Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

A temática vem a debate novamente pela intervenção, em comentário "off-topic", pelo leitor JMR, relativamente a uma recém-entreviststa do presidente do Sporting ao Diário Económico. Comentou o leitor:

 

«Não tem a ver com o tema , mas já agora, para descansar umas mentes mais inquietas:

 

De onde vão chegar os investidores ?

Conseguimos o equilíbrio operacional muito antes do previsto e tudo será feito dentro do plano, tendo em conta necessidades de financiamento adicionais transmitidas e aprovadas pelos associados. Por exemplo, uma linha adicional de 30 milhões de euros que tem estado a ser usada na nossa actividade. Isto vem demonstrar que a grande preocupação que agora se quer transmitir pelos investidores não deve ocupar muito a mente dos sportinguistas, pois sabíamos que a entrada só iria acontecer no momento da fusão. Temos uma linha de 18 milhões cedida nas negociações com a banca, está a ser utilizada e será paga após  fusão com o aumento de capital. Para a reestruturação estar terminada falta fazer a fusão, os aumentos de capital e a passagem de parte da dívida. Os estatutos dos benefícios fiscais e o código do IMT para qualquer processo de reestruturação de empresas, nomeadamente no que a fusões diz respeito, têm previstas isenções e aguardamos o seu deferimento. Quando houver isenções, creio que 30 dias depois poderão ser feitas ests operações todas e terminar de vez com esta reestruturação.

 

Tirado da entrevista de Bruno de Carvalho ao Diário Económico.»

 

Resposta ao leitor por Desert Lion, pessoa entendida nesta matéria:

 

«Bom seria que as palavras do presidente do SCP correspondessem à verdade. No entanto, como poderá facilmente ver no último Relatório e Contas da SAD, ignorando transacções de jogadores, continuamos com um deficit Operacional + juros de mais de 10 milhões de euros por semestre. Não se nega, de qualquer modo, que houve uma evidente melhoria nas contas apresentadas face ao semestre homologo do ano anterior, mas também não se deve embandeirar em arco e vir com afirmações que só servem para confundir quem as ouça.

 

Caso o semestre corrente tenha semelhante comportamento, o deficit global anual da Sporting SAD será ligeiramente superior a 20 milhões de euros. Ora, na minha opinião, esta não é uma situação equilibrada, pois obriga-nos a ter mais valias na transacção de jogadores num montante suficiente para, pelo menos, cobrir esse deficit.

 

Uma vez que na próxima época se prevê que venhamos  participar na Liga dos Campeões, os Proveitos deverão aumentar por essa via. No entanto, também deverá ser na próxima época que iniciaremos a liquidação do capital dos vultuosos créditos que mantemos na Banca, pelo que a obrigação de ganharmos mais de 20 milhões de euros em transacções vs amortizações deverá manter-se mais ou menos inalterada.

 

P.S. Para simplificar o comentário, não me refiro aqui a diferenças entre "cash-flow" e resultados antes de impostos. Sendo tal diferença real, não será de significado relevante, até porque não contabilizamos também nas contas operacionais, os desembolsos referentes a  contratações a efectuar.»

  

publicado às 03:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


25 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 02.04.2014 às 10:58


Bom dia caro Rui,

Uma dúvida de quem não leu mais que as gordas na imprensa das últimas efabulações em série do Bruno - ainda que nenhuma tenha coincidido com o dia 1 - concluo que não possa ter surgido de outro lado um valor que se observa passou a ser reiterado já esta semana relativo ao orçamento desta época, qualquer coisa como 25M? Muito sinceramente questiono porque nem eu acredito que o Bruno tenha arriscado tanto e como tal ainda pergunto, resultado de alguma má interpretação?

Quanto ao resto nada de novo, se partirmos todos do princípio que o Sporting e por várias razões, nasceu de novo nas últimas eleições, fazendo tábua rasa de qualquer acordo para trás, não é muito difícil antecipar mais casos como o do Elias inclusive. Consequência ainda como é óbvio e sempre de algo que já começa a fazer alguma confusão na opinião pública e até publicada, na medida em que não se percebe muito bem quem serve continuar a chutar para a frente a chegada dos tais parceiros imaginários, que realmente tinham feito toda a diferença como foram prometidos, no 1º dia
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 11:33

Bom dia caro L,

Ele já o disse em várias ocasiões, a mais recente na entrevista da TVi, em que sublinhou a disposição com esta frase: "Vamos estar mais bem preparados do que os restantes. O objectivo passa por fazer melhor com menos recursos, aquilo que se dizia que não se podia fazer. Passou um ano e está provado que se consegue fazer."

O orçamento será portanto sensivelmente o que foi esta época. Quanto a investidores teremos de esperar para ver, já que nada mais existe neste momento além de palavras.
Sem imagem de perfil

De L a 02.04.2014 às 11:37



E muito obrigado na mesma.
Sem imagem de perfil

De L a 02.04.2014 às 11:36


Entretanto já consegui perceber que o problema surgiu mesmo nas extrapolações e que 25M foi referido como sendo o orçamento da SAD. No futebol, com o regresso à Champions na íntegra já reflectido no orçamento 13/14 ainda ficamos aquém dos 25M. A nível interno contra Porto e Benfica que só em salários gastam mais do dobro, s/ prémios e s/ reforços, tudo junto é o que constitui o orçamento anual de cada clube. Independentemente da Champions assegurada, vamos voltar a vender no Verão, entretanto chega o serviço da divida, as VMOCS e lá se vai a SAD. Com 25M não tínhamos andado a época toda com o coração nas mãos por castigos ou lesões. Ou com 25M ninguém se preocupava com os direitos de imagem e/ou a utilização de Elias, muito menos se corriam riscos na FIFA.

O que cansa mais nem são os enviados especiais desta direcção ou os mais ignorantes em geral, para quem o futebol continua a ser o ópio do povo, transferindo aquilo que conseguem ou não conseguem na vida para o que o clube também consegue ou não consegue. O mais estranho é a forma como muitos deixaram de ver o óbvio mas ainda há quem tenha passado as últimas décadas a ver o Sporting sistematicamente prejudicado pelo sistema - que o Porto controlou a seu belo prazer porque já nessa altura a direcção do Benfica só pensava em aniquilar o Sporting e o presidente João Rocha - e nem assim deixou de abdicar de uma verdadeira verdade desportiva, passe o pleonasmo sempre necessário neste caso do futebol português. Com o mesmo orgulho que há 30 anos quando Pinto da Costa disse que com ele o Sporting nunca mais voltava a ganhar nada.

Um dos maiores escroques do futebol português já é hoje um lampião que também se fartou de fazer campanha pelo Bruno e ainda agora quando inquirido sobre se o Benfica vai reagir ao show off do Bruno sobre as nomeações dos árbitros riu e disse que alguma coisa tinha que ser dita para calar as claques ou a base de apoio desta direcção porque o que ficou estipulado nas reuniões entre clubes é que o verdadeiro inimigo é o Porto. Ao Sporting ainda calharam o porta-estandarte e o megafone desta vez. E como o Bruno não gosta nada de falar temos os lampiões a gozar o prato dia sim dia não e muitas vezes dia sim dia sim.

A confiança e o clima de impunidade são tais outra vez que não conseguimos ouvir ninguém a falar verdadeiramente do projecto do futebol do Sporting, para além de alguns números “encantados” claro, em contrapartida conseguimos ouvir um lampião a dissertar sobre a estratégia de comunicação deste Sporting ou melhor desta aliança do Sporting com o Benfica. Ainda agora quando se montou outra vez a tenda do circo, nomeadamente depois da roubalheira em Setúbal, que só nos distanciava mais do 1º lugar do Benfica e o jogo com o Porto, a choradeira só visou o 2º lugar. And the show must go on! Pelos vistos agora é a altura da super estrutura do Porto abanar, como abana qualquer estrutura sem resultados. E depois ainda temos o novo movimento que pelos vistos já devem andar fartos de destruir talhos.
.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 02.04.2014 às 13:04

Estive na reunião de sócios na passada Segunda-feira. Ao contrário do que foi aqui previsto pelo leitor L, foi tudo menos um comício. O Presidente esteve disponível mais de 4 horas (superior ao tempo previsto) a responder a todas e mais algumas questões (pertinentes, diga-se) dos sócios presentes. Discutiu-se de tudo um pouco e foi uma sessão bem esclarecedora. Como tal, sinto-me capaz de responder a algumas dúvidas que surgem aqui.

1- Atenção que o Presidente nunca disse que vamos estar mais bem preparados que os rivais para o ano. No futuro apenas prevê que ambos terão que fazer o que o Sporting fez este ano, seja daqui a 3, 4 ou 10 anos. Nessa altura sim, estaremos um ou mais passos à frente.

2- Os investidores. De facto, os investidores ainda não entraram com o dinheiro. Apenas quando se der a fusão da SPM e a conclusão da reestruturação, os investidores vão pagar os 18 milhões. Sim, pagar, porque esse dinheiro já está a ser utilizado. Esse dinheiro entrou assim que a reestruturação foi aprovada. Foi adiantado para o Sporting poder governar. Portanto, não foi por falta dos 18 milhões que não se fez mais ou melhor (recompras de passes, etc).

3- Caro L, as VMOC's apenas terão de ser pagas em 2025. Até lá espera o Presidente garantir verbas para manter a maioria da SAD. Como? Pode ser de diversas formas, mas era uma enorme ajuda se o número de sócios aumentasse bastante, ou pelo menos que os sócios paguem as cotas. Mais do que os 50% actuais.

Finalmente, quero dizer que foi notório na reunião que o Presidente respira sportinguismo. E tem imensas qualidades. Vê-se que sabe o que faz, tem uma estratégia, dedica-se de corpo e alma ao clube. Ao contrário de outros que se gabavam de dedicar 2 horas por dia. Obviamente pode cometer erros e não está imune a críticas, mas para mim é cada vez mais evidente que o que faz é realmente aquilo que ele pensa ser o melhor para o clube. Foi para isso que foi eleito.



Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 13:09

Lamenta-se que essa tão louvada reunião só tenha permitido acesso a 250 sócios e... seleccionados, sem desprimor para o caro Jorge.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 02.04.2014 às 13:37

Havia lugar para 365 associados, só se inscreveram 250. Inclusive o Sporting alargou o prazo de inscrição por não estarem completas todas as vagas. Certamente se o Rui se inscrevesse não ia haver problemas. E duvido da tal selecção, uma vez que ninguém no Sporting me conhece e sou um sócio perfeitamente anónimo. Não faziam a minima ideia se eu era crítico, menos crítico, feio, bonito...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 13:47

Aceito perfeitamente a explicação do Jorge, mas não deixa de ser curioso que o Sporting anunciou que o limite da inscrição era de 250 sócios, por ser a capacidade do Auditório Artur Agostinho.

Pode ler o comunicado aqui:

http://www.sporting.pt/Socios/sessaoesclarecimento.asp
Sem imagem de perfil

De Jorge a 02.04.2014 às 18:04

Deve ter havido um engano algures. Se calhar o Sporting queria dizer que só se tinham inscrevidi 250 até à data desse comunicado, ou que havia lugar ainda para 250, não sei. O comunicado que fala dos 365 sócios: http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_clubereuniaosocios_050314_125071.asp
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 18:23

O outro comunicado foi logo no início e a capacidade do auditório é mesmo de 250 pessoas. De qualquer modo, não interessa. Foi realizado e decerto que houve algum aproveitamento por parte dos que estiveram presentes. Só um pequena alerta: exemplo do que BdC afirmou na recém-entrevista ao Económico, as coisas não totalmente como ele as apresenta. Ver, para o efeito, ou outro post que publiquei nesse sentido. Acontece que misturado com algumas verdades ele gosta muito de "pintar" o cenário favoravelmente à sua pessoa e Direcção.

Em uma outra recém-entrevista - são tantas - ele afirmou, palavras para o efeito, que "quando chegámos nem havia dinheiro para os salários". A disposição não é bem essa. Primeiro, ele afirmou vezes sem conta que tinha conhecimento total do estado do Sporting. Segundo, garantiu, também vezes se conta, que daria entrada na presidência com liquidez à mão para fazer face às responsabilidades imediatas. Chegou sem um único "centavo" e sem investidores, estes assunto à parte. Terceiro, sabia ou tinha a obrigação de saber que a verba mais do que suficiente para satisfazer os salários em atraso e outros, estava retida pela Banca até a nova liderança iniciar o seu mandato e assumir a reestruturação. Assim aconteceu, com verba proveniente da venda de Ricky van Wolfswinkel , entre outras questões.

Eu não o culpo de modo algum da situação financeira do passado, dado que não é da sua responsabilidade, à raiz. O que me irrita, sobretudo, é a sua postura e a forma como gosta de adornar as coisas à sua conveniência. Dá muitas entrevistas mas, na realidade, explica muito pouco, concretamente.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 02.04.2014 às 19:16

Não sei se adorna as coisas um pouco à sua conveniência. Li a apreciação do Desert Lion relativamente às finanças, e, sem eu ser um expert (longe disso) no assunto, concordo de certa forma que a redução de despesas ainda não foi suficiente para equilibrar definitivamente as contas da SAD como BdC afirma. Falta melhorar o balanço em cerca de 20 milhões anuais, sem contabilizar vendas. Mas sem os salários de Jeffrén, Labyad que ainda pagámos este ano, sem gastar o dinheiro das rescisões com pessoal (SAD e clube) e espero que sem Elias para o ano que vem, juntando as receitas da champions (espero que seja garantida), julgo andarmos mesmo muito próximo do equilíbrio na SAD na próxima época.

Desse modo, e se tal se confirmar, o Sporting realmente não precisará de vender jogadores, nomeadamente William Carvalho. E BdC disse que não o quer vender. Só não poderá fazer nada se baterem a clausula.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 19:27

Mas tudo isso é em termos futuros, não do presente, cuja realidade é outra.

Com respeito a ele afirmar que "não estamos vendedores", em relação a William ou a qualquer um outro, até é compreensível como "arma" negocial. Eu faria o mesmo. O Sporting vai precisar de vender por diversos motivos, assim como precisou de vender Bruma e Ilori , não obstante as circunstâncias.

No caso do William , se de facto não existe já um acordo, como os ingleses insistem, a SAD espera por ainda maior valorização no Mundial. Todavia, esta poderá não surgir, mediante s decisões de Pulo Bento. Se Fernando for convocado, não antecipo muito tempo de jogo para William e até haverão jogos em que nem sequer se equipará. A lembrar que vão 23 jogadores mas apenas 18 se podem equipar por jogo. Isto, sou eu a pensar por alto, nada mais.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 03.04.2014 às 05:47

«A lembrar que vão 23 jogadores mas apenas 18 se podem equipar por jogo. Isto, sou eu a pensar por alto, nada mais.»

Nos jogos das fases finais, todos os jogadores inscritos estão disponíveis para o seleccionador usar, excepto por lesão ou castigo. Portanto, ninguém senta-se na bancada, a menos se estiver de castigo. Por exemplo:

http://pt.fifa.com/tournaments/archive/worldcup/southafrica2010/matches/round=249721/match=300061509/index.html
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 19:28

Perdão... queria dizer "mediante as decisões de Paulo Bento".
Sem imagem de perfil

De L a 02.04.2014 às 15:02


Caro Jorge,

Com todo o respeito mas se foi assim realmente não foi mais um comício, desta vez foi mais um concerto para violino.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 02.04.2014 às 18:06

Por acaso esteve lá para saber como foi?
Sem imagem de perfil

De L a 03.04.2014 às 09:46


Por amor de Deus, o caro Jorge é que fez o favor de contar como foi e foi precisamente essa boa fé que eu me limitei a comentar. Quanto ao que acrescentou à posteriori é mesmo isso, não há reestruturação de dívida nenhuma sem investidores, quaisquer que eles ou ele seja, do lado do Bruno ou de outro lado qualquer, depois logo se vê se também precisamos mesmo de chegar a 2025 como diz o caro. E como o caro Jorge vê aqui até coincidimos, à excepção das histórias de encantar do Bruno. Também não é por acaso que podemos todos confirmar que a dívida continua a crescer, ao contrário do que dizem os gráficos e os sonhos do Bruno. Assim como nunca foi preciso Bruno nenhum para sermos todos informados que era reestruturação ou insolvência, eventualmente sem a reestruturação aprovada pelos sócios até com um PER pelo meio - porque muitos clubes já estão a passar e que não difere em nada daquilo porque nós também já estamos a passar e de que o Bruno ainda gosta mais de falar. Basicamente o que o Bruno foi buscar aos bancos foi um bocado de corda. Com mais um maço de notas, à condição de cortar aqui, ali e acolá.

E como nunca ninguém disse que o Sporting vai acabar também pergunto se o caro Jorge tenciona deixar de ser do Sporting ou qual é que será a percentagem de sócios que se vão sentir verdadeiramente afectados caso os investidores do Bruno nunca cheguem? 0,0001%? Ou alguma vez viu os estádios de uma das melhores Ligas do mundo, a Premier League sem adeptos?

De uma forma muito simples, se o caro Jorge - independentemente da personalidade jurídica, individualmente ou através de uma empresa - dever a outrem – também pessoa ou instituição de crédito - até uma situação limite em que ambos, o caro e o credor chegarem à conclusão que nunca mais vão existir condições para o reembolso, o que vai originar a que o credor se mexa. Entretanto se o caro Jorge até ainda tinha algum de parte ou arranja outra forma de liquidez faz o quê? Diz ao credor que conhece alguém que também sabe cunhar moeda? Ou qual é que será o momento mais indicado para uma família que corre o risco de perder a casa ainda ir banco com algum dinheiro? Antes ou depois de renegociar a divida só com palavras?

P.S. Eu também nunca vi nada que me dissesse que o Bruno não se dedica sempre de corpo e alma. No Sporting ou antes do Sporting. E o caro Jorge também nunca se questionou porque é que a propaganda nunca abrandou depois das eleições, muito pelo contrário? Ou o que é que chama ao caro Lannister que ainda se dá ao trabalho de vir aqui todas as semanas lembrar-nos de Godinho Lopes ou até a esta nova tendência de adulação no Sporting?

http://www.record.xl.pt/multimedia/videos/interior.aspx?content_id=875920

Será que ainda falta convencer alguém que o Bruno é o nosso salvador? Os tais investidores? Já só falta vermos entrar 11 Brunos em campo e já no próximo jogo, ainda em plena semana em que festejamos o 1º aniversário da chegada do Bruno ao Sporting. Uma pena que ainda não tenham compreendido que os resultados desportivos é que determinam tudo em vez de andarem a ridicularizar ainda mais o Sporting com este género de iniciativas. E passou-se tanta coisa nos últimos dias que valia mesmo a pena esclarecer.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 16:02

Caro Jorge,

Pelas palavras do próprio presidente na entrevista ao Diário Económico, não "entrou" verba alguma. O Sporting está a utilizar duas linhas de crédito, uma dos tais 18 milhões e outra de 30 milhões. Continuamos, portanto, e como era de esperar, totalmente dependentes do sustento da Banca.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 02.04.2014 às 18:10

Se calhar expliquei-me mal. Sim, de facto o que eu queria dizer foi que os 18M que entraram são provenientes da banca. Mas não foi um empréstimo normal, com o consequente endividamento. Foi um adiantamento, que vai ser pago pelos investidores à banca assim que a reestruturação estiver concluída. Pelo menos foi assim que percebi.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.04.2014 às 18:23

É de facto isso que ele diz.
Sem imagem de perfil

De Balajic a 03.04.2014 às 14:22

E os juros? Quem os paga? São os tais "investidores" também ou já é o Sporting que os anda a pagar?
Sem imagem de perfil

De L a 03.04.2014 às 14:32


E ainda falta dizer dizer que foi o próprio Bruno que admitiu no tal concerto que agora é que traz "olheiros" pelo mundo fora à procura dos tais investidores, que já estavam prontinhos para entrar no dia a seguir às eleições, mais ou menos como os russos em 2011. Com sorte ainda descobrem outro Montero.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 03.04.2014 às 05:32

«O que cansa mais nem são os enviados especiais desta direcção ou os mais ignorantes em geral, para quem o futebol continua a ser o ópio do povo, transferindo aquilo que conseguem ou não conseguem na vida para o que o clube também consegue ou não consegue.»


Com Godinho Lopes, e com José Eduardo Bettencourt antes dele, é que estávamos descansados e sem o coração nas mãos... Com esses o clube tinha um futuro muito melhor que o passado recente nos últimos 12 meses...
Sem imagem de perfil

De Balajic a 03.04.2014 às 14:44

Juro por tudo o que há de mais sagrado (e pela alma de Francisco Stromp!) que nunca me passaria pela cabeça "defender" de alguma maneira personagens como JEB ou Godinho Lopes, mas já estou tão farto desta mania tão irritante (e infantil, tal como "o Bruno"!) de responder às críticas que se faz a esta direcção (e a este presidente) com os maus exemplos do passado recente no nosso clube!

Arre! É precisamente por causa desses (e de outros) senhores que devemos pensar pela nossa cabeça, analisar bem TUDO, questionar TUDO o que nos suscite dúvidas e não "engolir" a primeira coisa que nos dizem!

Quando o Roquette era a 8.ª Maravilha e eu (e outros como eu) andávamos a dizer que aquilo era "muita fruta", que não deveria ser bem assim, que ainda íamos era ficar mais endividados, nessa altura não faltou gente (a mesma que agora abomina o homem e que criou a expressão do "Roquettismo" ou do "Croquette" ou coisa que o valha!) a dizer que eu era assim ou assado e que "com o Cintra ou com o Gonçalves é que era bom"!

Parem de tapar as incompetências e limitações próprias com as alheias (e aqui incluo não só os dirigentes anteriores, como terceiros - árbitros, outros dirigentes, Comissão Disciplinar da Liga, Conselho de Justiça da FPF, etc.)!

Mais acções e menos palavras. Ou, como diriam os latinos, res non verba!

Por mim, e até prova em contrário, o que difere esta direcção das anteriores é ter um treinador mais competente, que conseguiu construir uma equipa melhor e mais esforçada, ainda que com menos recursos.

Para além, claro, das expectativas estarem mais baixas (precisamente pelo "trabalho" da direcção anterior) e de o Porto estar a fazer uma época abaixo do esperado.

De resto, basicamente foram as moscas que mudaram...
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 03.04.2014 às 05:41

«E depois ainda temos o novo movimento que pelos vistos já devem andar fartos de destruir talhos.»

Não sei porque motivo ou em que factos é que se baseia para associar uma coisa com a outra, o direito à indignação com puro vandalismo, mas vindo de quem vem, já não surpreende nem choca, pois quem escreve o que acima está citado, "melhor" não é capaz de escrever certamente. Como disse uma vez um professor meu, "uns morrem, outros ficam assim".

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo