Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Alexander Deyneka, “Goalkeeper”

Leão Zargo, em 01.05.20

Alexander Deineka Goalkeeper 1934.jpg

Alexander Deyneka, “Goalkeeper”, 1934, óleo sobre tela, 119 х 352 cms, New Tretyakov Museum, Moscovo

Figura singular na arte russa do século XX, Alexander Deyneka experimentou a corrente modernista na sua juventude, antes de se tornar uma das pedras angulares do realismo socialista. Artista plástico de extraordinário talento trabalhou uma diversidade de temas, nomeadamente o culto da saúde e o amor ao desporto e ao trabalho. O desporto tem um lugar de destaque na obra de Deyneka, que transpunha para a tela a própria experiência desportiva, captando a beleza do movimento e das formas com profunda entrega vivencial e emocional.

Em “Goalkeeper” sobrepõem-se três planos em perspectiva: a natureza em plano de fundo dando a noção realista da dimensão e da perspectiva do campo; num segundo plano, a meio campo, dois atletas suspendem os movimentos na expectativa do resultado da jogada; e em primeiro plano a dinâmica exponencial do guarda redes que impulsiona o corpo longilíneo, leve, flutuando em direcção à bola numa diagonal que corta o espaço e confere um grande dinamismo à cena. Destaca-se a paleta cromática de ocres terrosos, amarelos e castanhos com vislumbres de branco na definição da forma e do espaço.

publicado às 14:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 01.05.2020 às 17:25

Este artista é uma emulação do que foi a Leni Riefenstahl para o regime nazi.
Não se saberá se por convicção se por obrigação.

Os artistas dos regimes totalitários são uma boa forma de compreender não só a sua propaganda oficial, como os objectivos que pretendem atingir com a mesma.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 01.05.2020 às 18:02

Tem razão, ChakraIndigo, como refiro no texto Deyneka foi "uma das pedras angulares do realismo socialista". A sua arte na pintura ou na escultura estava de acordo com os cânones estabelecidos no regime soviético e foi premiado e condecorado por isso mesmo.

Por outro lado, Deyneka foi um grande artista com uma obra diversa ao longo de meio século. Na história da pintura mundial, ele é provavelmente o artista que revelou maior ligação ao desporto, em particular ao futebol. Era um artista inovador, tal como Leni Riefenstahl. Nesta pintura, o ângulo e a composição são incomuns, a maior parte da tela é ocupada pelo guarda-redes que tenta pegar a bola.

Lendo o seu comentário, perguntei a mim mesmo se esta pintura terá uma mensagem política como era habitual no realismo socialista. Ocorre-me que sim, pois na cultura desportiva soviética o guarda-redes tinha um significado especial: era associado aos heróis defensores de Leninegrado na 2ª Guerra Mundial. Uns defenderam o país, outros defendiam a baliza da sua equipa. Eram os defensores! Talvez por essa razão houve tantos guarda-redes que na URSS foram celebrados como mitos.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 01.05.2020 às 18:27

Não sabia dessa faceta dos GR na propaganda soviética.

Um desses mitos era o Yashin, a "Aranha Negra", ou "Viuva Negra".
Considerado o melhor GR do século XX, e que ganhou uma Bola de Ouro, que se não me falha a memória é um feito único.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 01.05.2020 às 18:55

Exactamente, Yashin foi o maior de todos. Mas houve outros, como Rinat Dasayev de uma época mais próxima, a quem chamavam "Gato" e o sugestivo "Cortina de Ferro".
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 01.05.2020 às 19:25

O Dassayev fica "manchado" por ter aproveitado a glasnost e ter ido para o Sevilha
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 01.05.2020 às 21:34

Ele foi para o Sevilha no final dos anos 80 naquela fase em que a carreira aproxima-se do fim, mas manteve sempre a ligação ao Spartak. Também coincidiu com grandes mudanças no futebol russo que se profissionalizou em moldes idênticos ao da Europa ocidental. Actualmente, Dasaev é treinador de guarda-redes no Spartak.
Imagem de perfil

De Greenlight a 01.05.2020 às 18:32

Caro Leão Zargo,
Parabéns por trazer mais um excelente tema, desporto e arte, mesmo que seja de realismo socialista russo. A Rússia é um país de grandes artistas, que se notabilizaram na literatura, música, bailado, pintura, etc. Infelizmente, para os russos, passaram dos czars para outro tipo de ditadores. A Rússia está também a ser assolada pelo vírus, que, como já se tinha pecebido, do outro lado do Atlântico, não é vencido por doses de propaganda.
SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 01.05.2020 às 19:05

Caro Greenlight

Fico muito feliz por apreciar esta temática. É muito interessante a quantidade de pintores, de diferentes correntes artísticas, que recorreram se inspiraram no futebol procurando exprimir na tela estética da movimentação dos jogadores.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo