Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

18371937_H8rOO.jpeg

 

Uma grande exibição do Sporting este domingo, numa partida em que foi senhor do jogo praticamente do primeiro ao último minuto, e demonstrando que apesar de alguns dias menos conseguidos, a prática de bom futebol não lhe é alheia.

 

Por muita crítica que se lhe tem dirigido, justo reconhecimento para Marcel Keizer pela estratégia quase perfeita para este jogo. Creio que nem os adeptos mais exigentes - embora hajam sempre os irreverentes espíritos de contradição - poderão apontar uma "vírgula" defeituosa. Houve uma altura que me pareceu ver um 3x4x1x2 em campo, mas não tenho a certeza absoluta. De qualquer modo, as ideias do Mister  resultaram em pleno.

 

img_920x519$2019_02_17_21_35_34_1506936.jpg

 

O Sporting alinhou de início com Renan; Ristovski, Coates, Ilori e Borja; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Diaby, Acuña e Bas Dost.

 

Suplentes: Salin, Jefferson, André Pinto, Geraldes, Raphinha, Luiz Phellype e Doumbia.

 

Dois jogadores terão realizado a sua melhor exibição de "leão ao peito": Wendel e Diaby. O francês a mostrar que é capaz de muito melhor do que temos assistido em alguns jogos. Bas Dost mudou o seu visual capilar e parece que a nova moda inspirou-o, com dois golos na partida e sempre muito agressivo na bola. Falar da importância de Bruno Fernandes nesta equipa, quase se torna redundante.

 

Desde o primeiro minuto, a equipa leonina exibiu uma excelente dinâmica de jogo, sólida defensivamente, a exercer pressão constante e criativa no ataque. O primeiro golo apenas surgiu aos 34', através de mais um soberbo livre directo do capitão Bruno Fernandes, mas até esse ponto o Sporting já tinha criado algumas oportunidades claras para violar a baliza do SC Braga.

 

img_920x519$2019_02_17_21_35_35_1506937.jpg

 

A satisfação global dos adeptos em Alvalade esteve em evidência. Veremos o que se segue, pela visita na quinta-feira ao Villarreal, em jogo da segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa. Nunca há dois jogos iguais, mas uma exibição ao mesmo nível permitirá a passagem à ronda seguinte.

 

Nota: Por muito provocador que Acuña seja, neste lance aos 81 minutos, foi vítima de clara agressão de Raúl Silva, que elidiu tanto Jorge Sousa como o VAR. Não sei se um sumaríssimo é aplicável neste caso.

 

P.S.: O Sporting terá dado entrada de um requerimento de elaboração de auto de flagrante delito na Comissão de Instrutores da Liga, relativamente à cotovelada de Raúl Silva a Acuña.

 

publicado às 03:48

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Pepeu a 18.02.2019 às 06:40

O pergaminho de um clube como o Sporting não se pode evidenciar por uma exibição mais conseguida.
É obrigação desta equipa demonstrar estabilidade e robustez.
Cai por terra a teoria dos coitadinhos e do plantel de "qualidade reduzida" expressada pela boca sempre "torta" do nosso inefável presidente...
O que falta ao Sporting é brio, personalidade e ambição.
Contenta-se com pouco por esta altura como se uma vitória frente a um mais que provado inferior Braga viesse alterar significativamente alguma coisa.
Quinta feira terá a oportunidade de resfriar ânimos depois da absoluta displicência com que encarou a primeira mão dessa competição, ao arrepio do historial deste clube.
Esperemos todos que refaça a figura triste da semana passada.
Imagem de perfil

De Greenlight a 18.02.2019 às 09:49

O comentário de Pepeu é extraordinário, ou talvez não. O Sporting teve uma grande prestação mas em vez de realçar o facto parece que interessa mais apoucar o acontecido. Ora veja-se:
"Cai por terra a teoria dos coitadinhos e do plantel de "qualidade reduzida"". Não cai por terra, só que ontem, alguns dos "craques", tais como Bruno Gaspar, Petrovic, André Pinto, contratados pelo Destituído e pelo Basófias JJ não calçaram.
"Contenta-se com pouco por esta altura como se uma vitória frente a um mais que provado inferior Braga". Mais que provado? Até parece que, nos últimos anos lhes ganhamos com facilidade, a memória é curta ou selectiva. Nos últimos dois anos, com o "Mestre da táctica" e jogadores do Mestre das Contratações levámos banhos de bola.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds