Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Afinal não sou o único...

Rui Gomes, em 28.10.15

 

vovo-sapienza-desapontamento1.jpg

 

As coinciências da vida são, por vezes, muito estranhas e curiosas. Acontece que ontem à noite um amigo telefonou-me - também ele sportinguista - e como é nosso hábito trocámos impressões sobre vários dos assuntos mais recentes da vida do Sporting, sendo o "derby" do domingo passado a dominar a conversa. Tentei explicar-lhe os meus sentimentos hoje em dia ao assistir a um jogo do nosso Clube, mesmo até um "derby", e faltou-me a eloquência do nosso leitor Nação Valente, no seu comentário ao post do meu colega Leão Zargo:

 

 

«Caro Zargo,

 

Admiro o seu tom conciliatório e integro-o na famosa frase do padre Américo, "não há rapazes maus". Desculpe discordar mas há, no mundo em que vivemos, bons, maus e vilãos. Mas também reconheço que em qualquer pessoa coincidem aspectos positivos e negativos e que cada homem é fruto das suas circunstâncias. Em tempos, aqui defendi muitas vezes Bruno de Carvalho, pela forma pragmática como estava a gerir o Sporting, condicionando as despesas ao valor das receitas. Mas há algum tempo comecei a divergir do seu comportamento e das suas atitudes. Não me revejo no seu estilo caceteiro batendo em todas as direcções, incluindo naqueles que estão no seu próprio exército. E vejo, em sportinguista que conheço, a mesma repugnância pelo estilo. Não comungo do seu humor grosseiro que provoca riso mordaz nos seus adversários. Não compreendo que alguém coloque o seu ego acima do clube, numa espécie de "o estado sou eu". Não sou adepto do chico espertismo, utilizado como método, para não cumprir contratos.

 

Sou sportinguista há mais de sessenta anos. Conheci várias direcções. Umas melhores, outras piores, se é correcto fazer este tipo de avaliação. Todas estiveram ao serviço do clube com espírito de missão. Independentemente da sua competência, nunca vi nenhuma que dividisse tanto os sportinguistas, nem que pusesse em causa parte do passado da colectividade, como se fosse possível apagar a história. Sou e continuo a ser sportinguista, mas tenho de confessar, com toda a sinceridade: este presidente conseguiu tirar-me o gosto de ver futebol. É uma estranha sensação que não consigo explicar. E pode ganhar todos os títulos do mundo, mas nunca será o meu presidente. Aliás se o meu sportinguismo existisse na razão directa de troféus conquistados, não seria, certamente, sportinguista.»

 

Leitor: Nação Valente

 

 

Não irei tão longe como o nosso caro leitor acusando este presidente de tirar-me o gosto de ver futebol, mas reconheço em mim que não acompanho os jogos do Sporting com a mesma paixão, a mesma intensidade de outrora, ao ponto de por vezes prejudicar a minha saúde. Nem por isto deixo de ser menos sportinguista e de desejar o melhor possível para o meu Clube, mas não é bem a mesma coisa.

 

Não pretendo convencer ninguém seja do que for, nem espero compreensão e muito menos ainda concordância. Já tive ocasião de afirmar diversas vezes aqui no Camarote Leonino, que este presidente também nunca será o meu presidente e que nenhum título conquistado me fará mudar de opinião sobre o homem e o líder Bruno de Carvalho.

 

A frase da imagem acima publicada reflectirá os meus sentimentos por lhe ter concedido o benefício da dúvida, quando ele não era mais do que um mero estranho, pelo acto eleitoral de 2011. O seu comportamento e patente falta de carácter conduziu-me ao meu estado de espírito actual. Daí, que eu não possa esperar aquilo que ele é incapaz de fazer: a união entre sportinguistas. Conquistou o poder através de divisão, preserva-o agora pelos mesmos meios e assim continuará até ao dia que sair do Sporting. "Impossível é nada", diz o slogan da Adidas, mas neste caso até é.

 

publicado às 03:42

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


47 comentários

Sem imagem de perfil

De RafaelSCPn a 28.10.2015 às 09:16

É engraçado esse sentimento... Porque creio que alguns dos apoiantes de BdC sentiram o mesmo quando perceberam que não podiam mais acreditar na política desportiva dos famosos croquetes de alvalade, esse sentimento nasceu durante o descalabro do mandato de JEB. Foi aí o princípio do fim. Depois veio GL que acabou com a paciência dos sócios.

Lembro me de haver muitos como eu com o mesmo sentimento que vocês têm ágora.
Para mim BdC devolveu me toda a paixão pelo Sporting que estava pouco a pouco a desvanecer se.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 09:34

Como um bom "soldadinho da falange", era inevitável a referência a croquetes, para não variar.
Sem imagem de perfil

De jose a 28.10.2015 às 10:06

Caro Sr Rui,
Sempre a provocar, a utilizar palavras e frases a roçar o insulto e depois vem reclamar que o Deus provoca o divisionismo, que a falange só diz palermices e aparece comentários insultuosos... Para ser respeitado é preciso se dar ao respeito.

Quanto a falange e soldadinhos, parece-me que vê o filme ao contrário mas se lhe dá prazer em continuar a insistir ou em criar esses cenários ridículos de falange do presidente, soldadinhos, os devotos etc etc… continue…
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 11:37

Meu caro,

Não perca o seu e o meu tempo com semânticas inconsequentes. Já há muito que se sabe que só vê as coisas em um só sentido.... ou seja, em prol do Bruno, custe o que custar.
Sem imagem de perfil

De Mary Jo a 28.10.2015 às 14:33

Diz o roto ao nu....

( em sentido contrário, obviamente. )
Sem imagem de perfil

De RafaelSCP a 28.10.2015 às 13:45

Foi apenas uma expressão para os identificar (roquette, dias da cunha, Soares franco, Bettencourt, Godinho Lopes), não se pode negar que vieram todos do mesmo "saco".
Sem imagem de perfil

De João Cruz a 28.10.2015 às 09:27

Lamento que seja esse o seu sentimento, como já disse repetidas vezes, BdC como pessoa não me agrada, não me orgulho de alguns momentos mais javardolas " com que já nos presenteou mas a verdade é que os resultados são hoje melhores, o clube é mais temido (basta ver a quantidade de adeptos adversários que ultimamente passam por este blog) e isso será sempre sinal de que estamos mais fortes porque como é óbvio, a preocupação por parte dos nossos adversários não é por solidariedade ....

E acima de tudo lamento (honestamente) esse seu sentimento porque acho que a maioria, não interessa se é esmagadora ou não, dos sportinguistas continua a olhar para o Sporting como um clube desportivo, onde os resultados, principalmente do futebol, vão continuar a ser o principal indicador de satisfação e avaliação do trabalho da direcção....de tal forma que desconfio que, se o Sporting for campeão, a primeira coisa que BdC fará será convocar eleições para tentar reforçar a sua posição....e como acredito que o Rui não deseja que o Sporting perca...no fim do dia está a desejar a continuação desta direcção...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 09:32

Está muito enganado. Não desejo ver o seu mandato interrompido antes do seu termo, mas não desejo ver a sua continuidade.
Sem imagem de perfil

De João Cruz a 28.10.2015 às 09:39

Rui, eu sei que não quer o mandato interrompido (até porque se fosse agora, com o entusiasmo que existe com a equipa, seguramente voltaria a ganhar), o que quis referir é que quanto melhores os resultados desportivos forem melhores são as hipoteses de BdC ganhar umas próximas eleições...e para mim isso é um facto!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 09:42

Nós bem sabemos que muito, quase tudo, resulta em função dos resultados desportivos, mas o meu desejo de não ver o mandato interrompido de forma precoce, é uma questão de princípios e em nada relacionado com este ou qualquer outro momento da equipa.
Sem imagem de perfil

De jcp a 28.10.2015 às 10:17

Caro João,
Onde é que foi buscar essa ideia, se ganhar o campeonato fará eleições antecipadas, eu já ouvi isso da boca do RGS e de outros que pertencem a clubes adversários, igualmente de alguns anti-brunistas.

Não vejo, nunca vi esse cenário e de resto os mandatos são para cumprir se a linha que conduz o clube for no mínimo razoável, caso contrário, poderá haver eleições antecipadas. BdC ou o que vier suceder ficará os anos que entender se houver resultados, ponto. Mais do que nunca, os sócios do sporting, face as gestões desastrosas do passado recente saberão avaliar e dizer stop.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 28.10.2015 às 09:34

SL
Não é o único? Pois não?
Há sempre quem discorde....
O que eu gosto é que o Sportinguismo de alguns se mede por quem está a gerir o clube! Haja paciência... o meu AMOR ao clube NUNCA será medido por lá estar B ou C... vou sempre tentar dar o meu melhor em prol do clube... vou sempre tentar ir ao estádio apoiar os jogadores... vou sempre que possível ir aos jogos fora...
E pretendo, assim que tivermos um pavilhão, ser mais apoiante das modalidades!
Sporting Sempre... acima de qualquer presidente ou nação valente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 09:48

PSousa,

Voltamos sempre à mesma... "medir o sportinguismo de alguns" !!!

Faça um esforço para reconhecer que nem todos têm os mesmos princípios nem a mesma maneira de estar na vida, que em nada menos preza o seu "sportinguismo". Ou será que em nome desse "sportinguismo" devemos abdicar do nosso direito a escolha e a expressão livre ?
Sem imagem de perfil

De PSousa a 28.10.2015 às 10:21

Rui,
Pois voltamos.... porque eu não acho normal que alguém se possa sentir mais ou menos sportinguista por causa de uma pessoa. Não posso achar normal que alguém goste menos de futebol por causa de um presidente.
Porque é que não deixou de gostar de futebol quando anos a fio fomos roubados com apitos dourados, colinhos, mantos... esses sim afastam as pessoas da "bola"....

Uma coisa é não nos revermos nas atitudes e maneira de gestão dessa pessoa, mas isso não nos pode, ou melhor, não nos deve dividir. O que interessa é o SPORTING!

Mas quanto a este tema... dava pano para mangas.. não me vou alongar muito ..
Saudações Leoninas que eu ainda ando a saborear a vitória na LUZ....

Nota: As hospedeiras da FE deram mal as indicações aos jogadores do SLB, que até o Luisão pensava que a baliza dele era... do outro lado! LOL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 11:40

Recomendo que leia o post novamente.

Nem todos podemos ter essa sua maneira de estar, ignorando tudo o que se passa à sua volta. Pela sua óptica, basta olhar para o emblema do Sporting e tudo está resolvido.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 28.10.2015 às 11:53

Caro Rui,

Não é ignorar, é mesmo não dar a importância que alguns lhe dão ao ponto de deixar de gostar da "bola" ou do clube!
Sim, basta-me olhar para o símbolo e para o lema.
Esforço, Dedicação, Devoção e Glória...
A meu ver este SCP tem isto tudo... só lhe falta (nos últimos tempos) mais Glória!
Diga lá que o DEUS como alguns lhe chamam não se enquadra no lema?
O homem esforça-se pelo SCP, dedica-se..., é mais devoto que o melhor devoto, e o que lhe falta (ainda mais) é a Glória! A não ser que contrate uma secretária de seu nome Glória! LOL... - foi para desanuviar.
Sem imagem de perfil

De Belen a 28.10.2015 às 09:38

Caro Rui Gomes,

Está tão longe de ser o único que nem lhe vou dizer quanto para não magoar o Ego que (ainda) lhe resta depois de tanta cacetada e intransigência diária neste espaço por parte de tantos. No derby ouvia-se quanto - à boca pequena e grande.

Eu estou entre si e o Nação Valente. Não me tirou o gosto do futebol, e dou por mim a vibrar mais com outras modalidades que sei não vão dar origem a aleivosias do senhor, mas já me alegro "só" pelo Sporting.

Talvez por reconhecer que em nada me "devem" nas vitórias e conquistas porque, de alguma forma, deixei de vibrar e sofrer para as mesmas.

Quero, e até gosto de, saber o resultado mas aquela emoção de ser "meu" vai-se perdendo.


(*) Ainda resisto, indo aos Estádios mas um apelo do homem para encher o mesmo dá-me uma vontade enorme de ficar a trabalhar e não ir


Quanto a notícias, novidades, etc, só leio se não puder evitar. Evito completamente todas as que são publicadas antes do spin doctor do menino acordar e limpar os disparates que grassam na CS...


Quanto ao post conciliador, ontem aqui no Camarote, pelo que me diz respeito, ler * .

Saudações Leoninas *
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 09:53

Caro Belen,

Não percebi se se refere ao meu "Ego", mas se for esse o caso posso garantir-lhe que não ultrapassou o meu bom senso.

Não me posso pronunciar sobre o que se ouviu no Estádio da Luz e por quem.
Sem imagem de perfil

De Belen a 28.10.2015 às 13:46

Era uma brincadeira sobre nos acharmos únicos quando - e principalmente neste assunto e relativo ao que diz - está longe de os ser.
Sei que o ego nunca ultrapassará o bom senso e a criação. Nunca a casa começa pelo telhado
Sim, não pode opinar mas quem lá esteve pensou "eh pá não vou dizer nada que isto afinal está pior do que o próprio pensa". Se é um conforto sabê-lo? Não, mas - como ele dizia na patetice do dia de ontem - é a vida
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 28.10.2015 às 10:45

"Conheci várias direcções. Umas melhores, outras piores, se é correcto fazer este tipo de avaliação. Todas estiveram ao serviço do clube com espírito de missão. Independentemente da sua competência, nunca vi nenhuma que dividisse tanto os sportinguistas, nem que pusesse em causa parte do passado da colectividade, como se fosse possível apagar a história."

De facto esta frase diz tudo sobre a azia dos anti-BdC...

1- qual é o lema do Sporting? esforço, dedicação, devoção e glória... onde é que BdC foi contra este lema? o de pretender ser um dos maiores da europa? afirmar que BdC está a apagar a história faz-me rir ... é que ele de facto está a apagar a história dos derrotados, daqueles que ficavam felizes com o 3º lugar, daqueles que ficam incomodados com esta vitória histórica na Luz... que continuem incomodados, pois BdC está para ficar e para retomar o Sporting de acordo com a nossa história!

2- dizer que as antigas direcções estiveram com espirito de missão... é outra que me deixa rir à gargalhada... dirigentes como Bettencourt que vendeu o Moutinho ao Porto e lhe chamou maçã podre, de facto representa o Sporting? dirigentes como Dias da Cunha que quando falava parecia senil ? nem é preciso de descrever Godinho Lopes, já que foi tão mau, que nem vale a pena explicar... é este o espirito de missão, quase falir o Sporting? contruir um estádio sem pavilhão, é o tal espirito de missão que tanto se fala?

3- Dizer que o Sporting está dividido quando temos o um aumento brutal do nº de sócios, quando temos tido elevada assistência em Alvalade ou nos jogos fora, quando é notório o regresso de muitos sportinguistas a voltarem-se a interessar pelo Sporting.... claro que os anti, que só sabem é criticar, que só tinham previsões catastróficas sobre tudo, cada dia que passa é mais dificil argumentar... afinal, cada dia que passa somos mais fortes, e para esses, isso sim é importante dividir, é que para eles era preferivel estar em 7º lugar mas unidos na mediocridade... eu pelo contrário prefiro combater para ganhar e dignificar a verdadeira história ganhadora do Sporting, como temos feito nos ultimos anos com BdC!

Termino com uma frase brilhante do autor deste post "este presidente conseguiu tirar-me o gosto de ver futebol." A sério?!?! e eu a pensar que quem joga são os jogadores e quem treina é o treinador... não gosta do Slimani ? não gosta de JJ? não gosta do William ? então meu caro, se já não gosta de ver futebol, então sportinguistas assim também não são precisos...

Fique bem!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 11:43

Meu caro Schmeichel,

Podemos discutir e discordar em muito, mas recusar ver que o universo sportinguista está dividido é equivalente a reconhecer que o sol nasce no Oriente.

Ou será que a vitória de domingo resolveu tudo ?
Sem imagem de perfil

De Jorge Miguel a 28.10.2015 às 14:13

Eu não vejo o Universo Sportinguista dividido. Se me baseasse em meia dúzia de opinadores em 2 ou 3 blogs, talvez chegasse a essa conclusão. Mas no dia-a-dia sportinguista, isto é, assistências no estádio, aumento de sócios, reacção de sócios e adeptos nas visitas aos núcleos por esse mundo fora, a interacção entre adeptos e presidente em outros eventos do clube (Corrida Sporting, etc), Assembleias Gerais... vejo um Universo Sportinguista até muito unido.

Divididos estávamos nós nos últimos meses do mandato do GL. Aí sim, havia muitos sportinguistas a reclamarem por uma mudança urgente, e outros que defendiam o cumprimento do mandato do anterior presidente, com episódeos tristes que nada dignificaram o Sporting.

Neste momento, há sportinguistas que estão com o Presidente, não significando que concordam com tudo (muitos), há outros que talvez não gostem da pessoa Presidente mas admitem o seu bom trabalho (alguns), e outros que não só não gostam da pessoa como têm muita dificuldade em reconhecer-lhe mérito e estão frontalmente contra (poucos ou muito poucos).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 15:06

Jorge Miguel,

O caro vê apenas o que deseja ver e atira questões para o ar como se esse mero facto tornasse tudo numa realidade total.

Se alguma coisa está à vista de todos é a divisão entre sportinguistas. Mas a analisar as coisas apenas em função de alguns resultados desportivos, a perspectiva é outra.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 12:01

Perdão... queria dizer "a NÃO reconhecer...".
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 28.10.2015 às 13:35

Rui Gomes,

O que pretende dizer com o mundo Sporting está dividido? alguma vez esteve unanimemente unido? você sabe tão bem como eu, que essa ideia de um Sporting unanimemente unido não existe, nem nunca existirá... a vitória de domingo como é óbvio reforça a posição de BdC, tal como pelo contrário um mau resultado poderia ter um efeito precisamente ao contrário, mas isso é futebol, é assim e será sempre assim!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 15:10

Está à vista desde o primeiro dia, mas o Schmeichel recusa aceitar a premissa. O problema é seu.

Já sabemos que muito funciona em função dos resultados. Caso o cenário do domingo passado tivesse sido ao inverso, esta semana era de tempestade em cima de tempestade.

Até esquecemos que fomos ingloriamente afastados da Liga dos Campeões, muito por culpa de Jorge Jesus. Curiosamente, se me desse a escolher entre a ainda permanência na Liga milionária e esta vitória contra o Benfica, eu não hesitaria.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 28.10.2015 às 17:14

Dizer que fomos eliminados da Chapions por causa do JJ é relativo... já que exclui a arbitragem... (não sei se também acredita que o ano passado não passámos a fase de grupos por culpa do MS, ou acredita?)
Fazendo também uma brincadeira, poderia dizer umas coisas do estilo:

- só não estamos hoje na Champions, porque o ano passado tinhamos um treinador que ficou feliz com o 3º lugar... ao contrário de LJ (com pior plantel!)
ou
- só não estamos hoje na Champions porque jogámos com o Carrilho! :)

Relativamente à sua escolha, eu prefiro não entrar na Champions, dar uma tareia no Benfica, ser campeão e vender jogadores por alguns Milhões; do que simplesmente entrar na Champions e nada fazer no campeonato...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 17:40

Meu caro,

Não fiz referência à arbitragem porque era desnecessário e já o fiz em outros escritos.

O resto que cita, ultrapassa-me completamente.

Digo-lhe isto com respeito, porque o merece: o Schmeichel vive o Sporting do momento através de lentes de fantasia, muito assente o irrealismo. Um dia poderemos verificar quão errado está, ou melhor, quanto desconhece do que realmente acontece no mundo do futebol, em geral, e no Sporting, em particular. E não pretendo dizer com isto que eu sei tudo, o que não é o caso, mas passei muitos a lidar com muita coisa e com muitos.
Sem imagem de perfil

De peyroteo a 28.10.2015 às 14:28

Nunca ninguém teve todo o universo sportinguista do seu lado. Nem João Rocha. O Rui e os seus companheiros de blog falam como se metade do universo sportinguista estivesse com BdC e a outra contra ele. Não acha que isso é Wishfull Thinking?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 15:12

Quem evoca percentagens é o caro. Há divisão palpável e indiscutível, qual a percentagem, não faço ideia. Não é obrigado a aceitar.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 28.10.2015 às 16:37

Não sou fundamentalista em coisa nenhuma. Gosto Sporting e continuarei a gostar. Sofro com as derrotas e exulto com as vitórias. Enervo-me e angustio-me durante os jogos, o que não é recomendável em termos de saúde. Agora não tanto, porque não os vejo. E essa benesse agradeço-a a BDC. E por não se ver futebol não se deixa de ser sportinguista. E pouco me interessa se sou ou não sou preciso na sua perspectiva. O Sporting é grande de mais para depender dos egos seja de quem for. Já existia antes de nós existirmos e continuará a existir, com mais ou menos derrotas ou vitórias, que no fundo nos animam, mas não deixam de ser transitórias.
Sem imagem de perfil

De J.Pinto a 28.10.2015 às 10:56

Isso chama-se colocar os seus odios de estimação à rente do amor pelo clube

Nunca, mas mesmo nunca com GL eu perdi a vontade de ver o Sporting ganhar - a cada derrota deixava de ler jornais, por vezes até evitava ir ao café, mas passado 2, 3 dias começava a pensar no proximo jogo, e se o campeonato já era, pensava no 3 lugar, ou depois na classificação para a Uefa - mesmo iludido, quis sempre o Sporting ganhasse

Se BC é assim tão mau como dizem, ele vai sair mais cedo ou mais tarde como saiu GL e outros, o presidente é uma parte do clube - se não gostam dele apoiem o treinador, se não gostam dele apoiem os jogadores, apoiem o Sporting porque é muito mais do que BC, GL, ou qualquer um de nós !!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 11:30

Quem é que aqui referiu "perder a vontade de ver o Sporting ganhar" ?

Essa dos "ódios de estimação" é mais do mesmo.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 28.10.2015 às 16:47

Não me parece correcto, como por aqui perpassa dividir a estrutura, entre os que treinam e jogam e os que dirigem. Quem primeiro colhe os louros da vitória e procura escamotear os da derrota é este presidente. E podia dar-lhe exemplos da época anterior, mas não faço porque não está no âmbito desta discussão.

PS comungo que o período GL foi de má memória. Concerteza expliquei-me mal, mas a causa da minha "indiferença", não está relacionada com resultados, mas com atitudes pessoais, assumidas em nome de toda a colectividade.
Sem imagem de perfil

De pedro a 28.10.2015 às 11:05

Percebo o seu sentimento, mas custa-me crêr que agora é que perdeu o amor é o seu sportinguismo e não gosta de ter visto a vitoria no último domingo na luz, uma das mais expressivas na nossa história frente ao eterno rival. Está no seu direito de perder o entusiasmo, não se rever no presidente e treinador e jogadores que honram a camisola, de não gostar do bate boca. Mas custa-me acreditar que agora é que perdeu o seu sportinguismo.

Já sei que o caro Rui vai dizer que é conversa dos soldadinhos, mas simplesmente vou expressar a minha opinião.: eu ha 5 anos perdi muito interesse pelo futebol, e esperava um milagre que mudasse o rumo, de um clube senhorial, impotente e das maiores potências nacionais, via uma direccao subserviente aos amigos do Norte, a venda do Moutinho capitão e das coisas mais surrealista de vivenciar e aceitar. O aceitar Miguel Lopes idem. O constante bajulamento aos rivais sem defender o que é nosso por direito só pdoeria nós por rumo em que seguiamos. Se a si e a outros sentiam paixão pela equipa e pelo jogo com os resultados e a forma como estava a ser dirigido o clube, em que até se vende o capitão por tuta e meia a um rival com laçarote, passando q imagem a formação que não se preocupem q se os rivais quiserem comprar vocês e na boa. Sinceramente não entndo o seu sportinguismo. Se isso não lhe fez confusão e não fez perder a vontade de apoiar o sporting.. E agora sim.. Então acho que você nao gosta assim tanto de futebol nem do sporting. Mas é a minha opinião. Vir dizer que pq actual presidente dividiu os sportinguistas, eu diria eu os anteriores nos deixaram órfãos e sem esperança para o futuro.

Com isto e com pena minha que tenham esse o sentimento. Esperemos que no futuro todos os sportinguistas , como eu e os senhores estejamos a vibrar por mais conquistas e por mais vitórias.


Saudações leoninas e viva o sporting
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 12:03

O seu comentário diz tudo. Pela primeira vez na história do Sporting existe a preocupação de definir o "sportinguismo" de outros, apenas por terem opiniões diferentes.

Não espero que compreenda...
Imagem de perfil

De Profeta a 28.10.2015 às 11:09

Apesar de tudo, continuo, para já, a vibrar com as vitórias do Sporting.

Mas não deixa de me doer na alma, tanta estupidez e facciosismo, tanta perseguição, tanta caça às bruxas, a falta de consideração pela história do Sporting, o desrespeito uns pelos outros...

Se não for posto um travão a esta lampionização, acho que aos poucos também me irei afastar... E eu que tanto gostava de trolar os benfiquistas por essa net fora, actualmente, já nem sinto vontade em gozar com eles. O Sporting está-se a tornar igual a eles... "Estamos" a ficar mais estúpidos do que eles!

Ao nível do futebol, até podemos ser campeões esta época, mas pelo que tenho constatado, não será um titulo de todos.

E ganhar e perder faz parte do desporto (lá diria o Nani), e este Sporting não está preparado para perder. Até pode ser campeão, mas quando passar novamente por um ciclo perdedor, é ai que faz falta ter uma identidade própria, única. E o Sporting está a perder o que sempre teve nas adversidades, como no período dos 18 anos, em que ninguém desistiu do Sporting, porque eramos únicos. Hoje, estamos divididos entre croquetes, brunecos, e demais parvoíces! Mais tarde ou mais cedo, isso vai-se fazer refletir.

Lembram-se das cenas de pancadaria dos soldadinhos do BdC nas eleições de 2011? No futuro, poderá ser uma habitue, e algo perfeitamente normal. Infelizmente.
Sem imagem de perfil

De VF a 28.10.2015 às 13:47

Isto é tudo tão ridículo que só mesmo rindo.
Falo dos disparates que escreve.
Sócio 18.018-1
Saudações Leoninas aos leões
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2015 às 13:41

Caro Nação Valente

Somos sensivelmente da mesma geração e, em parte por isso, compreendo cada letra do seu texto/comentário.
Sou sportinguista desde os 12 ou 13 anos, provavelmente desde o fracasso da época de 1964-65 e da épica vitória no Campeonato de 1965-66. Ainda hoje penso que a vitória desse Campeonato poderia constituir um caso de estudo do que resulta de uma equipa competitiva constituída por atletas que assumiram a identidade sportinguista. A maior parte dos jogadores que integraram essa equipa jogaram no Sporting durante 9 ou 10 anos e até mais. Desde então, Carvalho, Morais, Pedro Gomes, Alexandre Batista, José Carlos, Hilário, Fernando Mendes, Lourenço e Figueiredo constituem, para mim, o valor referencial do que é o “atleta sportinguista”. Depois surgiram outros, mas esses permanecem límpidos na minha memória. A mítica estalada que o Carvalho terá dado ao Pérides quando este se encolheu numa bola dividida num dos jogos com o MTK constitui um referencial do carácter e pundonor daqueles jogadores. Como o desmaio do Carvalho quando terminou o jogo com o Varzim e o Sporting se sagrou Campeão Nacional. Creio que não conheci um guarda-redes tão duro e machão como o Carvalho.

Cada um de nós tem o seu percurso de vida no qual o Sporting é parte essencial. Talvez pelo tempo que entretanto decorreu, interiorizámos determinadas memórias e sentimentos com uma força que muitos nunca compreenderão. Talvez por isso, constitua uma triste ironia assistirmos à forma como alguns aparecem a alardear sportinguismo por todos os poros enquanto debitam intolerância e moralismo como se fossem detentores de alguma verdade divina. “Derrotistas” e “vencedores” dizem, mas a mais das vezes parecem que não sabem o que é vencer ou perder. Mas atiram pedras como se fossem enviados do Mestre. Apetece recordar aquele cantor que dizia “eles não sabem nem sonham…”

Conheci vários presidentes no Sporting. Gostei de Brás Medeiros, João Rocha e Dias da Cunha. Também apreciei Amado de Freitas e Roquete. Todos eles pretenderam servir o Sporting.
Bruno de Carvalho introduziu um elemento que era desconhecido dos sportinguistas. Um elevado nível de tacticismo estratégico no exercício da presidência, de tal forma que frequentemente os seus interesses e os do Clube não são coincidentes. Não me recordo de outro presidente assim.

Enquanto associado do Sporting tenho o direito de ter opinião sobre a gestão de Bruno de Carvalho, estritamente na sua função de gestor do Clube e da SAD.
Nunca abordei aspectos da vida pessoal de BdC, só opino sobre aquilo que decorre estritamente da sua função de presidente.
Não me impressionam grandes proclamações sobre o Sporting pequeno ou grande e outras conversas do género. O Sporting faz parte da minha vida desde muito jovem. Observo-o e estudo-o para o entender melhor. Ao clube e aos sportinguistas. Interessa-me o percurso secular do Sporting, nas suas grandezas e misérias, nos seus heróis e nos que fracassaram. É próprio da natureza humana. Todos eles permitem tirar ilações sobre o Clube, a sua identidade, a sua gente.
Nunca na minha vida corri atrás de Messias que aparecem com uma missão regeneradora de algum país ou instituição. A vida ensinou-me que esses Messias deixam atrás de si um rasto de destruição. Quando se vão embora está tudo ainda pior do que quando chegaram como arautos da salvação.

Acredito no trabalho em equipa, sistemático, transparente, democrático, partilhado, responsabilizado. Acredito num presidente que se orgulha da História da sua instituição e que, com humildade e competência, pretende levá-la para um patamar ainda mais elevado. Uma presidente que não é a instituição, que não se pretende confundir com ela, mas que a serve com verdadeiro desprendimento.

Um (grande) abraço sportinguista
Sem imagem de perfil

De Hugo a 28.10.2015 às 16:37

Leão Zargo, você insinua muito, mas concretiza pouco.

A sua história de vida não é para aqui chamada e pouco impressiona. O que mais impressiona é ser capaz de elogiar as presidências de Dias da Cunha e Roquette, sabendo-se já em auditorias independentes de gestão o mal que as gestões desses senhores causaram ao Sporting. E nem precisaram de vestir o fato de Messias (já que eles também eram mais uns reis-na-barriga que se revezava como uma monarquia, do que outra coisa qualquer).

Os sócios mais antigos não são mais especiais do que os novos, nem vice-versa. Portanto, não são mais nem menos autoridade para saberem discernir melhor o que é uma boa direcção para este Sporting.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2015 às 19:09

Hugo,
foi uma conversa que mantive com Nação Valente. Não insinuei muito, nem concretizei pouco, não era disso que se tratava, mas apenas de conversar. Lamento dizer-lhe, mas o Hugo não percebeu nada.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 28.10.2015 às 17:13

Caro Zargo
Agradeço a sua resposta/comentário. Subscrevo, grosso modo, tudo o que escreve, numa análise lúcida , ponderada, sensata. Sou sportinguista desde o final da década de cinquenta. Lembro-me de comemorar, pela primeira vez, a vitória num campeonato, por uma equipa onde jogava um jogador brasileiro chamado Vadinho, numa aldeia onde só havia cerca de 5 sportinguistas entre novos e velhos. Contudo fizemos uma grande festa. Não vivi o período áureo dos cinco violinos, período único de grande domínio futebolistico e praticamente irrepetível ou muito difícil, nos tempos que correm, para qual quer clube. O futebol é hoje uma indústria, que movimenta muito dinheiro e gera muitas influências. Quer isto dizer que não podemos vencer? Podemos e devemos, mas como sempre foi: com a cabeça erguida. Por isso não recebo lições de quem não conhece a história do Sporting com altos e baixos. Por isso não posso aceitar que o clube de que sou um simples adepto, esteja dominado por projectos pessoais de salvadores do tipo vale tudo. Pode acabar bem , mas também pode acabar mal.
Grande abraço sportinguista
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 28.10.2015 às 17:56

Prezado Rui Gomes

Como sabe desta vez não fui apoiante deste Presidente (antes votei nele quando perdeu as eleições), mas se me desloquei a Lisboa na primeira vez, era no sentido de votar em alguém, que alterasse , a miserável situação em que o meu clube se encontrava , que tanto mal tem feito ao meu coração ao longo dos últimos 30/40 anos, pois sou dos adeptos que não gosto de ver o meu clube ser achincalhado na praça pública.

Quer se goste ou não deste Presidente, a verdade é que o SCP nas últimas três temporadas, apostando em treinadores ganhadores, conseguiu assustar os nossos maiores competidores a ponto de sermos considerados um concorrente a respeitar e que o diga o clube da Capela da Luz, onde já reina a desorientação.

Também é verdade que nem tudo está bem no meu SCP , pois como sabe os bons resultados apagam todas as lacunas existentes e situações não bem esclarecidas.

O que a mim me faz comichão para não dizer outra coisa é ouvir e ler a separação que existe entre os apoiantes do Presidente e os apoiantes dos chamados "croquetes". Não será possível esquecerem por uns tempos esta desavença, que não tem fim e aplicarem essa "força" linguística , contestando os jornaleiros e os comentadores, que existem em grande quantidade na TV , nos jornais, nas rádios e que a toda hora estão a denegrir a imagem do nosso clube, branqueando notícias alterando a verdade dos factos, pois o tal manto protector de que tanto se fala e que não é nenhuma miragem do deserto, está sempre ao serviço do único clube que para eles deve existir, pois abatendo dois concorrentes são os donos do futebol em Portugal.

Uma braço do Fernando Albuquerque
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.10.2015 às 18:02

Caro Amigo,

Haja quem lhe dê ouvidos, porque fala bem e por bem. Duvido que vá acontecer, precisamente pela divisão existente, mas é sempre possível desejar.

No entanto, como outro leitor já referiu, acho que estamos todos, ou quase todos, unidos no apoio à equipa. Eu não aprecio Jorge Jesus, minimamente, mas não deixo de apoiar a equipa por causa disso.

Um abraço

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo