Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Agora com público, se faz favor

Rui Gomes, em 24.08.20

img_192x192$2017_11_10_18_02_51_1332913_im_6366770Para o presidente da UEFA, o esloveno Alexander Ceferin, não há dúvidas: escolhia Lisboa novamente para organizar esta inédita fase final da Champions. Foi uma organização de topo, como o próprio salientou.

Já antes, com a retoma da liga portuguesa, ficaram sinais claros de que não seria a Covid-19 a fintar o regresso do futebol aos estádios do nosso país. Tudo decorreu dentro da normalidade possível num percurso sem acidentes.

Está aqui a prova de que já é mais do que tempo de se passar à fase seguinte. Não faz o mínimo sentido que o futebol continue vedado ao público quando, aqui e ali, em recintos com menos condições, noutro tipo de eventos, vemos aglomerados de pessoas.

E talvez o problema nem esteja em permitir que essas outras indústrias possam ter plateia. O pior é quando, em todo este processo, no que toca à parte portuguesa, continuamos a ter filhos e enteados. Um concerto sem público não é um concerto. Mais parece um ensaio. Mas desporto de bancadas vazias, por melhor organizado que esteja, é pouco mais do que um treino.

A indústria do futebol, em Portugal, tem condições, conhecimento e capacidade "de topo", como diz Ceferin, para reabrir portas. Adiar esse passo natural e lógico é injustificável. É estar a sacrificar uma área que precisa de muita gente para viver (e sobreviver). É ignorar, só para algumas partes, que é possível regressar, em total segurança, à celebração de um espectáculo. E a médio prazo esse vírus pode ser o pior de todos. 

Artigo de Luís Aguilar, Record

publicado às 03:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Bento a 24.08.2020 às 08:47

Gigante o Neuer.
Foi ele a "peça" decisiva para a conquista da Champions.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.08.2020 às 12:20

Este post nada a tem a ver com o jogo em si!!!
Sem imagem de perfil

De LG a 24.08.2020 às 09:07

"Agora com COVID, se faz favor".

Basta ver a forma como no estádio se festejaram os golos nos jogos da Champions e da Liga Europa para se perceber que neste momento jogos com público só são solução para as funerárias
Sem imagem de perfil

De João F. a 24.08.2020 às 09:31

Esse Aguilar é um nojento lampião cartilheiro.

Tem andado a repetir constantemente o facto do Sporting dever dinheiro ao Braga, como se o seu clube tivesse cumprido sempre a tempo e horas e não tivesse passado anos a comprar jogadores com dividas monstruosas aos bancos e ter ajudado o BES a ir ao fundo, como foi dito pelo Jornal de Negócios. Nisso o escrevinhador guruzeco nunca apontou.
O mundo gira e cá estaremos para ver se a previsão do Roi Gosma da Selva é exacta, que em Novembro próximo, os da Luz entrarão numa crise grave.O que não será a primeira vez, diga-se de passagem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.08.2020 às 15:21

Não o conheço de parte alguma. Escolhi o artigo por abordar um tema que merece debate.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 24.08.2020 às 10:31

Na Polónia há futebol com público, tendo como limite 30% da lotação de cada estádio, é alguma coisa e devia ser também cá implementado, é bom não esquecer que há muitos clubes que sem essa receita dificilmente se vão aguentar, um dos casos mais flagrantes foi o Aves mas sem público estou convencido que outros se seguirão, é tempo de ser feita alguma coisa.
Sem imagem de perfil

De William a 24.08.2020 às 16:25

Não haver público nos estádios é só...ridiculo.

10% - 20% da lotação do estádio, iria ter uma probabilidade maior de contágio que outros espaços que estão autorizados a ter pessoas? (Para não falar em politica - Festa do Avante)

Claro com regras de segurança... Na liga francesa já há publico desde a primeira jornada..

SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo