Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda o desaire frente à Alemanha

Rui Gomes, em 20.06.21

mw-1280 (1).jpg

FERNANDO SANTOS

"Temos um jogo importante com a França. Portugal é uma grande equipa, tem grandes jogadores, mas não se pode pensar que os outros são piores. Temos de baixar os pés e ganhar em outras coisas que não são a capacidade técnica. Porque se perdermos sempre a bola não é a capacidade técnica que nos vale.

O que eu tentei com a entrada de outros jogadores, Renato, Moutinho foi para emprestar agressividade e capacidade de disputar o jogo e os lances. Se não temos capacidade para ganhar duelo individuais, dificilmente podemos pensar em sonhar alto".

BRUNO FERNANDES

"Entrámos bem no jogo, conseguimos marcar o primeiro golo, tivemos ainda algumas oportunidades para fazer um bocadinho melhor no último passe na primeira parte. Depois, a Alemanha foi superior e teve todo o mérito em ganhar o jogo. Nunca fomos capazes de tentar mandar no jogo em algum momento. O último jogo será um jogo grande, entre duas grandes equipas, mas temos de olhar para nós próprios e ver o que temos de fazer para ganharmos o jogo".

DIOGO JOTA

“Até começámos bem, aproveitando uma transição rápida para fazer o 1-0, mas eles conseguiram sempre empurrar-nos para trás, com cruzamentos fortes e acabámos por ser infelizes a fazer dois autogolos e a provocar a reviravolta. Acho que quando as coisas não correm bem é mais fácil detetar os erros. Fomos infelizes em certos momentos, mas não fomos suficientemente audazes na pressão para condicionar mais a equipa alemã, mas demos o nosso melhor. Olhos já no próximo jogo”.

DANILO

“Permitimos muitas infiltrações e não conseguimos contrariar o jogo interior deles. Acho que isso foi fulcral. Não estivemos bem na pressão e isso permitiu à Alemanha ter muita posse de bola. Enfim... é algo a melhorar. Temos agora o jogo com a França que temos de preparar bem porque vai ser muito exigente. É difícil recordar um momento destes e uma derrota assim tão pesada, mas esta equipa sabe reagir e vamos reagir da melhor forma”.

JOÃO MOUTINHO

“Infelizmente não conseguimos contrariar os pontos fortes da Alemanha, mas penso que começámos bem o jogo, a controlar, mas sabemos que a Alemanha tem uma grande equipa, grandes jogadores e tinha de ganhar. Tentou impor o seu jogo e nós em contra-ataque marcámos. Depois tivemos duas infelicidades dos nossos jogadores, mas há que pensar no próximo jogo. Não é fácil jogar contra a Alemanha. Claro que não fizemos as coisas como queríamos ter feito, mas sabemos que é difícil. Tentámos trabalhar e os nossos jogadores trabalharam do primeiro ao último minuto. Vamos tentar dar o melhor no próximo jogo”.

E, para terminar, referencio o artigo de Hugo Tavares da Silva, em Tribuna Expresso, através do qual - ALGUÉM TINHA SAUDADES DA CALCULADORA? - descreve todos os cenários possíveis e imaginários para a última ronda da fase de grupos deste Europeu e as contas de Portugal para a qualificação.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 20.06.2021 às 07:26

O Moutinho diz que “tivemos duas infelicidades dos nossos jogadores “. A nossa grande infelicidade é ter um treinador como Fernando Santos que selecciona jogadores como Moutinho e o coloca a jogar quando a equipa está a perder por 3 golos de desvantagem.
Sem imagem de perfil

De Greenhill a 20.06.2021 às 12:11

O problema começa logo nessa mentalidade de desculpa para o insucesso. Os autogolos acontecem pq os defesas estão pressionados. O 3ro golo da Alemanha, se não fosse o alemão a meter a bola lá dentro ia ser o central que estava atrás de carrinho a meter a bola lá dentro. É por isso que é importante gerar lances de perigo em vez de estarem a olhar para os alemães a trocar a bola.
Ontem Moutinho jogou 15min. Nos últimos 5 já estava a passo a olhar para os alemães a trocar a bola. Eu vi a Espanha com a Suécia, e a Espanha pressionava a Suécia a todo o campo e recuperava a bola. Nós nunca fizemos isso. Às vezes ia o CR, outras vezes o BF ou o BS, mas sempre à vez sem apoio do bloco. Ou seja condenado ao insucesso.
Sem imagem de perfil

De Everton Costa a 20.06.2021 às 13:30

Essa época ficamos mal acostumados a ver Nuno Santos, Pote, TT ou Paulinho, João Mário, Palhinha, Porro e Nuno Mendes a jogar com intensidade e proximidade entre os blocos que até assusta-nos ver os laterais de uma equipa adversária ter 20 metros de espaço na última parte do campo.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 20.06.2021 às 08:30

Já sabia que o lado direito da defesa ia ter problemas porque Nelson Semedo é fraco a defender, mas se ainda por cima não tinha o ala que recuasse para o apoiar, estava dada a receita para o desastre. Era absolutamente ridículo ver vezes sem conta o mesmo jogador alemão desmarcado junto à linha lateral e nenhum jogador português a menos de 20 metros. Esta derrota, apesar dos auto-golos, tem o dedo de Fernando Santos.
Sem imagem de perfil

De Greenhill a 20.06.2021 às 12:16

Sim. Não consigo perceber como é que com dois trincos à frente dos centrais ainda foi necessário o Semedo fechar junto dos centrais e deixar o extremo Alemão sempre com tempo para receber a bola como queria e progredir. É indicador da falta de dinâmica do meio campo. William deveria estar a fechar o espaço entre o Semedo e o Pepe.
Imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 20.06.2021 às 09:53

Rui Gomes

Era previsível este resultado, pois a equipa está cansada, pois os nossos melhores jogadores estão exaustos. Vejo poucos jogos, mas o Inglaterra-Escócia foi um regalo para quem viu este jogo. Foram 90 minutos espectaculares, com os jogadores de ambas as equipas a lutarem em todo o terreno. No nosso jogo apenas os alemães jogaram futebol, com esquemas que nós nunca tivemos, pois houve alturas que a nossa selecção metia dó. Ficou provado que o facto de termos grandes jogadores, jogando a passo e sem alma vai ser difícil passar esta fase. A França tem o mesmo problema que nós, pois os jogadores também mostram cansaço e a velocidade deles é igual à nossa. Dizia o nosso treinador que meteu o maçã podre para dar mais agressividade no meio campo.!!!!! Não vi esse filme e espero que a sorte que ele costuma ter seja a forma de ganharmos o jogo, pois se mantiver esta equipa, não vamos a lado nenhum a não ser apanhar o avião de regresso a casa. Fernando Albuquerque (SCP CAMPEÃO)
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 20.06.2021 às 12:15

Não é que os jogadores e treinadores, salvo raras excepções, primem pela coerência no discurso, mas ouvir a maioria das declarações da selecção nacional é surreal.
Dizer que "entramos bem no jogo", "começamos a controlar o jogo" ou alegar "infelicidades" para descrever o que se passou é não ter noção do que se diz ou debitar a habitual "cassete" que lhe é dada.
Sem imagem de perfil

De Greenhill a 20.06.2021 às 12:24

Sim surreal. Foi uma sorte não termos sido humilhados com 7 ou mais golos como aconteceu com o Brasil. E ver estes discursos são o que me preocupa mais: estão convencidos que estão no bom caminho.
Ontem os comentadores da SIC ainda malharam no FS e equipa, mas os da RTP ainda se meteram o o discurso "que não é tempo de crucificar jogadores, e como tal devem jogar os mesmos contra a França" que treta de pensamento, de falta de visão ganhadora. A equipa está mal, mas vamos antes proteger o ego dos meninos (e dp vão todos para casa) em vez de tentar mudar o rumo das coisas.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 20.06.2021 às 12:38

Também ouvi os comentadores da SIC e surpreendeu-me o forte discurso sobre a necessidade de jogar o Palhinha.
Sem imagem de perfil

De Everton Costa a 20.06.2021 às 13:32

Caro leão do Norte, raramente vejo os comentadores da SIC, mas vi esta cena no pós jogo e também surpreendeu-me bastante.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 20.06.2021 às 13:16

Por mim contra a França, WC e DP saem para dar lugar a Palhinha e Renato Sanches, mais nervo, maior disponibilidade para o jogo, melhor saída de bola, estamos a precisar disso.
PS.... Acho piada a FS, "estudámos a Alemanha".... ora, quem vê o jogo da Alemanha sabe que a formula é quase sempre a mesma, bola numa ala, e de repente mudar para a outra para a entrada do lateral.... levámos 4 golos assim, agora imagine-se que não tínhamos estudado a Alemanha...
Sem imagem de perfil

De Greenhill a 20.06.2021 às 14:04

Imagem de perfil

De Leão do Norte a 20.06.2021 às 14:23

E foi-lhes dado um aviso de "borla", com o golo anulado aos 5 min, por fora de jogo milimétrico, numa jogada semelhante.
Para além das capacidades de estudo de FS e da seleção nacional, perante a constante repetição das ações ofensivas por parte da Alemanha só me ocorre dizer:
"À primeira cai toda a gente, à segunda só cai quem quer, à terceira só cai quem é...."
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 20.06.2021 às 15:37

Sobre o jogo de ontem só consigo dizer uma coisa. Nós Sportinguistas estamos mal habituados, a nossa bitola está no patamar de Ruben Amorim, treinador excelente e moderno. Naturalmente que temos que ficar desolados com as opções, a atitude e o discurso de um seleccionador que já teve os seus méritos mas que está ultrapassado.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 20.06.2021 às 18:39

É um lugar comum dizer que isto não é como começa, mas como acaba. Arrancámos bem, patinámos, e vamos ver como terminamos.

Voltou a fase da calculadora, depois das loas à competência da nossa selecção nacional, dada a categoria dos jogadores que possuímos. E aí começa o problema. Temos bons valores individuais, mas não temos uma equipa. O que vi, neste jogo, com olhos de simples apreciador de futebol, foi uma equipa a jogar futebol, e do outro lado onze individualidades, a ver jogar.

Porque aconteceu? Culpa de quem? Da equipa técnica e da sua estratégia? Da apatia e cansaço dos (alguns) jogadores? De reduzir as escolhas a cerca de metade do grupo? Da infelicidade de execução na defesa?

Talvez um pouco de tudo, e um muito de nada. Nenhuma dinâmica, nenhuma agressividade. O que sei é que se não houver, uma mudança radical, na atitude, no esforço, na crença e na competência, não há calculadora que nos leve muito longe.
Sem imagem de perfil

De RCL a 20.06.2021 às 20:24

O treinador alemão disse no final do jogo : sabia que a seleção portuguesa tinha dificuldades na defesa
O que ele talvez não saiba é que esta seleção tem outros jogadores em melhores condições físicas que Danilo e William de Carvalho, um deles foi considerado o melhor 6 da Liga NOS.
Em principio, os melhores devem estar na seleção, senão arranja-se outro termo.
SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo