Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

image.jpg

 

O Sporting hoje não esteve bem, mas muito da sua insuficiência fica-se a dever à excelente exibição do Rio Ave, que pecou apenas pela ineficácia de finalização e, em três lances cruciais, viu Rui Patrício negar-lhe o golo com enormes defesas.

 

Como já tinha previsto num outro post, Jorge Jesus optou por uma frente de ataque mais dinâmica com Podence, Gelson Martins, Acuña e Bas Dost, mas, com isso, abdicou de muito controlo do meio campo, disposição que foi bem aproveitada pelo Rio Ave. Mesmo depois da entrada de Battaglia para o lugar de Daniel Podence, as dificuldades nesse sector nunca desapareceram completamente.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício; Cristiano Piccini, Sebastián Coates, Mathieu e Coentrão; William Carvalho, Bruno Fernandes, Gelson Martins e Acuña; Daniel Podence e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin, Jonathan Silva, André Pinto, Ristovski, Bruno César, Battaglia e Doumbia.

 

image.jpg

 

Além do mérito do adversário, não é fácil apurar as razões para a exibição menos satisfatória do Sporting. Muitos passes extraviados, pobre construção de jogo e muito pouca criatividade. Durante o primeiro período, chegou a estar cerca de 20 minutos sem fazer um único remate. Curiosamente, aos 44 minutos, foi André Pinto que tirou um golo certo da cabeça de Bas Dost. Estariam a pensar na Juventus ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:55

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


40 comentários

Perfil Facebook

De Mike Portugal a 28.10.2017 às 08:02

Rui,

percebes agora porque é que eu digo que fora de casa deve jogar o Battaglia?
As equipas fora precisam de mais controlo no meio-campo, sempre. Não podemos jogar como em Alvalade.

Nós estivemos a jogar sem meio-campo quase o jogo todo. Para além do Rio Ave ser uma equipa bem treinada coletivamente, tem bons jogadores. Quero ver o que os outros 2 grandes irão fazer ali.

Continua o problema de falta de gente entre-linhas adversárias. Se não é o Podence a fazer isso mais ninguém faz. Gelson e Acuna têm que fazer muito mais diagonais para o centro pois o nosso jogo perde-se demasiado nas alas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2017 às 10:57

Mike,

Eu acho que tem mais a ver com adversário e a sua disposição táctica do que com o facto de se jogar em casa ou fora.

O Rio Ave não o fez, mas há equipas que contra o Sporting, mesmo a jogarem em casa, recorrem ao autocarro.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 28.10.2017 às 12:32

Já lá jogaram. Benfica empatou e Porto ganhou.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2017 às 12:41

Sim... mas neste caso da conversa com o Mike debate-se o jogar com ou sem Battaglia no meio campo e mais um ala, a exemplo de Podence.

O meu argumento é que tem mais a ver com o adversário do que com o factor casa. Reconheço, no entanto, que é uma situação discutível.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo