois não escondo a cabeça na areia, não tenho receio de afirmar que o rei vai nú:

"Os vouchers substituíram a fruta numa modernização do roubo."
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 12:26

Só não consigo concordar com a sua análise no aspecto de que a "fruta" era distribuída antes dos jogos (e as escutas comprovam que não era apenas "fruta de dormir") e que os árbitros encontravam-se com representantes ou dirigentes do FCP antes dos jogos.

Até ver, os vouchers ao que se sabe eram/são distribuídos depois dos jogos e, pelo menos até à data, não há indícios ou provas de que qualquer representante do SLB se encontre com os árbitros e/ou observadores para lhes dar o "briefing".

Tem, obviamente, direito à sua opinião. A minha é a de estamos a comparar uma situação de ofertas monetárias + prostituição + encontros com os árbitros antes dos jogos com uma oferta de um kit que alegadamente inclui 4 refeições (à discrição?).
Sem imagem de perfil

De Amaf a 06.01.2017 às 12:36

Justino,

Concordo consigo quando afirma que o caso da fruta era muito mais abrangente e com praticas bem mais graves e condenáveis.

Agora, eu não sei o que acontece, quando um Observador ou arbitro se apresenta no Museu da Cerveja com os famigerados vouchers.

Sei que fica identificado, o que acontece de seguida fica para a imaginação de cada um.

Saudações desportivas
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 06.01.2017 às 08:59

Quando temos um árbitro promovido à força, que até chumbou no exame escrito e nos testes físicos e na sua página de FB mostra comentários e imagens do SLB, temos tudo dito.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 09:00

Infelizmente não vejo que a culpa seja só dos dirigentes..... há muitos árbitros que não têm categoria para apitar jogos da I e II ligas, prova disto são os árbitros que apitaram os jogos de Porto e Sporting para a Taça da Liga.
São demasiados erros e muitos deles graves, com consequências e influência no resultado dos jogos.
Claro que custa aos dirigentes ver o trabalho das equipas prejudicado por decisões no mínimo controversas, daí que muitos quando falam á CS também não se conseguem conter o que é perfeitamente natural.
E a questão fundamental nisto tudo é o critério, ok o erro acontece, claro que sim, o problema é a "direcção" que todos estes erros têm, e quem tira partido directa ou indirectamente dos mesmos.
A juntar a isto temos a impunidade dos árbitros, não são responsáveis por nada, quando há uma arbitragem mais polémica aquilo que a APAF faz é não nomear esse árbitro para apitar no fim de semana seguinte, isto visa não expor esse árbitro em termos mediáticos, os critérios de subida de categoria e chegada a internacional não são em função do REAL desempenho dos senhores do apito, mas sim em função da forma como "ajudam" o tal clube, para isto servem as pessoas certas nos lugares certos, era assim para uma determinada cor de um clube nos anos 80, 90 e principio deste século, passou a ser para outra cor desde há bastante tempo.
Há muitas arbitragens manhosas e que prejudicam claramente uma equipa que são premiadas com grandes notas pelos observadores, estes também de conluio com a estrutura da arbitragem.
Enquanto não se investigar a sério e se penalizar como deve ser estes senhores do apito as coisas não vão mudar, a vergonha continua.
Sem imagem de perfil

De Sim Abelha a 06.01.2017 às 09:09

Acho que o Paulo tocou com o dedo na ferida - o maior escândalo não são as arbitragens, são as consequências. Lembremo-nos da Luz e da arbitragem vergonhosa. Podíamos defender que foi o árbitro a errar como todos erram. Mas a prova que não é inocente é depois a nota que lhe é dada! Qual o sinal para aquele e todos os árbitros? Ajudem o Benfica (e/ou prejudiquem o Sporting) que nunca serão penalizamos por isso!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2017 às 10:01

Caro Paulo,

Quando referi dirigentes, não é só de clubes.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 10:52

Amigo Rui Gomes, eu referi os dirigentes dos clubes mas é claro que existem muitos outros dirigentes de estruturas ligadas ao futebol (arbitragem e não só) também com claras culpas no cartório, mas para esses ninguém olha, passam incólumes pelos intervalos da chuva...
Sem imagem de perfil

De Manuel Pedro Pinto Teixeira a 06.01.2017 às 09:45

Dois.. 2 simples badamecos, 2 simples pilantras que até podem ser dos NN ou dos Casual Verdascos da Juve Leo disfarçados, mandam uma bocas foleiras ao ASD na Maia.

Que fazem em Lixoboa?! Fazem logo crer nos Pasquins, Rádios Locais e Tvs Regionais que foram 10, 20, 50 SD ameaçar de morte o ASD !!!!!!

:-)

Tenham dó, chega de hipocrisia !!!

Eram apenas 2 rapazitos... Mas, claro, para vender jornais e encher telejornais vale tudo.

Foi muito pior a atitude do Jorge Judas perante milhões de testemunhas a mandar perdigotos ao árbitro assistente, a insultar a sua maezinha em Setúbal... e não vimos as virgens tão ofendidas!!

Tenham dó.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2017 às 09:55

Pretende defender o quê e quem, ou será que os "artistas" da claque do Norte são alguns santinhos e não têm precedentes ?
Sem imagem de perfil

De Manuel Pedro Pinto Teixeira a 06.01.2017 às 10:21

Defender?! sou e sempre fui contra Claques Organizadas no futebol !!!

Apenas faço aqui a crítica aos editores pasquineiros, jornaletas, estagiários dos Jornais, Rádios locais, Tvs regionais de Lisboa pelo espalhafato, algazarra, chinfrim que fizeram por um simples fait divers acontecido na Maia.

Encheram páginas e mais páginas, manchetes, parangonas com tretas de meia dúzia de bocas foleiras de alguns badamecos na Maia, que até podem não ser adeptos do FCP!!!

Foi só ISSO que pretendi dizer.

Mas se a questão é a de medir pilinhas, sempre posso dizer que sim, que as Claques do FCP são meninos de coro, se comparados com as dos NN, DV, JL....



Sem imagem de perfil

De José Santos a 06.01.2017 às 11:01

Caro Rui,

Eu só não quero é que o Sporting faça uma colagem ao Porto neste "Estado de Sítio" em relação à arbitragem. Desconheço as medidas que BdC quer anunciar, mas se o fizer, é bom que fale somente no Sporting. As declarações de ontem do líder dos Super Dragões não foram inocentes. Ele falou no Sporting, para ver se cola. Bem sabemos o quanto o Sporting tem sido prejudicado sempre que se "associa" ao Porto.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 10:54

Investigue-se, quem não deve não teme... tanta preocupação com a integridade fisica dos árbitros e familias mas ninguém se preocupa em responsabilizar esta classe de privilegiados...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2017 às 11:02

Acha mesmo que é uma classe privilegiada ?... Pois eu não queria ter esse privilégio e muito menos ainda a troco do que eles recebem. É uma missão extremamente ingrata.
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 11:15

E não acha que é de se preocupar?

Já imaginou o que era se, no decurso do seu trabalho, errando ou tomando decisões incorretas, como todos nós decerto fazemos, viessem estranhos ameaça-lo a si e à sua família?

Acha isso certo? Acha que o ia ajudar a desempenhar melhor as suas funções? Iria tomar melhores decisões?

Para nós é muito fácil, sentados no sofá ou no computador, ver dezenas de repetições em slow motion, de vários ângulos e depois criticar decisões de quem as teve de tomar em 2 ou 3 segundos.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 14:18

Caro Justino Cardoso, eu e muitos de nós quando erramos nos nossos trabalhos somos chamados á responsabilidade e temos que a assumir, acontece que estes senhores são apenas protegidos, nada mais, RESPONSABILIDADE ZERO, é bom não é? É que os critérios de subida ou descida não têm a ver com o seu desempenho, mas sim se apitares de forma conveniente para alguém.
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 15:52

Caro Paulo Salcedas, independentemente de ter razão no que diz, continuo a ser da opinião que isso não dá o direito a ninguém de ir ameaçar quem quer que seja.

Para além nisso, nos nossos trabalhos nem sempre somos chamados à responsabilidade. Já estive, por experiência própria, em empresas onde não eram os melhores desempenhos a serem recompensados, fosse financeiramente ou a nível de progressão de carreira. Já viu o que era agora, com base nesse facto, uns conhecidos meus irem ameaçar com tinha sido recompensado indevidamente? Ou ameaçar os patrões?

Estas atitudes não cabem na cabeça de ninguém.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 06.01.2017 às 19:17

Caro Justino Cardoso não quis de forma alguma branquear o que se passou, como é evidente, é grave e devem ser tomadas medidas para que os árbitros, tal como qualquer cidadão, tenham a protecção devida
Fiz referência e neste ponto deve concordar que há situações na arbitragem que merecem profunda reflexão e uma delas é a falta de responsabilização dos seus elementos, bem como de toda a estrutura, falta transparência, por exemplo: sabe por acaso quem são os membros do CA? Sabe quem faz as nomeações e qual o critério que é seguido? Porquê nomeações e não sorteio? Se calhar se houvesse mais transparência, haveria mais compreensão por parte dos adeptos.... Mas é este tipo de conduta que não interessa a muita gente, que continua a seu bel-prazer a tirar proveito destes erros de arbitragem
Sem imagem de perfil

De Manuel Fernandes Torres a 06.01.2017 às 11:51

Exacto. Dá a impressão que agora os ladrões, os corruptos é que são as vitimas !
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 11:59

Ainda que fossem ladrões ou corruptos, como acusa sem provas, cabe-lhe a si ou a quem quer que seja fazer justiça pelas próprias mãos ou andar a coagir e a ameaçar quem quer que seja?

Se tem provas que esses agentes são corruptos ou ladrões, faça uma denúncia juntos da autoridades competentes e forneça essas provas cabais que calculo que tenha na sua posse.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 06.01.2017 às 11:47

O meu troll favorito voltou

E o Madureira, perdão Mestre Madureira, ia casualmente a passar? Para dizer que "não queremos violência mas vejam lá isso"?

Sem imagem de perfil

De Passaleão a 06.01.2017 às 10:04

Quem leia alguns dos comentários sobre este tema chega a uma conclusão simples: a uma equipa que jogue mal, é legítimo os árbitros roubarem tudo o que lhes apetecer.

Sim, errámos na grande maioria das contratações.

Sim, jogamos muito pior que no ano passado.

Sim, o nosso treinador ganha demais para o que tem produzido.

Sim, o nosso presidente é instável, conflituoso, razoavelmente demagogo e senhor de uma imagética de mau gosto.

Mas não, isso não desculpabiliza as exibições de árbitros com que temos sido brindados.

"O treinador e os jogadores também erram, são humanos assim como o árbitro". Pois é, mas pelos erros do nosso treinador, que fomos nós que escolhemos, e dos nossos jogadores, que são treinados por ele, é justo que sejamos nós a pagar.

Já os erros dos árbitros são erros alheios. Mesmo admitindo - e em alguns casos custa - que são apenas "erros", é injusto que tenhamos que ser nós a suportar as consequências deles, mas enquanto assim for pelo menos temos o direito de o denunciar, e aos berros se for preciso.

O que responderia qualquer destes comentadores se fosse atropelado na rua por um bêbado em excesso de velocidade, e lhe dissessem "tem paciência, errar é humano e tu puseste-te a jeito porque atravessaste fora da passadeira"? Responderia torto, e com toda a razão!

Mesmo com contratações falhadas, fio de jogo pobre e disparates de orientação técnica, se o Sporting não tivesse sido vítima de erros de arbitragem grosseiros teria ultrapassado o beifica na liderança do campeonato e ainda estaria a disputar a Taça da Liga. O mau futebol seria agora um não-assunto e as contratações falhadas um ligeiro incómodo a tratar no mercado de inverno.

Querem discutir as nossas culpas próprias, força, acho bem que o façamos, mas internamente, sem dar argumentos aos Guerras e Venturas que estão a envenenar o futebol em Portugal, e nunca, jamais e em tempo algum deixando que se branqueie a pouca-vergonha a que estamos a assistir.

Cada sportinguista que aceite prescindir da discussão dos erros dos árbitros, a pretexto de que também existem erros nossos, torna-se objectivamente um aliado do actual estado de coisas, que é como quem diz, um aliado do beifica, que está a concretizar um assalto ao futebol português que faz o Apito Dourado parecer um furto de caramelos numa mercearia.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2017 às 10:16

Não apaguei o seu comentário, como aliás já fiz em várias ocasiões, mas deixo o reparo que a questão fulcral do post é a arbitragem, em geral, e não o Sporting.
Sem imagem de perfil

De Manuel Pedro Pinto Teixeira a 06.01.2017 às 10:28

Se a questão é a da Arbitragem em geral... e fácil.

Tal como na vida, politica, na sociedade, na banca, na saúde, no ensino, a arbitragem está infestada e dominada pelo mal comum: a corrupção, o compadrio, o tráfico de influências, as cunhas...

Já assim era em 1910... 20, 30, 40, 50, 60, 70... e depois o FCP dominou nos anos 80 e 90... para agora voltar ao ninho !!!

Qual é a dúvida?!

AR, Governo, Media, FPF, LPFP, APAF, Sindicato... eles dominam e mandam em tudo !!!

Sim, os do clube que copiaram a divisa dos EUA... os que copiaram o signo da Águia Romana !!!

Esses mesmos.

Sem imagem de perfil

De Manuel Ferreira a 06.01.2017 às 17:17

Volta p/ o Julio de Matos, está na hora de recolher. Se estiver fechado tens vaga no Miguel Bombarda.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 06.01.2017 às 10:25

Em resumo do seu comentário, todos os erros dos dirigentes, dos treinadores e dos jogadores são desculpáveis, mas os árbitros não podem errar.

Depois, porque é que associa estes erros ao Benfica??

Por exemplo, quem foi objectivamente beneficiado em Moreira de Cónegos foi o clube da casa. Que, de resto, já tinha sido escandalosamente beneficiado antes com o Belenenses!!!

O que é que o Benfica tem a ver com isso??

O Benfica ainda nem passou à final 4, e ainda tem um jogo bastante difícil em Guimarães...
Sem imagem de perfil

De Paulo a 06.01.2017 às 10:23

A razão de todos os problemas que se passam no futebol Português , devem-se em grande medida à má postura dos dirigentes do nosso futebol. Como as multas são leves, eles intimidam, ofendem, fazem coação, enfim, um sem número de atitudes lamentáveis.
Não pretendo com isto desculpar os erros dos árbitros, porque sempre existiu e existirá bons e maus profissionais, como também independentemente da sua categoria todos comentem falhas. Agora tentar apagar ou esconder dos adeptos à má planificação de uma época, as más contratações em detrimento de jovens jogadores da casa, muitos deles com qualidade , ou ainda os erros dos próprios treinadores na equipa que escolhem para cada jogo e as suas decisões erradas de tácticas, fazem com que cheguemos a este estado de tensão.
Como é possível os intervenientes principais do nosso futebol, só falarem dos erros dos árbitros , e até ao momento, nenhum reconhecer os seus próprios erros. Jogadores que falham golos praticamente feitos, ou que comentem faltas absurdas, que levam à sua expulsão ou então a penaltis , treinadores que contratam jogadores pernas de pau (vá la saber-se porque) ou que não conseguem por a sua equipa a funcionar, dirigentes sem calma e irresponsáveis , enfim, um sem número de causas para isto estar a acontecer.

Todos têm que ter respeito uns pelos outros , e entre todos corrigir o que estiver errado e se possível melhorar o que já está bem. Só assim o futebol poderá ser uma indústria sem estas guerras que levam a um clima de violência.

Cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 06.01.2017 às 11:11

Vou usar o mesmo argumento usado contra o Sporting.... colocam-se a jeito, e depois não se admirem!!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 06.01.2017 às 11:51

Aproveito o facto deste espaço estar inundado com os lampiões candidatos ao Prémio Nobel da Paz.... para questionar onde estavam eles, quando um grupo de benfiquistas agrediu o melhor árbitro do mundo partindo-lhe uns dentes em pleno Colombo, por causa de um golo em fora de jogo do porto.

Eu respondo.... esses mesmos benfiquistas quando questionados sobre a fruta, diziam... era uma vergonha a corrupção do PdC.... mas agora batem palmas à recepção de bola com as duas mãos do Pizzi.... que haja mais respeito pelos adeptos e clubes que por acaso não fazem da sua estratégia a compra de vouchers para dar aos árbitros e observadores!
Sem imagem de perfil

De João Ferreira a 06.01.2017 às 13:09

Caro Schmeichel, há uma pequena confusão. Não foi um grupo de benfiquistas mas apenas um benfiquista que agrediu Pedro Proença e, segundo este, nem foi por questões desportivas mas por questões de ordem pessoal. Veio nos jornais.
O que afirma não veio descrito em nenhum local. Por isso, não compreendo a razão porque mente.
Sem imagem de perfil

De Justino Cardoso a 06.01.2017 às 13:27

É verdade que foi apenas um adepto, mas a agressão foi por causa do Benfica:

"Sócio cativo do Benfica." Foi assim que Américo, de 32 anos, se apresentou na esquadra da PSP do Colombo"

"O gajo só roubava o Benfica!", terá dito Américo aos polícias"

"O senhor Pedro Proença dirigiu-se a mim depois de eu dizer: olha o meu amigo Pedro Proença que diz que é do Benfica, mas que rouba o Benfica e o Sporting e não rouba o FC Porto."

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo