Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A violência da opinião

Rui Gomes, em 06.10.18

 

19668301_GZJst.jpg

As mulheres têm todo o direito de dizer não e de ver essa vontade respeitada, independentemente da hora a que o digam, do local, da roupa que vistam ou da profissão que tenham. E Cristiano Ronaldo tem o direito de ser julgado sozinho e não em nome do saco de gatos em que se transformou o #MeToo, movimento global nascido para combater o assédio e assalto sexual.

 

Li muito sobre o caso nestes últimos dias e poucas opiniões conseguiram navegá-lo sem maltratar, pelo menos, um destes dois princípios sagrados, até as que tentaram ser delicadas. Escrevo apenas para não fugir a um tema que tomou conta da actualidade mundial e que é grave sob qualquer ponto de vista. Tomar partido com leviandade implica ferir uma causa que compreendemos e defendemos ou presumir culpas, de Ronaldo, que só duas pessoas no planeta podem, eventualmente, avaliar. Por isso, mais do que este parágrafo não, obrigado.

 

José Manuel Ribeiro, jornal O Jogo

 

 

Entretanto, há quem tenha princípios e uma linha de pensamento radicalmente diferentes de José Manuel Ribeiro, como é o caso de Paulo Dentinho, director de informação da RTP, que se deu a publicar o que só pode ser considerado um vergonhoso post, alegando que "estava a preparar um programa sobre o aniversário do movimento 'Me Too' e isso, aliado ao facto de ter três filhas, fez-me ter um momento emocional. Não me estava a referir ao caso concreto de Cristiano Ronaldo":

 

"Há violadas de primeira, violadas de segunda categoria, violadas de terceira categoria, etc. Depende muito do estatuto delas mas, sobretudo, do estatuto deles. Questão de perspectiva... Um "não" de uma puta - e tem também ela direito a dizer não - vale nada. É mercadoria. E se o violador tiver a auréola de herói nacional, é puta de certeza, no mínimo dos mínimos uma aproveitora sem escrúpulo algum. Logo, puta! Os factos, que se fodam os factos. Estava a pedi-las, foi o que foi. Felizmente não é a mamã, a filhota ou o filhote de ninguém. Porque nesta justiça será sempre uma filha ou um filho da puta".

 

E é este indivíduo director de informação da estação pública ?... Por mim, deixava de exercer o cargo imediatamente.

 

publicado às 03:48

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


37 comentários

Sem imagem de perfil

De antonio a 06.10.2018 às 08:00

Sinceramente ambos os comentários são vergonhosos. O JMR pelo facto de a sua posição depender sempre de quem é o arguido e o outro nem tem descrição possível. Pessoas com esta "cabeça" em posições relevantes de chefia. Sintomático!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 11:03

Qual é o problema com o texto de José Manuel Ribeiro, para si, além do facto de ele ser portista e constante crítico do Benfica ?
Sem imagem de perfil

De RCL a 06.10.2018 às 09:18

Noutro pais este individuo ia porta-fora. Lembrou-se das 3 filhas, vá de condenar o jogador, sem conhecer nada do processo. Nem vale a pena gastar mais teclado com este fulano.Talvez que os advogados de Cristiano lhe metam um processo por condenar, antes da justiça.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 06.10.2018 às 11:31

È obvio e claro um aproveitamento para extorquir dinheiro ,muito dinheiro fala-se que se calam com um milhao de dolares. Eu tenho opiniao que o Cristiano devia pagar-lhes pronto e arrumar imediatamente um assunto perigoso. Deixar arrastar pode triplicar os valores.

De todas as formas so eles os 2 sabem o que se passou realmente nesse quarto de hotel.
Mas ninguem aceita dar quase 400 mil dolares por nada.de nada. Isso para mim tambem é claro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 12:59

O problema Julius não é o dinheiro, mas sim os danos à imagem dele, que alías já se fazem sentir.

Pagar para calar poderá ser interpretado como uma admissão de culpabilidade.
Sem imagem de perfil

De Zappa a 07.10.2018 às 02:21

Caro, Rui
Já o fez... à 9 anos atrás.
Sem imagem de perfil

De Sr. Feliz a 06.10.2018 às 11:45

A maior parte da imprensa nacional e internacional, aqui representada pelo Dentinho, tomou a forma de um punção de furúnculos.
A imprensa que em primeiro lugar devia ser informativa, factual e investigada, facilitadora da promoção da reflexão que levasse á formação da opinião, passa logo para a última fase e opina, e opina e reopina de acordo com interesses "pagantes" sejam políticos e ou desportivos ou invejosos ou maldosos ou a "p.... que os p...." !!!....

É uma infelicidade não termos Imprensa de Qualidade e Referência. Valham-nos algum blogs e os canais televisivos de filmes e os de transmissão de desporto -sem som!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 13:38

Este Dentinho, para mim, depois de publicar aquela diatribe, deixava de exercer funções na estação pública.
Sem imagem de perfil

De ALPER a 06.10.2018 às 12:31

Blá, blá, blá, tudo conversa, o que é certo é que Cristiano Ronaldo, ao obrigar a alegada vítima a um contrato de "pacto de silêncio", com um prémio monetário de umas centenas de milhares de dólares americanos, validou um acto que só ele e a tal miúda sabem se foi ou não cometido, e em que circunstãncias.
Tudo o resto, a justiça, ou os advogados de ambos, que resolvam!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 12:56

Essa do "pacto de silêncio" é discutível, mas de qualquer forma o que mais confronta uma pessoa famosa, logo à partida, seja essa pessoa o Cristiano Ronaldo ou outra, é os danos à imagem.

Daí que indiferente do factos, há uma enorme conveniência de fazer com o que o caso desapareça o mais rápido possível. Creio que é assente nesta premissa que a acusação é feita.

Não comento o caso do 'nosso' jogador, mas a realidade é que qualquer pessoa famosa torna-se muito vulnerável a partir do momento que sai de casa.
Sem imagem de perfil

De ALPER a 06.10.2018 às 14:48

Fui eu
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 06.10.2018 às 12:35

Ninguém sabe a verdade excepto eles dois... A unica frase que tem valor. Logo, é dificil para qualquer um dar uma opinião..
Contudo, parece tudo muito estranho!.

-Tá claro que a moça corre atrás de dinheiro não de justiça e manipulada por grandes poderes.
Segundo dizem eles já se tinham arranjado.(e aqui à muitas leituras e não confirma nem desconfirma qualquer violação)
-Tá claro que alguém com interesses extra, ocultos, superiores está por trás, procurando algo mais que não tem nada que ver com o C. Ronaldo.
E assim também tá claro que há milhôes, muitos, muitissimos milhões em jogo. Não a cabeça do C. Ronaldo.

Mas podemos estar certos, a carreira do C. Ronaldo terminou aí. Analisem só outros casos mediáticos e vejam o resultado.. Não conheço um só caso que saísse vencedor, com ou sem razão.
Estes poderes ocultos não procuram a justiça!..


P. S.. Curioso é que segundo a mocinha, ela só lhe fez uma manual enjeitação.(masturbinho)
Se isto é verdade, não entendo onde há violação!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 13:06

Como já referi ao Julius, o problema principal para o Cristiano Ronaldo não é o dinheiro, mas sim o enorme impacte negativo na imagem dele, que aliás já se fazem sentir.

Temo que não haja uma solução adequada para o CR7, a partir do momento que o caso veio para a praça pública, indiferente dos quês e porquês do incidente de há quase 10 anos.
Sem imagem de perfil

De Zappa a 07.10.2018 às 02:31

Caro, Carlos
Aconselho-o a ler a reportagem do 'der spiegel' e depois comente... 'um masturbinho'?
Em comunicação com o advogado o próprio Ronaldo diz que foi rude, que a moça não queria sexo anal, mas parecia mostrar que estava disponível.
Investigue-se, a violação de uma mulher é um acto gravíssimo, seja o Ronaldo seja o Zé dos Anzóis.
O futebol não é para aqui chamado.
Sem imagem de perfil

De Tiago Santos a 06.10.2018 às 13:01

Aqui se prova o poder do futebol. Por ser quem é ja ninguem em Portugal esta disposto sequer a admitir a hipotese da mulher estar a falar a verdade. E quem admite essa hipotese torna-se imediatamente um pária, deve ser despedido e nao sei o quê...
É um caso complexo e o Der Spiegel, revista alema, tem um artigo interessante sobre o caso, estavam a investiga-lo por dois anos.
Se ela realmente nao queria que foi fazer para o quarto de hotel dele? Pensava que iam jogar Uno? Se ele realmente nao a violou porque fez acordo de confidencialidade? Um documento que o Spiegel teve acesso, vindo do tempo do football leaks mostra um contacto entre o Cristiano e o advogado na altura em que o Cristiano admite que ela disse que nao.
Um caso complexo em que ninguem sai muito bem na fotografia...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 13:12

Nem vale a pena debater o caso, porque desconhecemos os factos reais e o Spiegel é uma fonte interessada e não necessariamente objectiva.

O que mais afronta, é o caso vir para a praça pública cerca de 10 anos depois do alegado incidente. A partir do momento que isso ocorre e indiferente da inocência ou culpabilidade do Cristiano Ronaldo, os danos à sua imagem e reputação são monumentais.

A mulher em questão carece de credibilidade pelo simples facto de ter esperado tantos anos para se queixar e por estar a ser obviamente manipulada por terceiros que têm uma agenda muito própria.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 13:33

P.S.: O Tiago Santos não deve fazer juízo seja de quem for sem conhecer os factos do caso e o que sabemos até agora é pouco mais de notícias cor de rosa sensacionalistas, que demonstram a real intenção de tudo isto.
Sem imagem de perfil

De Tiago Santos a 06.10.2018 às 16:54

Interessada nao sei em que aspecto, visto ser uma publicação alemã. É obvio que casos polémicos vendem jornais mas se vamos por essa ordem de ideias, todas as publicações do mundo deixam de ser crediveis.
"Sensacionalista e cor de rosa" tambem não se aplica propriamente ao Der Spiegel, alias é das publicaçoes mais respeitadadas a nivel europeu pelo seu jornalismo de investigação tendo ate ja feito cair varios ministros na Alemanha, o ultimo dos quais cumpriu 2 anos de prisão por fuga ao fisco, graças a uma investigação desta revista.
Tendo em conta a linha editorial da revista, em que os poderosos tambem devem ser julgados e nao protegidos pelo sistema judicial, ate aceito que esta penda ligeiramente para o lado da mulher, mas fora isso nao vejo razao para por em causa a credibilidade da publicação.

Sobre o seu "P.S", penso que, correndo o risco de ser um pouco paternalista, algo que nao me agrada muito, poderia dar-lhe exactamente o mesmo conselho que me deu a mim sobre uma serie de "casos" que têm vindo a lume no nosso Pais.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 17:17

O meu argumento principal é que não devemos ser ingénuos ao ponto de pensar que este caso surgiu por mero acaso ou pelo interesse jornalístico dessa publicação alemã.

Quanto ao que referiu no 'nosso' País, não acompanho e não estou interessado em acompanhar esses ditos casos.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 06.10.2018 às 18:00

Tiago,

Os alemães são do piorio com C. Ronaldo, são eles que estiveram detrás de tudo.. O Der Spiegel tem sido o jornal que ataca de todas as formas C. Ronaldo.
O Der Spiegel destruiu o ícone alemão, Franz Beckenbauer.
Na Alemnha é rarissimo ver uma noticia positiva sobre o C. Ronaldo. Até em jogos que nada tem que ver com C. Ronaldo eles mandam bocas, desde sempre.
Isto é um jogo de milhões!... É um jogo internacional. Máfia e mafiosos, acredite.
Quem ache que uma mocinha vai ao quarto do hotel assim por assim, depois de flirt habitual, não está sendo sincero consigo mesmo..
Quem achar que a mocinha tem dinheiro para pagar advogados caros, investigação, etc.. Só pode ser ingénuo.
Quem ache que depois de 9 anos por um masturbinho a pessoa sofre..
Penetração sim, sofriria toda uma vida.
Foi na minha opinião tudo bem calculado.
Só pensar que a rapariga aceita fazer-lhe um masturbinho. Não houve penetração segundo ela mesmo. Tá tudo dito!!.
Não houve, não havia perigo de morte. E isto seria determinante!
Sem imagem de perfil

De Tiago Santos a 06.10.2018 às 22:58

Carlos,

No meu comentario inicial não defendi A nem B, alias ate disse que saem os dois muito mal na fotografia. Passe-se o que se passar daqui em diante, Ronaldo esteve mal na altura a pagar pelo silencio da rapariga, ela esteve mal em aceita-lo e esta mal agora ao fim de 10 anos a voltar a trazer o assunto a baila.

Se foi um "mastorbinho" ou nao, nao faço ideia, mas ontem na Rtp3, num programa semanal com 4 jornalistas estrangeiros que reportam de Portugal (o qual nao me recordo o nome) falava-se que na altura a rapariga apresentou queixa, foi examinada e haviam sinais de penetração forçada e foi recolhido ADN. Se será verdade ou não, não faço ideia.

O meu ponto é que, "só" por ser quem é, não podemos partir do principio que tudo é falso (ou verdadeiro) como vejo muita gente a fazer.

Confesso que consulto o Der Spiegel mais pelos artigos politicos e sobre a Europa, não tanto os artigos sobre desporto. Desconhecia essa vertente das criticas constantes a Ronaldo de que fala. É obvio que alguem teve interesse em trazer esta historia de novo a baila, mas tendo em conta tudo o que se passou nos EUA neste ultimo ano com o #MeToo, varios actores e produtores acusados de abuso, e tendo em conta a divulgação deste caso quando se celebrava um ano do inicio desse movimento, acredito mais nessa relação do que em qualquer coisa mais "obscura"...
Muito honestamente parece-me um pouco rebuscada essa ideia de Florentino em modo "vendetta", cheira um pouco a teoria da conspiração.
Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 06.10.2018 às 13:31

Mas será que as pessoas ainda não perceberam que isto tudo que tem acontecido, a perda de troféus para Modric, o cartão vermelho facilmente dado em Valência, e agora este caso de há quase 10 anos, tem tudo a ver com a saída do Real Madrid? Se ele não tivesse saído dos merengues este caso não vinha a lume, podeis ter a certeza. Florentino Perez finge ser um homem respeitável e um estadista, mas é uma pessoa mesquinha e vingativa, do piorio, e mais... a Juventus é a velha senhora, manda e domina em Itália, mas o Real Madrid manda em toda a Europa. Eles fazem o que quiserem, quando quiserem e como quiserem, sem dificuldades nenhumas. Aqui há uns anos repartiam um pouco essa influência e domínio com o Barça mas o clube catalão derivado de guerrilhas internas, distraiu-se e não tem o mesmo poder de há 7 anos quando Guardiola era o treinador. Real Madrid manda nisto tudo e vão fazer tudo para "dar cabo" do nome do Ronaldo seja de que forma for. Espero que alguns fanáticos "tugas" que apoiavam esse clube só por causa do Ronaldo, e durante 3 anos Ronaldo e Mourinho, percebam que eles compram, usam e deitam fora como se faz às pastilhas elásticas. Vejam como foram tratados também, Raúl e Casillas. Por isso é que eu não consigo ter apreço algum por esse clube.

Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 13:36

Esse argumento poderá ser válido e já está a ser debatido algures na praça. Infelizmente, é uma situação em que Cristiano Ronaldo dificilmente sairá pela mão de cima, de uma forma ou outra.
Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 06.10.2018 às 13:47

Passando para o campo desportivo, que é o que nos mais interessa, não tenho dúvidas que ele, por exemplo no próximo jogo da Juventus, vai voltar em grande e fazer 2 ou 3 golos... mas na Champions, não nos equivoquemos, qualquer comportamento dele vai ser escrutinado ao milímetro e tudo o que se puder fazer para o impedir de disputar a vitória na prova, onde está o tri-campeão Real (muito graças a ele), vai ser feito... e se tivermos nas eliminatórias um Juventus - Real Madrid... vai dar molho, lá isso vai.
Sem imagem de perfil

De Andre a 06.10.2018 às 15:54

Pois caro Aracaçu, essa sua teoria deve valer para os dois lados, ou seja, não terá o CR7 beneficiado desse estatuto de ter jogado no RM e ter arrecadado todos aqueles troféus?
Não é que ele não os merecesse, porém, este foi o nque se viu...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 16:22

Beneficiou em que aspecto?

Vamos ser realistas, e eu sou tudo menos machista, mas qual é a verdadeira importância deste incidente no contexto global da sociedade humana ?

Isto, tendo apenas em conta a generalidade das circunstâncias e sem conhecimento dos detalhes.
Sem imagem de perfil

De L a 06.10.2018 às 14:20

Meia garrafa de whisky depois e enganou-se na porta do quarto de banho. Não fosse o facebook a grande retrete da globalização.

P.S. Com o Real de gatas a mafia do Fiorentino vai tentar desencantá-las em todo o lado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 16:27

Será ???
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.10.2018 às 15:59

O que se passou há dez parece-me, agora, pouco relevante. Na altura houve contactos, de primeiro ou terceiro grau, entre Ronaldo e a rapariguita. Posteriormente houve, uma extorsão de dinheiro, bem sucedida, creio que aceite, para evitar danos de imagem.

Agora a já pouco rapariguita voltou à carga. Por motu próprio ou aconselhada, pensou em sacar mais dinheiro, talvez por necessidade. Ronaldo tem uma fortuna e pôs-se a jeito. Como humano que é, comete erros.

Independentemente do que aconteceu, Ronaldo está a sofrer danos na imagem de "estrela" e de cidadão exemplar. Na minha perspectiva devia-se deixar a justiça actuar, e esperar pelos resultados. Cedências a chantagens nunca mais param. E nestes caso, como noutros, já foi condenado pela justiça popular. E essa, infelizmente, é uma das fragilidades da democracia.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 16:16

Caro Nação Valente,

Subscrevo muito do que adiantou, mas creio que este caso nunca vai chegar à Justiça. Há aqui uma agenda obscura que vai muito além do dinheiro para a "rapariguita", no entanto, há interesse em arrastar o sensacionalismo na praça pública.

De uma forma ou outra, Cristiano Ronaldo já está a sofrer danos monumentais à sua imagem e eu lamento, sobretudo, que já perto fim de uma carreira tão brilhante tenha surgido esta "sombra" tão detestável.

Indiferente do que ocorreu há dez anos, quem orquestrou este recém-episódio - e não foi a "rapariguita", ela é apenas o instrumento conveniente - são pessoas sem escrúpulos que não olham a meios para atingir fins.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.10.2018 às 16:24

P.S.: Seria muito ingénuo pensar que o caso surgiu por mero acaso e/ou uma qualquer necessidade da acusadora.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo